>>>>>>>>>>>>> MEMÓRIA - RESGATANDO E PRESERVANDO NOSSA HISTÓRIA

sábado, 30 de maio de 2020

GARANHUNS PRECISA SE ESTRUTURAR PARA A PÓS-PANDEMIA

Por Ivo Amaral

Sou filho de Lajedo, nascido na Fazenda Salobro, mas também cidadão garanhuense, sem dúvida me sinto conterrâneo de Simoa Gomes, Luís Jardim, Rubens Costa e do grande Dominguinhos. Cheguei em Garanhuns com 12 anos, em 1946 e posso dizer que vivenciei muita coisa aqui, li muito e tenho a certeza que já passamos por muitos momentos tão difíceis e complicados na Cidade das Flores como o que temos vivido nos dias de hoje. A hecatombe, as secas nordestinas, que dizimaram a pecuária local, as crises econômicas e os diversos planos que não lograram êxito (Collor, Bresser, Verão, etc) e até mesmo os conflitos político-sociais, ladeando-se aos efeitos da pandemia da Covid-19 que ainda não findou e ainda não sabemos quando e como acabará ou até mesmo as suas consequências ao longo dos anos.

Fui instado a escrever meus sentimentos sobre essa quadra histórica, como testemunha do tempo. É verdade que do alto dos meus 86 anos nunca tinha vivido uma pandemia - apenas tinha ouvido falar e lido que no alvorecer do século XX uma delas vitimou milhões de pessoas e trouxe sério e graves efeitos sociais e econômicos em todo o globo terrestre.

Não sou médico, não posso opinar em termos terapêuticos e o que posso fazer é confiar nos muitos amigos da área que construí durante minha longa vida. E sei que o assunto é sério! Não é possível negar a gravidade do que vivemos, sobretudo é preciso olhar para as crises na saúde e na economia com toda serenidade, precisamos ter um olhar de sociedade, entender que não existe mais o “eu”, que no seu lugar entrou o “nós”.

Infelizmente, faltam-nos líderes capazes de dialogar, harmonizar a sociedade no que há de comum a todos, tranquilizar os cidadãos e, sobretudo, enfrentar a situação com responsabilidade.  Precisa-se construir uma unidade de ações e planejamento, mesmo diante da diferença de visões e num ambiente de polarização é isso impossível.

Por isso não podemos passar pela crise somente lamentando. É preciso ver também que  é um momento de oportunidade e de visão. E vimos muitos exemplos nesses tempos: avanço tecnológico, teletrabalho, surgimento de novos negócios, mudança de linha de produção de fábricas e quebra de paradigmas. É nesse momento que os empresários e a sociedade civil organizada de Garanhuns têm o dever, enquanto cidadãos, de propor uma solução em todos os aspectos, enxergar os gargalos e criar estruturas que promovam o necessário desenvolvimento.

Com a falta de atuação dos poderes constituídos, resta a essas pessoas aqui nascidas ou incorporadas, movimentar-se para tirar a cidade do marasmo. E, para isso acontecer, Garanhuns precisa se estruturar, precisa se reinventar, enxergar novas soluções para os problemas muitas vezes antigos, necessita de mais empreendedores ousados, precisa avançar mais rápido que o tempo e lançar as bases para uma real evolução, que entregue resultados em todos os sentidos, como infraestrutura, economia, emprego, mobilidade, sustentabilidade e qualidade de vida.

Não existe cidade turística que perdure com a falta de ampliação de sua rede hoteleira, não existe crescimento exponencial do comércio e indústria que não passe pela chegada de lojistas do mercado nacional e sem uma concorrência que estimule a inovação e uma melhor gestão e eficiências nos negócios; e não existe uma cidade turística que não invista no meio ambiente e no fomento às atividades ligadas a área.

É nessa linha de raciocínio que relembro: em todas as fortes crises que atravessamos, sempre Garanhuns teve as pessoas como seu ponto forte! Foi a ousadia de lojistas, a inovação de empreendedores, a ampliação de negócios locais transformados em regionais, a organização do setor de serviços e a luta de políticos de bem que nos fizeram emergir da adversidade. Os momentos de aflição foram superados, inimizades figadais foram esquecidas, a situação política e social se acomodou, a roda financeira voltou a girar e o mundo continuou. Superamos diversas crises!

Quando isso acabar - e isso vai acabar - estejamos preparados para enfrentar os contratempos como empresários, como homens e mulheres de negócios, mas sobretudo como pessoas, que saibam redundar toda essa conjuntura em um mundo mais humano, justo, solidário e com mais harmonia.

Ouse! Inove! O mundo está em transformação, precisamos nos adaptar.

*Ivo Amaral é empresário do ramo de comunicação. Foi prefeito de Garanhuns em dois mandatos e deputado estadual em duas legislaturas.

Fonte: Blog do Roberto Almeida

O VARÃO JÚLIO SINÉZIO

Garanhuns, PE - Avenida Santo Antônio, década de 60
Assim como sou fiel à memória do meu pai, também faço questão de ser à dos seus amigos provados, vivos e mortos, dentre esses últimos Júlio Sinézio Souto, pai de Valdeci, avô de Bastinho, bisavô de Sérgio, Suzana e Luciana, dados à luz por Cristina, em cuja residência eu fui tão bem acolhido com um jantar nos idos de 1986.

Naquela recepção, se não me falha a lembrança, na conversação empreendida com meus anfitriões a Zé Neto, também convidado, o tema desenvolvido foi salutarmente o da família, célula mais significativa da sociedade, mesmo que alguns desavisados sociólogos teimem em considerar a entidade grupal, desde o Gênesis, como conservadora e anacrônica. Esquecendo-se que eles foram nascidos, criados e formados sob sua égide, Esquecendo-se, talvez, que nem tudo que é tradicional pode apressadamente ser considerado anacrônico e conservador.

Veio à baila a ancestralidade de Bastinho, que conheci ainda menino de cueiros, criado junto com Ricardo Luiz, filho primogênito da minha saudosa Miriam, ambos aprendendo as primeiras letras na escola em que ela foi terna professora.

A afeição do meu anfitrião pelo avô-paterno, o espírito de permanente devoção que ele fez questão de demonstrar-me por Júlio Sinézio, juntaram-se a episódios vividos na minha infância e mocidade garanhuense, onde na loja do meu pai fiquei conhecendo a figura alegre e descontraída, o bom boêmio e homem maiúsculo desde os tempos de Brejão.

A última vez que com ele estive, antes que migrasse para o reino do Senhor foi em Caetés no ano de 1982, estirado numa cama com os membros inferiores paralisados, decorrente de uma queda do seu cavalo, segundo contou-me com todos os detalhes possíveis e imagináveis. Atrofiadas as pernas, Júlio Sinézio manteve a lucidez dinâmica do cérebro de onde partia o comando da alegria e bondade com que se houve por muitos anos desde Brejão até o velho Caetano em que findou os seus dias. Fiquei sabendo da sua morte, há alguns anos, através de nota inserida na coluna de Ulisses Pinto, irmão de Socorro, Dirceu e Aloísio, ainda consanguíneos do varão que hoje perfilo e homenageio. 

Assimilo uma frase que escreveu-me dona Gerusa Malheiros, filha e biógrafa do excelso Souto Filho, sobre o parentesco espiritual dos não consanguíneos, na qual ela, bondosamente, irmanava-se comigo. Júlio Sinézio, além de amigo, sempre foi considerado por meu pai como um dos seus  familiares. Essa familiaridade dos amigos que meu pai conservou continua sendo minha, e disso muito envaideço-me.

Lembro-me bem do pedido que fez-me o bom boêmio, varão de boa cepa da  alegria esfuziante, início dos anos 80: "Rinaldo, traga-me aqui em casa, um litro de conhaque, e traga-me também Voador da Paraíba para juntos lembrar-nos em versos os conhaques que bebi com seu pai".

Referia-se Júlio Sinézio ao tempo em que ele deslocava-se de Brejão para a feira de Garanhuns, aos sábados, e com o meu pai tomava o costumeiro aperitivo, no fundo da loja, antes de rumar para o almoço que minha mãe no outro lado da rua servia em nossa residência, à sombra das duas palmeiras imperiais.

Obedeci-lhes as ordens emanadas e levei à presença do repentista Voador da paraíba, então em caetés, e com o litro de conhaque evocamos juntos os bons tempos da fraterna amizade do parentesco espiritual e irmão que ele viveu com Fausto Souto Maior. Essa a última lembrança que ficou-me do varão Júlio Sinézio, que Deus o tenha a seu lado no reino dos justos.

Rinaldo Souto Maior
Jornalista e historiador
São Paulo, 8 de Julho de 1989

OLHARES PERDIDOS

Letícia Duarte de Oliveira

Eu vi um passarinho
A furar as nuvens do céu
Ele é tão bonitinho
Ele é cor de mel

Descendo a vista
Olho mais distante
Vejo uma mulher
Com roupas muito elegantes

Olho para o lado
Vejo algo a se mexer
Penso que não é nada
São crianças a correr.

Olho para o outro lado
Vejo um pequeno morro
Gente muito pobre
Gritando por socorro

Olho para mim...
Que estou aqui.

Garanhuns, 2006

RUA DR. OSÓRIO SOUTO - GARANHUNS, PE


FORÇA-TAREFA DO TCE, MPCO E POLÍCIA REFORÇA FISCALIZAÇÃO DO COVID-19

O Tribunal de Contas, o Ministério Público de Contas e a Polícia Civil de Pernambuco, por meio do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco) criaram uma força-tarefa para atuar no controle da utilização de verbas públicas destinadas às ações de combate ao coronavírus no Estado.

A força-tarefa vai atuar a partir de auditorias feitas pelo TCE relacionadas às verbas repassadas pelo Ministério da Saúde ao Estado e aos municípios pernambucanos. “O trabalho tem natureza de incursões preventivas, entretanto, em alguns casos, pode assumir um viés investigativo e repressivo”, afirmou o presidente do TCE, conselheiro Dirceu Rodolfo.

"É um momento desafiador, pois, se por um lado não podemos exigir a normalidade dos processos licitatórios, mais esforços precisaremos fazer para que o uso do dinheiro público esteja baseado pelos princípios da boa administração pública", disse a diretora do DRACO, delegada Sylvana Lellis

“A ação integrada visa otimizar os procedimentos para uma fiscalização eficaz dos gastos públicos e, se for o caso, adotar as medidas legais cabíveis diante de irregularidades encontradas. Podemos ressaltar que as ações têm um efeito pedagógico, sendo um esforço conjunto em busca da moralidade no uso dos recursos públicos", comentou o Chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Nehemias Falcão.

Essa força-tarefa vem se desenhando desde o início do ano, quando o presidente Dirceu Rodolfo, recém empossado no cargo, e a procuradora geral do MPCO, Germana Laureano, estiveram no Draco com objetivo de estabelecer metas preliminares para a assinatura de um convênio entre o Tribunal de Contas e a Polícia Civil de Pernambuco.

Segundo o presidente Dirceu Rodolfo, o trabalho em conjunto vem gerando frutos muito relevantes, em função da tutela dos bens e valores públicos, tanto no âmbito estadual quanto municipal. “A qualidade dos trabalhos da polícia civil e do controle externo encontra ganho exponencial a partir desta parceria. São instituições que realizam uma complementaridade mútua e decisiva para o alcance dos respectivos objetivos institucionais “afirmou ele.

A procuradora-geral do MPCO, Germana Laureano, também destacou a importância desta parceria num período de pandemia. “No atual momento de grave crise na saúde pública, os órgãos de controle vêm reforçando ainda mais os elos de sua corrente de proteção do bem comum, como forma de tornar ainda mais efetivos os resultados de sua atuação, no controle dos recursos destinados ao enfrentamento da pandemia”, disse Germana Laureano.

BLOG DO ANCHIETA GUEIROS SE CONSOLIDA EM PERNAMBUCO


O Alexa Ranking é aceito no mundo inteiro e reconhecido pelas mais importantes e sólidas empresas como um dos parâmetros de aferição de dados na internet. As Agências de Propaganda sempre estão de olho nos sites e blogs à partir deste ranking, e governos em todas as esferas já acompanham sua evolução.

É possível saber quantos acessos um site tem e, partindo desses dados, sua colocação em um (ranking) global e regional. Alexa Internet foi fundada em 1996 pelos americanos Bruce Gilliat e Brewster Kahle.

A Ranking Alexa mostra uma lista de todos os sites e blogs da internet ordenados por tráfego, registrando em qual posição o tráfego do site ou blog ocupa em relação aos milhões de sites e blogs do mundo, como também em qual colocação o seu site está entre os milhares de sites no Ranking Brasil.

Segundo dados do Site Alexa de 30 de maio de 2020, o Blog do Anchieta Gueiros tem um bounce rate (taxa de rejeição) de apenas 17,1 % e um tempo de permanência na página de 47 minutos e 26 segundos, ficando com as melhores taxas entre as páginas pesquisadas.

TEMPO DE PERMANÊNCIA NA PÁGINA 

Você sabia que existe uma estimativa de 200 fatores de rankeamento para alcançar o topo dos resultados de pesquisa do Google?

No entanto, existem alguns fatores que possuem uma importância maior em uma estratégia de otimização para motores de busca. Um deles é o tempo de permanência na página.

DO QUE SE TRATA O TEMPO DE PERMANÊNCIA NA PÁGINA

Esse fator se refere ao tempo médio que cada visitante permanece em uma determinada página de site ou blog.

Se as pessoas que acessam suas páginas estão navegando nelas por mais tempo, é um bom sinal de que o conteúdo é relevante, a navegação é boa e o texto tem qualidade.

Em contrapartida, caso a página entregue algo diferente do que o usuário esperava - como páginas que demoram para carregar ou um design que dificulte a navegação - você verá o tempo de permanência diminuir e a taxa de bounce rate (taxa de rejeição) aumentar.

A RELAÇÃO ENTRE TEMPO DE PERMANÊNCIA E BOUNCE RATE (TAXA DE REJEIÇÃO)

Embora sejam métricas com significados diferentes, ambas se complementam. 

É que o bounce rate, ou taxa de rejeição, se refere à porcentagem de visitas que abandonaram o site sem acessar qualquer outra página.

Sabe quando você chega em uma página, bate o olho, desanima e a fecha sem conferir o conteúdo direito?

Então, você está contribuindo para a taxa de rejeição daquele site.

Logo, um bounce rate (taxa de rejeição) alto é extremamente prejudicial para o tempo de permanência e, consequentemente, para os esforços investidos em seu blog ou site.

QUAL É A IMPORTÂNCIA DO TEMPO DE PERMANÊNCIA NA PÁGINA?

O Google compreende que os sites que mantêm os visitantes por mais tempo promovem uma experiência de usuário acima da média.

Por outro lado, se o bounce rate (taxa de rejeição) for alto, o algoritmo do buscador logo entenderá que tem algo de errado com a página em questão.

A interpretação do Google é de que se os visitantes estão ficando mais tempo em uma página, com certeza aquele conteúdo corresponde às suas demandas da melhor forma possível.

Logo, páginas com maior tempo de permanência aparecerão melhor rankeadas no Google.

ATESTAR A QUALIDADE DE UM CONTEÚDO DE UM BLOG OU SITE

O tempo de permanência também é um bom termômetro para avaliar a qualidade dos seus conteúdos.

Se as pessoas estão passando mais tempo consumindo um conteúdo, é sinal de que ele é relevante e agrega valor para o público.

"TENHA EM MENTE QUE MEDIR A AUDIÊNCIA DO SEU SITE NÃO SE RESUME A VERIFICAR O NÚMERO DE VISITAS DIÁRIAS QUE RECEBE"

Apesar de ser um indicativo importante, é preciso medir, também, o tempo que cada visitante dispende no seu site.

Quanto maior for a duração da navegação no seu site, mas relevante seu conteúdo é para o seu visitante. Consequentemente, mais qualificado ele é e maior a possibilidade de conversão.

Click no link abaixo e confira o ranking do seu site e blog:

https://www.alexa.com/siteinfo

Taxa de bounce rate ou rejeição no link abaixo. Coloque o nome do seu blog

https://www.alexa.com/siteinfo/url do site#trafficstats

Fonte: https://metamidia.com.br/ - Autor: Luciana P. Caczan - Jornalista pós-graduada em Gestão de Conteúdo em Comunicação. Graduação em Letras com ênfase em tradução. Especialista em Gestão de conteúdo e mídias sociais.

Fonte: https://rockcontent.com/   - Por Otavio Andrade - Especialista em Inbound Marketing e Inside Sales na Rock Content.

FORAM PESQUISADOS 250 BLOGS, SITES E PORTAIS DE PERNAMBUCO NESTE SÁBADO, 30 DE MAIO DE 2020


Taxa de rejeição - 17,1 % (Menor taxa de rejeição entre os blogs pesquisados)

Tempo de visita média - 47,26 - 47 Minutos e 26 segundos (Maior tempo de permanência na página entre os blogs pesquisados).

jornaldesafio.com.br/ - Rank Brasil - 2,667

faroldenoticias.com.br/ - Rank Brasil - 3,194

www.leiaja.com/ - Rank Brasil - 3,788

www.blogtvwebsertao.com.br/ - Rank Brasil - 4,885

www.assisramalho.com.br - Rank Brasil - 5,079

www.blogdomagno.com.br/ - Rank Brasil - 5,973

www.seligabelojardim.com.br/   -  Rank Brasil - 6,654

robertoalmeidacsc.blogspot.com/   -  Rank Brasil - 8,986

www.jbnoticia.com.br/   - Rank Brasil 11,563

www.blogdorobertoararipina.com.br/ - Rank Brasil - 12,970

 www.didigalvao.com.br/ - Rank Brasil - 16,379

www.vecgaranhuns.com  - Rank Brasil - 17,082

SITES DE PERNAMBUCO

https://jconline.ne10.uol.com.br/ - Rank Brasil - 424

https://www.diariodepernambuco.com.br/ - Rank Brasil - 644

https://www.folhape.com.br  - Rank Brasil - 927

http://servicos.celpe.com.br/Pages/index.aspx Rank Brasil - 2,237

http://www.pe.gov.br/ - Rank Brasil - 4,759

https://www.detran.pe.gov.br/ - Rank Brasil - 4,825

https://servicos.compesa.com.br/  - Rank Brasil - 6,813

http://www.ufrpe.br/  - Rank Brasil - 10,233

GARANHUNS ANTIGA - 'A TRISCA' NO PARQUE EUCLIDES DOURADO


No nosso tempo de criança uma das coisas mais agradáveis para a meninada, era andar de bicicleta no Parque Euclides Dourado, dito e conhecido "Parque dos Eucaliptos". Uma boa parte dos meninos e algumas meninas de famílias da classe média, esperavam ansiosos a chegada do sábado e principalmente dos domingos, para correrem ao Parque e gastarem os tostões acumulados durante a semana, em rápidas corridas de bicicletas, alugadas ali mesmo no Parque.

Em uma ampla casa de madeira, abrigada em terreno no belo Parque, sob a sombra das  frondosas árvores, o senhor José Barbosa, proprietário da "garagem", estava sempre alegre e sorridente a receber os meninos e meninas para usarem os seus biciclos. Alugava a todos, por hora. Porém lembramo-nos que uma hora de bicicleta era aluguel para menino mais abastado. Menino de posse média, contentava-se mesmo com os quinze minutos alugados, que era o mínimo que o senhor Zé Barbosa fazia. Meia hora já era difícil. Nem falamos dos meninos ricos, posto que estes tinham as suas próprias bicicletas, razão porque utilizavam o Parque e as ciclovias, mas não alugavam.


Deles eram as bicicletas mais bonitas que já vimos; como Ralleigh; de fabricação inglesa; uma outra sueca e só. Não lembramos se havia bicicleta nacional. Lembramos sim, que o velho José Barbosa, montava desmontava, raspava, pintava, soldava, enfim consertava todo tipo de bicicleta, enchia pneus, inclusive das bicicletas dos meninos ricos. Ficávamos "piruando" os meninos que alugavam para  que eles cedessem alguns minutos do seu  tempo alugado. Isso chamava-se de "trisca". "Me dá uma trisca colega"! Era a expressão sempre ouvida no parque. E assim os pobres também às vezes andavam de bicicleta. Menino rico não dava "trisca" para ninguém. Afinal ninguém podia botar as nádegas naquelas selas lindas, largas, com molas cromadas das confortáveis bicicletas  estrangeiras.

Havia também as bicicletas que o Zé Barbosa alugava, especialmente para moças. Estas eram bonitas, pois os para-lamas eram cromados, o porta-corrente também e nos lados das rodas traseiras, havia uma tela bordada de linhas coloridas, formando uma malha que evitava que as saias das meninas se emaranhassem nos raios das rodas. Afinal menina ainda não usava calças compridas. Somente saia. Também o quadro das bicicletas eram, como são ainda hoje, baixo e recurvado para facilitar o acesso e montar e desmontar o biciclo.

O senhor José Barbosa, era muito querido de uma centena de meninos. Claro, ele tratava bem a todos e resolvia os problemas de todos que chegavam com bicicletas ou que desejavam alugar. Somente não alugava fiado. Pelo menos; não nos lembramos desse detalhe. José Barbosa, viveu a vida inteira criando uma grande família do sustento da garagem de bicicletas do Parque Euclides Dourado. Ele foi  testemunha de muita "trisca". Mas assim, com o seu ofício de atender principalmente meninos, com uma prática esportiva e de lazer, criou os filhos e sustentou o lar. Seus filhos o mais velhos Jair, com os demais  irmãos homens, como Jairo, Jasiel e Jeazir, foram meninos ajudando o pai. Também consertavam e enchiam os  pneus das bicicletas dos meninos. Ainda havia as moças, filhas, como Nena (Jael), Jucy, Jésse e Jurídice, esta residente no Rio de Janeiro. Todos criados pelo aluguel das bicicletas do pai, rodando pelas ciclovias do belo parque Euclides Dourado.

Um momento telúrico e saudosista na história  bela e pungente de tantas famílias de Garanhuns. Aliás a vida e história de várias famílias de Garanhuns, merecem ser contadas e registradas em álbuns especiais.

A história de José Barbosa e sua queridíssima Garagem de Bicicleta do Parque dos Eucaliptos é um dos capítulos da história de Garanhuns, que ninguém vai esquecer. Nem os filhos do senhor José Barbosa, nem nós, filhos de Garanhuns dos bons tempos, que pedalamos naqueles dias no Parque Euclides Dourado.

Marcílio Reinaux
Escritor, poeta, desenhista e historiador
Garanhuns, 13 julho de 1993

VACINAÇÃO CONTRA FEBRE AFTOSE COMEÇA DIA 01 DE JUNHO

A primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa acontecerá e 01 a 30 de junho, nela todos os bovinos e búfalos de todas as idades devem ser imunizados. Em Pernambuco espera-se que mais de 1,9 milhões de animais devam receber a dose da vacina.

Os criadores têm até o dia 30 de junho para comprarem as vacinas contra a doença em uma farmácia autorizada, mesmo o produtor que tem apenas uma cabeça de gado está obrigado a realizar a vacinação. Nesta campanha o produtor terá até o dia 31 de agosto para realizar a declaração dos seus animais.

A Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro) está oferecendo aos produtores a possibilidade de realizar a declaração da vacinação de forma online, sem necessidade de deslocamentos para os escritórios da agência.

“Sabemos das dificuldades de realizar essa campanha durante a pandemia do COVID 19, mas acreditamos que o produtor mais uma vez vai honrar seu compromisso e realizar a vacinação do seu rebanho, o adiamento para o mês de junho foi necessário para que tivéssemos mais tempo para organizarmos a campanha e pudemos implementar a declaração online”, ressaltou o presidente da Adagro, Paulo Lima. Para realizar a declaração online é necessário que o produtor realize o seu pré-cadastro no site www.adagro.pe.gov.br, no banner siapec3.

Até o momento já entrou no Estado mais de 1,4 milhões de doses de vacina contra a febre aftosa, o suficiente para imunizar boa parte do rebanho. O produtor que não vacina e não declara paga multa e fica proibido de transitar com o seu rebanho.

SIGNIFICAÇÃO

João Marques

Poeta é palavra
igual ao sol
que volta e morre
e ausente, permanece
dentro das pedras
dos frutos que irrompem
nas manhãs plantadas
(da casa nunca esquecida
dentro de outra casa)
porque germina
como a semente e
se torna signo, flor

poeta é escrito
infinitamente palavra
luz de estrela feita
misteriosa e persente
misteriosamente a alma
que sofre também por si
e morre pela palavra.

sexta-feira, 29 de maio de 2020

PERNAMBUCO CONTRA O CORONAVÍRUS

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta sexta-feira (29.05), 1.542 novos casos da Covid-19 em Pernambuco. Entre os confirmados hoje, 425 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 1.117 como leves. Agora, Pernambuco totaliza 32.255 casos já confirmados, sendo 13.779 graves e 18.476 leves. Dos casos graves, 1.193 evoluíram bem, receberam alta hospitalar e estão em isolamento domiciliar. Outros 5.407 estão internados, sendo 221 em UTI e 5.186 em leitos de enfermaria, tanto na rede pública quanto privada.

Além disso, o boletim de hoje registra mais 1.445 pacientes recuperados do novo coronavírus em Pernambuco, totalizando 12.835 pessoas curadas da Covid-19 no Estado. Desse total, 4.510 são de casos graves e 8.325 casos leves.

Até agora, os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 160 municípios pernambucanos (tabela 1), além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros Estados e países.

Também foram confirmados laboratorialmente 103 óbitos (sendo 53 do sexo masculino e 50 do sexo feminino). Os novos óbitos confirmados são de pessoas residentes nos municípios de Recife (36), Paulista (9), Jaboatão dos Guararapes (8), Caruaru (6), Olinda (4),   Igarassu   (4),   Abreu   e   Lima   (3),  Barreiros  (3), Cabo  de   Santo  Agostinho (3), Camaragibe  (3),  Bonito (2),  Goiana (2),  Gravatá (2),  Ipojuca (2),  Palmares (2), Ribeirão (2), Rio  Formoso (2), Vitória de  Santo Antão  (2), Paudalho  (1), Tracunhaém  (1),  Xexéu (1), Condado (1), Cortês (1), Cupira (1), Custódia (1), Bom Jardim (1), Moreno (1) e Camocim de São Félix (1). Com isso, o Estado totaliza 2.669 mortes pela Covid- 19.

As mortes ocorreram entre os dias 19/04 e 28/05 e os pacientes tinham idades entre 21 e 100 anos de idade, além de recém-nascido (sexo masculino) e uma criança de 4 ano de idade do sexo feminino. Dos 103 pacientes que vieram a óbito, 53 apresentavam comorbidades confirmadas: hipertensão (38), diabetes (27), doença cardiovascular (6), doença renal (4), histórico de AVC (3), tabagismo/histórico de tabagismo (2), doença neurológica (2), histórico de câncer (2), doença de Alzheimer (2), doença pulmonar obstrutiva crônica (2), obesidade (2), Síndrome Congênita do Zika (SCZ/Microcefalia) (1), doença respiratória (1), esclerose múltipla (1), histórico de tuberculose (1), hipotireoidismo (1), etilismo/histórico de etilismo (1), doença hepática (1), asma (1), hanseníase (1) e esquizofrenia (1), - o mesmo paciente pode ter mais de uma comorbidade. Dois não tinham comorbidades e os demais estão em investigação pelos municípios. As faixas etárias são: 0 a 9 (2), 20 a 29 (1), 30 a 39 (1), 40 a 49 (3), 50 a 59 (18), 60 a 69 (25), 70 a 79 (25), 80 ou mais (28).

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 8.566 casos foram confirmados e 8.306 descartados. As testagens abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Estado foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar os profissionais da área da saúde.

OLHOS TEUS

Osman Holanda

São tão lindos os olhos teus,
Que ao fitá-los me encanto,
Me deixam louco de tanto
Querer fitá-los nos meus.

São castanhos, são leais,
São estrelas reluzentes,
Que fazem ardentemente
Cada vez querer-te mais.

Quisera na horizontal,
Beijar tua boca sensual
No ímpeto do meu desejo.

E na ânsia dos carentes,
Possuir teu corpo quente,
Enquanto teus olhos vejo.

VIAGEM FOTOGRÁFICA AO PASSADO DE GARANHUNS - ANO DE 1976


Ivo Tinô do Amaral, arquiteto norte-americano Sidney Carter e Amílcar da Mota Valença - 18 de dezembro de 1976.

RUA JOSÉ CÂMARA GUIMARÃES - GARANHUNS, PE

DETRAN-PE PRORROGA PRAZO DE VALIDADE DO CRLV DE 2019

Levando em conta as dificuldades temporárias, impostas pela pandemia da Covid-19, com consequências na operacionalização dos serviços públicos, o diretor presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE), Roberto Fontelles, prorrogou o prazo de validade do calendário anual de licenciamento de veículos usados/CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos) do exercício de 2019. A medida consta na Portaria 2271, publicada no Diário Oficial do Estado, nesta sexta (29), e amplia o período em que o portador do CRLV pode circular com o documento de 2019.

O prazo limite para a circulação com o CRLV 2019 fica da seguinte forma:

 FINAL DA PLACA                                PRAZO FINAL PARA PORTAR O CRLV DO EXERCÍCIO DE 2019

1 e 2                                                  Até julho
3, 4 e 5                                              Até agosto
6, 7 e 8                                              Até setembro
9, 0                                                    Até outubro

Além das questões burocráticas, a medida foi adotada levando em conta que as taxas e impostos, referentes ao licenciamento dveículos, envolve vários órgãos estaduais, que estão com os serviços suspensos ou com funcionamento reduzido, entre eles, o próprio Detran. A iniciativa visa ainda, facilitar a vida dos proprietários de veículos, oferecendo mais tempo e, com isso, reduzir aglomerações, impróprias no atual momento de saúde pública.

O Detran-PE, seguindo determinação do Governo de Pernambuco, e com o objetivo de colaborar com as ações de combate à Covid-19, suspendeu os atendimentos presenciais, desde o dia 23 de março, por tempo indeterminado. A decisão teve como princípio proteger a saúde dos servidores do órgão e da população em geral evitando o contágio comunitário.

CÂMARA DE SERTÂNIA DEVOLVE R$ 200 MIL PARA AJUDAR NO COMBATE AO CORONAVÍRUS

O Presidente da Câmara de Sertânia, fez a devolução pela segunda vez do duodécimo enviado para o legislativo municipal. A devolução segundo o presidente  Antônio Henrique (PSB) é para ajudar o município no combate ao covid-19. A devolução segundo o vereador acontece de forma espontânea pela Câmara. Foram devolvidos ao município, R$ 200 mil reais que vai ajudar nas ações de enfrentamento.

“Estaremos devolvendo o valor repassado a Câmara para ajudar no combate ao covid-19. Fizemos isso no mês de abril, com o valor de R$ 300 mil reais e agora em maio esses R$ 200 mil. E vamos continuar devolvendo até o final dessa pandemia que estamos passando” disse Antônio Henrique.

O Prefeito da cidade de Sertânia, Ângelo Ferreira (PSB) tem realizado importantes ações no combate ao covid-19.

SEU EMANUEL TENÓRIO DE HOLANDA

Seu Emanuel Tenório fez parte do elenco,
de "Jesus Alegria dos Homens" de 1991 a
2000
No dia 26 de agosto de 2006, o Colégio Diocesano de Garanhuns, perdeu um dos seus maiores símbolos de alegria, humildade e fé: Emanuel Tenório de Holanda. Foi aluno do Gigante da Praça da Bandeira (Praça Mons. Adelmar da Mota Valença) e nele trabalhou com serenidade e amor, por mais de trinta anos. Sua longa passagem pelo Colégio, como coordenador, foi marcada por um carisma indescritível, um amor inabalável e uma dedicação impressionante. Foi ele que, em 1989, retomou os trabalhos de teatro do Colégio.

Seu Emanuel sempre gostou muito das artes cênicas. Quando adolescente, guiado por Mons. Anchieta Callou e Dona Almira, participou de peças realizadas no Diocesano. Em 1991, voltou aos palcos com a  peça João Simplício, apresentada no 1º Festival de Inverno de Garanhuns. Meses antes, Prof. Carlos Janduy o convidou para fazer parte do elenco de Jesus Alegria dos Homens, a Paixão de Cristo de Garanhuns que estreava naquele ano. Apesar do frio que enfrentaria no Alto do Magano, não hesitou e aceitou o convite de Gerson Lima, diretor do espetáculo, para interpretar Pedro, apóstolo de Jesus. Seu entusiasmo era tanto que contagiava a todos os colegas de cena. Aos 64 anos, lá estava Seu Emanuel com sua energia extraordinária, emanando simpatia e conquistando o coração de todos do espetáculo Jesus Alegria dos Homens, do qual participou por vários anos.

Dentre as tantas homenagens póstumas, prestadas ao Senhor Emanuel, duas foram publicadas no Informativo Diocesano Sempre, edição número 49. Nada mais justo do que registrá-las como prova indelével de quanto este Homem foi e é querido e o quanto contribuiu com sua sapiência e seu jeito especial de ser, para a História do Diocesano.

Um amigo no Céu

E lá se foi meu amigo, Amigo de verdade, Amigo luz, Amigo exemplo. Quanto aprendi com ele! Deveria ter aproveitado mais as lições de vida do seu tempo; mas ainda bem, meu Deus, ainda bem que deu tempo marcar a nossa amizade com uma declaração franca e mútua de afeto e consideração.
Que saudade!...
Saudade que  banha meu rosto...
Saudade de sua atenção, de sua espirituosidade...
Quanta mansidão no olhar e nas palavras.
Quem dera, meu Deus, eu chegar àquela grandeza.
Quis o destino que eu não o visse partir... Nem antes nem depois, mas guardasse dele o sorriso, o abraço, a voz, os conselhos e um pedido...
Agora no céu um anjo a mais (daqueles bem íntimos de Deus).
Aqui na terra foi homem de viver e Fé e a Humildade.
Ganhou um lugar no céu do coração de todos que o amavam e, claro, a compensação Divina.
"Ronca o besouro na flor...
Na flor... Na flor...
Ronca o besouro na flor",
anunciando um amigo no céu.

Carlos Janduy
(Recife, 26 de agosto de 2006)

Ao mestre com carinho 

Quando eu penso em um homem bom, meu paradigma é sempre Seu Emanuel. Ele foi sempre um grande sujeito. Tinha um coração lindo e um sorriso e uma lição para nos dar. Nunca recebeu ninguém de cara feia, cuidava de todos sempre com carinho, como se fôssemos filhos seus.
O Colégio Diocesano não será mais o mesmo; vai ficar o vazio deixado por um homem grande - de ação, de coração, de amor.
Adeus, Seu Emanuel, e continue cuidando da gente ai de onde o senhor está, junto de Deus.
Com muito amor, de sua amiga a quem fará falta o abraço apertado.

Marília Jackelyne Nunes
(Agosto de 2006)

Dele guardaremos este belo testemunho de fé: "Não tenho medo de morrer, porque creio muito em Deus e sei que ele me ama". Emanuel Tenório de Holanda.

Texto transcrito do livro Colégio Diocesano de Garanhuns - Cem Anos de Ciência e Fé - Manoel Neto Teixeira - 3ª Edição - 2015

UMA CANÇÃO PARA GARANHUNS

Maurilo Matos

Resplende na terra, num vale virente,
E o grito da seiva que explode na serra,
Atrai o Quilombo e o Cariri.
Do audaz sertanista dos passos ressoam
E alcançam o vale dos bravos Unhanhuns:
Os sangues se mesclam e os campos povoam
Então tu nasceste assim, Garanhuns.

Garanhuns,
Canta alegre canção que tu és;
Queda paz sejas sempre o cenário,
E teus filhos, do amor os lauréis.
Que fecunda teus vales, teus montes;
Esta mesma canção que da gente
Jorra como as águas das fontes.

Do herói bandeirante tu foste pousada,
Refúgio de negros nos teus alcantis.
Dançaste o Toré e fizeste toada,
Promessas, macumbas e ouricuris.
Ó bela Simôa, teus filhos conclama
E lembra teus feitos desde o alvorecer.
A que bem alto teu nome proclama,
Exulta no hino do teu florescer.

RELATOR ENVIA ALERTA À SECRETARIA DE SAÚDE SOBRE COMPRA DE APARELHOS DE RAIO-X

Por meio de um Alerta de Responsabilização emitido na última segunda-feira (25), o conselheiro Carlos Porto advertiu a Secretaria de Saúde do Estado sobre um possível sobrepreço na compra de 10 equipamentos de radiodiagnóstico móvel de uso geral (aparelhos de Raio-X portátil, 125KV), destinados ao enfrentamento à pandemia provocada pela Covid-19. Carlos Porto é relator das contas da SES em 2020.

O documento foi encaminhado ao secretário André Longo, mediante solicitação da equipe técnica da Gerência de Auditorias da Saúde do Tribunal de Contas, que realizava uma auditoria para acompanhar as aquisições e contratações de bens e serviços da Secretaria, para combate aos efeitos causados pelo novo coronavírus.

Os equipamentos foram adquiridos por meio de dispensa de licitação (nº 109/2020), homologada no dia 30 de abril, junto à empresa VMI Tecnologias Ltda., ao custo unitário de R$ 299.000,00, totalizando assim uma despesa de R$ 2.990.000,00, conforme consta no Portal de Transparência de Pernambuco.

De acordo com o relatório de auditoria, o Estado de Pernambuco comprou em 2019 equipamento idêntico a um custo unitário de R$ 89.870,00. Por outro lado, a própria empresa contratada – a VMI Tecnologias – ofereceu aparelhos similares em três licitações, das quais participou anteriormente, com preços que variavam de R$ 71.000,00 a R$ 95.000,00.

Com base no comparativo, a auditoria concluiu que o valor do equipamento adquirido na pandemia encontrava-se em percentual superior a 200%, levando em conta o que foi dispendido em compras anteriores. O relatório destaca que são naturais oscilações de preços causadas pela inflação e pela situação de anormalidade atual, porém, conclui que o gestor precisa ser alertado sobre o acréscimo significativo.

'SE BRASIL PARAR POR DUAS SEMANAS, É POSSÍVEL EVITAR AS 125 MIL MORTES' DIZ ESPECIALISTA

Ali Mokdad
Ali Mokdad dirige parte das projeções feitas pelo IHME, instituto de métrica da Universidade de Washington utilizado pela Casa Branca como um dos principais modelos para monitorar Covid-19.

Desde o meio de maio, Mokdad e sua equipe acompanham o avanço da pandemia no Brasil e suas conclusões são bastantes sombrias. Na segunda-feira (25), o instituto atualizou para cima a expectativa de mortes pela doença no país: de 88 mil para mais de 125 mil óbitos previstos até agosto.

Em entrevista à Folha de S.Paulo, Mokdad diz que a tendência de casos e mortes no país é de alta e que a situação pode ser ainda pior se governo e população não levarem a crise a sério e adotarem "lockdown" por duas semanas.

"As infeções e mortes vão crescer e, o mais assustador, haverá a sobrecarga total do sistema de saúde." Caso cumpra o confinamento total por 14 dias, explica Mokdad, o Brasil conseguirá controlar a propagação do vírus e poderá fazer a reabertura das atividades econômicas de maneira estratégica e até mais rapidamente.

Especialista em saúde pública, diz sofrer críticas por ter um modelo que varia bastante, mas, no caso da pandemia, prefere que suas projeções se ajustem com o tempo. "Se os brasileiros ficarem em casa por duas semanas, meus números vão baixar. E não porque fiz algo errado, mas porque os brasileiros fizeram algo certo."

Fonte: Folha de Pernambuco

quinta-feira, 28 de maio de 2020

"NÃO É GRIPEZINHA", DIZ LUIZA TRAJANO, UMA DAS MAIORES EMPRESÁRIAS DO BRASIL


Por Samanta Sallum / Congresso em Foco

Luiza Helena Trajano, à frente da holding Magazine Luiza, afirma que para o setor sobreviver à crise são necessários: socorro financeiro do Estado; o Congresso aprovar medidas de apoio; e os empresários se reinventarem.  Diante da crise, as ações da empresária fizeram com que o Magazine Luiza foi e apontado por um estudo da ESPM como a empresa que tem a melhor imagem durante a crise.

Aponta que é preciso inovar, aderindo às tecnologias digitais. Magazine Luiza está hoje em segundo lugar no ranking das empresas que mais vendem pela internet, só perdendo para Amazon.

Com mais de 1 mil pontos físicos de venda em 16 estados, para ela, é preciso ter cuidado na reabertura do comércio diante do coronavírus . “Isso não é uma gripezinha. Vejamos os exemplos no mundo. É preciso tomar todos os cuidados para preservar a saúde de consumidores e trabalhadores.”

Luiza Helena falou sobre o cenário atual em encontro online promovido pela Fecomércio-DF, nas redes sociais. Além de presidente do Conselho do Magazine Luiza, ela lidera o grupo Mulheres do Brasil.

União Política

Segundo Luiza, o Congresso está fazendo a sua parte aprovando as medidas necessárias para dar apoio ao setor. Mas, o momento deveria ser de mais união na política. “É preciso brigar menos . É preciso fazer mais . É isso que a sociedade espera: ações para salvar o Brasil. “

A live contou com a presença do presidente da Fecomércio-DF, Francisco Maia, e com a mediação da jornalista Samanta Sallum.

A empresária acredita que os pontos de venda físicos vão sobreviver apesar da crise. Serão readaptados . “O físico e digital podem se complementar, se integrar. O consumidor poderá comprar pelo digital e pegar na loja com o calor humano", aponta.

Parceiro Magalu

Luiza enfatizou a preocupação com os micro e pequenos empresários. Para ajudá-los, criou o projeto Parceiro Magalu. Lá, o empreendedor vende por meio da loja da Magazine e recebe comissões.

Assim, ela abriu sua plataforma de vendas pela internet para os que estavam fora do mundo digital . Abriu para novos parceiros. E já são mais de 30 mil.

Ela organizou também uma cartilha com informações úteis aos empresários que necessitam de ajuda neste momento.

Fecomércio

“Estamos buscando entender o novo mundo que está se formando. Hoje, o e-commerce é um fato e a Luiza é uma das maiores entendedoras do assunto”, disse o presidente da Fecomercio -DF , Maia, que convidou Luiza a participar da Live.

“Com inovação e coragem, a Magazine se tornou uma grande empresa, ocupando um espaço enorme na internet. Eu vejo que muitos empresários não prestam atenção nesse ponto e acabam não se atualizando. Tenho uma preocupação enorme com esse assunto e gostaria de desafiar os empreendedores a pensarem diferente: ter uma visão do futuro, em especial, pelos tempos em que estamos vivendo. Precisamos de vozes como a da Luiza para nos ajudar”, comentou Maia.

Luiza ressaltou a necessidade do empresário entender o momento e procurar ajuda de entidades, como a Fecomércio-DF.

“É preciso ter coragem, aprender de novo. Vamos ter uma nova realidade, essa é a verdade. O mercado não vai ser o mesmo, não vai ter jeito”, concluiu Luiza.