>>>>>>>>>>>>> MEMÓRIA - RESGATANDO E PRESERVANDO NOSSA HISTÓRIA

segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

AGRICULTORES PERNAMBUCANOS COMEÇAM A RECEBER O GARANTIA-SAFRA

Municípios contemplados


Agricultores pernambucanos começarão a receber o Garantia-Safra neste mês de janeiro. Até o momento foram contemplados 13.811 agricultores e agricultoras de 24 municípios do Agreste e Sertão do Estado, que irão receber um benefício de R$ 850, dividido em cinco parcelas de R$ 170. Entraram em folha também diversos agricultores que possuíam pendência documental da safra 2017-2018, recebendo integralmente o valor do benefício pendente.

Ao todo, o programa injetará, ao longo dos próximos cinco meses, um montante de R$ 21,1 milhões na economia dos municípios que já tiveram a perda comprovada, sendo R$ 4,7 milhões apenas em janeiro. Desse total, R$ 20,5 milhões são referentes à edição 2018-2019 do programa e R$ 625 mil ao pagamento residual de edições anteriores, segundo informou a coordenação estadual do programa.

A lista dos municípios que tiveram o processo de verificação de perdas concluído foi publicada na edição do Diário Oficial da União da última quinta-feira (16). Nesta edição do Garantia-Safra, que contou com um investimento de R$ 11,2 milhões do Governo de Pernambuco, estão inscritos 110.376 agricultores em 47 municípios do Agreste e 53 municípios do Sertão do Estado. Os municípios ainda não contemplados estão na dependência de dados do IBGE para passarem pelo processo de verificação de perdas, o que deve ocorrer nos próximos meses.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco, Dilson Peixoto, a coordenação estadual do Garantia-Safra está acompanhando de perto o processo de verificação de perdas realizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). “Da mesma forma que acompanhamos todo o processo da Safra 2017-2018, vamos acompanhar essa edição 2018-2019. Caso a gente identifique alguma inconsistência na verificação de perdas, nós vamos interceder junto ao Ministério”, destacou.

Para participar do Garantia-Safra, é preciso ser agricultor familiar, ter renda de até um salário mínimo e meio e plantar de 0,6 a 5 hectares de feijão, milho, arroz, mandioca ou algodão. O fundo do Garantia-Safra é composto pela contribuição paga pelos agricultores (R$ 17), município (R$ 51 por agricultor inscrito), Estado (R$ 102 por agricultor) e União (R$ 340 por agricultor).

GARANHUNS - AMSTT ABRE CHAMADA PÚBLICA PARA MOTOTAXISTAS

A Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transporte (AMSTT) lançou chamada pública para a delegação, através de contrato de permissão, de 66 (sessenta e seis) vagas para a execução do serviço público de transporte individual remunerado de passageiros, denominado “mototáxi”, em Garanhuns.

A sessão pública para a entrega do envelope de habilitação será realizada no dia 31 de janeiro de 2020, das 08h às 14h, no auditório do Centro de Formação da Educação (sede da AMSTT), localizado na avenida Irga, nº 100, bairro Novo Heliópolis. Todos os candidatos deverão estar presentes para assinatura da ata ou seus representantes (por meio de instrumento particular ou público de procuração), cujo outorgado deverá se apresentar à Comissão Especial de Habilitação portando documento de identificação oficial com foto e assinatura.

A Comissão Especial de Habilitação publicará em 5 (cinco) dias úteis a lista dos candidatos habilitados, em mural da AMSTT e no Diário Oficial dos Municípios do Estado de Pernambuco (Amupe). Outras informações podem ser verificadas no edital da chamada pública, disponível no site da Prefeitura de Garanhuns: https://garanhuns.pe.gov.br/ e no site da AMSTT: http://www.amstt.pe.gov.br/.

RELEMBRANDO UM GRANDE HINO


Por João Marques / Jornal O Século

Lamentavelmente, o Hino do Colégio Diocesano de Garanhuns não vem  sendo mais ensinado aos alunos do antigo educandário. Os alunos não cantam mais, todos reunidos e de viva voz. Não se acha um aluno hoje que saiba cantar o Hino todo. Poucas vezes, escutam a grande composição musical feita pelo Pe. Magno de Godóy, a pedido do não menos famoso Padre Adelmar da Mota Valença, que foi diretor nos tempos áureos do colégio. Cantado pela primeira vez em 12 de outubro de 1938, em grande exaltação aos alunos, aos pais dos alunos, aos professores, ao colégio e a Garanhuns. Passou a ser cantado depois por todos os alunos e ex-alunos. Diariamente, O Hino do Colégio Diocesano de Garanhuns ou o Hino Nacional eram cantados pelos alunos em formatura na área do prédio do Colégio. Eram outros tempos, quando se aprendia nos colégios o ensino do civismo e da vida com civilidade.

Não mais o Hino, não mais a convivência saudosa e reencontros de ex-alunos, não mais os desfiles inesquecíveis do 12 de outubro... a antiga associação do ex-aluno, famosa, fosse talvez uma das mais atuantes na  época.

HINO DO COLÉGIO DIOCESANO DE GARANHUNS

Letra e música do Cônego Pedro Magno de Godóy

Alto padrão de civismo e de glória,
Templo sagrado de luz e saber,
És o penhor de estupenda vitória,
Que para nós o lutar é vencer!
Por Deus marchamos, levando a bandeira
Da pátria nossa, gentil brasileira.
Avante, pois, com ardor juvenil.
Pelo Brasil, pelo Brasil!

Eis lá no céu o Cruzeiro luzindo,
Emblema augusto de crença e de amor!
É noite! A terra dorme, sorrindo...
Pra despertar com mais fulgor!
Ouvindo a voz do clarim n'alvorada.
Chamando à luta, em a nova jornada.
Ginasianos, nume imortal,
Seja a instrução nosso ideal!

Astro brilhante que anima e aquece,
Ao te fitar, nossa mente delira
Curva-se a fronte para uma prece
E dentro em nós a alma suspira...
Aos pais aos mestres, em grato louvor,
Cheguem as notas deste hino de amor!
Ginásio amigo, querido lar,
Tudo faremos por te exaltar!

ESTIAGEM FAZ GOVERNO DE PERNAMBUCO DECRETAR SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA EM 61 MUNICÍPIOS

Do Portal G1 / Pernambuco

Número equivale a quase um terço do total de municípios pernambucanos. Cidades afetadas ficam mantidas no Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil por 180 dias.

O governo estadual decretou situação de emergência em 61 cidades de Pernambuco afetadas pela estiagem, o que equivale a quase um terço dos 185 municípios do estado. O decreto publicado no Diário Oficial do último sábado (18), determina que elas sejam mantidas no Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil pelo período de 180 dias.

Assinado pelo governador Paulo Câmara (PSB), o decreto leva em consideração "a preservação do bem-estar da população e das atividades socioeconômicas das regiões atingidas por eventos adversos, bem como a adoção imediata das medidas que se fizerem necessárias para, em regime de cooperação, enfrentar situações emergenciais".

Além disso, a falta de chuva nas regiões afetadas causou a redução das reservas hídricas, "provocada pela má distribuição pluviométrica na região", ocasionando impactos na agropecuária, especialmente do Agreste.

No decreto, o governador também disse que os habitantes dos municípios afetados "não têm condições satisfatórias de superar os danos e prejuízos provocados" pela estiagem.

Municípios em situação de emergência

Agrestina; Águas Belas; Alagoinha; Altinho; Angelim; Belo Jardim; Bezerros; Bom Conselho; Bom Jardim; Brejão; Brejo da Madre de Deus; Buíque; Cachoeirinha; Caetés; Calçado; Canhotinho; Capoeiras; Casinhas; Cumaru; Cupira; Feira Nova; Frei Miguelinho; Garanhuns; Gravatá; Iati; Ibirajuba; Itaíba; Jataúba; João Alfredo; Jucati; Jupi; Jurema; Lagoa do Ouro; Lajedo; Limoeiro; Orobó; Paranatama; Passira; Pesqueira; Pedra; Poção; Riacho das Almas; Sairé; Saloá; Sanharó; Santa Cruz do Capibaribe; Santa Maria do Cambucá; São Bento do Una; São Caetano; São João; São Joaquim do Monte; São Vicente Férrer; Surubim; Tacaimbó; Taquaritinga do Norte; Terezinha; Toritama; Tupanatinga; Venturosa; Vertente do Lério; Vertentes.

domingo, 19 de janeiro de 2020

AGOSTINHO - TIPO POPULAR DE GARANHUNS

Portão do Cemitério de Brejão - Construído pelo prefeito  Cel. José de
Almeida Filho em 1920
Agostinho nasceu no antigo distrito de Brejão de Santa Cruz, hoje Brejão. Dizia-se Mochileiro no duro. A idade não alterou muito a sua fisionomia, nem a sua compleição física, cara de menino, corpo de menino. Na realidade não era nem uma coisa nem outra, a sua idade era de um homem já velho. Periodicamente aparecia por Garanhuns. Descalço, camisa de algodão por fora das calças como os turistas de hoje. Trazia sempre na sua cabeça de boneco de gerigonça, três mochilas uma sobre as outras, como se fora um turbante. Tomava boa carraspana. Embriagado quase não falava, miava como um gato.

Nesse estado dizia: "Hoje tomei uma branda e séria". Fitando as pessoas com aqueles olhinhos miúdos, pérolas mortiças, encravadas no seu rostinho sardento perguntava: "você, oi, oi, oi você me conhece". Essa pergunta tinha sentido oposto ele é que no estado em que se achava não conhecia ninguém - estava inocente, havia tomado uma branda e séria.

Aperreado pelos moleques de gravata (símbolo de importância na época de Agostinho), ficava agressivo e a pornografia dominava o espaço. Enchia os ouvidos da "Praça Santo Antônio". Contudo, não era dado a essa linguagem. Apenas reagia contra o ambiente popular cuja irreverência sádica, ainda hoje domina.

Certa vez, depois de tomar uma cana doida, Agostinho, resolveu ir para casa. Pé no mato e pé no caminho, a estrada larga da perdição, ficara estreita pelo sacrifício de manter o equilíbrio do corpo. Anestesiado pelo álcool, não pôde mais conduzir-se... Deitou-se ou melhor espichou-se no meio da estrada poeirenta. As três mochilas uma após outra caídas no chão parecia reticência de pano. Ali permanecera até o cair da noite... E não mais acordou. Agostinho morrera bêbado. Na vida não chegou a ser nem homem nem menino, vivera mirrado como uma flor na estufa.

*José Francisco de Souza
Advogado, cronista e historiador

sábado, 18 de janeiro de 2020

DONA CATÉ

Dona Caté e o seu auxiliar José
ARCOVERDE - Certa feita, Ascenço Ferreira, grande poeta pernambucano, foi interpelado por uma senhorita no cemitério de Santo Amaro, em Recife, no sepultamento do jornalista Júlio Barbosa, com a seguinte pergunta que não deixou de ser um mote: "Poeta! Por que pesa tanto o morto fechado no seu caixão?" Ascenço Ferreira, que segurava uma das alças do esquife, do alto dos seus dois metros e cinco centímetros, respondeu: "Não pesa o morto, querida, pesa a saudade da vida trancada no coração!"

Mas a saudade da vida também se tranca nas covas e gavetas dos túmulos. O cemitério é o lugar certo para se guardar a memória dos entes queridos. Por injunção natural o campo santo é um local onde mora o silêncio e reina uma paz  consentida em cada canto; em cada cova aberta à espera de novos moradores; em cada lápide textuada por passagens bíblicas e declarações de saudade eterna. Muitas até recheadas de hipocrisias.

Não há precisão quanto à data e o ano em que foi construído o cemitério do São Miguel. Fala-se que em 1918 ou até na década de vinte. A única referência de data existente está no necrotério, que exibe no seu frontispício esta legenda: "REFORMULADO PELO GOVERNO REVOLUCIONÁRIO DE 1934". Depreende-se que se foi construído no ano de 1918 ou na década de 20, ainda éramos Rio Branco (distrito de Pesqueira).

Dona Caté

Dona Caté, figura muito estimada em Arcoverde, foi por trinta e oito anos a zeladora do cemitério do São Miguel. Sucessora de Maria Coutinho, dona Caté integrava-se ao corpo e alma a todo tipo de cuidados com os mortos a quem chamava de filhos com muito carinho. 

Rossini Moura / Jornal de Arcoverde (2002)
Acervo / Memorial Ulisses Viana de Barros Neto

sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

CAPACITAÇÕES PARA PRODUTORES CULTURAIS DO INTERIOR E DA CAPITAL COMEÇAM NESTA SEGUNDA-FEIRA (20)


RECIFE - Com objetivo de facilitar o acesso e disponibilizar capacitação na elaboração de projetos culturais para Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura), o Governo de Pernambuco, por meio da Secult-PE/Fundarpe, promove ao longo do mês de janeiro e início de fevereiro uma série de atividades formativas em 16 municípios do Estado. Trata-se do Ciclo de Capacitação do Funcultura que, a partir desta segunda-feira (20), desembarca no município de Carpina. As formações são gratuitas e, para participar, os interessados bastam comparecer ao local, no dia agendado para capacitação acontecer na cidade.

CICLO DE CAPACITAÇÃO REGIONALIZADA DE MICROPROJETO CULTURAL

20 a 31 de janeiro de 2020 | 9h às 18h

Carpina
Dia 20/1 (segunda-feira) | Local: Auditório da Faculdade Uninassau – Shopping Carpina (PE-041 – Bairro Novo, Carpina – PE)

Goiana
Dia 21/1 | Local: Autarquia de Ensino Superior de Goiana – FADIMAB (Rua Poço do Rei, S/N – Goiana – PE)

Vitória de Santo Antão
Dia 22/1 (quarta-feira) | Local: Escola Municipal Josefa Alvares da Silva (R. Anísio Costa – Livramento, Vitória de Santo Antão – PE)

Cabo de Santo Agostinho
Dia 23/1 (quinta-feira) | Local: Auditório da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Av. Historiador Pereira da Costa, Centro – Cabo de Santo Agostinho – ao lado do Banco Santander)

Serra Talhada
Dia 27/1 (segunda-feira) | Local: Cine Clube Lampião/Museu do Cangaço (Antiga Estação de Trem S/N – São Cristóvão, Serra Talhada – PE)

Arcoverde
Dia 29/1 (quarta-feira) | Local: Auditório da Secretaria de Educação e Esportes (R. Cap. Arlindo Pacheco de Albuquerque s/n, Centro – ao lado da Prefeitura de Arcoverde)

Belo Jardim
Dia 30/1 (quinta-feira) | Local: Secretaria de Cultura (Av. Coronel Antônio Marinho, n°260, Ayrton Maciel – Belo Jardim – PE)

Limoeiro
Dia 31/1 (sexta-feira) | Local: Centro de Criação Galpão das Artes (Rua Vigário Joaquim Pinto, nº 465 – Limoeiro – PE)

CICLO DE CAPACITAÇÃO REGIONALIZADA DO FUNCULTURA AUDIOVISUAL

20 de janeiro a 1º de fevereiro de 2020 | 9h às 18h

Camaragibe
Dia 21/1 (terça-feira) | Local: Teatro Bianor Mendonça (Av. Dr. Pierre Collier – Vila da Fábrica, Camaragibe – PE)

Nazaré da Mata
Dia 22/1 (quarta-feira) | Local: Colégio Dom Mota (R. Castro Alves – Centro, Nazaré da Mata – PE)

Orobó
Dia 23/1 (quinta-feira) | Local: Portal de Inclusão Digital (Rua 10 de Janeiro, Centro, Orobo – PE)

Palmares
Dia 24/1 (sexta-feira) | Local: Cine Teatro Apolo (R. da Conceição – São Sebastião, Palmares – PE)

Triunfo
Dia 27/1 (segunda-feira) | Local: Sesc Triunfo (R. Antônio Henrique da Silva, s/n – São Cristóvão, Triunfo – PE)

Afogados da Ingazeira
Dia 28/1 (terça-feira) | Local a definir

Tabira
Dia 29/1 (quarta-feira) | Local a definir

Garanhuns
Dia 31/1 (sexta-feira) | Local: Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti (Praça Dom Moura s/n, São José, Garanhuns – PE)

UBE COMPLETA 62 ANOS

José Renato Siqueira
A União Brasileira de Escritores  - UBE, foi fundada em 17 de janeiro de 1958, nas dependências de “O Gráfico Amador”, no Recife em decorrência de uma campanha liderada pelo escritor Paulo Cavalcanti, que se tornou seu primeiro presidente e foi produto da transformação da Associação Brasileira de Escritores - ABDE, entidade criada em 1945, com seccionais em São Paulo, Rio de Janeiro e Pernambuco. 

A ABDE sofreu cisão profunda em 1950, o que levou Paulo Cavalcanti a criar a UBE, e assim recompor a unidade fragmentada dos escritores. Surgindo com a denominação “União”.  

Carlos Pena Filho foi aclamado presidente da Assembleia Geral e organizou os eventos que constituíram a primeira Diretoria eleita: Paulo Cavalcanti: presidente, Carlos Moreira: 1º vice, Cesário de Melo: 2º vice, Mauro Almeida: 1º secretário, José Gonçalves de Oliveira: 2º secretário e Edmir Domingues: tesoureiro. 

Suas atividades foram suspensas durante o período da Ditadura em 1964. Em 1984, uma grande campanha liderada pelo grande escritor Paulo Cavalcanti, a UBE ressurge novamente, com força. A sede foi uma sala no Espaço Pasárgada, na Rua da União. Recebeu, inicialmente, em comodato, da Prefeitura do Recife, na gestão do prefeito Gilberto Marques Paulo, que sancionou a Lei 15.740/92, o casarão na Rua de Santana, 202, Casa Forte, onde instalou sua sede própria, a Casa do Escritor Pernambucano. A doação foi autorizada pela Lei 16.631/2000 de autoria do então vereador Admaldo Matos e sancionada pelo então prefeito Roberto Magalhães. 

O escritor José Renato Siqueira é o atual presidente da UBE, que  vem desenvolvendo um grande trabalho de articulação literária, sempre buscando a valorização dos escritores e a criação de núcleos municipais. 

“Sinto-me feliz por estar à frente da União Brasileira de Escritores, estou tendo a possibilidade de aprender cada vez mais e também o privilégio de descobrir grandes talentos no mundo literário. Festejamos com muita alegria, 62 anos de uma instituição tão grandiosa, que sempre buscou oportunizar através da literatura”, disse Jose Renato Siqueira.   

ESPETÁCULO QUE REÚNE CONTOS INFANTIS É ATRAÇÃO DESTE FIM DE SEMANA EM GARANHUNS

Uma coletânea de contos infantis que mexe com o imaginário das crianças é o elemento que dá vida ao espetáculo “Histórias da Caixola”, do Coletivo Tear, que será apresentado neste domingo (19/01), às 11h, no Teatro Reinaldo de Oliveira do Centro de Produção Cultural e Negócios do Sesc (CPC), em Garanhuns. O ingresso custa R$ 20, mas os trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e seus dependentes têm desconto e pagam R$ 10.

No palco, Stephany Metódio e Alexandre Revoredo levam os meninos e meninas a uma viagem pelo mundo da leitura ao contarem e cantarem textos e canções criados pela dupla e contos de autores e autoras contemporâneos brasileiros. O espetáculo traz ainda Nino Alves que, junto com Revoredo, faz as intervenções musicais durante a narração das histórias. Durante o espetáculo, o público é convidado a interagir com o elenco.

“Histórias da Caixola” promove uma conexão da literatura com a música e o teatro, através da ludicidade dos contos. Além disso, a criatividade e a imaginação dos pequenos são aguçadas a partir dos elementos cênicos, instrumentos, brinquedos e cenário do espetáculo. “As canções, sons e fundos musicais dão ainda um toque lúdico maior e estimulam a fantasia do público que ri, aplaude, se emociona e participa dessa grande viagem”, afirma Stephany.

GOVERNADOR NOMEIA SERVIDORES PARA O HOSPITAL DOM MOURA

Do Blog do Roberto Almeida

Atendendo uma reivindicação do deputado Sivaldo Albino (PSB), o governador Paulo Câmara fez a nomeação, nesta quinta (16),  de mais 25 profissionais de saúde para o Hospital Regional Dom Moura.

Com a portaria assinada pelo chefe do Executivo Estadual, ingressarão no DM mais dois cirurgiões gerais, cinco clínicos, um intensivista adulto, dois toconecologistas e 15 técnicos de enfermagem.

Médicos e outros profissionais convocados para Garanhuns foram aprovados em concurso público realizado pelo Estado.

Sivaldo fez questão de agradecer ao Secretário de Saúde, André Longo e ao governador Paulo Câmara pelo reforço no Dom Moura, permitindo que o hospital tenha mais médicos que atendem à população.

“Como Garanhuns não tem um hospital municipal, a demanda no Dom Moura é muito grande, o que ocasiona problemas no atendimento. Mas o governador mais uma vez atende aos anseios da cidade e com esse reforço possibilita melhorias no serviço de saúde do município e toda região”, comemorou o deputado do PSB.

Os convocados iniciam processo de entrega de documentações para assumirem suas funções em breve. 

Imagem/Blog VEC Garanhuns

GARANHUNS - RECADASTRAMENTO DO CEMITÉRIO DE MIRACICA SERÁ NESTE SÁBADO (18)

No próximo sábado (18), a coordenação dos cemitérios municipais de Garanhuns estará realizando, das 8h às 13h, o recadastramento do Cemitério de Miracica (distrito de Garanhuns). Para o ato de recadastro, é necessário levar xerox de RG e CPF do responsável pelo túmulo e a certidão de óbito da pessoa que foi sepultada.

Na área urbana, para aqueles que tiverem pendências em cadastros no cemitério municipal São Miguel (bairro Boa Vista), os atendimentos para resolução estão ocorrendo todas as terças-feiras do mês de janeiro, das 7h ao meio-dia; e no cemitério municipal São Cristóvão (bairro Liberdade), a Administração Municipal informa que os atendimentos ocorrem nas quintas-feiras, no mesmo horário.

Para as pessoas que já efetivaram o recadastramento nos anos de 2018 e 2019, a Administração dos Cemitérios Municipais informa que os boletos de pagamento agora estão disponíveis no setor de Rendas da Prefeitura, localizado no térreo do Palácio Celso Galvão, no centro.

Secom/PMG 

ANTÔNIO CAMPOS DOA ACERVO DE MAXIMIANO CAMPOS PARA A FUNDAJ


Na 3ª feira, dia 07 de janeiro de 2020, o escritor Antônio Campos anunciou que fará a doação da biblioteca e o acervo pessoal do poeta e cronista Maximiano Campos (1941-1998) à Biblioteca Blanche Knopf, vinculada à Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj).

PREFEITURA DE TRIUNFO - PE REALIZA PROCESSO SELETIVO

A Prefeitura de Triunfo tornou público novo edital de processo seletivo nº 002/2020 destinado a seleção de profissionais de nível superior, para comporem o quadro de servidores temporários da Secretaria Municipal de Educação. Ao todo são ofertadas seis vagas para contratação imediata na Prefeitura de Triunfo - PE.

Atualmente, existe outro edital de processo seletivo nº 001/2020, onde são ofertadas 10 vagas e está com inscrições abertas. Para mais informações, acesse o Portal Concursos no Brasil.

As oportunidades neste processo de seleção são para profissionais de nível superior, para atuação temporária na Secretaria Municipal de Educação, nos cargos de: Psicólogo, Professor Polivalente, Professor de Matemática e Professor de Português/Inglês.

Os profissionais interessados em participar deste processo de seleção, devem realizar suas inscrições até o dia 14 de fevereiro de 2020, de forma presencial, na Secretaria Municipal de Educação, localizada na Avenida José Veríssimo dos Santos, nº 365, Bairro Guanabara.

As inscrições podem ser realizadas ainda por meio eletrônico através do link: http://triunfo.pe.gov.br/processo-seletivo-002-2020/

As inscrições serão gratuitas.

quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

PREFEITURA DE GARANHUNS ABRE CONVOCATÓRIA DO VIVA DOMINGUINHOS 2020


A Secretaria de Cultura do Governo Municipal de Garanhuns lançou na quarta-feira (15), a convocatória da sétima edição do Festival Viva Dominguinhos. Os detalhes da seleção das propostas que poderão compor a grade de programação do evento foram publicados por Edital, no Diário Oficial dos Municípios de Pernambuco e no site oficial da Prefeitura de Garanhuns (www.garanhuns.pe.gov.br). As inscrições seguem abertas até o dia 07 de fevereiro, presencialmente ou via Correios. O Viva Dominguinhos 2020 será realizado no período de 30 de abril a 02 de maio.

Para o ato de inscrição, os interessados devem se dirigir, de segunda à sexta-feira, no horário das 8h30 às 14h, até à sede da Secretaria de Cultura de Garanhuns, situada no Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti, na avenida Afonso Pena, S/N, bairro Santo Antônio. Para envio por Correios, basta encaminhar a documentação para este mesmo endereço, com postagem até às 17h do dia 07 de fevereiro. Não serão aceitas inscrições via fax, internet ou qualquer outra forma de encaminhamento.

Após o período de inscrições, as propostas serão avaliadas por uma comissão. Outras informações podem ser obtidas na Secretaria de Cultura, no (87) 3762.7077. 

Secom/PMG
Imagem/Tuts Drone

ATUAÇÃO DO TCE RESULTA EM ECONOMIA DE R$ 4 MILHÕES AO ESTADO

RECIFE - Uma Auditoria Especial (Processo TC nº 1502228-6) realizada pelo Tribunal de Contas na Secretaria Executiva de Ressocialização de Pernambuco, relativa ao período de 2014 a 2019, resultou em uma economia de R$ 3.829.912,56 aos cofres do Estado. O objetivo foi o de acompanhar a execução de três contratos para construção de sete cadeias públicas no município de Araçoiaba, no período de novembro a dezembro deste ano. A relatoria é da conselheira Teresa Duere.

As obras estão relacionadas aos contratos nº 32/2014, nº 33/2014 e nº 34/2014 da Secretaria sob a responsabilidade do consórcio formado pelas empresas Quality Empreendimentos Ltda. e Processo Engenharia Ltda.; Walter Lopes Engenharia Ltda. e Concrepoxi Engenharia Ltda., esta última substituída pela empresa Construtora Carajás Ltda. a partir de março de 2017; e Cinzel Engenharia Ltda., respectivamente. Eles tiveram origem a partir das Concorrências nº 01/2013 e nº 02/2013 da Secretaria, estimadas em R$ 116.560.069,58, dos quais foram pagos R$ 48.422.207,76.

O trabalho foi realizado pela equipe técnica da Gerência de Auditoria de Obras no Município do Recife e na Administração Direta Estadual do TCE que apontou algumas irregularidades, dentre as quais o atraso no cronograma físico das obras, deficiência na fiscalização e baixa qualidade na execução de serviços.

A conselheira Teresa Duere chegou, inclusive, a expedir em 2017 uma Medida Cautelar (Processo TC nº 1720105-6) determinando à Secretaria de Ressocialização, dentre outras coisas, que alterasse o método construtivo das fundações dos prédios, conforme previsto no projeto básico inicial aprovado pelo Departamento Penitenciário Nacional. 

A Secretaria de Ressocialização elaborou aditivos aos contratos promovendo a redução dos valores das fundações inicialmente previstos para as obras e gerando economia para os cofres do Estado. Fonte: Gerência de Jornalismo do TCE.

ARAPIRACA VAI RECEBER NÚCLEO DA UNIÃO BRASILEIRA DE ESCRITORES

Renato Siqueira, Carla Emanuele e o médico e escritor Gean Rafael







O presidente da União Brasileira de Escritores (UBE), José Renato Siqueira, através da resolução nº 18/2020, autorizou a instalação de um núcleo na cidade de Arapiraca - AL.  A professora Carla Emanuele Messias de Farias já deu início ao processo de articulação para a instalação do novo Núcleo, e a diretoria que tomará posse em breve trabalha com muitas possibilidades e que parcerias surgirão para os escritores de Arapiraca.

Histórico Acadêmico - Carla Emanuele Messias de Farias

Graduada em Letras (Inglês e Português), Pedagogia e Administração; Pós-graduada em Psicopedagogia Clínica e Institucional, Neuroeducação, Docência do Ensino Superior, Metodologia do Ensino da Língua Portuguesa e Inglesa, Psicanálise e Educação, Neuropsicopedagogia, Gestão Escolar e Gestão de Pessoas, Recursos Humanos e Marketing; Mestre em Ciências da Educação e Mestre em Psicanálise e Educação para Saúde. Doutora em Ciências da Educação; Professora de Inglês do município de Arapiraca e professora de Português da Rede Estadual de Alagoas, professora do curso de Pedagogia e de Especializações da área da Educação e Administração; Coordenadora de Pesquisa, Estágio e Monografia da FERA (Faculdade de Ensino Regional Alternativa).     
                                                                                      
* Membro de vários comitês editoriais e comissões cientificas e organizadoras de eventos acadêmicos e científicos; Membro do Grupo de Pesquisa do CNPq – A Polissemia da Ação Humana; Apresentadora do programa Educação em Foco na TV OOPS; Blogger: Educação em Foco do Portal: Já é Notícias. Na velocidade dos Acontecimentos.

* Professional coach, palestrante, escritora, pesquisadora, consultora e assessora educacional;                                                                                                                                             
* Presidente da ACALA (Academia Arapiraquense de Letras e Artes), ocupando a Cadeira de nº. 39.

Obras Publicadas:

* Publicou o seu primeiro livro, em 2017, tendo como título PSICANÁLISE: UM ESTUDO SOBRE A GÊNESE, EVOLUÇÃO, APLICABILIDADE E CONTRIBUIÇÕES DAS TEORIAS PSICANALÍTICAS EM DIFERENTES ÁREAS DO CONHECIMENTO (edição esgotada em três meses, sendo bibliografia básica em várias disciplinas de pós-graduação e das graduações de Pedagogia e Psicologia); Publicou, no dia 20 de dezembro de 2018, seu segundo livro que tem como título TRABALHO DOCENTE E ADOECIMENTO: UM ESTUDO SOBRE AS PROBLEMÁTICAS EXISTENTES NO CONTEXTO ESCOLAR DAS ESCOLAS DE ARAPIRACA (livro que se tornou bibliografia básica em várias disciplinas dos cursos de Pedagogia e Psicologia); Publicou seu primeiro cordel, no dia 22 de junho de 2019, com o título CORDEL DA FERA, sendo o primeiro cordel que relata a história de uma instituição de ensino. Publicou mais de 10 capítulos de livros: coletâneas na área de Educação e Cultura.

Fonte: Informativo ACALA (junho de 2019) – redação.

TCE JULGOU REGULARES PROCESSOS DAS PREFEITURAS DE ITAPETIM E TORITAMA

RECIFE - A Segunda Câmara do Tribunal de Contas julgou regulares com ressalvas dois processos: o primeiro (nº 19100248-3) foi uma prestação de contas da Prefeitura de Itapetim relativa ao exercício financeiro de 2018; o segundo (1960008-2), uma gestão fiscal de Toritama, relativa ao exercício de 2017. Os relatores foram, respectivamente, o conselheiro Carlos Neves e o conselheiro substituto Luiz Arcoverde Filho.

Com relação às contas da gestão do prefeito de Itapetim, Adelmo Moura, foram verificadas por meio de auditoria do TCE irregularidades em processos licitatórios, por isso foi aplicada uma multa de R$ 8.396,50 ao gestor e outra, de R$ 4.198,25, à secretária de Saúde do município, Jussara Araújo de Siqueira. Além disso, foi recomendado que a prefeitura adote as providências que entender cabíveis na análise das licitações apontadas no relatório de auditoria.

Já a gestão fiscal da Prefeitura de Toritama foi julgada regular com ressalvas devido a fato de o exercício em análise se tratar do primeiro ano da gestão do prefeito, Edilson Tavares, e de ter havido redução considerável da despesa com pessoal. O Prefeito assumiu a gestão com o comprometimento de 61,13%, reduziu ao final do primeiro ano da gestão para 56,96% e, ao final do 2º quadrimestre de 2018, a despesa com pessoal foi enquadrada no limite. Não houve aplicação de multa.

Representou o Ministério Público de Contas, na sessão da Câmara realizada no dia 10 de dezembro de 2019, o procurador Guido Monteiro. As decisões foram unânimes.

Gerência de Jornalismo do TCE - PE.

quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

PREFEITURA DE CHÃ GRANDE - PE REALIZA PROCESSO SELETIVO

A Prefeitura Municipal de Chã Grande - PE, abriu o edital n° 001/2020 de processo seletivo com o objetivo de preencher 79 vagas temporárias, em cargos de nível fundamental, médio e superior.

As oportunidades são para contratações imediatas na Prefeitura de Chã Grande - PE.

Cargos de nível fundamental: Cuidador de Idosos. 

Cargos de nível médio/técnico: Auxiliar de Saúde Bucal, Técnico de Enfermagem, Técnico de Enfermagem Socorrista SAMU, Condutor Socorrista SAMU e Visitador – Programa Criança Feliz.

Cargos de nível superior: Médico, Enfermeiro, Odontólogo e Professor.

Os vencimentos ofertados podem chegar a R$ 7.000,00.

Inscrições

As inscrições serão realizadas por meio de preenchimento e entrega de formulário, no prédio da Secretaria de Urbanismo, situada na Rua Justino Gomes, Chã Grande - PE, durante o período de 17 de janeiro a 13 de fevereiro de 2020, das 08h às 13h.

A inscrição é gratuita.

FILIG CONQUISTA RECONHECIMENTO NACIONAL


O Festival Internacional de Literatura Infantil de Garanhuns, projeto genuinamente pernambucano, ganhou chancela nacional da Secretaria Especial de Cultura. A pasta, vinculada ao Ministério da Cidadania, ressaltou a importância do Filig como agente fomentador de conhecimento, por meio da leitura, na cidade e no Agreste de Pernambuco.

Realizado pela Empresa Ferreira Costa, idealizadora da iniciativa junto com a Proa Marketing Cultural e Projetos, o Festival já integra a programação anual de Garanhuns. Em 2019, ele chegou à quinta edição contabilizando a participação de mais de 4,8 mil pessoas, entre crianças e adultos. “É um reconhecimento que considera a idoneidade do trabalho, o comprometimento com o resultado e aplicação transparente e consciente dos recursos”, avalia Camila Bandeira, diretora da Proa.

No ano passado, o Filig captou R$ 400 mil pela Lei Federal de Incentivo à Cultura. Ele também conta com o apoio da Prefeitura de Garanhuns, através da Secretaria de Educação, Sesc Garanhuns e Universidade Federal Rural de Pernambuco – Unidade Acadêmica de Garanhuns. “Quanto mais a lei puder incentivar esses projetos, quanto mais nós pudermos, nós vamos fazer, porque é de interesse nacional que nós tenhamos esses valores traduzidos em leitura, em novos leitores, resgatando a memória do nosso povo, mantendo as suas identidades, fazendo com que isso se perpetue”, afirma o secretário de Fomento e Incentivo à Cultura da Secretaria Especial da Cultura, Camilo Calandreli.

O Filig tem culminância sempre no mês de outubro, mas acontece durante o ano com a proposta de manter viva a importância da leitura na formação de cidadãos e da valorização da ancestralidade. Mais que isso, contribui para o fortalecimento dos profissionais que atuam na área. Assim, nos meses que antecedem o Festival, o projeto realiza ações – todas elas gratuitas - na cidade e áreas vizinhas. São seminários temáticos para professores, universitários, bibliotecários e contadores de histórias; caravanas em comunidades rurais e quilombolas com atividades literárias e culturais; e doação de livros relacionados ao tema da edição para instituições de ensino da rede pública.

“Essa é uma etapa importante porque vai além da formação de público e da movimentação pontual na cidade. É um legado que deixamos após o encerramento de cada edição e que permite que o cultivo da leitura permaneça vivo”, defende Maria Chaves, também diretora da Proa. Durante os dias de realização, o Festival, gratuito, reúne famílias, jovens e adultos em atividades diversas e com a presença de nomes de escritores e ilustradores referenciados no campo literário nacional e internacional. Na programação, estão oficinas formativas para crianças e professores, conversa com autores, exposições, apresentações de espetáculos e musicais, sessões de leitura aberta, entre outras.

MPPE INCREMENTA CONVÊNIO COM A UFPE PARA REALIZAÇÃO DE EXAMES DE DNA


O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), por meio da Subprocuradoria-geral de Justiça para Assuntos Institucionais, renovou convênio com a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) para a realização de exames de comprovação de DNA por meio do Laboratório de Bioinformática e Biologia Evolutiva (LABBE) do Departamento de Genética do Centro de Ciências Biológicas. A ação pretende incrementar a realização dos testes de paternidade em todo o Estado, por solicitação das diversas Promotorias de Justiça. A cooperação técnica permite o atendimento de até 360 casos por ano.

“Somos garantidores do acesso à cidadania e o direito à filiação é indisponível, pois não se pode abrir mão, em hipótese alguma. Nessa indisponibilidade o membro do Ministério Público deve lutar na forma da lei, pelo melhor interesse do filho, zelando que seus interesses sejam plenamente assegurados”, disse a subprocuradora-geral de Justiça em Assuntos Institucionais, a procuradora de Justiça Laís Coelho Teixeira.

Os exames são feitos por meio da análise dos marcadores de DNA encontrados nas amostras de sangue dos supostos pai/mãe e filho. Mas a análise também pode ser feita por outros tipos de materiais biológicos como saliva, bulbo capilar e sêmen e em casos de outros vínculos genéticos. “O teste de DNA garante a verdade biológica na certidão de nascimento e documentos, para que a crianças e adolescentes possam ter a paternidade descrita, acessando direitos e a orientação enquanto pessoa. Houve uma época que a criança sem pai tinha, no registro, o termo “Pai desconhecido”. Isso depois foi trocado por “X” e, hoje, é vazio. Mas a dor é a mesma. Todos têm o direito de saber sua origem genética, pois acessar esse direito é o início da cidadania”, disse a promotora de Justiça Norma da Mota Sales.

Os exames podem ser oferecidos a partir de solicitação realizada à Subprocuradoria-geral de Justiça em Assuntos Institucionais pelas Promotorias de Justiça e das especializadas em assuntos da família. “A Lei Federal n.º 8.560/1992, que regulamenta o processo de investigação de paternidade de filhos, já estabelece que os cartórios de registro civil enviem para a Justiça todas as comunicações de maternidade que não tenham paternidade. E isso precisa vir pro Ministério Público para realização de ação, ou acordo”, reforçou ela.

PROCEDIMENTOS - A realização dos exames é feita a partir do encaminhamento que é feito por parte do MPPE para o Laboratório e todo o contato com as partes envolvidas é feita também pelo órgão. “Temos contato com os envolvidos no processo somente no dia de realização da coleta e na triagem da documentação. Até mesmo a entrega do resultado é feita diretamente ao Ministério Público”, disse o professor da UFPE e responsável pelo LABBE, Valdir Balbino. As entregas dos resultados são feitas em até 30 dias corridos.

O Laboratório está em funcionamento há 19 anos e já solucionou diversos casos. “O material que nós utilizamos, garante a viabilidade da amostra genética por 15 anos e trabalhamos com o melhor analisador genético do mercado. Além da genotipagem, realizamos cálculo probabilístico do grau de parentesco, pois o trabalhos que entregamos à sociedade tem 100% de precisão, tendo em vista o impacto que há na vida das pessoas”, relatou Balbino.

Para além da realização do exame propriamente dito, o LABBE realiza a custódia dos resultados, garantindo a manutenção do sigilo e confidencialidade das informações. Procedendo, se solicitado pelo MPPE, com a emissão de segundas vias dos laudos e esclarecimentos acerca dos procedimentos técnicos adotados.