sábado, 11 de julho de 2020

HOJE É SÁBADO

Garanhuns, PE - Feira livre na Avenida Santo Antônio - Década de 1940

Hoje é sábado. Eu gosto dos sábados. Para mim, gosto que eles aconteçam sem meu planejamento. É um dos únicos  dias que para ele, não planejo nada ou quase nada. Gosto que  os sábados e as coisas boas deste dia aconteçam com o sentido de surpresa, esperando é claro, que sejam aqueles agradáveis que todos nós sempre desejamos e esperamos.

As coisas ruins que não venham... que fiquem para outros cantos.

Também não gosto muito que outros façam "planos" para os meus sábados. Lembro que na minha pré-adolescência, eu era livre para nos sábados dar uma esticada até a feira desta minha querida Garanhuns, à qual chamo em um poema/livro: "A Enevoada Pérola Fugidia". Um "mundo" maravilhoso: a feira. Gente, muita gente, frutas deliciosas, pássaros aprisionados em gaiolas, quinquilharias, pequenas figurinhas de barro com "cenas" do cotidiano, guloseimas, a "caramba", os tabuleiros de bolos e doces. Caçuás com galinhas, patos e ou pequenos animais: preá, cutia.

E mais as figuras tipicas da Feira, tais como: o barbeiro, o "homem da cobra", o cego pedindo esmola, um malabarista fazendo "mágicas" bestas, bêbados desengonçados e meu ligrar preferido: a tenda do meu Tio (avô) Chiquinho e da Tia Satu. Ali eu parava e ele me dava - invariavelmente - um níquel. Saia pulando para tomar caldo de cana com pão doce...

O sábado, o dia das  surpresas (agradáveis?), o dia da feira de Garanhuns, era para mim sempre, um dia de  alumbramento.

Manhã inteira do sábado na feira, vendo e revendo tudo.

Com o níquel dado por Tio Chiquinho, querendo comprar tudo, depois do pão doce.

E o sábado ia passando e eu correndo na feira, vendo, revendo tudo afugentando a fadiga. Quase meio dia a viagem de volta... Voltar para  casa descendo e subindo  ladeiras.

No quintal da nossa casa, outra maravilha, que ocorria somente no sábados: amigos e "parentes" comadres e compadres do Sítio Mulungu (da minha Tia Naninha) e de outros sítios próximos, literalmente "estacionavam" seus carros-de-boi, seus cavalos, mulas e burros, no nosso espaçoso quintal.

O quintal era muito grande aos meus olhos. Um estacionamento mesmo.

Eles, aqueles mesmos "visitantes" homens e mulheres,  a cada sábado, traziam dos sítios, muitos "agrados" para Dona Francisquinha (minha mãe). Traziam frutas, verduras, ou uma "franga", ou galinha gorda. Não era "pagamento" do estacionamento. Era parentesco distante, mas era fidelidade amiga que prevalecia, em troca também de favores de meu pai, comerciante.

Ali, por entre cavalos, selas, arreios, carro de boi, latas d'água, coxo de capim e muito cocô dos bichos, eu passava a tarde do meu sábado. Cenas que se repetiam a cada semana, mas sempre carregadas de emoções. Tudo se completava com as  "histórias" e "estorias" daquela gente, ali sentada em caixotes, tamboretes ou tronco de árvores. Ficavam fumando seus cigarros de palha, contando um mundo de coisas, com certeza mentiras e invenções.

Algumas verdades, claro.

As vezes acho que de certa forma "enriqueci" meus primeiros conhecimentos com aquele tipo de "cultura" rude e grosseira, mas sobremodo revestida de autenticidade e inocência.

Tirando aquele aspecto do estrume dos animais, e odor dos cigarros, o resto era beleza pura. Emoções incontidas e guardadas até hoje.

Um dia, uma égua grande acabou de urinar e permaneceu uns minutos com as pernas abertas. Fui por trás da bicha, peguei no rabo dele e tentei me balançar... Não deu certo. Ela fazendo-se de durona, (ou metida a besta) ameaçou um coice. Pulei fora em tempo.

Que bom o sábado. Melhor ainda quando ele retorna com lembranças inapagáveis. como hoje. Por isso eu gosto do dia de Sábado.

Marcílio Reinaux
Escritor, poeta e jornalista 
Abril de 2012

sexta-feira, 10 de julho de 2020

SIVALDO COMENTA VOLTA DAS ATIVIDADES ECONÔMICAS EM GARANHUNS E REGIÃO


Amigos e amigas de Garanhuns e região,

Na próxima segunda-feira (13), conforme decisão do Governo de Pernambuco, analisando os dados da pandemia, estaremos autorizados a passar a uma nova etapa do Plano de Convivência, o que nos permite o retorno de diversos segmentos econômicos. Se por este lado é positivo, pela volta das atividades laborais e impacto positivo na economia, por outro, precisamos ainda continuar atentos ao aumento dos números de infectados e óbitos na região. Por isto, fazemos o alerta para que todos continuem com as medidas de prevenção individual, como uso da máscara e álcool em gel, e se possível, ficarem em casa, e pedimos aos comerciantes, entre outros responsáveis pelos segmentos que retornarão às atividades, para que atendam às determinações do Plano de Convivência, para um retorno gradual e seguro no atendimento aos clientes e população em geral.

É importante o retorno das atividades econômicas, mas elas devem estar dentro dos padrões sugeridos pelas autoridades sanitárias do estado e do país. Aproveitamos para nos dirigir à CDL Garanhuns, que fez um belo trabalho educativo nos meios de comunicação e sabemos do compromisso dos dirigentes com a saúde da população.

Aproveitamos para informar que as atividades religiosas também retornam, conforme conversamos com o governador Paulo Câmara, e já adiantamos ao Bispo D. Paulo Jackson e pastores evangélicos de nosso município.

Agradecemos a todos o apoio e oramos juntos para superar este momento com o mínimo de perdas para as famílias do Agreste, por isto trabalhamos intensamente para oferecer a melhor estrutura de saúde nos hospitais da Rede SUS, gerenciados pela Secretaria Estadual de Saúde.

Abraço a todos,

Sivaldo Albino
Deputado Estadual

REMEMBER - DR. RAIMUNDO DE MORAES

Dr. Raimundo de Moraes
Para encerrar o ciclo desta série de crônicas - "Remember" - iniciada com Luiz Pereira Júnior, e, cronologicamente, seguida pelas lembranças de João de Assis Moreno, Dão, e do Deputado Elpídio Branco, vou deter-me na figura humana do Dr. Raimundo de Moraes.

Não ser-me-à fácil nesta evocação, sentimental, separar, com a isenção que se faz necessária, o filho Humberto do pai Raimundo, pois, sem o primeiro, um amigo cuja convivência espiritual cultivo há mais de 40 anos,  não teria condições de escrever sobre o segundo. Ao leitor desprevenido isto poderá parecer uma inversão, de vez que o pai sempre precede o filho, mas, no caso, ocorre justamente o contrário.

Ouvi pela primeira vez no nome do Dr. Raimundo de Moraes no ano de 1947, quando, fundador em Garanhuns do Partido Trabalhista Brasileiro, ele candidatou-se à deputado estadual, apoiando a candidatura do Coronel Francisco Figueira, da União Democrática Nacional, à prefeitura do Município. Eu e o meu saudoso pai estávamos do lado oposto.

No pleito eleitoral, se a legenda não fosse tão fraca em Pernambuco, o Dr. Raimundo de Moraes, um dos mais votados em Garanhuns e no Agreste Meridional, teria sido eleito, mas, mesmo assim, coube-lhe a primeira suplência. E deputados eleitos, tando da UDN como do PSD, tiveram menos votos que ele. Cirurgião-dentista pela Faculdade de Odontologia de Araraquara, São Paulo, o Dr. Raimundo de Moraes também foi emérito escritor, poeta e jornalista de pena assanhada. Um apaixonado pela vida! Tudo que fazia, fazia bem e com paixão! E Garanhuns foi uma das suas grandes paixões. Talvez, quem sabe, sua maior paixão.

Residiu numa chácara situada na Rua da Areia, logo no início, na confluência da curva onde termina a Rua 7 de Setembro, onde começa o bairro do Magano, e lá cultivava na terra fértil, hortaliças, flores - as rosas de Garanhuns - e até café além do pequeno e bem cuidado pomar. Morava na cidade em pleno sítio do interior, e fazia, diariamente, longas caminhadas da casa até o consultório que lhe dava o sustento da família, da esposa e dos filhos Cláudio, Lourdinha, Humberto e Luís, uma prole conhecida e respeitada na sociedade citadina.

Foi vereador em diversas legislaturas e sua presença na Câmara condiz com o nome "CASA RAIMUNDO DE MORAES", que Ulisses Pinto, este "mochileiro" de boa cepa, das melhores raízes garanhuenses, houve por bem sugerir, em reparo à omissão de um prefeito que não quis dar-lhe o nome honrado a uma praça pública da cidade a que tanto amou, sob todos aspectos.

Meu pai teve uma boa relação de amizade com o Dr. Raimundo de Moraes, mesmo e apesar de opositores políticos. Respeitavam-se como cidadãos de bem que foram, colocando, sempre, Garanhuns acima de eventuais interesses partidários. Se não foram amigos íntimos - como fui e sou do seu filho Humberto -, não deixaram de ser  adversários civilizados, que respeitavam reciprocamente.

Morreu o Dr. Raimundo de Moraes, lúcido e trabalhando, na idade avançada dos 81 anos, quando meu pai não chegou aos 74 anos, já afastado de Garanhuns, em seu retiro de Olinda. Nesses 7 anos de de diferença, a cidade serrana continuou recebendo as saudades de Fausto Souto Maior, mas, essencialmente, a presença contínua do escritor, do poeta, do espiritualista, sobretudo, que foi o pai do meu amigo de infância, de adolescência, e, ainda, desta terceira e definitiva idade - Humberto Alves de Moraes.

Rinaldo Souto Maior
Jornalista e historiador
São Paulo, 19 de Maio de 1984

ENCONTRO

João Marques

Seus olhos falaram
palavras reflexas
sorriso que abraça
estendido e leve
e eu me faço de vento
para tocar as vestes finas
pele tátil e transparente
a sensação do perto

o que me disse
com serenidade nos gestos
o silêncio pela espera
que chega trazendo o tempo
e me intimida a dizer
uma palavra, seu nome
outra palavra se escuta
no entardecer da paisagem
ela me diz: Adeus!

Garanhuns, 10 de Julho de 2020

RUA VEREADOR ANTÔNIO DE ANDRADE MELO - GARANHUNS, PE

PAIXÃO DE CRISTO DE NOVA JERUSALÉM NÃO SERÁ REALIZADA EM 2020



Folha de Pernambuco

A Paixão de Cristo de Nova Jerusalém não será realizada neste ano. O anúncio foi feito pela Sociedade Teatral de Fazenda Nova, nesta sexta-feira (10). A próxima temporada deve ocorrer de 27 de março a 3 de abril de 2021, segundo o comunicado enviado à imprensa. 

Inicialmente, o espetáculo - que há 53 anos ocorre na Semana Santa - havia sido adiado para o período de 2 a 7 de setembro, em função das medidas adotadas para reduzir riscos de contágio da Covid-19.

“Diante da conjuntura socioeconômica gerada pelos cenários de enfrentamento da pandemia e tendo em vista as incertezas, tanto sobre a duração do processo de evolução da Covid-19, como sobre os seus efeitos sobre a saúde e sobre a economia, a STFN considerou ser prudente não realizar a temporada em 2020”, afirma a nota oficial divulgada pelos produtores.

Os ingressos que já foram adquiridos para a temporada cancelada continuam válidos e poderão ser utilizados em qualquer um dos dias da temporada 2021. Mais informações: (81) 3732-1129 ou pelo e-mail novajerusalem@novajerusalem.com.br.

Foto: Felipe Souto Maior

COMÉRCIO DE GARANHUNS REABRE NA SEGUNDA (13)

O governador Paulo Câmara anunciou ontem, quinta-feira, 09 de julho, que Garanhuns e os demais municípios do Agreste, que fazem parte da macrorregião de saúde I, finalmente poderão avançar para a quarta fase do plano de convivência com a covid-19. Isto significa, além da reabertura do comércio, já publicada no portal, a reabertura dos espaços religiosos aqui na cidade, como já ocorreu no Recife e região metropolitana. 

De acordo com o que determina as regras da quarta fase do plano, as igrejas e templos precisarão seguir um rígido protocolo, com uma série de medidas preventivas, e limitar o público a 30% de sua capacidade, podendo chegar ao limite de 50 pessoas nos templos com capacidade de até mil lugares e 300 pessoas nos locais com capacidade acima de mil lugares.

Entre as regras estabelecidas, além da limitação do público, está a adoção de um intervalo entre as celebrações, que deve ser de três horas no mínimo, tanto para evitar aglomeração quanto para garantir uma efetiva limpeza do ambiente. Preferencialmente, devem ser disponibilizados cadeiras e bancos de uso individualizado, em quantidade compatível com o número máximo de participantes autorizados para o local. No caso de bancos de uso coletivo, eles devem ser reorganizados e demarcados de forma a garantir o afastamento recomendado.

Antes, durante e depois da realização das celebrações religiosas devem ser evitadas práticas de aproximação entre as pessoas e outras formas de contato físico, como dar as mãos, beijos, abraços, apertos de mãos, entre outros.

quinta-feira, 9 de julho de 2020

NÚMERO DE MILIONÁRIOS CRESCE NO BRASIL


O número de milionários no Brasil cresceu 7% e chegou a 199 mil em 2019. A informação é do World Wealth Report de 2020, publicado nesta quinta-feira (9) pelo instituto de pesquisa Capgemini.

Em números brutos, o Brasil é 18º país com o maior número de milionários, parte em razão do seu tamanho, já que fica na frente de países ricos como Suécia e da Áustria.

Estados Unidos, Japão, Alemanha e China, os quatro primeiros colocados no ranking, concentram 61,6% da chamada população HWNI (sigla para indivíduo cm alto patrimônio líquido, uma pessoa com investimentos superiores a US$ 1 milhão). Os EUA têm quase 6 milhões de milionários.

De 2018 a 2019, o total de milionários subiu 8,8%, com aumento em todas as regiões do mundo. São 19,6 milhões de pessoas contra 18 milhões em 2018. A riqueza cresceu 8,6% e representa US$ 74 trilhões.

Na América Latina, a alta foi de 2,7%. O maior crescimento foi registrado na América do Norte (10,9%), seguida do Oriente Médio (9,3%). Foi a primeira vez desde 2012 que a região Ásia-Pacífico não liderou o crescimento da riqueza. A América do Norte registrou alta de 11%, enquanto a América Latina, 4,4%. "O aumento das tensões comerciais e a agitação geopolítica exigiram confiança nos negócios, nas decisões de investimento e no comércio global", afirmou o relatório.

Analistas da Capgemini mencionam também uma "mudança notável nas acomodações de política monetária em várias regiões –e otimismo de desempenho do setor de tecnologia", o que teria acalmado tensões no mercado financeiro.

O relatório do ano passado, portanto relativo a 2018, apresentou a primeira baixa de milionários após sete anos consecutivos de alta. A queda foi consequência da guerra comercial entre China e Estados Unidos, que derrubou o desempenho econômico do país asiático, e no Brexit, com as incertezas no mercado europeu.

O impacto da Covid-19 será registrado no balanço do próximo ano. No primeiro trimestre de 2020, a pandemia de coronavírus contraiu US$ 18 trilhões de mercados globalmente. A estimativa do instituto é de redução de 6% a 8% na riqueza global até o fim de abril de 2020.

Pobreza 

De acordo com o Banco Mundial, as estimativas mais recentes sobre pobreza, de 2015, mostram que 10% da população mundial ou 734 milhões de pessoas vivem com menos de US$ 1,90 dólar por dia. Em 1990, eram 36%, 1,9 bilhão de pessoas.

Devido à Covid-19, a instituição estima que até 60 milhões de pessoas entrem em extrema pobreza (menos de US $ 1,90 ao dia) este ano. A taxa global de pobreza extrema pode aumentar de 0,3 a 0,7 pontos percentuais, para cerca de 9% em 2020.

Dado recente da ONU aponta para 500 milhões de pessoas em situação de pobreza no mundo.

Com informações da Folha de Pernambuco

ETERNO GUARDIÃO

José Inácio Rodrigues*

Cristo, enviado dos céus!
Humildemente, rogo-te perdão,
Para todos os filhos teus!
Para os incrédulos, os ateus,
Frutos da tua criação...

Foram criados à tua imagem,
Mas, não refletem tua linhagem,
Porque, falta-lhes compreensão!
Homens de pouca fé,
Esquecidos da vossa instrução!

Estavas, sofrendo pregado na cruz,
Porém, Dimas recebeu tua luz:
"Hoje estarás comigo no paraíso"!
Não o mandaste para o inferno,
Queimar naquele fogo eterno...
Porque és Pai piedoso sereno e altivo!

Quem conhece teus ensinamentos,
Não sabe guardar ressentimentos,
Mesmo, às vezes, sendo insultado!
Porque o evangelho é tua lição,
És nosso eterno guardião...
Por isso devemos ser resignados.

ALEPE - COLEGIADOS APROVAM SUPRESSÃO DE 0,135 HECTARE DE CAATINGA PARA EXPANSÃO DE PARQUE EÓLICO NO SERTÃO

Em reunião remota realizada na quarta-feira (08), a Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa deu aval para a retirada de parte da vegetação de uma área de preservação permanente em Tacaratu, no Sertão de Itaparica. A autorização, solicitada pelo Governo do Estado, vai permitir que seja ampliado o parque eólico que funciona na região.

Priscila Krause, do Democratas, relatora da proposta, destacou que a atividade econômica traz benefícios para o Sertão e que o texto obriga que a mesma área da caatinga a ser desmatada seja recomposta em outro local. A partir da sugestão da deputada Teresa Leitão, do PT, Priscila propôs que o Colegiado de Meio Ambiente passe a acompanhar o cumprimento das medidas condicionantes aprovadas em projetos de lei que autorizam a retirada de vegetação em área de preservação ambiental. “Eu peço aí o apoio dos senhores, e reforçando o compromisso de também buscar a fiscalização para saber se essas áreas que a gente costumeiramente autoriza aqui, se elas estão sendo realmente replantadas e se essa compensação ambiental está acontecendo”.

Presidente da Comissão, o deputado Wanderson Florâncio, do PSC, acatou a sugestão e destacou a pertinência do pedido. Tony Gel, do MDB, explicou que a instalação dos aerogeradores necessita de pequena área, no entanto ponderou que qualquer planta removida da caatinga faz falta, e se posicionou favorável à compensação ambiental. “E esse 13,5 de um hectare, que é uma área pequena, tomara que a compensação seja de um hectare, pelo menos, de dois hectares em uma outra área. É isso que a gente tem que fazer para não devastar a nossa caatinga e a gente não sofrer com as secas ou com as chuvas desequilibradas no Nordeste”.

A matéria também foi aprovada pela Comissão de Administração Pública. 

MANUAL DE REGULARIDADE É LANÇADO PELA CONTROLADORIA DO ESTADO

A manutenção da regularidade estadual é de fundamental importância para o recebimento de transferências voluntárias, bem como a contratação de operações de crédito. Para auxiliar a atuação dos órgãos e entidades da administração pública de Pernambuco nesse trabalho, normatizado pelo Decreto Estadual nº 36.775/11, a Secretaria da Controladoria-Geral do Estado publicou o “Manual de regularidade estadual para gestores”, que já está disponível para download no site da SCGE (www.scge.pe.gov.br).

A elaboração do material foi pensada pela Controladoria, uma vez que o órgão é responsável por monitorar a regularidade estadual, principalmente no seu acompanhamento fiscal e econômico-financeiro. Nele, é possível encontrar uma visão geral do assunto, apresentando os tipos de regularidade, as responsabilidades de cada participante na sua manutenção, as rotinas de acompanhamento periódicas, providências para regularização de eventuais pendências, sanções aplicáveis no caso de descumprimento das obrigações da legislação e a inclusão de registros no Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias (Cauc).

Para a secretária da SCGE, Érika Lacet, o manual tem o objetivo de orientar a atuação dos gestores, com a intenção de evitar situações que possam acarretar na impossibilidade de o Estado firmar convênios para recebimento de recursos da União, seja por meio de transferências voluntárias ou através da contratação de operações de crédito interna ou externa. “Identificamos algumas dificuldades enfrentadas no acompanhamento e manutenção dos requisitos trazidos pelo decreto e acreditamos que, a partir desta publicação, será possível atuar de forma mais assertiva”, analisou.

Organizado pela Diretoria de Convênios e Regularidade (DCON/SCGE), o manual vem consolidar as informações sobre as atividades, processos e boas práticas relacionadas ao acompanhamento e manutenção da regularidade estadual. “Iremos utilizar esse documento como parâmetro para atuação junto aos demais órgãos e entidades do Poder Executivo Estadual. Foi um trabalho muito importante realizado pela nossa diretoria e acredito que será de grande ajuda para todos os gestores”, destacou a diretora da DCON, Thaís Oliveira.

quarta-feira, 8 de julho de 2020

FACEBOOK REMOVE CONTAS FALSAS LIGADAS AO PSL E A BOLSONARO

O Facebook afirmou, nesta quarta-feira (8), que removeu 73 contas inautênticas de uma rede coordenada ligada a integrantes do governo de Jair Bolsonaro. Foram removidas 35 contas do Facebook e 38 do Instagram que, segundo a empresa, atuaram com propagação de notícias falsas antes e durante o mandato de Bolsonaro. A audiência chegava a dois milhões de contas.

"Nossa investigação encontrou ligações a pessoas associadas ao PSL (Partido Social Liberal) e a alguns dos funcionários nos gabinetes de Anderson Moraes, Alana Passos, Eduardo Bolsonaro, Flávio Bolsonaro e Jair Bolsonaro", afirmou a empresa, que fez uma investigação interna mais ampla e identificou redes inautênticas também no Canadá, no Equador, na Ucrânia e nos Estados Unidos.

Os conteúdos eram sobre notícias e eventos locais e, de acordo com o Facebook, incluíam política e eleições, memes, críticas à oposição política, organizações de mídia e jornalistas, e mais recentemente sobre a pandemia do novo coronavírus. A empresa disse que barrou as contas concentradas "no comportamento, e não no conteúdo”.

O total gasto com anúncio no Facebook foi de cerca de US$ 1.500, pagos em reais. As contas tinham cerca de 883 mil seguidores. Também foi detectado um grupo com cerca de 350 pessoas. No Instagram, eram 917 mil seguidores ao todo. A derrubada fez parte de uma investigação interna mais ampla, que derrubou quatro redes distintas por violação da política do Facebook "contra interferência estrangeira e comportamento inautêntico coordenado”.

RUA ANTONIO DE ALCÂNTARA LEITE - GARANHUNS, PE


SECULT-PE E FUNDARPE DIVULGAM NOVO PRAZO DE INSCRIÇÃO DO 5º PRÊMIO AYRTON DE ALMEIDA


O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE) e Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), divulga o novo prazo de inscrições para o 5º Prêmio Ayrton de Almeida Carvalho de Preservação do Patrimônio Cultural de Pernambuco. Os interessados em participar da premiação terão até o dia 20 de julho deste ano para se inscrever gratuitamente pela internet, exclusivamente pelo Mapa Cultural de Pernambuco (www.mapacultural.pe.gov.br/oportunidade/273). Clique aqui e confira o edital e seus anexos.

O prêmio tem como objetivo reconhecer e premiar, com recursos na ordem de R$ 90 mil, a atuação dos fazedores de bens culturais de natureza material e imaterial beneficiando os responsáveis por ações bem sucedidas de proteção, preservação, conservação, salvaguarda e outras formas de acautelamento do Patrimônio Cultural em todas as macrorregiões do Estado de Pernambuco.

“Este prêmio, além de reconhecer ações exitosas que trazem no seu mérito a preservação de bens materiais e imateriais, também amplia cada vez mais a consciência de que o dever pela conservação do patrimônio é de toda sociedade, e pode fazer parte dos projetos de naturezas variadas, não apenas ações de arquitetura e urbanismo, mas também projetos das linguagens artísticas, entre outras que pensem o patrimônio”, afirma Marcelo Canuto, presidente da Fundarpe.

Para participar, o candidato pode ser uma pessoa física ou jurídica cujo trabalho de preservação inscrito tenha sido desenvolvido integralmente ou parcialmente em Pernambuco. A premiação está dividida em três categorias: Formação (Ações Educativas); Promoção e Difusão; e Acervos Documentais e Memória Cultural. Para cada uma delas, o primeiro colocado receberá R$ 20 mil. Já o segundo, R$ 10 mil.

PASSAGEM

João Marques

Levo a casa vista
quando passo à sombra
a sua inexistência
sobre o chão vazio

a fala de mulher
o toque de piano
a vida que fazia
e que me faz ainda
se abrangente vou
como a ventania.

RETRATOS DA NOSSA HISTÓRIA


Nesta foto da esquerda para a direita: Coronel do Exército, Antônio Luiz da Costa Burgos, assessor do Ministro do Exército, General Zenildo Lucena (Filho de São Bento do Una), um General aposentado (não sabemos o nome), Ivo Tinô do Amaral, ex-prefeito de Garanhuns, que recebeu entre outras personalidades, a Medalha do Mérito Militar da Presidência da República, General Luciano P. Casales, Comandante Militar do Planalto (Brasília), e o Jornalista Ulisses Pinto. O Coronel Burgos, é filho de Lajedo. Maio de 1996.

CÂMARA APROVA MP QUE SUSPENDE NÚMERO MÍNIMO DE DIAS LETIVOS


A Câmara concluiu nesta terça-feira (7) a votação da medida provisória (MP 934/2020), que prevê a flexibilização dos dias letivos por causa dos efeitos da pandemia de covid-19. O texto-base já havia sido aprovado semana passada. Hoje foram analisados apenas destaques e todos eles foram rejeitados.

De acordo com a proposta, que segue para análise no Senado, os estabelecimentos de educação infantil serão dispensados de cumprir os 200 dias do ano letivo e também a carga mínima de 800 horas. Já as escolas de ensino fundamental e médio terão de cumprir essa mesma carga horária, embora não precisem seguir o número mínimo de dias (200).

O Conselho Nacional de Educação (CNE) deverá editar diretrizes nacionais para implantar a regra, segundo a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e sem prejuízo da qualidade do ensino e da aprendizagem.

Devido ao tempo escasso que restará até o fim do ano para encaixar a carga horária nos dias disponíveis, o projeto de lei de conversão permite que o conteúdo deste ano seja aplicado no próximo ano, aglutinando duas séries ou anos escolares.

O texto prevê que as estratégias de retorno das aulas presenciais deverão ser adotadas em colaboração com outros setores, como saúde e assistência social, além de observar as diretrizes das autoridades sanitárias e as regras estabelecidas pelo respectivo sistema de ensino. Para isso, a União deverá prestar assistência técnica e financeira aos estados e municípios.

Abaixo, o resumo das principais mudanças aprovadas, segundo a relator da MP, Luiza Canziani (PTB-PR):

- Estabelecimentos de ensino deverão observar as diretrizes nacionais do CNE, a Base Nacional Comum Curricular e as normas editadas pelos respectivos sistemas de ensino.

- Na educação infantil, mínimo de dias letivos e cumprimento da carga horário serão flexibilizados. As atividades desta etapa deverão seguir os objetivos de aprendizagem e as orientações pediátricas quanto ao uso de tecnologias de informação e comunicação.

- No ensino fundamental e médio, os dias letivos serão flexibilizados, mas a carga horária deverá ser cumprida. As atividades ministradas durante o período de afastamento escolar (incluindo por meio do uso de tecnologia de informação e comunicação) deverão ser vinculadas aos conteúdos curriculares e deverão obedecer aos critérios objetivos estabelecidos pelo CNE.

- A reorganização do calendário escolar obedecerá aos princípios da Constituição Federal, garantidas iguais condições para acesso e permanência nas escolas.

- Para o cumprimento dos objetivos de aprendizagem e desenvolvimento, a integralização da carga horária mínima do ano letivo afetado poderá ser feita no ano subsequente, inclusive por meio da adoção de um continuum de duas séries ou anos escolares.

- Os sistemas de ensino que adotarem atividades pedagógicas não presenciais como parte do cumprimento da carga horário deverão assegurar que os alunos tenham acesso aos meios necessários para a realização dessas atividades.

- Os sistemas de ensino poderão ofertar, em caráter excepcional e mediante disponibilidade de vagas na rede pública, ao aluno concluinte do ensino médio matricular-se para períodos de estudos de até um ano escolar suplementar.

- A União deverá prestar assistência técnica e financeira de forma supletiva aos Estados e Municípios e ao DF no provimento dos meios necessários ao acesso dos profissionais da educação e dos alunos da educação básica às atividades pedagógicas não presenciais adotadas pelos sistemas de ensino.

- Serão utilizados recursos oriundos do Regime Extraordinário Fiscal, Financeiro e de Contratações instituído pela Emenda Constitucional nº 106, de 7 de maio de 2020. Esse montante corresponderia a valor da ordem de R$ 5 bilhões, dos quais R$ 3,75 bilhões seriam destinados a contribuir para o desenvolvimento de atividades pedagógicas não presenciais e R$ 1,25 bilhão para apoio às medidas de retorno às aulas.

- A União, os Estados, os Municípios e o Distrito Federal implementarão, em regime de colaboração, estratégias intersetoriais de retorno às atividades escolares regulares nas áreas de educação, de saúde e de assistência social.

- As instituições de ensino superior ficam dispensadas da obrigatoriedade de observância do mínimo de dias letivos de efetivo trabalho acadêmico. A carga horária prevista para a grade curricular será mantida, não havendo prejuízo aos conteúdos essenciais para o exercício da profissão.

- Poderão ser desenvolvidas atividades pedagógicas não presenciais vinculadas aos conteúdos curriculares de cada curso.

- As instituições de educação superior poderão antecipar a conclusão dos cursos superiores de Medicina, Farmácia, Enfermagem, Fisioterapia e Odontologia desde que o aluno cumpra, no mínimo:
I - 75 % (setenta e cinco por cento) da carga horária do internato do curso de Medicina; ou
II - 75% (setenta e cinco por cento) da carga horária dos estágios curriculares obrigatórios dos cursos de Enfermagem, Farmácia e Fisioterapia e Odontologia.

- Os sistemas de ensino ficam autorizados a antecipar, em caráter excepcional, a conclusão dos cursos de educação profissional técnica de nível médio, desde que diretamente relacionados ao combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

- As datas de realização do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) serão definidas em articulação com os sistemas estaduais de ensino. Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e ao Programa Universidade para Todos (Prouni) serão compatibilizados com a divulgação dos resultados do exame.

- Os recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar poderão ter sua gestão flexibilizada ao longo do período de pandemia, permitindo a transferência direta aos estudantes, para possibilitar que adquiram gêneros alimentícios. Os instrumentos de repasse serão firmados por decisão local, conforme suas necessidades.

- O texto resguarda o mínimo de 30% de investimentos na compra de produtos da agricultura familiar e aumenta, também durante este período excepcional, este percentual para 40% nos municípios com menos de 50.000 habitantes.

Com informações da Agência Câmara.

RODRIGO MAIA DIZ QUE FUNDEB SERÁ VOTADO PELA CÂMARA NA PRÓXIMA SEMANA

Segundo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a proposta de emenda à Constituição (PEC) que renova o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) será votada pelos deputados na próxima semana. Ele disse que conversa com a equipe econômica sobre o assunto, considerado ainda mais urgente pela falta de um ministro da Educação.

O Fundeb, uma das principais fontes de financiamento dos municípios e estados do país, tem vigência até o final de 2020. Para evitar que estados e municípios fiquem sem a garantia de recursos, é preciso que o Congresso aprove uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) mantendo o fundo.

“Acho que o texto, que foi construído unindo todas as correntes políticas, está com muita unidade”, disse em live nesta terça-feira (7) com a Genial Investimentos.  Maia disse que a Câmara também deve avançar no piso nacional dos professores, com reajuste vinculado à inflação. “É uma regra melhor do que a atual”, disse.

ESCOLA DE CONTAS REALIZA CURSO GRATUITO ONLINE DE AUDITORIA EM FOLHA DE PAGAMENTO

A Escola de Contas do TCE-PE promove o Curso de Auditoria em Folha de Pagamento, na modalidade a distância, autoinstrucional, de forma gratuita.

Já foram preenchidas duas turmas e as inscrições para a terceira turma têm início em 23/07. As aulas começam dia 28/07 e contam com vídeos explicativos que ajudam a resolver as principais dúvidas ligadas ao tema. Para mais informações, acesse: https://bit.ly/3dUyEp9

O curso é voltado para quem trabalha com folha de pagamento, controle interno e áreas afins da administração pública e contém carga horária de 20h.

Ao final da capacitação, espera-se que alunos e alunas consigam identificar as principais irregularidades que podem ocorrer na folha de pagamento de um ente público, assim como operacionalizar procedimentos que diminuam os riscos na gestão de pessoal. 

Todo material foi desenvolvido pelo instrutor Araken Ypiranga, com apoio do setor pedagógico da Escola de Contas.

Vagas limitadas. Faça sua inscrição pelo link.

Para mais informações: gaec@tce.pe.gov.br.

SILVINO, IZAÍAS E HAROLDO SÃO DENUNCIADOS POR ATO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA


Blog do Roberto Almeida

As comissões provisórias do PDT, PSD e PSB de Garanhuns, partidos de oposição ao Governo Municipal, encaminharam ao promotor Domingos Sávio, da segunda promotoria de Defesa e Cidadania, denúncia contra o prefeito Izaías Régis, o vice-prefeito Haroldo Vicente e o ex-prefeito Silvino Duarte (os dois primeiros filiados ao PTB e o terceiro ao Republicanos), por ato de improbidade administrativa.

Segundo a denúncia, no dia 13 de junho deste ano, o prefeito Izaías Régis usou as redes sociais e num vídeo anunciou seus candidatos à sucessão municipal: Silvino Duarte e Haroldo Vicente.

“Em sua fala o alcaide exalta as qualidades dos seus escolhidos, bem como relata a sua trajetória política. De forma subjetiva pratica uma propaganda política extemporânea dos seus pré-candidatos, conduta negada pela legislação em vigor”, informam os advogados dos partidos oposicionistas, no documento enviado ao Ministério Público.

Denunciantes relatam que o referido vídeo foi amplamente divulgado nas redes sociais, pelos ocupantes de cargos comissionados da Prefeitura de Garanhuns.

Num segundo ponto da denúncia, os representantes do PDT e PSB registram que no dia 16 de junho o município deu ampla divulgação, nas redes sociais, da entrega da unidade de tratamento de Covid-19, com transmissão pelo Facebook e Instagram oficiais.

A solenidade, completam, foi transmitida ao vivo nas redes sociais do município. “O prefeito Izaías Régis fez uso da palavra na ocasião, transcendendo em sua fala o caráter oficial do evento”, observam.

Oposicionistas alegam que o gestor deu cunho político ao evento, fazendo várias referências ao processo eleitoral e por diversas vezes, em sua fala, de maneira inexplicável citou por diversas vezes o nome do seu pré-candidato à sucessão municipal, Silvino Duarte. “Restou demonstração cabal de que o alcaide deu cunho político ao discurso, antecipando a campanha eleitoral”, frisam no documento.

No final, informam, que de forma surpreendente o prefeito convidou Silvino Duarte para que este fizesse uso da palavra, embora o médico não faça parte da administração, como ocupante de qualquer cargo ou função pública. “Denota-se que a única razão para sua participação, inclusive fazendo uso da palavra, é a condição de pré-candidato a prefeito, com o apoio do Sr. Izaías Régis”, frisam os representantes dos dois partidos.

No seu discurso, enfatizam os oposicionistas na denúncia enviada ao promotor, o ex-prefeito Silvino Duarte também privilegiou o lado político, ressaltando as qualidades do gestor do município e chegou a colocar, de forma clara, ter sido escolhido para continuar o legado da atual administração, passando longe da abordagem do motivo da solenidade, a entrega de uma unidade para tratamento da Covid.

“Em síntese temos que no discurso do pré-candidato ele fez uma exaltação à figura do prefeito, seu apoiador público/partidário, como também a sua figura de administrador e seu passado de prefeito de Garanhuns,  revelando-se numa promoção pessoal”, relatam na denúncia.

O vice-prefeito, Haroldo Vicente (pré-candidato ao mesmo cargo), que também usou da palavra no evento oficial apenas exaltou a figura de Izaías Régis e de sua administração no município.

Oposicionistas registraram ser de causar perplexidade o fato de, durante os 90 dias da pandemia no município, o médico e pré-candidato não ter feito qualquer pronunciamento a respeito da crise sanitária, nem em rádios, jornais ou redes sociais.

“Por outro lado, é noticiado que o médico e pré-candidato a prefeito, Silvino Duarte, atualmente encontra-se afastado do seu vínculo trabalhista público, em razão de estar inserido no chamado grupo de risco da pandemia da Covid-19, em razão de sua idade, salvo engano de 71 anos de idade”, anotaram os advogados.

Pedetistas, pessedistas e socialistas não têm dúvida de que os três denunciados praticaram ato de improbidade administrativa e solicitam ao promotor público que sejam tomadas as medidas legais, com a consequente interposição de uma Ação Civil contra os infratores, que com sua conduta “desequilibram o processo eleitoral em curso”.

Pedem, ainda, que o representante do Ministério Público faça uma recomendação para evitar que atos como esse citado não se repitam, de modo que a Lei seja respeitada e todos que vão participar da disputa política tenham os mesmos direitos.

Está aí a denúncia do PDT e PSB. Vamos aguardar a defesa dos acusados e o pronunciamento da justiça. Divulgaremos a justificativa do prefeito, vice e ex-prefeito, assim como o julgamento da denúncia, logo que se tornarem de conhecimento público.

Advogados juntaram à denúncia o que avaliam como provas de tudo que foi narrado, com vídeos e textos relacionados com depoimentos e discursos do prefeito, vice e ex-prefeito.

terça-feira, 7 de julho de 2020

SENAC ABRE NOVAS VAGAS EM CURSOS GRATUITOS DE QUALIFICAÇÃO À DISTÂNCIA

O Senac Pernambuco disponibilizou novas vagas em três cursos gratuitos de qualificação profissional. Direcionadas ao setor do Comércio, as formações de Representante Comercial, Vendedor e Vendedor de Produtos e Serviços Ópticos serão realizadas na modalidade de Educação a Distância (EAD), dentro do Programa Senac de Gratuidade (PSG). As cargas-horárias são de 160 e 240 horas, dependendo do curso escolhido. Ao todo, estão disponíveis mais de 200 vagas para todo o estado. As inscrições podem ser realizadas pelo portal do Senac EAD (www.ead.senac.br/gratuito).

Para se candidatar, os interessados devem atender aos pré-requisitos do curso escolhido, aos critérios do Programa Senac Gratuidade (PSG), como ter renda familiar per capita de até dois salários, e só devem fazer uma matrícula por curso. As vagas ficarão disponíveis no site até próximo dia 29 de julho ou antes, em caso de esgotamento. Mais informações sobre as formações podem ser consultadas pelo site www.ead.senac.br/gratuito, pelo e-mail ead@pe.senac.br e através dos telefones 0800.081.1688, 3413.6728/6729/6730.

SIVALDO ALBINO E IZAÍAS RÉGIS DEBATEM INVESTIMENTOS NA SAÚDE DE GARANHUNS


O radialista Eduardo Peixoto faz uma Live nesta terça-feira, às 19h20, em seu Facebook, com o deputado estadual Sivaldo Albino e o prefeito Izaías Régis, onde vão falar e debater sobre os investimentos em saúde para Garanhuns, nesta pandemia da Covid-19. 

AQUELA COPA DO MUNDO

Souto Dourado*

Das Copas do Mundo com participação do Brasil, lembramo-nos de algumas.

Em 1938, ainda estudando em Garanhuns, acompanhamos os jogos pelo rádio, transmitidos por Gagliano Neto com a mesma vibração e entusiasmo dos atuais locutores e com a vantagem, para ele, de não vermos o que descrevia, como acontece hoje na televisão.

No jogo de quartas-de-final, entre o Brasil e Tchecoslováquia, o goleiro deste País - Planika, salvo engano - não deixou passar nada, terminando empatado. Houve protestos e passeata pela cidade e pelo Brasil afora. Na outra partida, vencemos por 2 x 1, tendo Leônidas feito um gol, não recordamos bem se de bicicleta ou sem chuteira, mas um golaço do "Diamante Negro", como ficou conhecido desde então.

Nos jogos decisivos existe sempre um lance que ninguém esquece. Naquele contra a Itália, na semi-final, foi o pênalti de Domingos da Guia em Piola, e que praticamente nos tirou o Campeonato do Mundo naquele ano; um pênalti por sinal duvidoso, como acharam naturalmente todos os brasileiros, numa época em que não existia televisão nem vídeo-tape para conferir...

No ano seguinte começava a Segunda Guerra. O jogo era outro. De matar ou morrer. Planika, que não deixava passar gols, deixou, com os seus compatriotas, que as tropas nazistas passassem pelas fronteiras e dominassem o  seu País. No nosso lado, em vez de protestarmos contra jogos de futebol, fazíamos comícios protestando contra o afundamento dos nossos navios, em nossas águas, por submarinos do Eixo.

Depois da guerra, em 1950, o Brasil construiu o maior estádio do mundo - o Maracanã - preparou uma equipe treinada por Flávio Costa, e ainda mais, fez a cabeça do povo, convencendo-o da certeza da vitória. Já éramos campeões do mundo por antecipação; já estavam prontas as manchetes dos grandes jornais; já estavam preparados no estádio os onze jeeps embandeirados e floridos para o desfile triunfal dos vencedores. O jogo começou. Jogávamos pelo empate e Friaça  já fizera o gol que nos dava vantagem no placar ou seja, o ambicionado título. O presidente da FIFA já descera para apanhar a Copa, também certo da vitória do Brasil.

Foi quando aconteceu aquele lance fulminante, imprevisto, insperado, como o pênalti de Domingos da Guia em 1938: Gigghia passa por Bigode, em que teria dado antes uma bofetada para intimidar, e, frente ao gol de Barbosa, consegue vencê-lo com um chute seco e certeiro. Começava a tragédia a ser montada, assistida por mais de 200 mil pessoas e ouvida por todo o País. E para completar, Schiaffino marcou o segundo gol.

Assistíamos ao jogo em casa, com Arthur e Augusto Reynaldo Alves. Tínhamos ainda esperança mas faltavam poucos minutos; tínhamos de nos valer de tudo, inclusive da superstição; naquele radiozinho verde o Brasil não podia ganhar. E corremos os três para ouvir no rádio do carro, rodando sem destino, aqueles angustiantes minutos finais. Que foram breves, brevíssimos. No final daquela tarde de 16 de julho de 1950, um silêncio monumental desceu sobre o Maracanã, construído especialmente para caber tamanha e fugidia glória.

Aquele grito de "gol", significando a vitória final, ficou atravessado em nossa garganta durante a copa de 1954 na Suíça, e só veio a explodir de 1958, na Suécia. Tínhamos então dois gênios no ataque: Pelé, um menino de apenas 17 anos, e Garrincha, um rapaz de pernas tortas, criador de passarinhos, e que nunca ia pelo lado que os jogadores pensavam que ele fosse. No final da partida, chamou o Rei da Suécia de "seu" Rei. Só ele, Garrincha  poderia cometer semelhante gafe: era um campeão do mundo e, muito e, muito mais, a alegria do povo do seu País.

Juscelino recebeu no catete os campeões do mundo como heróis nacionais. fazer o povo alegre era também uma meta do Presidente embora não fizesse parte do seu anunciado e vitorioso programa de metas.

Luis Souto Dourado
Jornalista, ex-prefeito de Garanhuns e deputado estadual
Recife, 14 de Junho de 1986

AGA PARTICIPA DA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE AS HEPATITES VIRAIS .

Associação Garanhuense de Atletismo - AGA, neste mês de Julho, prestando um serviço a sociedade, participa da campanha de conscientização sobre as Hepatites Virais, usando em sua faixada iluminação de cor amarela.

O amarelo também foi a cor escolhida para o mês de julho, dessa vez para levantar a bandeira da conscientização sobre as hepatites virais. Trata-se de uma iniciativa do Ministério da Saúde e do Comitê Estadual de Hepatites Virais. A cor é relativa à icterícia, sintoma comum entre pacientes com doença no fígado, que deixa os olhos e a pele amarelados.  

O movimento colorido de conscientização e saúde nasceu com o intuito de alertar a população sobre o perigo de algumas patologias e incentivar a preservação, bem como a busca do diagnóstico precoce.

MUNICÍPIO DE CABROBÓ COMEÇA PROJETO DE ARBORIZAÇÃO


Blog do Magno Martins

O município de Cabrobó, no Sertão do São Francisco, recebeu esta semana a doação de 3 mil mudas de Ipês Roxos e Caraibeiras para início de um projeto de arborização, paisagismo e floricultura que vai mudar significativamente o aspecto urbanístico da cidade.

As mudas de espécies nativas da flora da Caatinga, foram doadas pela Agrovale, empresa sucroalcooleira com sede em Juazeiro (BA), e vão ampliar a cobertura verde da cidade ornamentando as principais avenidas, praças, canteiros centrais e passeios públicos com uma floração intensa e coloração variada.

De acordo com o prefeito do município, Marcílio Cavalcanti, o plantio das mudas vai beneficiar inicialmente os espaços públicos da área central com plantas de potencial ornamental de médio e grande porte. "Já identificamos as áreas mais quentes e de maior fluxo de movimento e a nossa expectativa é que, em três anos, algumas dessas árvores já comecem a florescer, dar sombra e ar puro", ressaltou.

Ainda segundo o prefeito, o projeto prioriza o uso de espécies da Caatinga, o único bioma exclusivamente brasileiro, pela rusticidade das espécies e por exigirem a menor quantidade de irrigação e tratos possíveis. "Além da beleza paisagística promovida pelo festival de cores que também irá amenizar as altas temperaturas do nosso sertão", concluiu.

segunda-feira, 6 de julho de 2020

RUA DO BOM JESUS, NO RECIFE, ESTÁ ENTRE AS MAIS LINDAS DO MUNDO

Rua do Bom Jesus, Recife, PE
Foto: Rogaciano Nunes

O local abriga a primeira sinagoga das Américas e recebe, ainda, as famosas feiras de artesanato. É destino certo, sem dúvidas, para moradores e turistas que visitam a cidade.

Além da rua recifense, também figuram na lista publicada no fim do ano passado, a Paris’s Montmartre, na França, Setenil de las Bodegas, na Espanha, e Pretoria, na África do Sul.

Confira as fotos no link abaixo:

MEU REINO ENCANTADO

Cachoeira da Aguazinha, Iati, PE
Foto: Anchieta Gueiros

Paulo Dácio de Melo

Eu nasci em um ranchinho beira chão, num recanto de sertão, era meu reino encantado; duas nascentes ao lado, que jorrava a vida inteira, jorravam na cachoeira, enchia todo banhado; que banhava a natureza, tinha peixes muito grandes, que era a maior beleza; eu e papai íamos pescar, peixe assado no jantar, isso era com certeza.

Vida boa que passei, quando eu era criança, frutas tinha com abundância; mas tudo isso passou, só a lembrança ficou deste meu reino encantado.

Muitas árvores bonitas, lindos campos todos cobertos de flores, o perfume exalava quando o vento balançava aqueles cachos de flores.

Este mundo que vivi, era um mundo normal, o bem não temia o mau, e nem tão pouco se assustava; o homem tinha palavra, e não assinava papel, ainda tinha vergonha, se mandava o portador e a mercadoria chegava.

A moça via um rapaz e o rapaz gostava dela, ela ainda era donzela, ele se aproximava, enquanto não se casava, ele não tocava nela; o homem tinha palavra e a  mulher lhe respeitava, isso é mandamento sagrado; era também estatuto lá do meu reino encantado. Este mundo já passou!

Vivi com os meus ancestrais, mundo que não volta mais; boas lembranças ficou, sei que não estou pra ver, pobre do meu sucessor.

O homem perdeu o rumo, o valor e a vergonha;

Ah! Que saudades eu tenho lá do meu reino encantado.

Passou e não volta mais.

Filho respeitava os pais, o homem tinha vergonha e a mulher lhe respeitava. A família se criava todos sempre em harmonia; mas se alguém se inflamava, e o outro acompanhava, logo seu pai olhava e voltava a alegria, todos ficavam calados.

Ai que saudade eu tenho... lá do meu reino encantado.

CPRH MULTA CASAL POR TRÁFICO E MAUS-TRATOS DE ANIMAIS SILVESTRES


Multas no valor total de R$ 453 mil foram aplicadas, pela Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), a um homem de 43 anos e a uma mulher de 38, que transportavam, ilegalmente, 151 pássaros silvestres, de Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, para Caruaru, no Agreste. Cada um dos infratores foi multado em R$  226,5 mil.

De acordo com o gerente da Unidade de Gestão de Fauna Silvestre da CPRH, Iran Vasconcelos, o casal foi enquadrado no artigo 29 da lei 9.605/98, de Crimes Ambientais, e responderá administrativamente e criminalmente pelo ato.  O órgão estadual de meio ambiente tomou conhecimento do caso após ser acionada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), no último sábado (04). O flagrante foi feito pela PRF, ao inspecionar veículos que passavam pela BR-232, no município de São Caetano, no Agreste. Além de identificar que o veículo estava irregular, os policiais encontraram os pássaros e, então, acionaram a  CPRH. O casal transportava 100 galos-de-campina, 23 papa-capins, 12 tico-ticos, dez garibaldis, quatro patativas, um sabiá e um concriz.

“Os pássaros estavam aglomerados em pequenos espaços. Muitos deles estão visivelmente com a saúde comprometida, pelos maus-tratos sofridos. Podem nem sobreviver. Nós aproveitamos para fazer um apelo à população: ajudem no combate do tráfico de animais silvestres. Não comprem animais que não sejam legalizados”, enfatizou a analista ambiental e chefe do setor de Fiscalização da Fauna Silvestre da CPRH, Joice Brito. Os pássaros estavam distribuídos em sete viajantes, que são estruturas de madeiras, com pequenas subdivisões, e foram levados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas Tangara) da CPRH, onde ficarão sob cuidados, até terem condições de retornar à natureza. 

Os policiais conduziram os infratores à delegacia de Belo Jardim, onde foram autuados. Já o veículo foi retido pela PRF, por estar irregular. Quando o proprietário regularizar a documentação, o veículo será encaminhado à CPRH, por ser instrumento do crime, e só será  liberado após a avaliação da defesa administrativa.