sábado, 1 de dezembro de 2018

GRACCHO CARDOSO / SE: PREFEITURA REALIZA CONCURSO PÚBLICO


A Prefeitura de Graccho Cardoso, em Sergipe, divulgou o edital n° 001/2018 de concurso público destinado ao preenchimento de 45 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. O Concurso Prefeitura de Graccho Cardoso - SE está sendo executado sob a responsabilidade da empresa PLANEJAR Consultoria e Planejamento Ltda EPP.

Cargos

Nível Fundamental: Mecânico, Auxiliar de Serviços Gerais, Coveiro, Gari, Merendeira, Motorista I, Motorista II, Operador de Maquinas, Pedreiro e Vigilante.

Nível Médio: Agente Administrativo, Auxiliar de Enfermagem e Técnico Agrícola.

Nível Superior: Assistente Social, Contador, Enfermeiro, Engenheiro Civil, Fonoaudiólogo, Médico Clinico Geral, Nutricionista, Odontólogo, Psicólogo, Veterinário, Professor Licenciatura em Educação Física, Professor Licenciatura e Pedagogia.

Os candidatos aprovados e convocados atuarão em regime de trabalho de até 40 horas semanais, com vencimentos que variam entre R$ 954,00 e R$ 7.000,00.

Inscrições

As inscrições estarão abertas no período de 26 de novembro até as 23h59min do dia 26 de dezembro de 2018 e os interessados deverão efetuá-las via internet pelo site oficial da organizadora (www.planejarconcursos.com.br). Os valores cobrados como taxa de inscrição são os seguintes:

Nível fundamental: R$ 60,00;
Nível médio e médio/técnico: R$ 100,00;
Nível superior: R$ 140,00. (Concursos no Brasil)

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

LAJEDO: ETE ANTÔNIO DOURADO ELABORA APLICATIVO PARA DIVULGAR FESTA LOCAL


A festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro já é uma tradição marcada no calendário do município de Lajedo, localizado no Agreste Meridional de Pernambuco. Mas este ano, a festividade ganhou uma proporção diferenciada a partir da valiosa contribuição de professores e estudantes da ETE Antônio Dourado Cavalcanti. Eles desenvolveram, de forma voluntária, um aplicativo voltado para divulgação do evento, que movimentou a cidade entre os dias 21 e 25 de novembro. 

Os professores Alex Noia e Társilla Polessa, junto aos estudantes Douglas Henrique, José Gustavo e Victor Primo, dos cursos técnicos em Desenvolvimento de Sistemas e de Redes de Computadores, foram os responsáveis pela criação e execução do aplicativo que leva o nome da festa. Por meio desta plataforma digital, disponível a todos que têm Smartphone, o usuário tem acesso a dados históricos sobre a Igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e sobre o próprio evento, como também informações atualizadas da programação religiosa e cultural. Além disto, o aplicativo fica vinculado ao Facebook, onde é possível acompanhar o que as pessoas estão veiculando na rede sobre a festa, por meio das hashtags. 

Para a escola, o desenvolvimento do aplicativo representa um importante mecanismo pedagógico que integra a produção técnica da escola com a comunidade. “ Um dos principais intuitos da ETE Antônio Dourado Cavalcanti é mostrar ao nosso educando o quanto ele é importante para nós e para a sociedade e como ele pode contribuir para construção de projetos, a partir de conhecimentos adquiridos e desenvolvidos aqui nessa instituição de ensino.O Aplicativo da Festa de Nossa Senhora do Perpetuo Socorro mostra um pouco da nossa cidade e o quanto nossa escola pode contribuir para o crescimento da mesma ”, explica a professora Társilla Polessa, que coordena o Curso de Redes de Computadores. O estudante Victor Primo reconhece a importância da atividade para a formação. “A elaboração deste Aplicativo foi algo muito prazeroso, pois proporcionou um conhecimento mais diversificado dentro da minha área de estudo. Tenho a certeza que contribuiu bastante para minha formação acadêmica e extracurricular”, comenta Victor, que hoje faz parte da turma de 2º ano do curso técnico em Desenvolvimento de Sistemas. 

O aplicativo foi o primeiro desenvolvido na escola. Mas a ideia deu tão certo que atraiu a atenção de empresários locais e a escola já recebeu propostas para elaboração de outros produtos desta natureza. (GRE-AM).

BANDEIRA VERDE: CONTA DE LUZ NÃO TERÁ COBRANÇA DE TAXA EXTRA EM DEZEMBRO


A bandeira tarifária da conta de energia para o mês de dezembro será verde, ou seja, sem custo para os consumidores. Em novembro, esteve em vigor a bandeira amarela, o que representa uma cobrança adicional de R$ 1 a cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos.

O anúncio foi feito pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), nesta sexta-feira (30). "Apesar de os reservatórios ainda apresentarem níveis reduzidos, a expectativa é a de que a estação chuvosa continue promovendo elevação do nível de produção de energia pelas usinas hidrelétricas e a recuperação do fator de risco hidrológico (GSF), que impulsionam a tendência de queda no Preço de Liquidação de Diferenças (PLD)".

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

PAPA FRANCISCO SUGERE VENDA DE BENS CULTURAIS DA IGREJA PARA AJUDAR POBRES


O papa Francisco afirmou, nesta quinta-feira (29), durante um congresso sobre a gestão dos bens eclesiásticos e a cessão de lugares de culto, que o valioso patrimônio cultural da Igreja Católica deve estar “a serviço dos pobres” e que sua eventual venda não pode ser vista com “escândalo”. O encontro foi promovido pelo Pontifício Conselho para a Cultura e pela Conferência Episcopal Italiana (CEI). As declarações de Bergoglio provocaram novos estremecimentos no interior da cúpula do Vaticano.

“Os bens culturais são voltados às atividades de caridade desenvolvidas pela comunidade eclesiástica. O dever de tutela e conservação dos bens da Igreja, e em particular dos bens culturais, não tem um valor absoluto, mas em caso de necessidade eles devem servir ao bem maior do ser humano e especialmente estar a serviço dos pobres”, disse o Papa.

Segundo Francisco, a constatação de que muitas igrejas “não são mais necessárias por falta de fiéis ou padres ou por mudanças na distribuição da população nas cidades e zonas rurais deve ser vista como um sinal dos tempos que nos convida a uma reflexão e nos impõe uma adaptação”. (Blog do Esmael).

ACESSO AO FIES FICOU MAIS DIFÍCIL, DIZEM FACULDADES PRIVADAS


O acesso às faculdades privadas por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) está mais difícil, de acordo com a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES). Segundo a entidade, das 310 mil vagas oferecidas, apenas 80,3 mil foram preenchidas, o equivalente a 26% da meta.

Para o presidente da ABMES, Janguiê Diniz, o desempenho do Fies em 2018 foi um fracasso. “Foi o pior cenário desde que foi instituído o Fies”, disse Diniz. “O programa, que devia ser social, transformou-se num programa financeiro e fiscal. Esta é a nossa maior crítica.”

O Fies está com novas regras desde o início do ano. Na modalidade em que o financiamento é oferecido pela instituição bancária, com taxa de juros determinada pelo próprio banco, foram preenchidas 500 vagas de um total de 210 mil. Já no modelo de financiamento governamental, a que se destina o restante das vagas, o aproveitamento foi de 82,1%. (Agência Brasil).

MAIS MÉDICOS: MENOS DE 10% DOS INSCRITOS SE APRESENTARAM PARA TRABALHAR


Menos de 10% dos aprovados no novo edital do programa Mais Médicos se apresentaram para trabalhar em seus respectivos postos de saúde, segundo dados divulgados nesta quarta (28) pelo ministério da Saúde.

Das cerca de 8,5 mil vagas abertas com a saída de Cuba do programa, 8.319 (97,8%) foram preenchidas. Porém, o ministério informa que apenas 738 profissionais já se apresentaram nos locais que se inscreveram para começar os trabalhos, o equivalente a 8,9%.

A gestão dos municípios é a responsável por estabelecer a data do início das atividades dos médicos. Segundo o edital, a apresentação dos profissionais tem de ser feita até o dia 14 de dezembro.

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

FPM: ÚLTIMO DECÊNDIO DE NOVEMBRO SERÁ DEPOSITADO SEXTA (30)


Brasília - Os cofres municipais receberão nesta sexta-feira, 30 de novembro, o último Fundo de Participação dos Municípios (FPM) do mês, que segundo análise da Confederação Nacional de Municípios (CNM) será 16,77% maior que o montante repassado no mesmo decêndio do ano passado. Será partilhado entre todos os Municípios e o Distrito Federal R$ 1,8 bilhão, considerando a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Do total repassado para todos os Municípios, os de coeficientes 0,6 receberão pouco mais de R$ 453 milhões, o que representa 20,03% do valor total. Dos 5.568 Municípios, 2.470 recebem com base neste coeficiente apenas o valor serem diferenciados de Estado para Estado. Como por exemplo: Os Municípios 0,6 de Roraima não recebe o mesmo valor dos Municípios 0,6 do Rio Grande do Sul.  “Município 0,6 do estado do Amazonas deve receber R$ 196.309,61, enquanto que um Município de Santa Catarina deve receber valor bruto de R$ 155.667,44 sem os descontos”, explica o levantamento da CNM.

Além de mostrar a estimativa de repasse para cada Município, o levantamento da CNM também mostra os valores brutos do repasse e os seus respectivos descontos; 20% do Fundeb, 15% da saúde e o 1% do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep).

Confira o estudo completo e o valor do último FPM de novembro que será creditado para seu Município.

Por Raquel Montalvão 
Agência CNM de Notícias



MUNICÍPIOS DO AGRESTE MERIDIONAL E SEUS COEFICIENTES  FPM 2018 
                              
Coeficiente (0,6): Brejão/PE - Palmeirina/PE - Terezinha/PE

Coeficiente (0,8): Angelim/PE - Paranatama/PE - Jucati/PE - Lagoa do Ouro/PE - Calçado/PE

Coeficiente  (1,0): Jupi/PE - Jurema/PE - Saloá/PE

Coeficiente (1,2): Cachoeirinha/PE - Capoeiras/PE - Correntes/PE - Iati/PE - Pedra/PE - São João/PE - Venturosa/PE

Coeficiente (1,4): Caetés/PE - Canhotinho/PE 

Coeficiente (1,8): Águas Belas/PE - Lajedo/PE 

Coeficiente (2,0): Bom Conselho/PE

Coeficiente (2,2): Buíque/PE - São Bento do Una/PE 

Coeficiente (3,6): Garanhuns/PE

GARANHUNS SE MOBILIZA PELA SAÚDE DO MATHEUS

RECIFE: TCE OFERECE OFICINA SOBRE GESTÃO DA PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL


O TCE-PE, por meio da Escola de Contas Públicas, vai oferecer, nos dias 6 e 7 de dezembro, uma edição extra da oficina "Gestão da Preservação do Patrimônio Cultural: um olhar do controle externo", voltada para gestores municipais de Pernambuco. O objetivo é disponibilizar mais uma oportunidade para os representantes que não participaram das edições realizadas no decorrer do ano passado.

O Tribunal está convidando, este ano, uma relação específica de municípios cujos representantes não puderam comparecer nas edições de 2017. São eles: Bom Jardim, Buenos Aires, Limoeiro, Macaparana, Salgadinho, Timbaúba, Vicência, Belo Jardim, Gravatá, São Bento do Una, Itamaracá, Itapissuma, Paulista, Tracunhaém, Água Preta, Catende, Palmares, Quipapá, Cabo, Camaragibe, Glória do Goitá, Moreno, Pombos, São Lourenço, Vitória de Santo Antão, Taquaritinga do Norte e Abreu e Lima.

O público-alvo do encontro corresponde a gestores das secretarias municipais que interajam com a temática do patrimônio cultural, como os das pastas de Cultura, Turismo, Obras, Infraestrutura e Educação. Representantes dos conselhos de políticas culturais desses municípios também são convidados a participar.

As oficinas acontecem na sede da Escola de Contas, em Recife, das 9h às 17h40. As inscrições para a edição extra podem ser realizadas clicando aqui. (TCE-PE).

ESCOLAS PÚBLICAS PARTICIPAM DO SAEPE 2018 NESTA QUARTA (28)


O mês de novembro é decisivo para as escolas da rede pública de Pernambuco. Nesta quarta-feira, 28 de novembro, estudantes das redes municipais e estadual realizarão as provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica de Pernambuco, o SAEPE. Este é um momento importante para aferir a qualidade da educação ofertada no Estado e, a partir deste resultado, repensar as políticas públicas da área.

A participação efetiva dos estudantes, professores, pais e demais membros da comunidade escolar é fundamental para que tudo ocorra como o previsto e o resultado reflita com fidedignidade os avanços que já conquistamos e os caminhos que ainda precisamos percorrer para garantir uma Educação Pública cada vez melhor. (GRE-AM)

terça-feira, 27 de novembro de 2018

CONCURSO PREFEITURA DE PETROLINA / PE


A Prefeitura de Petrolina - PE publicou o edital n.º 002/2018 para a contratação de 334 profissionais de níveis superior, médio e técnico. O concurso Prefeitura de Petrolina - PE está sob os cuidados do IAUPE, mesma instituição responsável pela nova seleção para a Educação Especial.

CARGOS

As chances são para Agente de Saúde, Agente de Endemias, Agente de Inspeção Sanitária, Agente de Vigilância Ambiental, Enfermeiro, Farmacêutico e Fiscal de Inspeção Sanitária.

Também há vagas para Médicos (Veterinário, Infectologista, Clínico Geral, Urologista, Trabalho, Ginecologista Obstetra, Intervencionista SAMU, Neurologista, Psiquiatra, Ortopedista, Otorrinolaringologista, Cardiologista e PSF).

Além dessas, há oportunidades para Biólogo, Bioquímico, Psicólogo, Fisioterapeuta, Nutricionista, Terapeuta Ocupacional, Assistente Social (Saúde), Fonoaudiólogo, Auxiliar de Saúde Bucal, Odontólogo PSF, Técnico em Radiologia RX e Auxiliar de Laboratório.

Prosseguindo a lista, há chances para Analista em Planejamento/Administração, Analista em Arquitetura, Assistente de Criança (Babá), Assistente Social, Auditor Fiscal I, Bibliotecário, Analista de Planejamento/Orçamento/Finanças (ECONOMISTA), Fiscal de Obras, Fiscal de Postura, Museólogo, Técnico Agrícola, Técnico em Edificações, Técnico em Eletricidade e Topógrafo.

Demais cargos, por fim, são: Técnico em Laboratório, Técnico de Enfermagem PSF, Condutor de Veículo de Urgência, Analista em Orçamento/Finanças, Analista em Contabilidade, Analista em Engenharia Civil, Analista em Engenharia Elétrica, Analista em Engenharia de Trânsito e Analista em Meio Ambiente.

Os vencimentos previstos para esses novos servidores podem chegar a R$ 9.533,15, por jornadas de 24 a 40 horas mensais.

Inscrição

As inscrições poderão ser efetuadas  do dia 28 de novembro a 5 de janeiro de 2019, no endereço eletrônico www.upenet.com.br, mediante preenchimento de formulário. (Concursos no Brasil).

PGE-PE PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA CARGOS ADMINISTRATIVOS


A Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco (PGE-PE) publicou nesta segunda-feira (26/11), em seu site, o edital do primeiro concurso público a área administrativa da instituição. São oferecidas 88 vagas, assim distribuídas: 20 para o cargo de analista judiciário de Procuradoria, 28 para o cargo de analista administrativo de Procuradoria e 40 para o cargo de assistente de Procuradoria, além de formação de cadastro reserva. As inscrições serão realizadas no período de 4 de dezembro de 2018 a 3 de janeiro de 2019 no site do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), responsável pela organização e realização do certame.

Para o cargo de analista judiciário de Procuradoria, poderão se inscrever candidatos graduados em Direito com inscrição na OAB. Já o cargo de analista administrativo de Procuradoria é subdividido em quatro especialidades: calculista (graduação em Ciências Contábeis, Economia, Administração, Engenharia, Matemática ou Estatística), engenharia (graduação em Engenharia Civil ou Arquitetura e registro no respectivo órgão fiscalizador), gestão pública (graduação em Ciências Contábeis, Economia, Administração, Direito ou Engenharia) e recursos humanos (graduação em Administração, Psicologia ou Pedagogia). A remuneração dos cargos de nível superior é de R$ 3.880,33 com jornada de 40 horas semanais.

Para o cargo de assistente de Procuradoria, é necessária conclusão do ensino médio ou de curso técnico. A remuneração é de R$ 2.263,79 para jornada de 40 horas semanais. As provas - objetivas, para todos os candidatos, e discursiva, somente para os candidatos aos cargos de nível superior – serão aplicadas nos dias 7 de abril (nível superior) e 14 de abril (nível médio), no Recife. O resultado final está previsto para ser divulgado em maio. O concurso terá validade de dois anos, prorrogável por igual período.

Serviço:

Concurso para cargos administrativos da PGE-PE
Inscrições: 4/12/2018 a 3/1/2019
Banca organizadora: Cebraspe (www.cespe.unb.br/concursos/)

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

SÃO JOAQUIM DO MONTE: MUNICÍPIO DEVE EXONERAR CASOS DE NEPOTISMO


O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou à Prefeitura de São Joaquim do Monte - PE exonerar cargos comissionados, função de confiança ou função gratificada, que detenham relação de parentesco, até o terceiro grau, com o prefeito, vice-prefeito, secretários municipais, procurador-geral do município, chefe de gabinete ou qualquer outro cargo comissionado da cidade.

Segundo a recomendação, há um inquérito civil instaurado no âmbito da Promotoria de Justiça local para averiguar o nepotismo no âmbito da Prefeitura. A prática de nepotismo viola os princípios constitucionais da administração pública, constantes do artigo 37, caput, e seguintes da Constituição Federal, notadamente os da moralidade, isonomia e impessoalidade, que devem nortear o administrador público.

De acordo com a promotora de Justiça Andreia Aparecida Couto, a Prefeitura deve, no prazo de 30 dias, rescindir os contratos de pessoas que sejam parentes até terceiro grau, realizados por tempo determinado, para atender a necessidade temporária excepcional de interesse público. Conforme o texto da recomendação, publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (23), a Prefeitura deve se abster de nomear pessoas que tenham grau de parentesco com algum integrante do serviço público municipal.

Por fim, a Prefeitura deve remeter, mediante a ofício, dez dias após o prazo, cópia dos atos de exoneração e rescisão contratual dos contratados, bem como declaração de todos os servidores ocupantes de cargos que configuram nepotismo, esclarecendo se possui ou não parentesco com os cargos da prefeitura já citados. (MPPE).

O ESPIÃO QUE VEIO DO FRIO, DE GARANHUNS


Por Clovis de Barros Filho*

São Paulo - O espião que veio do frio numa tradução direta do inglês The spy who came in from the cold, foi um filme muito famoso na década de 60 que contava a história de um agente britânico enviado à Alemanha Oriental para servir como agente duplo durante a guerra fria. Pois bem, eu não sou, nunca fui e nunca tive a menor intenção em ser um espião, mesmo porque, não sei disparar um espingarda, muito menos tenho ou tive  licença para matar e muito menos ainda o charme de um 007. Mais o fato é que coisas esquisitas para dizer o mínimo, aconteceram e ainda acontecem comigo. Esse caso (e não um causo) se passou nos meados dos anos 90 quando trabalhava numa empresa multinacional na área de pesquisa e desenvolvimento. Um dia fui chamado à sala da diretoria. O presidente  me informou que havia uma fábrica concorrente  nossa em Assunção no Paraguai, muito menor que  estava propondo um negociação para que comprássemos a unidade deles lá. Ele me solicitou então que marcasse uma visita com o dono da fábrica no Paraguai para verificar o seu potencial técnico e sua capacidade de produção. Foi o que fiz. 

Passados alguns dias fui visitar a unidade fabril do concorrente. A minha primeira surpresa em terras paraguaias foi que fui recebido nada mais nada menos pelo cônsul de um país da América em Assunção. Não entendi muito bem o que ele tinha haver com aquele negócio. O cônsul de outro país me levando para visitar uma fábrica de um paraguaio. Bem, não me restou outro coisa senão embarcar no seu carrão e seguir em frente. O que me chamou à atenção no percurso do aeroporto até a fábrica que ficava distante e na periferia de Assunção, foi a presença ostensiva do exército com soldados armados em quase todo percurso. O cônsul me explicou que o país passava por sérios problemas políticos e haveria a possibilidade de um golpe de estado o que explicava tantos militares nas ruas. Ai eu já fiquei meio preocupado. Sabe como é. Sozinho num país estrangeiro, com um cônsul de outro país estrangeiro aquilo de repente poderia acabar em confusão. Mas, tudo acabou dando certo. Chegamos afinal à fábrica. Fui apresentado ao dono. Um senhor alto, moreno forte muito educado mais claramente uma pessoa autoritária. Fui conduzido logo em seguida sem muitas delongas para visitar as instalações daquilo que eles pretendiam nos vender. Assim que adentrei à linha de produção ou aquilo pelo menos que deveria ser chamada de linha de produção era um horror. Mais parecia o castelo do experiências do Frankstein de tão velha e máquinas tão ultrapassadas. Nada ali indicava que se pudesse produzir algum produto vendável. Eles de cara, perceberam o meu desencanto. A primeira reação que tiveram foi me pressionarem a fazer um relatório positivo da unidade. Queriam arrancar literalmente da minha boca um comentário positivo. Eu fiquei preocupado. Além do dono e do cônsul havia mais dois caras que eram claramente seguranças  e aquela situação me deixava na defensiva. Não tive outra alternativa senão tecer elogios àquela tecnologia avançada. Para completar, me mostraram um produto que segundo eles teria sido fabricado naquela geringonça. E o pior, o dono me fez testá-lo na sua presença mostrando para todos que estavam ali, as qualidades e as potencialidades do seu produto. Óbvio que tive que elogiar ao máximo. Depois do teste e não menos preocupado, fomos almoçar. Durante o almoço a propaganda do produto continuou, as pressões para que fizesse um relatório positivo da visita também. Finalmente, após um breve descanso fui levado de volta ao aeroporto.

Confesso que só fiquei seguro quando embarquei no avião da Varig e o mesmo decolou de volta ao Brasil. Ai me senti seguro.

Bem, chegando ao Brasil tive uma reunião com o presidente e os diretores, expliquei a furada que seria o negócio e eles me pediram que emitisse um relatório detalhando as avaliações técnicas  na visita à fábrica deles no Paraguai. Foi o que fiz.

O tempo passou. Claro que o negócio não foi concretizado. Mais de dois anos depois, quando já não me recordava da minha visita rápida ao Paraguai e muito menos da "fabrica" eis que recebo uma ligação do nosso presidente me chamando à sua sala. Lá chegando, ele me leva há um lugar reservado e na sua mão levava uma cópia de um email. Com olhar sério e ar preocupado me olhou e disparou: cara o que foi que você fez lá na fábrica dos caras lá no Paraguai? Eu fiquei com cara de espanto sem saber o que responder. Ele continuo falando e me mostrou o email. Confesso que tremi na base. O email era do big boss da nossa empresa  a nível mundial no país de origem. Ele cobrava do nosso presidente no Brasil uma explicação do por que tinha enviado um técnico da empresa ao Paraguai para ESPIONAR e mais que isso, copiar a fórmula de um  produto de sucesso que eles tinham desenvolvido. E ainda segundo o email cobravam da nossa empresa uma indenização por perdas e danos de um valor altíssimo. Quando li aquilo fiquei sem saber se ria ou chorava. O certo é que repeti tudo do jeitinho que tinha ocorrido lá no Paraguai, que nunca tinha me passado pela cabeça copiar fórmula mesmo porque não tive nenhum acesso a elas e que o produto deles não passava de um produto sem o menor valor agregado para tentar vender gato por lebre. Mais calmo, ele respondeu ao chefe e a coisa acabou dando em nada. Num fundo os caras tentaram um blefe para tirar dinheiro da nossa empresa. Então o moral da história é que eu fui para o Paraguai como um técnico de produtos e depois de passar por sérios apuros voltei como um Espião que veio do frio, de Garanhuns.

*Clovis de Barros filho nasceu na Serra da Prata (Iatecá). Estudou no Colégio Diocesano de Garanhuns do Admissão ao Científico onde concluiu em 1968. Reside em São Paulo desde 1970. É Licenciado e Bacharel em Química Industrial pela Universidade de Guarulhos e Químico Industrial Superior pelas faculdades Oswaldo Cruz/SP.

ACERVO DIGITAL DE DOM HELDER JÁ ESTÁ DISPONÍVEL NO SITE DA CEPE

Dom Helder Camara
Imagem/Instituto Dom Helder
O Instituto Dom Helder Camara lançou no site da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) o acervo digital das obras catalogadas na sede do instituto, que fica no bairro da Boa Vista, área central do Recife. O projeto é financiado pela Prefeitura do Recife e, ao todo, são mais de vinte mil páginas que se configuram em manuscritos, programas de rádios, recortes de revistas e jornais, poemas e textos do bispo pernambucano que foram digitalizados. 

No momento, no site da editora, que é o www.acervocepe.com.br, só estão disponíveis os manuscritos de dois programas de rádio que dom Helder produziu nas décadas de 1970 e 1980. No entanto, até o fim do ano, mais de doze mil páginas estarão disponíveis. 

domingo, 25 de novembro de 2018

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE REALIZA PROCESSO SELETIVO


A Universidade Federal de Sergipe (UFS) publicou o edital de nº 14/2018 referente ao seu processo seletivo simplificado que irá preencher 16 vagas para Professores Substitutos em quatro diferentes Câmpus.

Vagas

Campus de São Cristóvão - Cidade Universitária Prof. José Aloísio De Campos: Educação, Engenharia Mecânica, Letras Estrangeiras (Língua Espanhola) e Letras Estrangeiras (Língua Inglesa)

Campus de Lagarto - Campus Universitário Prof. Antônio Garcia Filho: Medicina e Nutrição

Campus de Itabaiana - Campus Universitário Prof. Alberto Carvalho: Biociências e Letras

Campus da Saúde / HU - Campus Universitário Prof. João Cardoso Nascimento Júnior: Medicina (Psiquiatria Clínica, Saúde Coletiva, Saúde do Trabalhador, Clínica Cirúrgica e Internato em clínica Médica)

A remuneração varia de R$ 2.236,31 a R$ 5.786,68, de acordo com a titulação do profissional e carga horária.

Inscrições

As inscrições serão realizadas entre os dias 21 e 30 de novembro de 2018, apenas via internet, através do endereço eletrônico www.progep.ufs.br (menu Concursos e Seleções, Docentes, Concursos abertos em 2018, "Página do Edital"). (Concursos no Brasil).

MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO - PE COMPLETA 60 ANOS


Texto: Creso Menezes e Augusto Reges 
Voz: Herlanailton Paes 
Imagens: Maria Alcione 
Edição-geral: João Lúcio Macário 
Arquivo autoral pertencente ao Executivo Municipal

GRE REALIZA II MOSTRA PEDAGÓGICA DAS AÇÕES DO PROEMI


A GRE do Agreste Meridional foi palco, na última terça-feira (20), de uma demonstração do trabalho realizado pelas escolas estaduais da região ao longo do ano, a partir do Programa Ensino Médio Inovador (ProEMI), com a realização da “II Mostra Pedagógica das Ações do ProEMI”. 

Com ampla participação dos estudantes beneficiados com o programa e os educadores, a mostra teve como finalidade oportunizar um momento de socialização das práticas pedagógicas vivenciadas pelas escolas com apoio dos recursos financiados pelo Governo Federal referentes aos anos de 2017 e 2018. 

Para isto, o auditório da GRE recebeu apresentação cultural, exposição de banner e apresentações em comunicação oral compartilhando com as diversas comunidades escolares as evidências do trabalho pedagógico, pautado na Proposta de Redesenho Curricular (PRC), realizado a partir da vivência do ProEMI. (GRE-AM).