quinta-feira, 7 de maio de 2020

EM JANEIRO DE 1989, IVO AMARAL ASSUMIA PELA SEGUNDA VEZ O CARGO DE PREFEITO DE GARANHUNS

Ivo Tinô do Amaral
Em um dos pleitos mais disputados, Garanhuns viveu dias de festa por ocasião da campanha política, que envolveu Ivo Amaral, José Cardoso,  Givaldo Calado, José Estevão dos Santos e Carlos Moraes.

O principal oponente da chapa pefelista, no pleito daquele ano foi o líder popular José Cardoso, que apesar de ser uma liderança carismática perdeu a eleição por uma diferença de mais de dois mil votos.

As eleições foram realizadas em 15 de novembro de 1988, Ivo Amaral, tendo como seu vice o médico Esdras Cabral de Lima, é eleito para o segundo mandado de prefeito de Garanhuns. Ivo Amaral - 12.060 votos; José Cardoso - 9.643 votos; Givaldo Calado - 4.689; José Estevão dos Santos - 2.833 e Carlos Moraes 517 votos.

POSSE DE IVO AMARAL

Em 1º de janeiro de 1989, Ivo Amaral assumia pela segunda vez o cargo de prefeito de Garanhuns, tendo como vice o Dr. Esdras Cabral de Lima.

Foi na segunda administração à frente da Prefeitura de Garanhuns, que Ivo Amaral teve a oportunidade de criar o Festival de Inverno em 1991, além de concluir obras que constavam do programa de governo da sua primeira administração 1977/1982.

Entre os vários projetos que foram criados e desenvolvidos destacamos: Construção de 20 novas Unidades Escolares, ampliação de 5 outras, aumentando a capacidade da oferta escolar em mais de 40 salas de aula, além de recuperar 51 escolas; pavimentação de 200 ruas, com construção de galerias de águas pluviais, perfazendo um total de 100 km de vias pavimentadas e 60 km de galerias implantadas; Revitalização do parque Ruber van der Linden  (Pau Pombo); Recuperação do Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti; Conclusão das obras de construção e instalação do Matadouro Industrial; Renovação da frota de veículos, com a aquisição de 2 caminhões basculantes, 2 caminhões com carrocerias compactadoras e mais 1 caminhão de carroceria; Construção e recuperação de praças e jardins: Espaço Cultural Luís Jardim, Praça Almira da Mota Valença, Tavares Correia, Souto Filho, Avenida Rui Barbosa, Pedro II, São Sebastião, Santo Antônio, Santa Terezinha e Jaime Pinheiro; Construção do Posto de Saúde, Dr. Othoniel Furtado Gueiros, no bairro Aloísio Pinto; Realização do I e II Festival de Inverno e a realização da primeira Garanheta em 1990.

Na sua primeira administração Ivo Amaral teve a oportunidade de comemorar o Centenário de Emancipação Política e Administrativa de Garanhuns. Foi através do Projeto de Lei do Deputado Provincial Silvino Guilherme de Barros (Barão de Nazaré), que foi sancionada a Lei nº 1309 em 4 de fevereiro de 1879 que emancipou Garanhuns. Neste período administrativo Ivo Amaral  implantou o Relógio de Flores, o único existente no Norte/Nordeste do Brasil, o cartão postal da nossa cidade, localizado na Praça Dr. Tavares Correia, bairro de Heliópolis.  Garanhuns tornou-se a primeira cidade do interior do Estado a ter suas ruas e avenidas asfaltadas e a iluminação com lâmpadas a vapor de sódio.

01/01/1989 - Ivo Amaral, Edjenalva e D. Francisca Amaral Tinô são recepcionados  pelos garanhuenses na chegada ao Palácio Celso Galvão


DISCURSO DA SOLENIDADE DE POSSE DE IVO AMARAL NA PREFEITURA DE GARANHUNS (01/01/1989)

Minhas Senhoras e Meus Senhores:

Quis a generosidade do povo de Garanhuns e a sua indômita vontade cívica, demonstradas nas urnas de 15 de novembro de 1988, que eu voltasse a ser Prefeito de todos os garanhuenses.

Portanto, aqui estou, mais disposto e consciente do dever a cumprir e ciente dos graves e inadiáveis problemas que tenho a enfrentar.

Garanhuns com cem mil habitantes e localizada em ponto privilegiado, quer pela sua altitude, quer pelas suas águas, suas escolas, seus pontos turísticos, suas belezas naturais, por sua infra-estrutura, especialmente a hoteleira, quer pela sua condição de ser um dos principais entroncamento rodoviários do Nordeste - encontros das BRs - 423 e 424 enfim, por tudo isso e por toda sua potencialidade ainda não explorada - deve voltar, e, deve urgentemente reconquistar a sua real posição no cenário político-social de Pernambuco e do Brasil.

D. Edjenalva, Ivo Amaral e D. Francisca Amaral Tinô

Aqui estou, recebendo o honrado encargo, para que na qualidade de Prefeito, possa gerir nos próximos quatro anos, a vida político-administrativa de Garanhuns.

É uma honrosa responsabilidade, e um trabalho que assumo, e espero fazê-lo com todo amor, todo entusiasmo e com todas as minhas forças. Não descansarei enquanto não ver, novamente, nossa "Suíça Pernambucana" alegre e sorridente, cantada e decantada pelos seus filhos, por aqueles que aqui aportam para trabalhar, pelos nossos visitantes e turistas.

Logo mais, estarei dando posse aos meus auxiliares mais diretos, auxiliares escolhidos entre pessoas da nossa terra, profundos conhecedores de nossos problemas, pessoas já provadas e aprovadas pela opinião pública quando do exercício de funções públicas e em outras atividades privadas. A equipe está pronta. Amanhã reiniciaremos a batalha pela conquista do tempo perdido. Os instrumentos de trabalho e os equipamentos que vamos dispor,  para os primeiros embates, são parcos mas, faremos como as heroínas de Tejucupapo, lutaremos com as armas que tivermos às mãos. Esta é razão pela qual vamos necessitar da compreensão de nossa população.

Ivo Amaral assina o livro do posse

Teremos que ter, não só a compreensão, mas a ajuda, pois só assim poderemos recuperar, mais rapidamente, Garanhuns.

Um governo se define pelas suas metas e pelos seus objetivos, e dentro  das metas e dos objetivos, destacam-se as prioridades. Hoje, em Garanhuns, tudo é prioridade, porém, a limpeza urbana, não só pelo visual, mas porque já está se tornando um problema de saúde pública, é prioridade absoluta. Não podemos deixar de reconhecer o estado lamentável em que também, se encontra nosso sistema viário - todas as suas principais vias estão em estado deplorável. Cito apenas esses dois aspectos, para que tenhamos uma visão do atual estado das coisas.

Dentro dos objetivos e metas, quero destacar a necessidade de se ter um trabalho voltado para a industrialização de nosso município, pensando não só nas grandes, médias indústrias, mas principalmente, para as pequenas e microempresas - as chamadas fábricas de fundo de quintal - onde a família trabalha, e unida tira o seu sustento, produzindo a grandeza de nossa comunidade.

Em se falando de indústria, não se pode deixar de mencionar a indústria sem chaminé - o turismo - que, quando bem orientado, e com uma infra-estrutura bem montada, produz riquezas, mão-de-obra em abundância; pode modificar a fisionomia de uma cidade e de uma região. Vamos investir. Vamos cuidar. Vamos trabalhar para que o turismo seja uma realidade palpável em nossa cidade. Estou criando uma Secretaria de Turismo, para que nossas ideias se transformem em realidade.

Já dizia o grande Rui Barbosa: "A Mão que embala o berço, governa as nações" Falava da educação doméstica que é responsabilidade da família. Quanto à responsabilidade dos governos, e a educação formal, clássica e pedagógica dada nas escolas, quanto à nossa responsabilidade local, procurarei por todos os  meios criar uma nova estrutura educacional no nosso município, para que a escola atinja os seus objetivos. Queremos que a escola tenha uma participação destacada na preparação dos nossos jovens. Todas as coisas no campo da saúde, do trabalho, o relacionamento entre as pessoas, as oportunidades e os horizontes  das pessoas seriam muito mais amplos se a escola fosse mais presente em suas vidas - maior aprendizado das letras - melhor profissionalização, enfim, tudo depende da escola. Darei e farei tudo, para que o meu governo seja marcado como um  governo que trabalhou, para que as nossas escolas fossem cada dia melhores.

A saúde vive dias de grandes transformações. Processa-se no momento atual, a estadualização e a municipalização das ações de saúde. Aos senhores prometo que, Garanhuns não ficará a reboque do processo, que ora está em curso.

Atuaremos e participaremos, para que em todas as atividades, possamos estar presentes com os nossos técnicos e nosso pessoal, para defendermos os nossos direitos. Quanto às atuais atividades nas áreas de saúde, não só as conservaremos, mas procuraremos dentro da capacidade do município, fazer a sua ampliação progressiva.

Não posso deixar de falar aos meus amigos da Zona Rural, aqui presentes em grande número. Na campanha eleitoral, prometi uma nova política para a Zona Rural, com a implantação de novas estradas, construção de novos açudes e barreiros, mais eletrificação, telefonia, escolas, tratores agrícolas e seus implementos, sementes selecionadas, enfim, uma nova e dinâmica política na Secretaria de Agricultura Municipal, voltada para o campo. Já estamos tomando as providências.

Portanto quero, para finalizar, falar aos funcionários públicos municipais. Muitos já me conhecem, já trabalharam comigo por mais de cinco anos. Prometo que vamos trabalhar para que dentro do menor espaço de tempo possível, seja regularizado o pagamento dos salários.

Desejo aproveitar a oportunidade para dizer que espero contar com todos, a  partir de amanhã, cada um em seu posto, procurando realizar suas tarefas ou as novas tarefas que serão estabelecidas, porque o tempo urge.

Temos uma grande etapa de serviços a realizar. De nossa parte, a regularização de certas e determinadas situações, principalmente os pagamentos, mas esperamos que todos cumpram com o seu dever.

Meu governo será um governo transparente. Será um governo participativo, todos estão sendo convocados a dele participar.

Teremos, nos primeiros meses, que  enfrentar uma verdadeira economia de guerra e tenho certeza que assim sendo, todos nós aprenderemos sempre  a fazer economia e zelar pelos bens públicos.

Desejando a todos que vão compor o meu governo, e para tal já foram convocados e para os que vão ser ainda convocados, aos senhores Vereadores, ao meu vice-prefeito, Dr. Esdras Cabral de Lima e a todo povo de Garanhuns, muita paz e muito amor por nossa terra.

Digo finalizando: " Vamos à luta".

Tenho Dito.

Garanhuns, 1º de janeiro de 1989.

Ivo Tinô do Amaral
Prefeito 

Nenhum comentário:

Postar um comentário