sábado, 9 de fevereiro de 2019

SANTA TEREZINHA: PREFEITURA ABRE PROCESSO SELETIVO

A Prefeitura de Santa Terezinha - PE, divulgou o edital de processo seletivo simplificado nº 001/2019 destinado à contratação temporária de 47 profissionais em funções de níveis médio e superior, todos para lotação na Secretaria Municipal de Educação.

Vagas

Quem possuir nível médio poderá concorrer às funções de Auxiliar de Desenvolvimento Especial e Auxiliar de Desenvolvimento Infantil.

Quem possuir curso normal de nível médio ou Pedagogia / Normal superior poderá concorrer à vaga de Professor de Ensino Fundamental.

Já os profissionais com licenciatura poderão disputar as vagas de Professor de Pedagogia, Professor de Inglês, Professor de Matemática, Professor de Ciências Biológicas e Professor de História.

As vagas acima são temporárias e a contratação ocorrerá pelo prazo determinado de 10 meses, podendo este prazo ser renovado por igual período, apenas uma vez.

Para as vagas de Professor, o vencimento básico é de R$ 998,00 para 30 horas semanais. Para as demais vagas, o vencimento é de R$ 499,00 para 20 horas semanais.

Inscrições

As inscrições serão realizadas entre os dias 08 e 14 de fevereiro de 2019, das 08 às 12 horas na Prefeitura de Santa Terezinha - PE, que fica localizada na rua José Romão de Araújo, nº 205, 1º andar, no centro do município. Também é possível realizar a inscrição através do e-mail processoseletivo@santaterezinha.pe.gov.br. Fonte: Concursos no Brasil.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

IATI: TCE EMITE PARECER PELA REJEIÇÃO DAS CONTAS DA PREFEITURA RELATIVAS AO ANO DE 2016

A Primeira Câmara do TCE, por meio da conselheira Teresa Duere, expediu parecer prévio à Câmara Municipal de Iati recomendando a rejeição das contas de Governo daquele município relativas ao ano de 2016. O voto foi aprovado por unanimidade na sessão da última terça-feira (05).

A relatora emitiu o parecer sobre as contas de governo de 2016, tendo como interessado o ex-prefeito Jorge de Melo Elias, o Padre Jorge. Entre as principais irregularidades apontadas nos votos estão o déficit de execução orçamentaria, o descumprimento do limite para a despesa total com pessoal, o baixo percentual de arrecadação da Receita Tributária Própria e o não recolhimento de contribuições previdenciárias. Fonte: TCE-PE.

DIVULGADA DATAS DO 4º GRAVATÁ JAZZ FESTIVAL 2019


A Prefeitura de Gravatá, no Agreste de Pernambuco, divulgou as datas do Gravatá Jazz Festival 2019. O evento, que até 2015 foi feito em Garanhuns, será realizado de 2 a 5 de março, em Gravatá e irá trazer nomes do jazz e do blues, nacionais e internacionais, para o município.

Esta será a quarta vez que o festival será realizado em Gravatá. O evento é uma opção para quem deseja curtir os festejos de momo longe da agitação.

A programação completa do Gravatá Jazz Festival deverá ser divulgada nos próximos dias.

TERRA NOVA: PREFEITURA PROMOVE PROCESSO SELETIVO

A Prefeitura de Terra Nova - PE, divulgou o edital de processo de seleção pública simplificada (PSPS) n.º 01/2019, destinado à contratação temporária de 74 profissionais nas funções de: Psicólogo, Assistente Social, Orientador Social, Visitador do Programa Criança Feliz, ASG, Operador de Máquinas Pesadas, Motorista com CNH Categoria “D”, Encanador, Zelador, Capinador, Gari, Auxiliar de Serviços Gerais, Médico, Educador Físico, Fonoaudiólogo, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Nutricionista, Enfermeiro, Odontólogo, Motorista de Ambulância, Auxiliar de Saúde Bucal, Técnico em Enfermagem, Merendeiro, Zelador Escolar, Vigia Escolar, Motorista de Transporte Escolar, Agente Administrativo Escolar, Bibliotecário/Documentarista, Educação Inclusiva e Professor.

A remuneração pode chegar a R$ 10.000,00 e os interessados poderão inscrever-se gratuitamente no período de 8 a 22 de fevereiro de 2019, no horário das 8h às 14h.

O local de inscrição é o Departamento de Recursos Humanos do município, no prédio da Prefeitura de Terra Nova/PE, localizada na Praça Cel. Jeremias Parente de Sá, 21, Centro, Terra Nova/PE. 

FPM: PRIMEIRO REPASSE DE FEVEREIRO SERÁ DE R$ 5,97 BILHÕES

O primeiro decêndio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) do mês de fevereiro será no valor de R$ 5,97 bilhões. O montante, que deve ser pago aos Municípios na próxima sexta-feira, 08 de fevereiro, leva em consideração a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em valores brutos, quando somado o Fundeb, o valor é de R$ 7,47 bilhões.

Com relação ao acumulado do ano, verifica-se que o valor total do FPM vem apresentando um crescimento positivo. O total repassado aos Municípios no período de janeiro até o 1º decêndio de fevereiro de 2019, apresenta crescimento de 9,81% em termos nominais (sem considerar os efeitos da inflação) em relação ao mesmo período de 2018.


Por Luiz Philipe Leite
Agência CNM de Notícias

CINE SESI CHEGA A LAGOA DO OURO PELA PRIMEIRA VEZ


De 08 a 10 de fevereiro, Lagoa do Ouro recebe o Cine Sesi. O projeto leva cinema de qualidade, pipoca e filmes premiados de graça para cidades. As apresentações iniciam sempre às 18h30. O local para exibição em Lagoa do Ouro, será na Praça de Eventos.

Na praça será montada uma grande estrutura com cadeiras, tapete vermelho, exibição de filmes nacionais com grande sistema de sonorização e projeto FullHD. Nesta edição a caravana itinerante já passou por 38 municípios e foi visto por mais de 155 mil pessoas.

“O cinema tem esse poder de ajudar a mente a ficar mais perspicaz e criativa, independente de classe social ou profissão. Isso afeta diretamente na qualidade de vida do cidadão”, avalia Lina Rosa curadora do projeto.

Este ano, estão em cartaz os seguintes filmes: curtas “Plantae”, uma animação de Guilherme Gehr; “Próxima”, de Luiza Campos; e “Médico de Monstros”, de Gustavo Teixeira. Já os longas, são: “Viva: A Vida é uma Festa”, de Lee Unkrich; “O Filho Eterno”, de Paulo Machline; e a animação “O Touro Ferdinando”, de Carlos Saldanha.

Serviço

Cine Sesi Lagoa do Ouro
De 08 a 10 de fevereiro
Horário: 18h30
Local: Praça de Eventos
www.cinesesi.com.br

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

VEM AÍ O CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTSAL DE IATI


Com várias categorias em disputa e com previsão de começar em 26 de março, o Campeonato Municipal de Futsal de Iati já é considerado o maior campeonato de futsal do Agreste Meridional, movimentando no município um grande número de jogadores de futsal de todas as idades. Confira abaixo as categorias que estarão em disputa:

Pré Mirim - Nascidos até 2007 (até 12 Anos)
Mirim - Nascidos entre 2005 e 2007 (12 a 14 Anos)
Infantil/Juvenil- Nascidos entre 2001 e 2005 (15 a 18 Anos)
Adulto 
Veterano - Acima de 40 anos podendo 2 jogadores ter entre 38 e 39 anos e o goleiro com idade livre.

Realização: Prefeitura Municipal de Iati, Secretaria de Cultura e Esportes e Diretoria de Esportes. Fonte: Blog do Ismaradona.

MACAPARANA: PREFEITURA REALIZA CONCURSO PÚBLICO

A Prefeitura de Macaparana - PE por meio do Instituto de Desenvolvimento Humano e Tecnológico - IDHTec, publicou o edital de concurso público n.º 001/2019, para o preenchimento de 248 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior.

Segundo o edital, são ofertadas vagas para os cargos de Assistente Social, Bioquímico, Dentista PSF, Educador Físico, Enfermeiro PSF, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Médico (Anestesista (especialista), PSF, Plantonista e Veterinário), Nutricionista, Pedagogo, Professor (Ciências, Educação Física, Geografia, História, Língua Inglesa, Matemática e Português), Psicólogo, Supervisor de Ensino, Professor de Educação Básica e do 1º ao 5º ano, Monitor de Creche, Agente Comunitário de Saúde, Assessor Técnico Contábil, Eletricista, Fiscal de Obras, Fiscal de Rendas, Técnico (Controle Interno, Radiologia e Enfermagem PSF), Auxiliar de Creche, Recepcionista, Recepcionista Museólogo, Agente de Endemias, Agente de Vigilância em Saúde, Auxiliar de Saúde Bucal PSF, Cozinheira Hospitalar, Operador de Máquinas Pesadas, Auxiliar de Serviços Gerais, Encanador, Gari, Merendeira e Motorista – Cat. “C”, cujos vencimentos variam de R$ 998,00 a R$ 7.213,00. 

Será reservado por ocasião dos concursos públicos, de provas ou de provas e títulos, o percentual de 5% (cinco por cento) e o mínimo de uma vaga, para pessoa portadora de deficiências.

A partir das 8 horas do dia 11 de fevereiro até às 23h59 do dia 13 de março de 2019, serão efetuadas as inscrições do concurso da Prefeitura de Macaparana no site www.idhtec.org.br, onde o candidato deverá preencher a ficha de inscrição, imprimir e efetuar o pagamento do boleto bancário até o dia 15 de março de 2019. Será cobrada taxa de inscrição nos seguintes valores:

Nível fundamental: R$ 50,00;
Nível médio: R$ 70,00;
Nível superior: R$ 90,00.

Aos candidatos que não dispuserem de acesso à internet, não souber operar o sistema de cadastramento, emitir o boleto, enviar correspondência eletrônica, poderá se inscrever no Prédio da GRÁFICA INOVA, localizada à Rua Otávio Correia, S/N, Centro, Macaparana – PE, no horário das 8h às 12h e das 14h às 17h. Fonte: Concursos no Brasil.

O CRIME DO PICOLÉ VERMELHO

Por Clovis de Barros Filho*

São Paulo - Havia num país longínquo um governante, espécie de governador de estado o qual governava por decretos. Sequer conhecia as demandas das cidades muito menos os seus prefeitos. Vivia isolado no seu palácio, rodeado de todo tipo de mordomias fruto de corrupção desenfreada. Tinha algumas manias, umas até passíveis de serem chamadas de esquizofrênicas pois sentia que todos ao seu redor queriam lhe derrubar para assumir o governo. Era chegado na tal das incertas, ou seja, quando menos se esperava mandava um bilhetinho ameaçador a determinado prefeito. Um belo dia mandou uma mensagem a todos anunciando um programa de industrialização. Esse projeto para espanto da população era uma fábrica de fazer gelo. Espanto, porque o local era terrivelmente carente e não haveria  nenhuma necessidade da tal fábrica. A proposta, adiantada por ele aos prefeitos era de que cada  prefeitura deveria dispor de um departamento, cuja função principal seria enxugar o gelo recebido. Era permitido por outro lado entretanto, que aqueles que assim entendessem poderiam também, fabricar picolés. 

Havia porém uma condição para a fábrica de picolés funcionar. Não poderia ser produzido nenhum picolé na cor vermelha. Nem pensar por exemplo no picolé de goiaba, morango, groselha e outros  dessa cor. Não  não se sabe lá bem o por quê o vermelho causava-lhe tanto pavor, medo. Recomendava fortemente que se produzisse picolés de abacate e baunilha o verde amarelo pegava bem. E assim foi feito. Muitas cidades implantaram as fábricas, abastecidas pelas enormes pedras de gelo enviadas  pelo governador. Só uma chegou a se especializar em picolés, mais a maioria preferiu enxugar gelo o que era muito mais cômodo. Certo dia o governador anunciou uma reunião com todos numa determinada cidade, para avaliação do projeto. O curioso é que nenhum dos prefeitos jamais o tinha conhecido pessoalmente nem sequer  por foto. No dia previsto e na cidade escolhida finalmente iria começar o grande encontro. 

O local escolhido foi um grande salão. Os primeiros prefeitos chegaram muito cedo. O encontro estava marcado para às 18 horas, mais a grande maioria ansiosa para conhecer o líder e seu governador chegou bem mais cedo. E as rodinhas famosas que antecedem esses encontros foram sendo formadas. Uns comentavam que estavam preocupados com o que o governador iria propor e comentar. Será que ele iria descobrir que eles estavam usando pó de de serra para o gelo durar mais tempo? E se ele descobrisse que um fabricante de picolés passara a fabricar de morango e groselha e distribuir de graça para a criançada da cidade? De repente adentra a sala o cara que controla o som ambiente. Um baixinho narigudo de óculos que sem falar uma palavra dirigiu-se ao palco e começou com aquela sequencia chata de testes do som 1 2 3 testando! Alô aqui testando 1 2 3. A hora foi passando e nada do governador chegar ao local. O baixinho do som já meio cansado de tanto testar o som começou a circular pelo amplo salão e ouvir o que no começo eram elogios ao seu chefe, passar agora a ouvir verdadeira enxurrada de palavrões. Esse filho da puta pensa o que? Quer nos fazer de palhaços? Gritavam uns. Corno galheiro gritavam outros! Safado ladrão, gritavam alguns mais exaltados aborrecidos com a demora. O baixinho do som, ouvindo tudo pacientemente e calado. De repente, subindo ao palco, comunicou que a reunião estava encerrada. Senhores, podem voltar às suas cidades a reunião obteve completo êxito. Para espanto de todos falou bem alto: eu sou o seu governador. Vocês estão de parabéns, continuem a enxugar o gelo, o povo adora. Mesmo que usem pó de serra ou salmoura para que o gelo dure mais tempo não tem problema, isso mostra que vocês são muito criativos e é isso que nosso estado precisa. Só queria dar uma aviso final a vocês. O cara que fabricou os picolés de morango e distribuiu à população a maioria crianças, já está preso e pagará muito caro por seu atrevimento.

*Clovis de Barros filho nasceu na Serra da Prata (Iatecá). Estudou no Colégio Diocesano de Garanhuns do Admissão ao Científico onde concluiu em 1968. Reside em São Paulo desde 1970. É Licenciado e Bacharel em Química Industrial pela Universidade de Guarulhos e Químico Industrial Superior pelas faculdades Osvaldo Cruz/SP.

D. CELINA FAZ APELO PARA ENCONTRAR IRMÃ QUE MORAVA NA REGIÃO DE BREJÃO

D. Celina da Silva
A senhora Celina da Silva, residente no Recife há mais de 50 anos, usou a imprensa de Garanhuns para fazer um apelo à população. Ela perdeu o contato com a irmã Maria da Conceição, que na época residia no Município de Brejão e quer encontrá-la.  De acordo com  informações, os pais das duas, João Barros de Lima e Maria Antônia da Silva, tiveram quatro filhas:  Celina, Maria da Conceição, Maria de Lourdes e Zulmira.  Quando a mãe delas faleceu, o pai foi morar em Quipapá deixando dona Celina aos cuidados das irmãs. Algum tempo depois, Maria de Lourdes e Zulmira foram  morar em São Paulo e Celina passou a morar com Maria da Conceição, que era casada com um homem de nome Paulo Fernando. Paulo Fernando, por sua vez, trabalhava e morava na Fazenda do Coronel Figueira, em  Brejão. Maria da Conceição e Paulo Fernando tinham 4 filhos: Luiz, Cícero, Maria de Socorro e Maria de Lourdes.

Devido às condições financeiras, Celina aceitou o convite de uma família para trabalhar como empregada doméstica no Recife.  Mesmo morando na capital, ela sempre que podia ia visitar a irmã, o cunhado e os sobrinhos em Brejão, mas, em uma dessas visitas, ao chegar à Fazenda do Coronel Figueira, foi informada de que eles não estavam mais residindo no local e tinham paradeiro desconhecido. Sem conseguir descobrir o novo endereço da família, Celina retornou ao Recife e desde então não manteve mais contato. Pede-se a quem souber alguma informação sobre dona Maria da Conceição e família que entre em contato com a filha de dona Celina pelo telefone (81) 9-8645-0922. Fonte: www.vecgaranhuns.com

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

IATI - CENÁRIOS DO AGRESTE DE PERNAMBUCO



Coruja-buraqueira
Sítio Riacho Fundo, Iati - PE
Imagem/Anchieta Gueiros

ALTINHO - ORIGEM E O SIGNIFICADO DO NOME DA MINHA CIDADE

Altinho - PE (1910-1912)
Imagem/Blog do Iba Mendes

Localizada no Agreste Pernambucano, numa região de brejo, Altinho começou a se constituir ainda no século 18, pelos anos de 1750 e 1760, quando o português José Vieira de Melo se estabeleceu à margem direita do rio Una, com a propriedade que chamou Fazenda Senhora do Ó, em torno da qual passaram a viver diversas famílias. A fazenda situava-se num plano alto, o que deu origem ao nome da cidade. O fator mais importante para o seu desenvolvimento foi a implantação de estrada Garanhuns-Recife, que atraiu viajantes e pecuaristas. Foi elevada à condição de cidade e sede do município pela lei estadual nº 400, de 1899. Fonte: Livro Pernambucânia do escritor Homero Fonseca.

SERRA TALHADA: PREFEITURA ABRE PROCESSO SELETIVO

A prefeitura de Serra Talhada - PE divulgou edital nº 03/2019 de processo seletivo para seleção e contratação temporária de profissionais que deverão atuar no âmbito da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania.

Ao todo são previstos o preenchimento de 96 vagas para candidatos em todos os níveis de escolaridade. As funções para as quais se dividem essas vagas são as seguintes:

Analista de Cadastro para Habitação Popular – PMCMV, Advogado, Psicólogo, Psicopedagogo, Agente Administrativo, Motorista, Assistente Social, Agente Social, Psicólogo, Advogado, Vigilante, Motorista, Orientador, Educador Social, Motorista, Auxiliar de Serviços Gerais, Cozinheiro, Orientador Social, Oficineiro, Auxiliar de Serviços Gerais, Vigilante, Assistente Social, Advogado, Psicólogo, Agente Administrativo, Vigilante, Cuidador Social, Auxiliar de cuidador, Enfermeiro, Nutricionista, Digitador e Arteducador.

As remunerações variam entre R$ 954,00 e R$ 2.500,00 para jornadas de 30 e 40 horas semanais.

Inscrições

Os candidatos deverão preencher a ficha de inscrição, disponível no site www.serratalhada.pe.gov.br ou na Sede da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, e apresentá-la na respectiva secretaria até o dia 15 de fevereiro de 2019.  Fonte: Concursos no Brasil.

CÂMARA DE GARANHUNS ESTIMA GASTAR 749 MIL REAIS COM ALUGUEL DE CARROS EM 2019


Um pregão eletrônico divulgado pela Câmara Municipal de Garanhuns esta semana chama a atenção pelo alto valor e pelo objeto da licitação. É que o legislativo garanhuense está estimando gastar, nada mais nada menos, que R$ 748.966,95 (setecentos e quarenta e oito mil, novecentos e sessenta e seis reais e noventa e cinco centavos), com aluguel de carros. E não é qualquer carro. De acordo com a divulgação, os veículos devem ser, obrigatoriamente ano 2019. 


Na modalidade pregão eletrônico o órgão licitante não é obrigado a empenhar todo o valor contido no edital do certame.  A abertura das propostas  da licitação está prevista  para acontecer às 11:00h do dia 18/02/2019.   Fonte: www.vecgaranhuns.com

terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

SIVALDO ALBINO TOMA POSSE NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA


Sivaldo Albino e o Professor Paulo Dutra, ambos do PSB, tomaram posse na Assembleia Legislativa nesta segunda, 04/02/2019. Os novos parlamentares ocuparão as vagas abertas com as licenças de Rodrigo Novaes (PSD) e Aluísio Lessa (PSB), empossados na última sexta (1º), mas que se afastaram para assumir funções de gestão no Governo do Estado. Os licenciados estão à frente, respectivamente, das secretarias estaduais de Turismo e de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Com experiência prévia no Poder Legislativo, Sivaldo Albino foi vereador em Garanhuns (Agreste Meridional) por quatro mandatos, já tendo presidido a Câmara Municipal e sido, em 2016, candidato a prefeito daquela cidade. Tem 47 anos e assume pela primeira vez o cargo de deputado estadual. “Só quem nos acompanha desde o início sabe o que passou quem foi garçom, fiscal de ônibus e, hoje, com a bênção de Deus e pela vontade do povo, pode ter a oportunidade de honrar a confiança de cada eleitor e de ser uma voz atuante em favor do Agreste”, discursou.

Ao subirem à mesa dos trabalhos para assinar os termos de posse e ao discursarem, os novos parlamentares receberam aplausos de dezenas de pessoas que estavam nas galerias do Plenário Governador Eduardo Campos. Sivaldo Albino, que obteve 18,3 mil votos, e Paulo Dutra, 17,9 mil, foram suplentes na coligação que reuniu PSB, PSD e MDB nas Eleições 2018 e conquistou 15 cadeiras na Casa de Joaquim Nabuco. Na semana passada, quando já eram previstas as licenças dos titulares, ambos participaram de seminário na Alepe destinado aos deputados estreantes.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

LAMPIÃO AMEAÇA INVADIR CARUARU (1932)

Lampião costurando em uma de suas máquinas Singer, em 1936
Imagem/https://www.gazetadopovo.com.br

A morte de seus irmãos e de seu cunhado Virgínio, Lampião travou encarniçados combates contra os nazarenos em Barreiras, Caraíbas e Nazaré e cantou espetacular vitória na batalha de Serra Grande; depois da morte de Antônio, executou, com tática e cronometradamente, o incrível ataque a Mossoró e realizou, epicamente, fabulosa retirada; e agora, sendo morto Ezequiel, sentia necessidade de reconquistar-se a si próprio. Daí talvez a decisão de atacar Caruaru.
Dr. Celso Galvão foi prefeito de  Caruaru
e Garanhuns por dois mandatos
Afiançado pelo incansável pesquisador caruaruense Nélson Barbalho, também um dos historiadores do Agreste pernambucano, cuja probidade é inconteste, e que, de viva voz, narrou o caso ao autor deste trabalho, que, por sua vez, através de pesquisas, enquadrou o acontecimento no tempo exato. Corria o ano de 1932, dois importantes fatos nacionais: a Revolução de São Paulo e a terrível grande seca do Nordeste. Enquanto levas de soldados partiam para o "front", levas de flagelados atacavam as localidades atrás de matar a fome, ou partiam, miseráveis retirantes, para longe do flagelo climático...

Em Recife, apenas as guarnições suficientes para garantir um eventual levante de apoio a São Paulo. O interior praticamente desguarnecido. Nestas condições se achava Caruaru. O ministro José Américo falhara nas promessas de enviar víveres solicitados pelas autoridades municipais caruaruenses. Cidade ultimamente sacudida pelas ameaças de Lampião, que tinha umas contas a ajustar com certos elementos, de lá, que o enganaram; e por ser a maior e  a de mais recursos do interior do Estado, era a mais visada pelos famintos.

É quando imensa turbamulta de flagelados, ajustando-se ou tomando posição pelas cercas de avelós que contornavam as pequenas propriedades dos arredores, invadiu o centro da cidade e arrebentou e saqueou o Mercado de Farinha.

E é aí que, coincidente ou planejadamente, entrou em cena Lampião enviando um ultimato ao professor José Florêncio Leão, primeiro prefeito revolucionário de Caruaru: -  ou lhe  remeteria tanto (não se sabe quanto) dentro do mínimo prazo, - ou atacaria a cidade. Para isto, daria todo o seu apoio aos  flagelados que, lá dentro, agiriam, através de grupos de entremeio, disfarçadamente enviados, como Cavalo de Troia ou quinta-colunas.

É importante notar que a data precisa deste acontecimento se situa na primeira quinzena do mês de setembro, quando Lampião, de modo invisível, perlustrando, com vários de seus grupos bem adestrados e equipados, pela ribeira do Ipanema, levou total sumiço. Talvez já pelas ribeiras do Una e do Ipojuca armando o seu dispositivo de ataque...

Em se considerando bem, a Lampião pouco se lhe importava Caruaru ser grande cidade de quatro ou mais torres de igreja. O fracasso de Mossoró não se repetiria. Ele conhecia muito bem a região desde os longos tempos de almocreva, quando ia ver ancoretas de cana em Vitória de Santo Antão. Também, de melhor experiência, sabia como e por onde eficientemente atacar.

A situação era gravíssima!

Que fez o prefeito?

Em companhia de políticos de influência, adversários entre si, mas então unidos para salvação da cidade - Dr. Adolfo Silva Filho (médico), Sebastião Cardim (comerciante) e Dr. Celso Galvão (dentista) - tomou um automóvel e, com toda urgência, tocou para predeterminado ponto do município de Belo Jardim, onde entregou ao emissário de Lampião (ou a ele próprio, talvez) a quantia estipulada (que devia ser avultada), arrecadada sigilosamente entre os ricaços da terra.

Assim Caruaru se livrou de um dos maiores feitos do Rei do Cangaço...

Alguém, entretanto, acha "impossível" e até "ridículo" Lampião querer atacar uma cidade tão importante como Caruaru. Ora! E não atacou Mossoró muito mais importante na época?

Fonte: Livro Lampião, Seu Tempo e Seu Reinado do escritor Frederico Bezerra Maciel 

NESTE 4 DE FEVEREIRO GARANHUNS COMPLETA 140 ANOS

Luiz Gonzaga realiza show de encerramento das festividades do Centenário de Garanhuns 4/2/1979 - D. Edjenalva Amaral, prefeito Ivo Amaral, Luiz Gonzaga, entre outros


Por Robson Ferreira

A história de Garanhuns é fantástica, pelo seu povo, beleza, clima e por se localizar em um lugar privilegiado entre Sete Colinas. A nossa cidade era para estar em um patamar mais elevado, não fosse os nosso governantes, onde já tivemos altos e baixos, uns destroem o trabalho de outros e fazem o que querem sem consultar a população. Existem muitas ações e decisões políticas que são tomadas e decididas às escuras sem o conhecimento do povo. Mas, mesmo assim, Garanhuns resiste a essas decisões que muitas vezes não condizem com a nossa época, e muitas das vezes não crescemos, estacionamos e até retrocedemos. Ao meu ver temos que estar sempre evoluindo. Torcemos que políticos voltem a defender e lutar pelo desenvolvimento desta terra e o bem-estar de todos que nela habitam e não queiram empurrar qualquer coisa a seu  gosto, querendo tão somente que a população aceite. Não é possível que um governo invista apenas em um setor e esqueça os demais... Hoje  existem obras inacabadas com poucos investimentos e que são necessárias para a maioria da população e o melhor desenvolvimento do município, com cem anos de atraso e outras que só favorecem a uma minoria ou uma classe cujo investimentos são altíssimos.

Hoje retrocedemos no que desrespeito ao aniversário de Garanhuns enquanto cidade. É que desde 2014 comemoramos em março o aniversário da Vila da Santo Antônio de Garanhuns que em 10 de março de 1811 foi elevada à categoria de Vila! Nesse aspecto retrocedemos, pois a Câmara aprovou como sendo o dia de Garanhuns, descartando o 4 de fevereiro de 1879 quando Garanhuns de fato deixa de ser Vila e passa a ser Cidade. Como seria Garanhuns hoje se ainda fosse Vila?

O CENTENÁRIO DE GARANHUNS

Nas eleições de 15 de novembro de 1976, eram 6 os candidatos na disputa para Prefeito desta cidade, e na época existiam apenas dois partidos (ARENA E MDB), os candidatos da ARENA eram: Ivo Tinô do Amaral, José Inácio Rodrigues e Francisco Ribeiro, e pelo MDB; Ivan Rodrigues, Humberto de Morais e Dinaldo Isaac de Macedo, todos em seus respectivos comícios falavam da festa do Centenário de Garanhuns que fariam se fossem eleitos. Essa festa foi realizada pelo prefeito eleito Ivo Amaral com uma vasta programação jamais vista em Garanhuns. Foram 8 dias de festa iniciada no dia 28 de janeiro com encerramento em 4 de fevereiro de 1979. Ivo Amaral formou a Comissão do Centenário que elaborou uma extensa programação, com tudo que era necessário para a festa a altura do centenário desta cidade. Em suas palavras, o Prefeito do então centenário, Ivo Amaral que nos deu a honra de entrevistá-lo, falou de todos os  preparativos e da realização da grande festa dos cem anos da cidade de Garanhuns. "Me senti muito honrado em ser o Prefeito do Centenário, tanto que me preparei para a grande comemoração, e fizemos uma extensa programação a altura da emancipação política de Garanhuns. Nesta programação nós priorizamos a cultura, o turismo e o desenvolvimento social, trouxemos grandes escritores e jornalistas para  fazer conferências, e quem abriu a programação foi Gilberto Freyre, um dos maiores escritores do Brasil, seguido de muitos outros do mesmo nível. Fizemos torneio de futebol, shows com Dominguinhos que abriu os festejos no dia 28 de janeiro, e Luiz Gonzaga encerrou no dia 4 de fevereiro. Uma curiosidade: Quando fui contratar Luiz Gonzaga para a abertura, o mesmo pediu para que eu contratasse um jovem cantor que era da terra e era muito amigo, foi quando conheci Dominguinhos, e Luiz Gonzaga sugeriu que Dominguinhos abrisse a festa e ele (Luiz) encerrasse, e assim ei fiz e foi um sucesso estrondoso. Fizemos uma festa multicultural digna do  aniversário de Garanhuns" destaca Ivo.

Houve muitas outras atrações ao longo dos oito dias, e só para se ter uma ideia, a  Orquestra Sinfônica do Recife se apresentou pela primeira vez no interior de Pernambuco e fez uma belíssima apresentação em Garanhuns. Ivo conseguiu trazer Frei Damião pela primeira vez nesta cidade. Com relação a mudança da data do aniversário da cidade ignorando totalmente o 4 de fevereiro, Ivo dá sua opinião: "Eu fui surpreendido com essa história toda, e não me manifestei porque achei que  isso era uma excrescência isso partiu de alguns políticos de nossa cidade e  de determinados comerciantes que foram os mais beneficiados, porque queriam acabar com o feriado que está na constituição, e os municípios têm direito de decretar 4 feriados, inclusive o aniversário da cidade, e essa lei vigorou durante muitos anos, e todos os prefeitos respeitaram e comemoraram. De fato em 1811 Garanhuns era um povoado próspero e foi elevado à Vila, mas, só em 4 de fevereiro de 1879 o Barão de Nazaré passou um mês aqui se tratando e quando voltou ao Recife apresentou um projeto e Garanhuns foi elevado à categoria de cidade, em seguida, após arrumarem a documentação toda, fizeram a primeira eleição e o Major Antônio da Silva Souto foi eleito pelo voto popular, o primeiro prefeito constitucional de Garanhuns, e a cidade teve sua primeira Câmara Municipal, hoje é uma cidade que pela constituição não existe, não tem o feriado municipal da emancipação política administrativa, então isso que criaram é inconstitucional por que em parte nenhuma no mundo se comemora a elevação de povoado à Vila, e sim de Vila à Cidade, e foi o que eu fiz. Andaram dizendo que fui eu quem criou isso e não foi assim, isso é a história de Garanhuns, eu apenas tive a sorte de ser eleito no período do Centenário de Garanhuns" afirma Ivo Amaral. O fato mais engraçado é que  não se tem registros de comemoração entre 1811 a 1879 no período em que Garanhuns foi Vila.

Transcrito do Jornal Cidade de 26 de janeiro de 2019.


Em 4 de fevereiro de 1979, o cantor Luiz Gonzaga realiza o show de encerramento da festividades do Centenário de Garanhuns. Pela primeira vez ele cantou a música "Onde o Nordeste Garoa", composição feita a pedido do então prefeito Ivo Amaral para o Centenário de Garanhuns.

Música - Luiz Gonzaga
Compositor - Onildo Almeida
Licenciado para o YouTube por
SME (em nome de Best); UMPG Publishing e 1 associações de direitos musicais
Créditos do Vídeo - Pedro Macêdo

domingo, 3 de fevereiro de 2019

GARANHUNS: DEFINIDOS OS GRUPOS DA 5ª COPA DE FUTEBOL DO AGRESTE


Em reunião com os representantes das equipes, foram definidos os 3 grupos da 5ª Copa de Futebol do Agreste. Cada grupo terá 4 equipes jogando entre si e classificando os dois primeiros de cada grupo e os 2 melhores terceiros lugares no geral, tendo previsão de começar a copa em 10 de março. A competição é organizada pela Liga de Futebol do Agreste Meridional - Microrregião de Garanhuns, que tem a frente o ex-jogador profissional Quincas Araújo.
Reunião para definição dos grupos da 5ª Copa de Futebol do Agreste 2019

Fonte: Blog do Ismaradona

FERNANDO FIGUEIRA 100 ANOS

Crianças e famílias pobres eram o ponto central da atenção de Figueira
Imagem/Museu Imip



Por Renata Coutinho

Em 4 de fevereiro de 1919, na rua da Fonte, Figueira da Foz, Portugal, nasce Fernando Jorge Simão dos Santos Figueira, filho de Joaquim Figueira e Maria Alice Pedrosa dos Santos Figueira. Em abril do mesmo ano, a família muda-se para o Recife. Na infância, Fernando e a família dividem-se entre a Capital e a cidade de Garanhuns, no Agreste, onde ele conclui o Ensino Médio. Aos 16 anos, presta exames e ingressa na Faculdade de Medicina do Recife, atual Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Aos 21 forma-se médico, sendo um dos mais jovens de sua turma. Isso era só o começo da carreira meteórica do então rapaz, que escolheu a população pobre como ponto nevrálgico do cuidado em saúde, muito antes de o SUS existir. 

"O exercício da medicina não deve se subordinar à crueza das leis econômicas. Deve ser regido pelas necessidades sociais de um povo em determinado momento histórico", Fernando Figueira.

“Determinado.” É assim que a maioria das pessoas que conviveram mais intimamente com o doutor Fernando o descrevem. Este também é o principal adjetivo dado pela viúva dele, dona Nancy Figueira, 86 anos, com quem viveu quase 50 anos e teve oito dos nove filhos. “Era sua marca. Quando queria fazer uma coisa, tinha que fazer de todo jeito, doesse em quem doesse”, disse, com ar nostálgico. Entre risos, relembrou que essa foi, inclusive, sua primeira impressão daquele homem 14 anos mais velho que, num piscar de olhos, tornou-se seu marido depois de conhecê-lo no parto da irmã, em São Paulo. Na capital paulista, Figueira atuou no início da carreira. “A gente se conheceu no ato médico. Conheci Fernando em julho e casei em outubro. Tudo com ele era ligeiro. Assim que ele chegou em casa disse à sua funcionária Rosa: "Agora eu me caso’”, divertiu-se Nancy. 

Click no link abaixo e confira a matéria completa no Portal da Folha de Pernambuco:

https://www.folhape.com.br/noticias/noticias/cotidiano/2019/02/03/NWS,95168,70,449,NOTICIAS,2190-FERNANDO-FIGUEIRA-100-ANOS-HOMEM-MEDICO-MESTRE.aspx