>>>>>>>>>>>> MEMÓRIA - RESGATANDO E PRESERVANDO NOSSA HISTÓRIA

terça-feira, 22 de outubro de 2019

DR. ELÍSIO ALVES PINTO


MEMÓRIAS DE GARANHUNS - Dr. Pinto nasceu em Alagoas, doutorou-se em medicina pela Faculdade de Pernambuco. Foi um acadêmico respeitado pelo critério de sua aplicação às disciplinas do curso.  Foi um grande cirurgião, recém formado e em plena juventude  veio trabalhar no Hospital Dom Moura de Garanhuns, onde o grande Barros Lima apresentou-o como revelação futura em técnica cirúrgica. Modesto, jamais fez alarde dessa mensagem sobre o seu valor profissional. Integrado no exercício de seu mister conquistou posição de destaque entre os seus colegas e amigos.

Militou sempre em favor das boas causas e dos bons empreendimentos. Sistematicamente combativo contra o princípio de que o "homem não só vende mercadoria: vende a si mesmo e considera-se como uma mercadoria. O trabalhador manual vende a sua energia física e o médico vende a sua personalidade". Seu ponto fundamental é que todo profissional tem sua  dignidade, que merece respeito como pessoa humana. Era sobretudo, um humanista.

Dr. Elísio Alves Pinto, viveu os dias mais importantes de sua carreira profissional aqui em Garanhuns. Lia muito e gostava do diálogo franco e honesto. Ao lado de Elpídio Branco militou nos quadros do velho PSD. Ao lado deste redator (José Francisco de Souza), defendeu a candidatura de seu colega Dr. Luiz da Silva Guerra, que foi eleito prefeito e representou a maior concentração política dos movimentos de opinião. Dr. Pinto foi eleito vereador e foi presidente do deliberativo municipal. Foi amigo e admirador da habilidade política do nosso querido amigo Fausto Souto Maior. Membro do diretório do PSD no ordenamento de sua direção o partido atingiu a sua verdadeira finalidade. Era correligionário e amigo do grande estadista Agamenon Magalhães. Nesse setor, Dr. Pinto foi muito atuante.

Dr. Pinto amou a nossa terra como se fosse seu berço natal, pertenceu as mais destacadas organizações sociais da nossa terra. Faleceu em setembro de 1984, em Recife, e foi sepultado no Cemitério de Santo Amaro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário