sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Em Iati a" BIG PISTA" está pronta para abertura do Pernambucano de Motocross


Concluída a construção do novo circuito de Iati, que sedia nos dias 19 e 20 de agosto, a abertura da temporada 2017 do Pernambucano de Motocross.

A S2 Sports conversou na noite da última quarta, 16, com Sérgio Flores organizador do Campeonato Pernambucano de Motocross 2017 que tem primeira rodada no próximo fim de semana 19 e 20 de agosto.

Sérgio está em Iati trabalhando nos detalhes finais da nova pista, construída e assinada por ele. No inicio do projeto a mesma era para ficar com 1.200 metros, mas ficou melhor que o esperado, como ele próprio falou ficou um BIG PISTA após finalização ficando com 1.400 metros.

Os obstáculos são variados, a mesa de chegada tem aproximadamente 35 metros, além dela tem duplos, costelas e outros obstáculos mas, segundo Sérgio a pista e de média alta, e contém vários pontos de ultrapassagem.

O evento conta com total apoio do prefeito Tonho de Lula.

Cronograma das Provas e Premiação click no link abaixo:


http://www.s2sports.com.br/

Programa Paulo Freire abre inscrições para seleção de voluntários

De 21 a 25 de agosto, a Secretaria Estadual de Educação (SEE), por meio do Programa Paulo Freire, realiza inscrições para a seleção de 1.118 voluntários alfabetizadores, coordenadores de turmas e alfabetizadores tradutores/intérpretes de libras para atuarem nas ações de alfabetização no âmbito do Programa Brasil Alfabetizado/Programa Paulo Freire – Pernambuco Escolarizado.

Podem participar candidatos que possuam, no mínimo, nível médio de escolaridade para as funções de voluntários, alfabetizadores e intérpretes, e nível superior em educação para a função de coordenador. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas na Gerência Regional de Educação (GRE).

O processo seletivo acontece em duas etapas: análise da documentação de cadastro e participação na formação inicial. O resultado final da seleção será divulgado no dia 20 de outubro, no site da Secretaria Estadual de Educação. A duração do voluntariado é de oito meses e as bolsas variam de R$ 400 a R$ 800, de acordo com a função do voluntário.

Click no link abaixo e confira o edital


GRE-AM

PRONATEC: Terminam nesta sexta as inscrições para 500 mil vagas

Terminam nesta sexta-feira, 18, as inscrições para mais de 500 mil vagas gratuitas, presenciais e a distância, em cursos de formação inicial e continuada e cursos técnicos, dentro do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) – Oferta Voluntária. Desse total, 570 vagas são para cursos de qualificação profissional, sendo 190 presenciais. Há 1.412 vagas para cursos técnicos, todas presenciais. Os interessados devem se candidatar pelo Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec). As aulas terão início a partir de 28 de agosto.

Iniciativa do Ministério da Educação, o Pronatec Oferta Voluntária visa ampliar a oferta gratuita de formação profissional. “O objetivo principal é deixar os cidadãos habilitados a participar das vagas de emprego”, explica o diretor de articulação e expansão das redes de educação profissional e tecnológica do MEC, Geraldo Andrade de Oliveira. Segundo ele, há muitos empregos disponíveis no mercado que não são preenchidos pela falta de qualificação dos candidatos. “Mesmo quem já está empregado vai conseguir desenvolver melhor o seu papel estando qualificado. Além disso, quem está desempregado ou está querendo entrar no mercado de trabalho também vai conseguir essa oportunidade.”

Podem se candidatar todos os cidadãos brasileiros com mais de 15 anos. Os cursos, com duração mínima de 160 horas, são oferecidos por instituições privadas de educação profissional e tecnológica, de forma voluntária, e englobam as mais diversas áreas. “Temos cursos nas áreas mais administrativas, nas mais operacionais, como para inspetor de qualidade, almoxarife de obras, representante comercial, higienista de serviço de saúde”, exemplifica Geraldo. Cada modalidade segue critérios específicos.

As inscrições para o Pronatec Oferta Voluntária são online e devem ser realizadas por meio do Sistec. Clique no link abaixo:

Paulo Câmara: "É uma tradição de Pernambuco reverenciar os seus patrimônios vivos"

O governador Paulo Câmara diplomou, ao lado da primeira-dama Ana Luiza, seis novos artistas que, a partir de agora, passarão a integrar a galeria de Patrimônios Vivos de Pernambuco. O evento aconteceu na manhã desta quinta-feira (17.08), no Teatro de Santa Isabel, na mesma data em que se comemora o Dia Nacional do Patrimônio Histórico. Na ocasião, o gestor enalteceu a importância dos diplomados como agentes preservadores e multiplicadores das expressões culturais do Estado.

"É uma tradição de Pernambuco reverenciar os seus patrimônios vivos. A gente fica feliz de estar preservando as raízes culturais, buscando políticas inclusivas. Hoje é um dia para nós homenagearmos esses patrimônios, mas, acima de tudo, para refletirmos. Pernambuco ainda tem muito a avançar, temos uma cultura muito rica que precisa ser tão bem divulgada, tão bem difundida e apropriada pelos pernambucanos. O que nós queremos com movimentos como esse é fazer com que essa mensagem chegue a todos os pernambucanos, para que eles saibam que têm um Estado rico, com artistas maravilhosos que têm muito a contribuir ainda com a nossa cultura", ressaltou o governador.

Paulo Câmara ainda aproveitou o momento para enaltecer o trabalho integrado que é realizado em parceria com os conselhos culturais e os artistas. "Fico muito satisfeito e determinado de trabalhar por Pernambuco sabendo que vamos continuar a ter uma relação com a classe artística, com os movimentos culturais, de preservação do patrimônio histórico. Quero, mais uma vez, reafirmar o nosso compromisso de buscar alternativas, de estar sempre conversando com os conselheiros, com a sociedade civil, com os artistas, procurando valorizar a nossa cultura e o nosso povo. Temos que trabalhar com pés no chão, estar unidos e, acima de tudo, apostar no que vai dar certo, que é a educação e a valorização da cultura de quem faz cultura em Pernambuco", declarou.

O secretário de Cultura de Pernambuco, Marcelino Granja, apontou que as políticas públicas realizadas pelo Estado, em conjunto com os artistas e representantes das artes, são cruciais no processo de promoção de ações democráticas e inclusivas. "Investir em arte é uma forma de fazer com que a gente resista, avance e crie perspectivas para o futuro. Quando o governador Paulo Câmara, desde o dia 1º de janeiro de 2015, fez um diagnóstico preciso de que teríamos meses de grande dificuldade, nós mantivemos Pernambuco de pé também na cultura. Neste período, com toda dificuldade, aumentamos o investimento no Funcultura, criamos um Funcultura dedicado à música e implantamos os três conselhos de cultura, que hoje, ajudam a política pública de Pernambuco a ser democrática, inclusiva e pactuada. O Estado promove ações concretas, com uma política de desenvolvimento social que mantém a arte de pé. Avançamos para que tenhamos um povo mais feliz. Sem arte e sem cultura, isso não seria possível", frisou Granja.

Neste ano, foram agraciados com o título: Maria dos Prazeres (parteira tradicional/Jaboatão dos Guararapes), Mestre Chocho (música, choro/Jaboatão dos Guararapes), André Madureira (dança, música, teatro/Recife), José Pimentel (artes cênicas/Recife), Reisado Inhanhum (reisado/Santa Maria da Boa Vista) e Sociedade dos Bacamarteiros do Cabo (bacamarte, cultura popular/Cabo de Santo Agostinho). Eleitos pelo Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural (CPPC), no último dia 13 de julho, os novos Patrimônios Vivos de Pernambuco já são fruto da atualização da Lei 12.196/2002 (Registro do Patrimônio Vivo do Estado de Pernambuco), que ampliou de três para seis os candidatos outorgados com o título.

Agraciado com o título Patrimônio Vivo de Pernambuco, o ator José Pimentel agradeceu a homenagem, ressaltando que espera continuar o trabalho que vem fazendo de valorização da cultura pernambucana. "Vou continuar fazendo o que eu sei, cuidando do teatro e das artes no geral, com honestidade, com ética e com vontade de ensinar para os outros tudo aquilo que eu aprendi". Outro homenageado da manhã, o bacamarteiro Ivan Martins, que representou toda a Sociedade dos Bacamarteiros do Cabo, destacou que reconhecimentos como esses são importantes para os artistas de Pernambuco. "Os bacamarteiros são um povo que remontam muitas festas e tradições. Hoje estamos recebendo esse reconhecimento, que é muito importante. É uma satisfação muito grande estar aqui, eu acho que em um momento como esse, o reconhecimento não fica apenas com a Sociedade dos bacamarteiros do Cabo, mas com toda a sociedade de bacamarteiros do Estado de Pernambuco".

A solenidade também foi marcada pela entrega da 2ª edição do Prêmio Ayrton de Almeida Carvalho de Preservação do Patrimônio Cultural de Pernambuco. O título é um reconhecimento e também um incentivo à participação social na preservação dos bens e expressões culturais do Estado, sejam eles materiais ou imateriais. Foram agraciados com o prêmio os seguintes projetos: na categoria Formação, a ação "Método Oca - Oficina de Cinema de Animação"; na categoria Promoção e Difusão, a ação "Projeto Cultural Mapeamento de Bandas de Música de Pernambuco"; e na categoria Documentais e Memória Cultural, a ação "Oratorianos Conservação e Restauração da Coleção de Obras Raras São Felipe Neri da Faculdade de Direito do Recife". Os vencedores receberão um prêmio de incentivo no valor de R$ 20 mil.

http://www.pe.gov.br/b/15133

Agricultura vai liberar R$ 90 milhões para seguro rural do segundo semestre

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento anunciou ontem (17) a liberação de R$ 90 milhões para o Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural no segundo semestre deste ano. Os recursos vão subvencionar o seguro das culturas de verão e inverno, abrangendo grãos e frutas.

Segundo a resolução do  Comitê Gestor Interministerial do Seguro Rural, publicada hoje no Diário Oficial da União, serão destinados R$ 30 milhões para frutas, R$ 10 milhões para milho, trigo e demais grãos de inverno e R$ 50 milhões para grãos de verão, cujo período de plantio começa em outubro.

Dos R$ 50 milhões que serão destinados aos grãos de verão, R$ 6 milhões serão usados para subvenção de produtos de seguro rural do tipo “faturamento agrícola”, mais conhecido como "seguro renda" e R$ 2 milhões para um projeto piloto de seguro envolvendo a participação direta de empresas privadas.

Desde o início do ano, já foram liberados R$ 180 milhões para o programa.

Agência Brasil

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Curso gratuito de produção de mudas é promovido na Várzea

A Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente está promovendo no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) da Várzea, o curso de coleta de sementes, beneficiamento, armazenamento e produção de mudas nativas para a comunidade e estudantes do curso de Agronomia da UAG/UFRPE. O curso começou no dia 16 de agosto e seguirá até esta sexta-feira (18) abordando aspectos teóricos e práticos que proporcionará aos participantes produzir mudas e garantir o cultivo destas nos próximos projetos desenvolvidos no município. 

O incentivo à atividade faz parte das etapas do projeto que visa fomentar a produção de sementes e mudas de espécies florestais nativas para a recuperação de áreas degradadas e de preservação permanente no Município de Garanhuns. Este projeto foi oportunizado pelo Fundo Nacional do Meio Ambiente. As aulas práticas acontecem na própria Sementeira do Município, localizada na Várzea. 

Secom/PMG.

"Sr. Cidadão" aplicativo para você monitorar políticos

A busca dos cidadãos por informações de políticos ganhou um novo reforço. O aplicativo Sr. Cidadão busca oferecer aos brasileiros ferramentas para acompanhar a atividade de políticos selecionados. O app que reúne em um só lugar, de maneira resumida e acessível, dados de políticos, o trabalho nas casas legislativas e informações de campanhas.

De acordo com o tutor do projeto, professor Wagner Gonçalves, a ideia surgiu após o julgamento do mensalão, mas só se concretizou efetivamente com as denúncias da Operação Lava Jato. “A nossa preocupação é com a memória curta do eleitor em relação aos políticos que ajuda a eleger”, explica.

“O que o político mais tem medo é de ser fiscalizado. No caso do Sr. Cidadão essa fiscalização vibra no bolso do brasileiro. A ideia converge com o momento em que a população está mais preocupada com o cenário político. Esse aplicativo nasceu da indignação com a corrupção”, explica Gonçalves.

Por enquanto, o app está disponível apenas para Android, mas também será desenvolvido para IOs. Atualmente, mais de 1.500 pessoas já realizaram o download do aplicativo. “As informações são coletadas em tempo real, por isso, a nossa ideia é que o cidadão sempre volte ao aplicativo.  

Como funciona

O Sr.Cidadão colhe informações espalhadas em várias fontes oficiais e disponibiliza para o eleitor para que ele possa interagir (gostar ou não gostar) com o trabalho do político.

Depois de baixar o aplicativo, o cidadão pode escolher quais casas legislativas, quais estados e quais políticos deseja monitorar. A partir daí, vai receber alertas periódicos do trabalho do político, como presença ao trabalho, votação em matérias em plenário e dados eleitorais (evolução dos bens, gastos e doações recebidas).

Ao interagir com os alertas recebidos, o Sr.Cidadão cria o que os desenvolvedores chamam de “Conselheiro do Voto” para o eleitor, apresentando então aquele político mais e menos curtido pelo cidadão. “Cria-se então de forma simples uma visualização materializada do alinhamento (ou não) entre o político e o cidadão”, afirma Gonçalves.

De acordo com Gonçalves, o aplicativo foca na figura do político e seus atos enquanto representante do povo, apresenta e resume o seu trabalho e dados financeiros. Com o resumo dos atos do político e a interação com o aplicativo, o cidadão cria então massa crítica para saber se está ou não bem representado.

Onde encontrar

Google play

Site official: www.srcidadao.com.br 

http://contasabertas.com.br

PEC do Simples Municipal é aprovada em primeiro turno

O plenário do Senado aprovou ontem (16), em primeiro turno, uma proposta de emenda à Constituição (PEC) que simplifica a prestação de contas de municípios de menor porte. O texto aprovado prevê, especialmente, a simplificação nas regras para convênios e transferências de créditos da União e dos estados.

Chamada de PEC do Simples Municipal, a proposta tem o objetivo principal de facilitar as prestações de contas dos municípios menores que não possuem em seus quadros, na maior parte das vezes, servidores qualificados para atender às exigências legais previstas.

Para o autor da PEC, senador Antônio Anastasia (PSDB-MG), "não é justo que municípios pequenos e sem recursos tenham que atender à mesma burocracia de municípios grandes como São Paulo". Ele citou como exemplo as dificuldades enfrentadas por pequenos municípios mineiros.

Na análise da proposta, o relator, senador Romero Jucá (PMDB-RR), ressaltou que, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 60% dos municípios brasileiros têm menos de 15 mil habitantes, “menor, portanto, que o número de servidores da Câmara dos Deputados”.  Jucá ressaltou ainda que apenas 36,6% dos servidores municipais brasileiros possuem formação superior.

A PEC ainda precisará passar por três sessões de discussão antes da votação em segundo turno, antes de seguir para a Câmara dos Deputados. Além disso, depois que a Constituição for alterada pela emenda, ela ainda precisará ser regulamentada por um projeto de lei complementar que deverá estabelecer, por exemplo, quais municípios se enquadrarão na categoria “menor porte”.

Agência Brasil.

Garanhuns vivencia Semana da Pessoa com Deficiência

A partir da próxima segunda-feira (21), Garanhuns, no Agreste Meridional de Pernambuco, promove uma série de atividades alusivas à Semana Estadual da Pessoa com Deficiência. Neste ano, a mobilização tem como tema central “Calçadas: direito fundamental de ir e vir”. A abertura oficial acontecerá no dia 21, às 9h, na Câmara de Vereadores. A programação, que conta com atividades como ações educativas na rua, oficinas, mesas redondas e caminhada, segue até o dia 28 deste mês. 

Com o objetivo de sensibilizar e conscientizar a sociedade, além de integrar os órgãos públicos e privados sobre os direitos fundamentais das pessoas com deficiência, a ação contará com atividades desenvolvidas pelas secretarias de Saúde e Assistência Social e Direitos Humanos, além de entidades que atuam diretamente com a temática, entre elas o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Comud), Centro de Apoio Pedagógico às Pessoas Cegas (CAP), Associação dos Deficientes Visuais do Agreste Meridional de Pernambuco (Advampe), Lions Clube e Associação de Pais e Excepcionais (Apae). 

Confira a programação da Secretaria Assistência Social e Direitos Humanos: 

Dia 21 (segunda-feira)
9h | Abertura oficial na Câmara de Vereadores
14h | Mesa redonda no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Bela Vista, com o tema “Inserção da Pessoa com Deficiência no Mercado de Trabalho”

Dia 22 (terça-feira)
9h | Oficina de feltro no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Magano
14h | Oficina de dança na Escola Dom Juvênio de Brito

Dia 23 (quarta-feira)
9h | Dia de Beleza no Salão Cícera, bairro São José
14h | Mesa redonda no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Quilombo com o tema “Inserção da Pessoa com Deficiência no Mercado de Trabalho”

Dia 24 (quinta-feira)
9h | Oficina de Jornal no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Heliópolis
13h30min | Contação de história em libras no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Heliópolis 

Dia 25 (sexta-feira)
9h | Oficina de libras na Casa dos Conselhos
13h30min | Oficina de contação de histórias na Casa dos Conselhos 

Dia 28 (segunda-feira): 
8h | Caminhada de encerramento da Semana da Pessoa com Deficiência, saindo da Escola Dom Juvêncio de Brito. 

Cloves Teodorico
Secom/PMG.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Inscrições para o Exame Supletivo 2017 podem ser feitas até dia 18

Após prorrogação do prazo, as inscrições para o Exame Supletivo 2017, na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA), em níveis de Ensino Fundamental e Ensino Médio, podem ser feitas até esta sexta-feira, 18. As inscrições são feitas através do site da Secretaria Estadual de Educação (SEE) www.educacao.pe.gov.br. As provas acontecem em outubro e os aprovados receberão certificado de conclusão do Ensino Fundamental ou Médio, a depender do nível no qual o participante se inscreveu. 

Para o Ensino Fundamental, podem participar pessoas com 15 anos completos até a data de realização das provas. Já para o Ensino Médio, podem participar pessoas com 18 anos completos até a realização das provas, que serão realizadas nos dias 15 de outubro para o público em geral, e 16 de outubro para os privados de liberdade em ambos os níveis.

O horário e local da prova estarão no cartão de inscrição dos participantes, disponível no site da SEE a partir de 11 de setembro de 2017. O gabarito das provas e os cadernos de questões serão divulgados no dia 18 de outubro de 2017, na sede da Secretaria de Educação, localizada na Várzea, nas Gerências Regionais de Educação (GRE) e no site da SEE.

Os recursos serão aceitos nos dias 19 e 20 de outubro, no horário das 8h00 às 17h00, na Gerência de Avaliação e Monitoramento das Políticas Educacionais (GAMPE) da SEE, e nas Gerências Regionais de Educação (GRE) do interior e Região Metropolitana do Recife (RMR). O julgamento dos recursos será disponibilizado no dia 01 novembro de 2017, no portal da Secretaria. O resultado final do Exame Supletivo sai no dia 19 de dezembro.

GRE-AM

Contran antecipa implementação da carteira de motorista eletrônica

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) decidiu antecipar a implantação, pelos estados, da nova Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e). Por meio de uma pequena alteração no texto legal em vigor desde julho deste ano, o conselho responsável por regulamentar as normas de trânsito estabeleceu que os órgãos estaduais devem implantar o novo sistema até 1º de fevereiro.

Pela Resolução 684, de 25 de julho, os órgãos e entidades de trânsito dos estados e do Distrito Federal deveriam estar aptos a fornecer e fiscalizar a Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica a partir de 1º de fevereiro de 2018. Já a Resolução 687, publicada no Diário Oficial da União de hoje (16), estabelece que os estados devem estar aptos a fazê-lo até 1º de fevereiro de 2018.

“Os Detrans que tiverem interesse já podem iniciar seus testes e se adequarem, com antecedência, à data prevista para entrada em vigor da [nova] resolução, 1º de fevereiro”, informou o Ministério das Cidades, acrescentando ainda não ter um diagnóstico sobre os preparativos estaduais para implementar o sistema, ainda em fase de testes.

Um projeto-piloto começa a funcionar no próximo mês, em Goiás. Escolhido para o desenvolvimento da experiência, o estado deve começar a disponibilizar a CNH-e a todos os motoristas que solicitarem permissão provisória, renovação, adição de categoria e emissão de segunda via a partir do próximo mês. Junto à versão digital, os interessados continuarão recebendo o antigo modelo, impresso. Segundo o Detran-GO, o novo sistema não acarretará qualquer mudança na rotina dos cidadãos, nem gerará custos adicionais aos motoristas.

Agência Brasil.

Lula dispara em nova pesquisa e disputa 2º turno com Bolsonaro

Uma nova pesquisa sobre a sucessão presidencial, feita pelo instituto DataPoder360, revela que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva cresceu seis pontos percentuais entre julho, mês em que foi condenado pelo juiz Sergio Moro, e agosto, passando de 26% para 32%.

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) também cresceu, passando de 21% a 25%, e se consolidou na segunda posição, no cenário em que Geraldo Alckmin, com 4%, é o candidato do PSDB.

Se a alternativa tucana for João Doria, Bolsonaro também passa ao segundo turno, mas com 18%.

A pesquisa também revela o desaparecimento de Marina Silva, que caiu de 12% a apenas 3%.

Uma das explicações para o crescimento de Lula é a percepção, por grande parte do eleitorado, de que ele vem sofrendo perseguições judiciais, enquanto políticos de outros partidos, especialmente do PSDB e do PMDB, vêm sendo blindados pelo Poder Judiciário.

Caso a direita consiga impedir a candidatura Lula, com manobras judiciais, o ex-prefeito Fernando Haddad teria apenas 5% dos votos.

Portal 247

Quilombolas em Pernambuco lutam para preservar cultura negra

Segundo Guitinho da Xambá, os
obstáculos existem até mesmo
para os quilombos urbanos.
Foto: Rinaldo Marques


Por Tayza Lima

O município de Bom Conselho, a 287 quilômetros da capital pernambucana, no Agreste Meridional, abriga uma das mais antigas comunidades quilombolas do Estado: os Macacos do Sítio Escorrego. A memória dos moradores mais antigos indica que o povoado se formou no final do século 17, com o desmantelamento do famoso Quilombo dos Palmares.

Em junho de 2005, a Fundação Cultural Palmares, ligada ao Ministério da Cultura, emitiu o certificado que atesta que ali vivem herdeiros, descendentes de uma história de luta contra a escravidão. O professor de história Vitor Gomes é uma dessas pessoas, e explica como é o processo de se reconhecer quilombola.

“Coletividade. Na cultura africana, esse traço coletivo é bastante forte, ele parte de maneira natural da história não-oficial do município. Sempre costumam dizer: ‘Lá no Escorrego era o lugar dos negros’. Então há aquele boato, aquela espécie de história oral, e que com o tempo as pessoas vão mastigando, vão entendendo que ali tem uma memória quilombola, uma memória africana.”

Em Pernambuco, mais de 150 grupos se reconhecem como pertencentes a um território com raízes africanas. A maioria dessas áreas se localiza na zona rural, mas também existem os chamados quilombos urbanos. Em 2006, a Nação Xambá, da comunidade do Portão do Gelo, em Olinda, foi reconhecida como o primeiro quilombo urbano do Nordeste.

Geograficamente mais perto da sede do Governo do Estado, o Terreiro tem mais acesso a políticas sociais e de infraestrutura, mas como relata um dos integrantes da Nação, Guitinho da Xambá, as dificuldades existem. “Há um imaginário no Brasil de que a questão indígena e negra é cultural. E às vezes, até para consertar uma canaleta, por exemplo, a gente tem que ir pela Secretaria de Cultura. Então de certa forma, as políticas chegam, mas chegam meio capengas.”

Em 2016, o Governo do Estado lançou o plano Pernambuco Quilombola, com o objetivo de promover e acompanhar ações de fortalecimento e preservação do povo de quilombo. Para o coordenador do programa na Secretaria de Desenvolvimento Social de Pernambuco, Antônio Crioulo, o maior problema ainda é a demarcação. “A maior dificuldade das comunidades parte de um eixo estruturante, que é a questão do acesso à terra. Se as comunidades têm acesso ao seu território, elas conseguem lutar pela questão da educação diferenciada, da agricultura.”

O Governo de Pernambuco tem uma parceria com o Incra para a titulação e demarcação de áreas quilombolas. O antropólogo do Serviço de Regularização de Territórios Quilombolas do órgão, Johnny Cantarelli, afirma que, atualmente, há oito processos em andamento, sendo o mais avançado o da comunidade de Castainho, em Garanhuns, Agreste Meridional.

“Algumas propriedades privadas já foram desapropriadas, e as terras que pertencem ao Estado de Pernambuco estão para se regularizar. Com relação aos demais processos e comunidades, a gente está dialogando para, em um momento possível, iniciar os trabalhos efetivos”, acrescentou Cantarelli.

Mas esse “momento possível” pode demorar ainda mais a chegar. A CPI da Funai e do Incra, instalada pela Câmara dos Deputados em 2015 e renovada em 2016, apresentou o relatório final dos trabalhos no início de maio deste ano. O documento prevê o indiciamento de 88 pessoas e propostas de novas políticas de demarcação de territórios de povos tradicionais.

A antropóloga Isabel Rodrigues, do Incra no Recife, explica qual o impacto da aprovação do relatório para as comunidades quilombolas. “O suporte jurídico que fundamentava essa política está sendo questionado. Até mesmo no que diz respeito ao conceito do próprio quilombola, do que seria o remanescente de quilombo. Vai ser muito difícil a gente conseguir reverter esse quadro se essas mudanças vierem a acontecer.”

Além do território, uma das reivindicações constantes dos quilombolas se refere à educação. Apesar do currículo escolar afro-brasileiro já ser lei, as comunidades se organizam internamente para ensinar aos mais novos o passado do seu povo e dos heróis negros, como conta Guitinho, da Nação Xambá. “A gente mostra a história e as músicas contando o cotidiano da comunidade. Possibilitamos o conhecimento das tradições de matriz africana, o que deveria ser feito na escola. O moleque estando aqui, no Centro Cultural da Xambá, sabe muito bem o quanto a gente tem importância nesse País.”

O termo quilombo, no dicionário, significa acampamento, esconderijo no mato onde se refugiavam escravos. Mas para quilombolas como Guitinho e Vitor, enquanto a opressão contra o povo negro persistir, quilombo vai ser sinônimo de luta e resistência.

http://www.alepe.pe.gov.br/especial/?noticia=293033

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Cientistas da Fiocruz em PE descobrem substância que pode bloquear produção do vírus Zika

Cientistas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em Pernambuco descobriram uma substância que pode bloquear a produção do vírus Zika em células epiteliais e neurais. O estudo a respeito da 6-metilmercaptopurina ribosídica (6MMPr) foi publicado na última sexta-feira (11) na revista International Jornal of Antimicrobial Agents, mas a instituição divulgou hoje (15) a descoberta.

A substância atua contra o tipo de zika que circula no Brasil. Os testes foram realizados in vitro pelo Departamento de Virologia e Terapia Experimental da Fiocruz Pernambuco.  Em mais de 99% dos testes a produção do vírus diminuiu com a 6MMPr, usando diferentes dosagens e tempos de reação.

O estudo também identificou que a 6MMPr é menos tóxica para as células neurais, uma boa notícia para futuros tratamentos de infecções no sistema nervoso. “Diante das manifestações neurológicas associadas ao vírus Zika e os defeitos congênitos provocados pelo mesmo, o desenvolvimento de antivirais seguros e efetivos são de extrema urgência e importância”, afirma o coordenador da pesquisa, Lindomar Pena, conforme texto enviado pela Fiocruz. 

A investigação da substância começou há um ano, financiada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e pela Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Facepe). O próximo passo da pesquisa é uma avaliação in vivo, ou seja, feita em um organismo vivo.

Agência Brasil.

Parteiras tradicionais e indígenas estão sendo capacitadas

Para qualificar a assistência e a atuação da parteira tradicional e indígena em Pernambuco, a Secretaria Estadual de Saúde (SES), por meio do Programa Estadual de Parteiras Tradicionais, promove, no mês de agosto, mais uma capacitação para parteiras que atendem ao parto domiciliar no intuito de fomentar a discussão sobre ações de fortalecimento e a interlocução com o Sistema Único de Saúde (SUS). Desta vez, a oficina é voltada para 45 parteiras indígenas e a ação, de 15 a 18 de agosto, na cidade de Belo Jardim, no Agreste do Estado, é em parceria com o Distrito Especial Indígena de Pernambuco. Dos 185 municípios pernambucanos, 131 deles contam com parteiras, o que corresponde a 71% das cidades, e atualmente, o Estado conta com 706 parteiras cadastradas, sendo 88% delas atuando em áreas rurais.

"Estas mulheres atendem ao parto domiciliar ora por necessidade ora por tradição da população, atuam como liderança comunitária, são conselheiras e referência na saúde das mulheres e crianças, ampliando os recursos para enfrentamento dos problemas de acesso da assistência à saúde. Isso as tornam importantes nas localidades onde residem. O parto domiciliar como tradição também está presente na população indígena que em Pernambuco está em torno de 33 mil índios. As comunidades quilombolas e de assentamentos rurais tradicionalmente também utilizam o parto em domicílio como prática. No Estado, o quantitativo desta população é de 43 mil e 117 mil, respectivamente. Então, a parteira é considerada como uma aliada dentro do SUS", ressalta a coordenadora do Programa Estadual de Parteiras Tradicionais de Pernambuco, Lílian Sampaio. 

Durante os quatro dias de oficina, haverá relato das experiências entre parteiras e profissionais de saúde do Distrito Especial Indígena de Pernambuco. A intenção desse momento é a qualificação da atenção do parto e ao recém-nascido para a melhoria da assistência ao parto domiciliar. Os debates e roda de diálogo serão sobre assistência obstétrica e perinatal, além de conteúdos sobre anatomia e fisiologia do sistema reprodutivo, planejamento familiar, acompanhamento da gravidez, abortamento, complicações, reconhecimento da mulher e do bebê de risco, importância do pré-natal, amamentação e exames que a parteira pode fazer em casa.

O Estado de Pernambuco implantou o Programa Estadual de Parteiras Tradicionais (PEPT) no ano de 1993, seguindo as propostas do programa nacional do Ministério da Saúde, que instituiu o Programa Nacional de Parteiras em 1991, com a publicação do Manual do Programa Nacional de Parteiras Tradicionais (PNPT). O objetivo principal é garantir a melhoria do parto acompanhado por parteiras tradicionais por meio de sua qualificação, distribuição do Kit para parto domiciliar, formação de multiplicadores para qualificação das parteiras e sensibilização de gestores e profissionais de saúde. 

Desde 2007, a SES dispõe de um sistema informatizado de cadastro de parteiras com dados de identificação, sendo responsável por nortear o processo de capacitação das parteiras. Desde o início do Programa, 477 mulheres passaram por processo de capacitação no Estado, o que corresponde a quase 70% do total de parteiras. A atualização do cadastro de parteiras atuantes é realizado pelas Secretarias Municipais de Saúde, assim como o acompanhamento e supervisão do trabalho, que é realizado pela Estratégia Saúde da Família (ESF). A função de Parteira Tradicional não é reconhecida com profissão e sim como ocupação, e está caracterizada pelo Ministério do Trabalho através da Classificação Brasileira de Ocupações (CBO-2002) como Parteira Leiga - Assistente de Parto, Parteira, Parteira Prática sob o código 5151-15. 

http://www.pe.gov.br/b/15108

Curso Artesanato papel-embalagem incentiva geração de renda

Iniciou ontem (14) e segue até amanhã (16) o curso Artesanato Papel-Embalagem, no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do bairro Magano. A capacitação reúne 10 mulheres da localidade e tem o objetivo de incentivar a geração de renda por meio da produção de peças decorativas para mesas de festas. A iniciativa é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH) e o Sindicato Rural de Garanhuns. As aulas são teóricas e práticas, repassando noções básicas de como criar e utilizar moldes para os artigos de decoração utilizados em festas em geral. 

De acordo com a instrutora, Adriana Luna, o curso possui, nos três dias de execução, carga horária de 24h. “A intenção é proporcionar conhecimento por meio de técnicas. Elas aprendem a fazer lembranças para casamentos, aniversários, festas infantis e datas comemorativas. Ao final das aulas, elas já terão como diferenciar os tipos de arte”, comenta. Uma das alunas do curso é Maria Cleonilda Soares, 47 anos de idade. Ela já comercializa lanches e itens do vestuário, e agora pretende incrementar sua renda com a produção de festas. “É uma grande satisfação estar participando desse curso, estou adorando. Aqui, a cada aula, temos sensação de bem-estar e aprendemos coisas novas”, afirma a participante.

Cloves Teodorico
Secom/PMG.

Petrobras anuncia processo seletivo para 159 vagas e formação de cadastro

A Petrobras divulgou edital para preenchimento de 159 vagas e formação de cadastro para cargos de níveis médio e superior em diversas cidades do Brasil. Segundo a companhia, o novo processo seletivo público inclui postos de trabalho nos estados do Rio de Janeiro, de São Paulo, do Espírito Santo, do Rio Grande do Norte, de Sergipe, de Alagoas e do Amazonas.

A empresa informou que, conforme a programação do Plano de Negócios e Gestão - PNG 2017/2021, as vagas atenderão à demanda por pessoal das novas unidades de produção no pré-sal da Bacia de Santos e servirão para complementar um processo de mobilidade interna que já em andamento.

Para nível superior, serão quatro vagas para o cargo de médico do trabalho júnior e o cadastro esperado é de 20 candidatos. O nível médio terá um total de 155 vagas, nos cargos de técnico de enfermagem do trabalho júnior (uma), técnico de inspeção de equipamentos e instalações júnior (12), técnico de manutenção júnior - caldeiraria (uma), técnico de manutenção júnior - elétrica (15), técnico de manutenção júnior - instrumentação (seis), técnico de manutenção júnior - mecânica (22), técnico de operação júnior (78) e técnico de segurança júnior (20). O cadastro esperado é de 775 candidatos.

As inscrições serão abertas hoje (15) e seguirão até 4 de setembro. Os interessados devem procurar o site da Fundação Cesgranrio. 


Para o cargo de nível superior, o valor da inscrição será de R$ 67. Para os de nível médio, o valor será R$ 47. As provas objetivas estão marcadas para o dia 1º de outubro de 2017.

A remuneração mínima para nível superior é de R$ 9.786,14. No caso dos cargos do nível médio, são R$ 3.681,63 (técnico de enfermagem do trabalho júnior) e R$ 4.436,38 (demais cargos). Além do salário, a Petrobras oferece, entre outros benefícios, previdência complementar (opcional), plano de saúde (médico, hospitalar, odontológico, psicológico e benefício farmácia) e benefícios educacionais para dependentes.

A companhia informou ainda que o processo seletivo terá validade de 12 meses, prazo que pode ser prorrogado, uma vez, por igual período, conforme critério da empresa. O edital completo, com informações sobre os cargos, os polos de trabalho, as localidades, as vagas, as cidades de provas, os requisitos e a remuneração pode ser consultado no site da Petrobras.


Agência Brasil.

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Secretaria de Habitação fará novas entregas no Estado

"Nos próximos 90 dias, entregaremos cerca de duas mil casas no Estado". Foi o que garantiu em seu discurso o secretário estadual de Habitação, Kaio Maniçoba, em cerimônia realizada pelo Ministério das Cidades, esta segunda (14/08), que assegurou a reforma de 252 unidades habitacionais na Mata Sul. A retomada das obras no município de Água Preta é a primeira de  uma série que será anunciada pela pasta em parceria com a Caixa Econômica Federal (CEF) e o Ministério das Cidades.

Os conjuntos habitacionais Barra D´Ouro I e II foram concebidos pela Caixa Econômica Federal (CEF) durante a Operação Reconstrução, em 2010, com objetivo de atender a população prejudicada pela cheia que atingiu a Mata Sul naquele ano.  O empreendimento, que contou com o investimento de R$ 60 milhões do Governo do Estado, tem 2.159 unidades que foram entregues em 2015, mas 252 unidades foram invadidas e depredadas. “O Governo do Estado tem feito investimentos gigantescos na Mata Sul. O olhar do governador Paulo Câmara tem se voltado para a necessidade habitacional do Estado e a gente tem tirado essa missão do papel, recolocando essas casas para serem construídas ou para serem retomadas em todas as cidades da região e de todo o Estado”, afirmou o secretário. A obra de reforma dessas unidades tem previsão de ser finalizada no primeiro semestre de 2018. 

Dentre o montante investido no Estado, foram realizadas desapropriações e serviços de infraestrutura e terraplanagem, necessários para a implantação das moradias que já beneficiaram mais de 8 mil pernambucanos da região.  A reintegração de posse das moradias invadidas aconteceu em 2016, ano em que a CEF iniciou os trâmites para a retomada do contrato. O valor correspondente a essas unidades e os serviços realizados na área para a construção das moradias é de cerca de R$ 7,3 milhões.

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, lembrou que as casas devem ser entregues aos beneficiários do Minha Casa Minha Vida e anunciou a suplementação de R$ 5,25 milhões em recursos para a retomada de obras das unidades que foram depredadas. 

http://www.pe.gov.br/b/15104

MEC libera R$ 932 milhões para pagamento do salário-educação

O salário-educação referente a julho deste ano. Os valores serão repassados ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao MEC, que efetuará o repasse aos estados, municípios e Distrito Federal. Os valores estarão disponíveis até o dia 20 deste mês.

Os recursos serão aplicados no financiamento de programas, projetos e ações voltados para a educação básica. O salário-educação é uma contribuição social recolhida de todas as empresas e entidades vinculadas ao Regime Geral da Previdência Social, a partir de uma alíquota de 2,5% sobre a folha de pagamento.   

“Essa liberação financeira é uma das principais fontes de financiamento para a manutenção e o desenvolvimento do ensino dos Estados e seus municípios. Com ela, as redes de ensino estaduais e municipais têm melhores condições para a oferta de projetos e ações na educação básica”, explica a subsecretária de Planejamento e Orçamento do MEC, Iara Ferreira Pinheiro.

Após a arrecadação, feita pela Receita Federal, cabe ao FNDE repartir os recursos, até o dia 20 do mês seguinte ao da liberação dos valores, entre todos os entes federados. Do total, 90% vai para as cotas estadual/municipal (2/3) e federal (1/3), e 10% para serem utilizados pela autarquia em programas e ações voltados à educação básica.

Distribuída com base no número de matrículas na educação básica, a cota estadual/municipal é depositada mensalmente nas contas correntes das secretarias de educação. Já a cota federal é destinada ao FNDE, para reforçar o financiamento da educação básica, com o intuito de reduzir os desníveis socioeducacionais entre municípios e estados.

Portal MEC

Acesso a nove comunidades rurais foram revitalizados em Garanhuns

A Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente continua o trabalho para melhorar os acessos às comunidades do município. Miracica, Sítio Laje, Mochila de Baixo, Mata da Onça, Sítio Paulista, Papa Terra, Sítio Cruz, Sítio Jardim e Estrada da Santa Rosa (Fazenda da Esperança) já foram beneficiadas esta semana. Para os próximos dias já estão no cronograma os Sítios Muniz, Tigre, parte da Cajarana, Furnas e Belamento, além de reparos  solicitados pela Secretaria de Educação a fim de viabilizar o acesso também dos alunos às escolas.  De acordo com o secretário da pasta, João paulo Sobral, a equipe está colocando metralhas ou outros materiais onde necessário, drenando água de alguns buracos, realizando o nivelamento e a cobertura de rochas de forma contínua. “Trabalhamos sem parar nesses dias de sol e vamos continuar nesse ritmo. A intenção é garantir que as pessoas possam se deslocar com segurança”, afirma.

Secom/PMG.