sábado, 22 de setembro de 2018

O BOM AMIGO DE TODOS

Dr. Othoniel Furtado Gueiros
Por Ivo Amaral*

Garanhuns sempre teve muita sorte com a grande maioria dos seus médicos e políticos. Othoniel Furtado Gueiros foi, durante décadas, um excelente médico, bom político, mas acima de tudo um perfeito  chefe de família, amigo de todas as horas e vocacionado para o evangelho cristão. Em nenhuma de suas atividades ele foi um radical. Pelo contrário: sempre conviveu bem com os pobres e ricos, com os adversários na política, nunca teve desafetos na sua vida profissional e pessoal, e, finalmente respeitava todas as  religiões.

Comecei a admirá-lo quando eu ainda era jovem e o conhecido médico garanhuense era amigo do meu pai, Ismael Tinô e Silva, ambos membros da antiga União Democrática Nacional. A tradicional e respeitável UDN, de saudosa memória. Era ainda, o doutor Othoniel, primo de um meu tio, por afinidade, de nome Manoel de Carvalho e Silva, casado com a minha tia Tereza.

Othoniel, era  amigo do meu tio, o bispo da igreja católica apostólica romana, Dom João da Mata Amaral, que foi bispo de Cajazeiras, na Paraíba, diocese do Amazonas com sede na cidade de Manaus, vindo a falecer em 1955 como arcebispo de Niterói, então capital do Rio de Janeiro. Othoniel Furtado Gueiros, era, além amigo, médico de Dom João da Mata Amaral, como parte da grande família de clientes garanhuenses. Também tenho lembranças tristes, pois foi o querido médico Othoniel quem atestou a morte de meu pai, Ismael Tina e Silva, falecido a 12 de agosto de 1953. O médico atendeu o chamado de  minha mãe, Francisca, pois eu me encontrava em Recife, preparando-me para o vestibular. Ainda hoje tenho referido documento, emitido pelo cartório Antônio Miranda, dando conta de que meu pai falecera em consequência de "Angina Pectoris", segundo a causa mortis do atestado médico. Conheci a sua saudosa esposa, dona Francisquinha, bem como duas filhas, Cleide e Ilze, e seu único filho varão, o estimado  Everardo, de quem sou amigo até os dias atuais, inclusive, tendo militado politicamente no mesmo grupo.

O rotariano Othoniel Furtado Gueiros foi vereador constituinte municipal de 1947/1951, enquanto o advogado Everardo Ribeiro Gueiros exerceu mandato legislativo municipal de 1959 a 1963. Na inesquecível eleição de 1963, para prefeito de Garanhuns, ocasião em que foi formada a chapa Amílcar da Mota Valença e Everardo Ribeiros Gueiros para prefeito e vice-prefeito, respectivamente o povo sabiamente denominou de "o irmão do padre e o filho do pastor", levando em consideração que o doutor Othoniel era também pastor  evangélico.

Nessa mesma eleição, ocorrido em 1963, fui eleito vereador, iniciando assim, a minha carreira política e estreitando ainda mais nossa amizade com Everardo que, ao término do seu mandato de vice-prefeito preferiu seguir  a sua profissão de advogado .

Posto de Saúde Dr. Othoniel Furtado Gueiros
Membro do Rotary Club de Garanhuns, como disse anteriormente, a minha convivência pessoal com dr. Othoniel foi iniciada mesmo através do meu pai e tios, sendo consolidada já pelo seu filho Everardo. O saudoso médico garanhuense faleceu em 1983.  Quando assumi pela segunda vez a chefia da administração municipal, como prefeito eleito pelo povo de Garanhuns, construí um posto de saúde, entre os  bairros do Magano e da Várzea e, quando de sua inauguração denominei-o de "Dr. Othoniel Furtado Gueiros".

*Ivo Tinô do Amaral foi vereador, vice-prefeito e prefeito por dois mandatos (1977/1982), (1989/1992) de Garanhuns e deputado estadual em duas legislaturas (1983/1986) e (1987/1990). Implantou o Relógio das Flores e criou o Festival de Inverno.

Click no link abaixo e saiba mais sobre o Dr. Othoniel Furtado Gueiros

Postar um comentário