segunda-feira, 24 de setembro de 2018

PRAZO PARA REQUERER SEGUNDA VIA DE TÍTULO TERMINA NESTA QUINTA-FEIRA (27)

Termina nesta quinta-feira (27) o prazo para o eleitor solicitar a segunda via do título no cartório eleitoral da zona onde está cadastrado. O documento não é o único aceito no pleito de outubro e o eleitor pode se apresentar com outros, desde que seja oficial com foto, como a carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira de motorista ou passaporte.

Para solicitar a segunda via do título, o eleitor deve estar em dia com a Justiça Eleitoral, ou seja, não poderá ter débitos pendentes, como multas por ausência às urnas ou aos trabalhos eleitorais, como o de mesário, ou ainda ter recebido multas em razão de violação de dispositivos do Código Eleitoral (Lei 4.737/1965), da Lei das Eleições (Lei 9.504/1997) e leis conexas. Multas devem ser pagas por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU) emitida pelo cartório eleitoral e podem variar de R$ 1 a R$ 35,14.

RAUL HENRY ENCERRA CAMPANHA NO SERTÃO

Raul Henry em Lagoa Grande
Imagem/Ronaldo Barbosa
Candidato a deputado federal, o vice-governador Raul Henry (MDB) fez sua última visita ao Sertão, antes das eleições. Neste fim de semana, percorreu Lagoa Grande, Ouricuri, Moreilândia, Ipubi e Cabrobó. Essa última cidade, na manhã de domingo (23), com carreata e reunião política ao lado do vereador Dim Saraiva. Foi a quarta vez que o emedebista esteve na região durante esta campanha.  

Vilmar Capellaro, prefeito de Lagoa Grande, defendeu o comprometimento do vice-governador com o desenvolvimento do Sertão. "Raul teve um papel decisivo no envio de recursos de várias obras necessárias para a região, através de emendas parlamentares ou como vice-governador do Estado. Agora mesmo estamos fazendo o saneamento da cidade, a Enoteca e a nova sede da Prefeitura graças ao apoio recebido por Raul", afirmou.      

Lagoa Grande foi a primeira parada desta viagem ao Sertão, ontem (22) pela manhã. Lá,  Raul participou de carreata, visita à feira do município e ato de encerramento da campanha na cidade, acompanhado do prefeito e do deputado estadual Lucas Ramos, candidato à reeleição.

O segundo município visitado foi Ouricuri, com evento político organizado pelo empresário Marcelo Cavalcanti, um importante parceiro e líder local. Na cidade, Raul também teve a oportunidade de conversar com um grupo de jovens do IFPE. Depois, o candidato seguiu para Cariri Mirim, distrito de Moreilândia, onde fez caminhada e campanha "porta a porta", com boa receptividade da população local. O fechamento do sábado foi em Ipubi, com um grande comício, organizado por Valdemar Filho, segunda força do município.

"Estamos encerrando esta campanha no Sertão. Quero deixar meu agradecimento a esse povo trabalhador, valente e forte, que é o povo sertanejo. Terei muita honra de representar vocês no Congresso Nacional", declarou Raul Henry, que seguiu rumo ao Agreste para seus últimos eventos de campanha.

PREFEITURA DE TORITAMA-PE REALIZA CONCURSO PÚBLICO


A Prefeitura de Toritama/PE, publicou o edital nº 01/2018 referente ao seu concurso que irá preencher 346 vagas em cargos de nível médio e superior. O concurso Prefeitura de Toritama - PE será organizado pelo pelo Instituto de Administração e Tecnologia - ADM&TEC.

Vagas

Cargos de nível médio: Agente de Combate às Endemias, Agente Comunitário de Saúde, Agente de Trânsito e Transportes Guarda Municipal.

Cargos de nível superior: Professor de Educação Infantil, Professor de Anos Iniciais do Ensino Fundamental, Professor de Língua Portuguesa, Professor de Matemática, Professor de Ciências, Professor de História, Professor de Geografia, Professor de Educação Física e Professor de Inglês.

A remuneração será de R$ 954,00 para Agente de Trânsito e Guarda Municipal, de R$ 1.014,00 para Agente de Combate à Endemias e Agente Comunitário de Saúde, de R$ 2.673,88 para Professor de Anos Iniciais e de R$ 2.970,97 para Professor de Anos Finais.

A carga horária mensal será de 180 horas aula para Professor de Anos Iniciais e de 200 horas aula para Professor de Anos Finais. Para os cargos de nível médio a jornada de trabalho será de 40 horas semanais.

Inscrições

As inscrições já estão abertas e poderão ser realizadas até o dia 02 de novembro de 2018, apenas via internet, através do endereço eletrônico www.admtec.org.br.

O valor da taxa de inscrição será de R$ 125,00 para os cargos de nível médio e de R$ 130,00 para os cargos de nível superior. (Concursos no Brasil).

domingo, 23 de setembro de 2018

TOFFOLI ASSINARÁ LEI QUE INCLUI MIGUEL ARRAES NO LIVRO "HERÓIS DA PÁTRIA"

Miguel Arraes 
Na terça-feira, o ministro do STF, Dias Toffoli assume a Presidência da República e assina lei que inscreve nome de Miguel Arraes no livro dos Heróis da Pátria. A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados aprovou o projeto coloca o ex-deputado federal e ex-governador de Pernambuco na publicação. O projeto (PL 6101/16) é de autoria de 33 parlamentares da bancada do PSB. 

O historiador e presidente do PSB, Carlos Siqueira, destacou a importância de Arraes na história política brasileira. "Ele manteve uma coerência muito grande política, programática e ideológica. Foi prefeito de Recife, em que ele despontava como uma figura que poderia ser um candidato a presidência da República".

Homenagem

A Câmara está promovendo homenagens aos 100 anos de nascimento de Arraes. Entre elas, está uma exposição sobre o político que remete o público à infância do ex-governador de Pernambuco e os efeitos da grande seca de 1915 na formação de sua personalidade. (Portal FolhaPE).

CRÔNICA - CONTOS DO GINÁSIO

D. Almira da Mota Valença
Por Clovis de Barros Filho*

A sala de aula era aquela do piso térreo logo na entrada à esquerda de quem entra. Uma sala confortável e muita boa. Dona Almira nos contou que numa de suas provas de avaliação distribuiu as questões a todos os alunos, todas claro mimeografadas, deu as explicações de praxe e ordenou que todos poderiam começar a responder as questões. Após iniciado a prova, num determinado momento ela percebeu um aluno com o livro aberto folheando-o sem parar. Dona Almira falou que esperou um pouco antes de chamar a atenção do rapaz. Como viu que ele continuava a sua "pesquisa" resolveu abordá-lo. Chegando perto sem ele perceber falou para o aluno; Fulano você está colando? Ele virou para a professora e disparou: Dona Almira eu só estou "conferindo" as respostas. Dona Almira contou que pediu para ele fechar o livro, se afastou do rapaz e no canto da sala sem que ninguém percebesse deu umas boas risadas.

*Clovis de Barros filho nasceu na Serra da Prata (Iatecá). Estudou no Colégio Diocesano de Garanhuns do Admissão ao Científico onde concluiu em 1968. Reside em São Paulo desde 1970. É Licenciado e Bacharel em Química Industrial pela Universidade de Guarulhos e Químico Industrial Superior pelas faculdades Oswaldo Cruz/SP.

MEMÓRIAS DE IMPRENSA DE GARANHUNS (1960)


* Teve a melhor repercussão em nosso meio a resolução do Sr. Prefeito Municipal, concedendo ao Dr. José Bezerra Sobrinho, pelo prazo de 20 anos, o direito de exploração do serviço de telefones automáticos em Garanhuns. Vejamos agora se a coisa vai mesmo adiante. Já estamos cansados de tantas promessas... Parece que a concretização do plano está dependendo ainda do apoio que o novo Governador dispensar a esse  empreendimento. É preciso que os  poderes competentes olhem com mais seriedade e simpatia para as iniciativas particulares, fator de inegável valor para o progresso de uma terra. Esperamos, entretanto, que o "Serviços de Telefones Automáticos" para Garanhuns tenha a melhor acolhida junto ao Governador do Estado.

* Notamos nas ruas e avenidas da cidade novas placas de sinalização, dessa vez forradas de madeira, graças ao esforço e tenacidade do Inspetor do Trânsito, Sr. Francisco Borges. Não é possível que indivíduos inescrupulosos e perversos continuem, impunemente, a praticar arbitrariedades... Confiamos na vigilância e ação conjunta e eficiente da polícia local.

* Na sessão inaugural do Congresso dos Médicos, que ora se realiza, foi abordado com objetividade um problema sério e vital para Garanhuns: a situação angustiante dos menos favorecidos pela sorte, nesta terra, cujos loiros de "Suíça Pernambucana" são chamados por toda parte. Que não fique apenas em palavras a constatação deste mal, mas que fato sejam tomadas medidas enérgicas e imediatas em prol da nossa gente necessitada e abandonada. É preciso que Garanhuns acorde. Aí está a gigantesca obra da Matemática desafiando o zelo e interesse do seu povo e dos poderes constituídos.

* Estamos informados de que faz parte do programa de atividades do Sr. Prefeito Municipal, no ano vindouro, a pavimentação, entre outras, das ruas Joaquim Nabuco e Lídice que, além de ser a passagem habitual dos alunos e professores do Colégio Diocesano, facilita o acesso de automóveis ao recinto da Praça da Bandeira, com suas várias direções. (Jornal O Monitor - 04/1960).

PALMARES ABRAÇA CANDIDATURA DE RAUL HENRY

Uma multidão participou da caminhada em Palmares
Imagem/Priscila D'arc
O vice-governador, que concorre à uma vaga na Câmara Federal, participou, sexta-feira (21), de uma grande caminhada na cidade  de Palmares.

Sob o comando do prefeito Altair Júnior (MDB), a cidade de Palmares, na Mata Sul, organizou uma grande caminhada, na sexta-feira (21), em apoio à candidatura de Raul Henry (MDB), que disputa uma vaga na Câmara Federal.

Na oportunidade, uma multidão seguiu pelas ruas dos bairros de Santo Onofre e Santa Luzia, festejando a presença de Raul e do deputado estadual Clodoaldo Magalhães, que concorre à reeleição e também participou do ato.

“A praticamente 15 dias das eleições, fizemos uma grande mobilização com a militância da Frente Popular de Pernambuco, liderada pelo meu amigo e prefeito Altair. Juntos, caminhamos pelas ruas do município e fomos abraçados por onde passamos. Me sinto honrado com tamanha receptividade e sigo com o compromisso de lutar ainda mais pela melhoria da Mata Sul e de seu povo”, afirmou Raul Henry.

Ainda na sexta, antes de seguir viagem para o Sertão, o emedebista esteve reunido com um grupo de jovens, no bairro de Jardim São Paulo, no Recife. No encontro, conversou sobre os rumos da política no Brasil e destacou a importância da juventude na construção de um futuro melhor para o nosso país.

“Entre outros temas, falamos sobre educação, desigualdade social e corrupção. Para mim, que comecei na política no movimento estudantil, aos 17 anos, e que desde aquele tempo já acreditava na democracia como nossa principal bandeira, é motivo de orgulho participar de uma reunião como essa, numa sexta-feira à noite”, disse.

HADDAD E PAULO MOBILIZAM MULTIDÃO EM RECIFE

Fernando Haddad e Paulo Câmara
imagem/Ricardo Stuckert
O candidato a presidente pelo PT, Fernando Haddad retornou a Pernambuco neste sábado, 22. Ele fez uma caminhada pelas ruas da capital acompanhado do governador Paulo Câmara e dos demais candidatos da frente popular. De acordo com a assessoria 50 mil pessoas participaram do ato, que terminou com um comício

No local, Fernando Haddad reforçou o compromisso  Câmara e falou da necessidade de eleger um time que ajudará o Brasil voltar a ser dos brasileiros e a manter Pernambuco no caminho dos avanços. “Queria fazer um agradecimento ao povo aqui do Recife e de Pernambuco. Quero dizer: não se faz nada sozinho. A gente tem mania de achar que elege presidente e está resolvido. O presidente precisa de parceria no congresso e parceria dos governadores, senão não consegue governar e temos muita coisa para arrumar. Temos que estar unidos todos nós. Aqui temos o Paulo Câmara! Vamos, em 2018, olhar com força o país que a gente quer construir. O povo quer o país de volta. Preciso de vocês. Não fazemos sozinhos. O Lula não fez sozinho, o Lula tinha time. Temos time e lado. O lado do povo. Até a vitória!”, afirmou Haddad. 

O governador Paulo Câmara lembrou que a população de Pernambuco tem a responsabilidade de ajudar na missão de fazer o Brasil voltar a ser feliz com o time de Haddad e Lula, tirando o país do atraso com a Turma de Temer. O socialista também enfatizou que, nesta reta final da campanha, não vai faltar empenho e dedicação para lutar por um país melhor. “Quero dizer ao povo de Pernambuco que a gente tem muita honra de ter aqui o apoio do presidente Lula. O apoio do presidente que fez tanto por Pernambuco, que quer fazer com que Pernambuco e o Brasil voltem a ser felizes. Haddad, sua vinda a Pernambuco significa isso: a esperança para o Brasil voltar a ser feliz e Pernambuco ficar na frente. Por isso, eu peço a vocês, nesse dia de sol de sábado, a gente tem uma caminhada de 15 dias e temos que escolher o lado do povo, o lado de Miguel Arraes, de Eduardo Campos, de Lula, de Fernando Haddad”, disse. 

sábado, 22 de setembro de 2018

CONCURSO ADAGRO PE 2018/2019 COM 140 VAGAS


A Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (ADAGRO PE) publicou o edital completo 001/2018 do seu novo processo de seleção pública. Organizado pela equipe técnico-operacional do IAUPE, o concurso ADAGRO PE 2018/2019 vai preencher vagas nos cargos de Assistente de Defesa Agropecuária e Fiscal Estadual Agropecuário.

A remuneração mensal inicial para os cargos em oferta será de R$ 2.601,93 ou R$ 4.860,21 e todos cumprirão jornada semanal de 40 horas.

As unidades regionais de lotação dos aprovados e convocados serão as situadas em Caruaru, Garanhuns, Ouricuri, Palmares, Petrolina, Recife, Salgueiro, Sanharó, Serra Talhada, Sertânia e Surubim.

VAGAS

A distribuição das vagas da ADAGRO PE é a seguinte: 90 oportunidades para o cargo de Assistente de Defesa Agropecuária e 50 para o cargo de Fiscal Estadual Agropecuário. Desse total, está reservado o percentual legal de vagas para pessoa com deficiência.

Os candidatos que quiserem concorrer ao cargo de Assistente de Defesa Agropecuária precisam ter diploma de nível técnico nas áreas de Técnico em Agropecuária ou Técnico Agrícola.

Para disputar as vagas de Fiscal Estadual Agropecuário é preciso, por sua vez, possuir diploma de nível superior em Medicina Veterinária ou em Agronomia e inscrição no respectivo Conselho de classe.

Inscrições

As inscrições podem ser realizadas de 30 de setembro a 08 de novembro de 2018, através do site www.upenet.com.br.

O candidato deverá indicar o cargo e a região a que pretende concorrer e efetuar o pagamento da taxa de inscrição, através de boleto bancário, em qualquer Agência bancária ou nas Casas Lotéricas, até a data prevista no cronograma, nos valores de R$ 50,00 para o cargo de Assistente de Defesa Agropecuária e de R$ 64,00 para o de Fiscal Estadual Agropecuário. (Concursos no Brasil).

CRÔNICA - BARREIROS DOS MEUS CAMINHOS

Imagem/Anchieta Gueiros
Por João Marques*

O tempo foi preciso. Este trapezista hábil, que dá saltos incríveis no espaço, se expõe a abismos, passa-nos o medo, passa pela morte e, no chão depois, é por todos aplaudido e salvo. O balanço foi de cerca de 60 anos. Quando voltei agora, o riacho não era o mesmo. As águas do meu tempo haviam passado todas. Os caminhos se foram. O que fica ou foi é o que sempre permanece: o espírito. Está aqui, com seu próprio ar,  seu azul que me deixa perdido, com tantas caras que parece gente. E, no reencontro, que se deu agora, reconheço a sua presença e sinto outra vez o encantamento do menino.

Eu tinha 5 anos ou menos, quando ia para casa de meus avós nos Barreiros.

Ficava a duas léguas do outro sítio onde nasci, Timóteo encostado à Mochila. Estas duas léguas de caminho e os Barreiros são o tempo das alpercatas que usei, os  pés pequenos ainda lá com minha avó, Mãevea, e pela estrada longa conversava. Perguntei uma vez o que era governo.

O governo, que morava certamente em algum lugar. Explicou-me, como sabia, que o governo era um homem grande. Fazia mal às pessoas e era muito rico. Aprendi até hoje. Um homem gigante, que ao tentar caminhar, acaba esmagando os mais fracos. Naquele tempo, com minha avó, não desejei encontrá-lo no caminho. O pau das almas, árvore frondosa que ficava à margem, e me parecia esconder-se em sua própria sombra. Olhava atento, mas não cheguei a ver nenhuma alma segura em seus galhos.

Mais para  cá, era o cemitério velho, o Campo Santo abandonado. Era a parte triste do caminho. A coisa mais triste que já vi, um cemitério velho e abandonado. E eu tinha receio ou medo de que alguma coisa se bulisse. Efetivamente, algum mato seco e algum vento falante se moviam, dando movimento e sonoridade ao lugar. Mas só era isto. O silêncio se evidenciava nas pedras e nas paredes mortas e no meu entendimento de menino.

Os meus avós, pobres, tinham uma casa de taipa, com terreiro cheio de flores. Cafezal nos arredores de uma pequena encosta. A toalha da mesa, nunca esqueço,  e um galo atrás de casa tinham muitas cores. Os santos nas paredes e alguma coisa de cor, uma sombrinha armada num canto, encheram os  meus olhos de tinta. Os assuntos das conversas, as risadas, as tosses, tudo não esqueço. Eu vinha, como se fosse de um lugar distante e desconhecido, para me deliciar com os costumes e com a casa de  meus avós. À noite, eram os latidos dos cachorros de outros sítios pertos. Os galos cantavam e eu sentia nos cantares uma emoção inexplicável. Como se remetessem a outros cantos, não sei onde, que me faziam lembrar de coisas.

*João Marques dos Santos é escritor, poeta, autor do Hino de Garanhuns e ex-presidente da Academia de Letras de Garanhuns.