as postagens mais acessadas da semana

quarta-feira, 17 de julho de 2019

EXPOSIÇÃO CELEBRA ONZE ANOS DA SEMANA DO PATRIMÔNIO DURANTE O FIG 2019

Exposição Semana do Patrimônio Cultural
Imagem/Fernando Figuerôa

O público que for ao Festival de Inverno de Garanhuns neste ano terá a oportunidade de conhecer mais sobre o patrimônio pernambucano em várias ações concebidas pela Gerência-Geral de Preservação do Patrimônio Cultural da Fundarpe para o evento. A primeira delas é a exposição Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco, que começa no dia 20 e segue até 27 de julho na Praça Souto Filho, ao lado da Praça da Palavra, um dos polos do FIG. A mostra celebra a conquista do 31º Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, em 2018, e apresenta os resultados de onze anos da iniciativa voltada à preservação e salvaguarda das expressões artísticas e culturais, materiais e imateriais, tombadas no Estado. Haverá ainda um dia de palestra e roda de diálogo a respeito dos Reisados do Agreste, na quinta-feira (25), e uma oficina de elaboração de Inventários Participativos nos dias 23 e 24/7 (terça e quarta-feira).

A exposição sobre a Semana do Patrimônio foi pensada como uma grande linha do tempo, bordando os 11 anos do evento que, a cada edição, promove a preservação do patrimônio e valoriza tradições e conhecimentos produzidos em nosso Estado. São 78 painéis descrevendo a iniciativa em cada um dos municípios em que foi realizada. Ao todo, foram 25 cidades atendidas, incluindo o Recife. A vitória no 31º Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade é lembrada também, quando Pernambuco conquistou o troféu na Categoria II – Iniciativas de excelência no campo do Patrimônio Cultural Imaterial.

“Desenvolvemos a exposição para ser itinerante: esteve na Fenearte, estará no FIG e na Semana do Patrimônio. Depois, ficará disponível para parceiros que queiram apresentá-la em outros municípios”, explicou a gerente-geral de Preservação do Patrimônio Cultural, Célia Campos. Segundo ela, assim como aconteceu na Fenearte, haverá recolhimento de assinaturas para a campanha pelo tombamento da Ciranda como Patrimônio Imaterial junto ao Iphan.

Educação Patrimonial – Oficina de elaboração de Inventários Participativos

Pensado para professores, gestores culturais, pesquisadores, produtores, detentores e agentes culturais, além de formadores sociais, a oficina de elaboração de inventários participativos acontece nos dias 23 e 24 de julho. A ideia é formular e promover o debate sobre a educação patrimonial e suas práticas nos territórios culturais e educativos. A atividade será na Casa do Saber, localizada na Escola Henrique Dias.

No primeiro dia, serão apresentados os conceitos relacionados ao tema, um panorama da Política de Patrimônio Imaterial do IPHAN e da Política Estadual de Cultura de Pernambuco, bem como a metodologia do Inventário Participativo criada pelo IPHAN. O segundo dia será dedicado à prática, com a elaboração do inventário participativo em si. Todas as atividades serão conduzidas por Juliana Cunha, do IPHAN, e Marcelo Renan Souza, coordenador do Patrimônio Imaterial da Fundarpe.

Salvaguarda dos Reisados de Pernambuco – Reisados do Agreste

Proposta em conjunto pelas gerências de Política Cultural e de Preservação do Patrimônio Cultural, a atividade busca complementar os esforços em transformar os Reisados do Agreste em patrimônio imaterial. A ação pretende elucidar os processos de identificação e inventário dessa manifestação em Pernambuco, destacando necessidades e dilemas no processo de salvaguarda deste bem cultural na atualidade.

O encontro acontece no dia 25 de julho, também na Casa do Saber, durante todo o dia. Pela manhã, das 9h às 12h, será realizada a palestra Salvaguarda dos Reisados de Pernambuco, com Beatriz Bruzantin, coordenadora dos Inventários dos Reisados e dos Cavalos Marinhos de Pernambuco. À tarde, entre 14h e 17h, é a vez da roda de diálogo Tradição e Memória nos Reisados de Pernambuco, com os grupos de Reisado do Agreste.

Serviço

Exposição Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco – 2008 – 2019
Local: Praça Souto Filho (ao lado da Praça da Palavra)
Dias: 20 a 27 de julho
Horários: 9h às 21h
Educação Patrimonial – Oficina de elaboração de Inventários Participativos
Local: Casa do Saber – Escola Henrique Dias
Dias: 23 e 24/07
Manhã e Tarde: 9h às 12h / 14 às 17h
Salvaguarda dos Reisados de Pernambuco – Reisados do Agreste
Local: Casa do Saber – Escola Henrique Dias
Dia: 25/07
9h às 12h – Palestra Salvaguarda dos Reisados de Pernambuco: Beatriz Bruzantin -
Coordenadora dos Inventários dos Reisados e dos Cavalos Marinhos de Pernambuco;
14h às 17h – Roda de diálogo “Tradição e Memória nos Reisados de Pernambuco” com os
grupos de Reisado do Agreste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário