quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

AMBIENTALISTAS TENTAM SALVAR AS ÚLTIMAS DOZE ROLINHAS-DO-PLANALTO

Rolinha-do-Planalto.
O ornitólogo Rafael Bessa estava a caminho do trabalho, como consultor ambiental em uma produtora de celulose em Minas Gerais, quando avistou uma área bonita de mata que não conhecia. Resolveu parar um pouco para relaxar, tirar fotos e observar algumas aves. Ao longe, escutou o canto de um tuque, um saíra-amarelo, um trinca-ferro. Mas tinha um diferente. Até era familiar, mas Bessa não conseguia saber o que era.

Era uma Columbina cyanopis, popularmente conhecida como rolinha-do-planalto. Descoberta em 1823, a espécie não era avistada na natureza desde 1941. “Nada pode definir a sensação de estar de frente com um fantasma. Logo eu, tão cético sobre tudo, fui confrontado com uma ave que me fez ter dúvidas se estava acordado ou sonhando”, disse Bessa.

Desaparecida há 74 anos, a ave foi redescoberta em 2015, em região de Minas Gerais mantida em sigilo

Revista Galileu