sábado, 28 de novembro de 2020

Resultados Eleitorais: Garanhuns e Caruaru

D:\unidadec\Desktop\g (3).jpeg

Por Givaldo Calado

A franqueza, a educação, o respeito às pessoas parece terem presidido essas eleições de 15 de novembro último. Dois exemplos para nossa análise. Por acaso, de cidades próximas - Garanhuns, no Agreste Meridional e Caruaru no Agreste Setentrional. 

Em Garanhuns, o candidato a prefeito pelo PTB dizia, de forma reiterada e arrogante, que deixara a prefeitura, no passado, com 85% de aprovação. E que para ela voltaria nessas eleições espetacularmente, a ponto de pedir ao eleitor para votar nele, usando, abusivamente, nas redes sociais e programas eleitorais a seguinte sentença: “vote em quem vai ganhar a eleição”. De igual maneira, o atual prefeito, que a ele apoiou, também se dizia detentor de 85% a 90% de aprovação. Resultado: o prefeito, com seu candidato, e com a “máquina” em seu favor, não foi além de 34,39% dos votos. Isso! Exatos 20.344. Enquanto as oposições, formadas por seis candidatos, tiveram 68,48% dos votos. Exatos 51.051, numa lavada de 30.707 em desfavor do candidato da “máquina” municipal.

Em Caruaru, o resultado foi bem diferente. A candidata à reeleição obteve 66,86% dos votos. Exatos 114.466, enquanto as oposições formadas por cinco candidatos tiveram 33,14% dos votos. Exatos 57.719, numa lavada de 56.747 em desfavor das oposições. 

Em Caruaru reinou a franqueza, a educação e o respeito às pessoas por parte da candidata da máquina, e, por igual, não se teve notícias de quaisquer “pesquisas”, no intuito de querer enganar a gente caruaruense.         

A reportagem esteve com o empresário, ex-vereador e ex-secretário de cultura Givaldo Calado de Freitas que, nessa eleição, tinha seu nome colocado como pré-candidato a prefeito, vindo a apoiar, depois, o candidato do PSB, Sivaldo Albino, que disse: “Garanhuns é só alegria, alegria. A cidade, agora, vai se reencontrar!”, numa referência ao resultado da última eleição.        

D:\unidadec\Desktop\g (2).jpeg             D:\unidadec\Desktop\g (4).jpeg

“Afinal, a luta foi difícil e árdua. Para eles, era impossível vencê-los. É que ‘acreditavam’ no delírio de seus números, montados para enganar a gente de Garanhuns. Afinal, a lavada, 51.051 a 20.344, resposta maiúscula da inteligência e da sabedoria da gente sofrida da ‘Cidade de Simôa’, ávida por mudança”, pontuou Givaldo.

“Agora, é partir para o trabalho. Aliás, eu diria que o prefeito já partiu nessa direção. Na medida em que já procurou o Governo do Estado e o Governo Federal para pedir o que a cidade precisa”, concluiu Calado de Freitas. 

D:\unidadec\Desktop\g (1).jpeg

Sivaldo Albino único prefeito eleito entre deputados da Alepe que se candidataram

Prefeito eleito de Garanhuns, Sivaldo Albino

Sivaldo Albino (PSB), foi o único deputado estadual candidato a prefeito que conseguiu ser eleito, entre os colegas parlamentares da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), que participaram da disputa no pleito deste ano de 2020.

No último dia 15 de novembro, primeiro turno das eleições municipais no Brasil, os eleitores da cidade de Garanhuns, no Agreste do Estado, foram às urnas e elegeram o socialista com 22.198 votos. Sivaldo terá a missão de gerir a cidade conhecida como a “Suíça brasileira” por quatro anos, a partir de 1º de janeiro de 2021.

Dos 49 parlamentares, seis participaram da disputa de quatro prefeituras. Além de Sivaldo, concorreram também seguintes deputados: Alberto Feitosa (PSC), Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB), Delegado Erick Lessa (PP), João Paulo (PCdoB) e Priscila Krause (DEM). Os cinco representantes do poder legislativo estadual não tiveram o mesmo sucesso que Sivaldo.

Na cidade do Recife, Alberto Feitosa ficou em sexto lugar na pela prefeitura do município. O então prefeiturável recebeu mais de 9 mil votos da população recifense. Marco Aurélio Meu Amigo foi outro nome que lançou a candidatura para prefeito da capital, mas durante a campanha, decidiu renunciar e abrir mão da candidatura para apoiar a delegada Patrícia Domingos. Já a democrata Priscila Krause entrou no páreo pela Prefeitura do Recife como vice na chapa com Mendonça Filho como candidato a prefeito. A dupla ocupou o terceiro lugar do ranking, com 25,11% dos votos.

Em Olinda, também na Região Metropolitana do Recife, o deputado estadual João Paulo (PCdoB), ocupou a segunda colocação no resultado das eleições de 2020. O então candidato a gestor municipal recebeu mais de 45 mil votos. João Paulo perdeu a disputa, em primeiro turno, para o atual gestor da cidade que conseguiu a reeleição, professor Lupércio Carlos, do Solidariedade.

Em Caruaru, no Agreste do Estado, o parlamentar Delegado Erick Lessa, do Progressistas, ocupou o segundo lugar com 32.910 votos, segundo números do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Assim como em Olinda, Erick perdeu no primeiro turno para a atual prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), que foi reeleita.

Já em Garanhuns o resultado foi diferente. Sivaldo Albino ficou em primeiro lugar, deixando para trás os candidatos do PTB, PP, DEM, PCB, REDE e PROS. O socialista surpreendeu todas as pesquisas divulgadas e enfrentou o forte grupo político que governava o município.

Fonte: Portal de Prefeitura

Faz saudade

João Marques

Faz saudade o sentimento

de apego à vida que passou

por amor, certamente amor

ao tempo vivo sempre


tudo passa, as águas caem no mar

e fica o que é do pensamento

é saudade o que volta, ausente 

no tempo e sem aparecer


a infância nunca acaba

em quem cresce e não se perde

e se vê outra vez criança

reencontro com as alegrias

os companheiros, as festas

e a escola, catedral do tempo


saudade maior e crescente

quanto mais forem os anos

e distante o lugar vivido

a lembrança querida

do que na vida se parte

se parte e não rompe a alma

que tudo guarda e traz o tempo.

Garanhuns, 27 de Novembro de 2020

sexta-feira, 27 de novembro de 2020

Vacinação contra febre aftosa prorrogada em Pernambuco


A Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro), órgão vinculado à Secretária de Desenvolvimento Agrário (SDA), prorrogou o prazo da campanha de vacinação contra a febre aftosa. Os produtores pernambucanos têm até 15 de dezembro para vacinar bovinos e bubalinos, de zero a 24 meses. A meta desta segunda etapa, que se encerraria no dia 30 de novembro, é imunizar 662.750 animais.

Além de garantir a vacinação, os produtores devem declarar todos os animais de sua propriedade, inclusive os que estão fora da faixa etária da campanha. A declaração é obrigatória e deve ser efetuada até 31 de dezembro nos escritórios da Adagro ou pela internet no Sistema de Integração Agropecuária (Siapec 3), disponível no site www.adagro.pe.gov.br .

“Em virtude das restrições causadas pela pandemia recebemos autorização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) para prorrogar a campanha que alcançou uma imunização de 41,79%. Temos mais 15 dias e esperamos imunizar mais de 90% do rebanho para continuar com o status de área livre de febre aftosa com vacinação”, explicou o presidente da Adagro, Paulo Roberto Lima.

A Adagro reforça que quem não vacinar e/ou não declarar paga multa, fica impedido de emitir a GTA (Guia de Trânsito Animal) e não recebe a ficha sanitária que é exigida por instituições bancárias para liberação de linha de créditos para produtor rural.

Na primeira etapa, que aconteceu nos meses de junho e julho, foram imunizados 1.827.41 bovinos e 9.685 búfalos, atingindo uma cobertura de 93,59% do rebanho pernambucano. Mesmo com as medidas de isolamento social, o Estado conseguiu superar os 90% de cobertura vacinal, meta estabelecida pelo MAPA.

quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Sesc divulga programação da Mostra Marcos Freitas – Território das Artes 2020


O Sesc PE, através do Centro de Produção Cultural, Tecnologia e Negócios de Garanhuns, realiza de 1º a 5 de dezembro mais uma edição da “Mostra Marcos Freitas – Território das Artes”, um projeto já consolidado, com 15 anos de existência, que dialoga com todas as linguagens artísticas. Este ano, devido a pandemia do novo coronavírus, as atividades serão virtuais, com transmissão pelo Youtube ou pela plataforma Zoom. Para apreciar os espetáculos teatrais e a sessão de filme, o público já pode adquirir os inscrições pelo site www.cursos.sescpe.com.br

As ações de artes visuais e literatura acontecem do dia 1º ao dia  5, com exibição pelo canal www.youtube.com/sescpernambuco. Morgana Brandão, professora de artes do Sesc, apresenta a série de oficinas “Invento para Criar”, às 10h. No dia 1º, a oficina é de escultura com gravetos; no dia 2, ela ensina a pintar com sabão e corante; as técnicas de desenhos com guache e giz de cera são no dia 3; e no dia 4, a professora mostra como realizar a Cologravura.

Do dia 1º ao dia 5, das 14h às 18h, o ator Joesile Cordeiro realiza a série “Guarda Poesia”, que é da atividade chamada Poesia ao Pé do Ouvido. Similar ao serviço de telemensagem, Joesile faz ligações telefônicas para uma lista pré-definida pela organização da Mostra, e recita poemas dos artistas pernambucanos Cida Pedrosa, de Bodocó; Helder Herik e Fernanda Limão, de Garanhuns; e Clarice Freitas e Miró da Muribeca, do Recife.  

Também de 1º a 5 de dezembro, sempre às 17h, a professora de teatro do Sesc Yalle Feitosa traz a série de contações de história “Histórias ao Entardecer”. A cada dia, ela apresenta vídeos de breves contos com temáticas voltadas, principalmente, para crianças, mas com mensagens positivas para todas as idades. A primeira é “João Besta”. Depois, “Que História é Essa?”, “O Carro de Boi Encantado”, “João Espeto Leva o Presente Certo” e “A Velha Verdade”.

A programação de espetáculos da Mostra Marcos Freitas começa na terça (1º), às 20h, com a performance “#MedusaMusaMulher”, da atriz Fabiana Pirro e o Grupo Cênico Calabouço (PE). A apresentação será pela plataforma Zoom. Depois, Fabiana e o diretor Breno Fittipaldi conversam com a professora Yalle Feitosa. O ingresso custa R$ 10, sendo R$ 5 para os trabalhadores do comércio e seus dependentes e o link para a aquisição é o https://cursos.sescpe.com.br/turma/espetaculo-medusa-musa-mulher-grupo-cenico-calabouco-e-fabiana-pirro/espmm-f1-4718306.

Na quarta (2), às 20h, é a vez do Cinema, quando será exibido o curta-metragem “Crua” (2014), de Benedito Serafim, que conta a história de amor, dor, entrega e preconceito entre um escritor e um entregador de água, membro da torcida organizada de um time de futebol. Após o filme, o roteirista Gleison Nascimento e Thiago Martins conversam sobre o tema do curta com Robson Farias. A exibição gratuita será pelo Zoom e para prestigiar a obra, o público precisa adquirir o ingresso pelo link https://cursos.sescpe.com.br/turma/exibicao-de-filme-crua-diretor-benedito-serafim/eximm-f1-4718306.

Na quinta (3), tem mais um espetáculo teatral, “Muribeca, Algo – Sobre Viver”, do Coletivo (in) Comum (RJ) e o Grupo Cênico Calabouço, que se uniram para investigar as escritas dramatúrgicas contemporâneas do Nordeste. Na sequência, a professora Yalle Feitosa faz a mediação do bate-papo entre o ator Reinaldo Patrício e Breno Fittipaldi. Os ingressos custam R$ 10 e R$ 5 para os comerciários e dependentes. O link para garantir uma das vagas para ver o espetáculo é o https://cursos.sescpe.com.br/turma/espetaculo-muribeca-algo-sobre-viver-coletivo-in-comum-e-grupo-calabouco/espmm-f2-4718306.

Alexandre Guimarães apresenta o monólogo “Eu Não Sou João Caetano Virtus” na sexta (4), às 20h, também pelo Zoom. Ele mostra um ator que, próximo de estrear um espetáculo sobre João Caetano, o patrono do teatro nacional, se vê preso em seu teatro-casa em meio a uma pandemia e, de maneira isolada, observa as transformações no mundo e em si mesmo com o passar do tempo. O espetáculo será seguido de um bate-papo entre o ator e a professora Yalle Feitosa. Ingressos a R$ 10 e R$ 5 pelo link https://cursos.sescpe.com.br/turma/espetaculo-eu-nao-sou-joao-caetano-virtus-alexandre-guimaraes-producoes/espmm-f3-4718306.

No sábado (5), encerrando a Mostra Marcos Freitas – Território das Artes 2020, o compositor e poeta Alexandre Revoredo apresenta o show musical e bate-papo “Revoredo”, às 20h, pelo canal do Sesc PE no Youtube (www.youtube.com/sescpernambuco). No repertório, um apanhado de suas canções, ao longo da carreira, entre elas os novos singles “De Repente” e “Quase Tudo”. “No contexto atual, em que será totalmente virtual, a Mostra Marcos Freitas não perde a sua potência, a sua identidade; aguardamos a todos e todas para vivenciar essa linda experiência”, afirma Josimar Araújo, instrutor de atividades artísticas do Sesc.

Serviço: Mostra Marcos Freitas – Território das Artes 2020

Data: de 1º a 5 de dezembro

Programação:

- Oficinas “Invento para Criar”, com Morgana Brandão

De 1º a 4/12, às 10h

Transmissão dos vídeos – www.youtube.com/sescpernambuco (acesso gratuito)

Terça (1º) – Escultura com Gravetos

Quarta (2) – Pintar com Sabão e Corante

Quinta (3) – Desenhos com Guache e Giz de Cera

Sexta (4) – Cologravura  

- “Guarda Poesia” – Poesia ao Pé do Ouvido, com Joesile Cordeiro

De 1º a 5/12, das 14h às 18h

Via telefone

Poemas de:

Cida Pedrosa, de Bodocó

Helder Herik, de Garanhuns

Fernanda Limão, de Garanhuns

Clarice Freitas, do Recife

Miró da Muribeca, do Recife

- Contação de Histórias “Histórias ao Entardecer”, com Yalle Feitosa

De 1º a 5/12, às 17h

Exibição dos vídeos – www.youtube.com/sescpernambuco (acesso gratuito)

Terça (1º) – João Besta

Quarta (2) – Quer História é Essa?

Quinta (3) – O Carro de Boi Encantado

Sexta (4) – João Espeto Leva o Presente Certo

Sábado (5) – A Velha Verdade

Terça (1º), às 20h

Espetáculo “#MedusaMusaMulher”

com Fabiana Pirro e o Grupo Cênico Calabouço (PE)

Bate-papo de Fabiana Pirro e Breno Fittipaldi, com mediação de Yalle Feitosa

Transmissão pelo aplicativo Zoom

Ingresso – R$ 5 (trabalhadores do comércio e dependentes) e R$ 10 (público geral)

Link para compra do ingresso – https://cursos.sescpe.com.br/turma/espetaculo-medusa-musa-mulher-grupo-cenico-calabouco-e-fabiana-pirro/espmm-f1-4718306

Classificação indicativa – 14 anos

Quarta (2), às 20h

Cinema com o curta “Crua”

de Benedito Serafim (2014)

Bate-papo de Gleison Nascimento e Thiago Martins, com mediação de Robson Farias

Exibição pelo aplicativo Zoom

Ingresso gratuita

Link para compra do ingresso – https://cursos.sescpe.com.br/turma/exibicao-de-filme-crua-diretor-benedito-serafim/eximm-f1-4718306

Classificação indicativa – 16 anos

Quinta (3), às 20h

Espetáculo “Muribeca, Algo – Sobre Viver”

do Coletivo (in) Comum (RJ) e o Grupo Cênico Calabouço (PE)

Bate-papo de Reinaldo Patrício e Breno Fittipaldi, com mediação de Yalle Feitosa

Transmissão pelo aplicativo Zoom

Ingresso – R$ 5 (trabalhadores do comércio e dependentes) e R$ 10 (público geral)

Link para compra do ingresso – https://cursos.sescpe.com.br/turma/espetaculo-muribeca-algo-sobre-viver-coletivo-in-comum-e-grupo-calabouco/espmm-f2-4718306

Classificação indicativa – 14 anos

Sexta (4), às 20h

Espetáculo “Eu não Sou João Caetano Virtus”

Com Alexandre Guimarães

Bate-papo de Alexandre Guimarães e Yalle Feitosa

Transmissão pelo aplicativo Zoom

Ingresso – R$ 5 (trabalhadores do comércio e dependentes) e R$ 10 (público geral)

Link para compra do ingresso – https://cursos.sescpe.com.br/turma/espetaculo-eu-nao-sou-joao-caetano-virtus-alexandre-guimaraes-producoes/espmm-f3-4718306

Classificação indicativa – 14 anos

Sábado (5), às 20h

Show Musical e Bate-papo “Revoredo”

do compositor e poeta Alexandre Revoredo

Transmissão ao vivo – www.youtube.com/sescpernambuco

Acesso gratuito

Classificação indicativa – 14 anos

#MedusaMusaMulher / Foto: Renato Filho

Expectativa de vida em Pernambuco sobe para 75 anos, mas fica abaixo da média nacional, diz IBGE

A expectativa de vida de quem nasceu em Pernambuco em 2019 era de 75 anos, segundo dados da Tábua da Mortalidade, divulgados nesta quinta-feira (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em comparação a 2018, o Estado apresentou aumento, uma vez que quem nasceu naquele ano tinha expectativa de 74,6 anos. No entanto, Pernambuco ficou abaixo da média nacional em 2019, que é de 76,6 anos.

Entre os homens pernambucanos, a esperança de vida ao nascer em 2019 subiu de 70,8 anos para 71,2 anos. Já entre as mulheres o aumento foi de 78,4 para 78,6 anos. A diferença entre os dois sexos é de 7,5 anos, acima do indicador nacional de 7,1 anos.

Segundo o IBGE, a expectativa de vida dos homens geralmente é maior por causa externas ou não naturais, que costumam os atingir com mais intensidade, como homicídios, acidentes de trânsito, afogamentos, quedas acidentais e outras eventualidades.

O levantamento apresenta projeções a partir de dados coletados no Censo Demográfico de 2010 e é usado como um dos parâmetros para determinar o fator previdenciário no cálculo das aposentadorias do Regime Geral de Previdência Social.

Recortes

É importante ressaltar que a expectativa de vida muda conforme o ano de nascimento da pessoa, assim como pelo sexo.

Quem completou, por exemplo, 60 anos em 2019 tem 21,5 anos de expectativa de sobrevida no Estado. Ou seja, pode alcançar, em média, 81,5 anos.

Para as mulheres, o valor sobe para 83,1 anos. Enquanto os homens devem alcançar 79,6 anos.

No ano passado, de cada mil indivíduos que completaram 60 anos em Pernambuco, 572 devem chegar aos

80 anos.

A esperança de vida para os idosos é muito superior à verificada pelo IBGE em 1980: naquele ano, de cada mil pessoas que chegaram aos 60 anos, 300 atingiram os 80 anos.

Ou seja, neste intervalo de 40 anos, 272 vidas foram poupadas para cada mil que chegaram aos 60 anos.

Aos 65 anos, o pernambucano tem mais 17,9 anos de expectativa de vida, chegando, em média, aos

82,9 anos.

Tal projeção está acima da média nordestina, que é de 82,6 anos, mas mantém-se abaixo da média nacional, de 83,6 anos. As mulheres que completaram 65 anos em 2019 podem chegar aos 83,9 anos, contra 81,4 dos homens.

Os números posicionam Pernambuco em 17º lugar nacional quando se trata da expectativa de sobrevida, atrás de outros estados nordestinos, como Rio Grande do Norte,

Bahia e Ceará.

Quem lidera no País é Santa Catarina, cuja expectativa de vida média alcança os 79,9 anos. O Espírito Santo aparece em seguida, com 79,1 anos. Empatados, São Paulo e Distrito Federal fecham o pódio, com  78,9 anos.

Fonte: Folha de Pernambuco

Nos acordes das Cataratas do Iguaçu, o sutil teatro da vida...


Por José Alexandre Saraiva*

É noite. Estou só nas Cataratas do Iguaçu. O ar virgem do Parque Nacional — senhor de todas as tonalidades dos diferentes verdes das folhas — e o arco-íris em plena lua cheia, silenciosamente filtram meus sentidos para um glamoroso espetáculo.

Por um instante, fecho os olhos. Concentro-me na retumbante sintonia das invencíveis águas. Em véus perenemente enfileirados, elas se precipitam das majestosas escarpas, palco de magnífico teatro esculpido pela Natureza num imensurável cenário semicircular.A sensação é de estar diante do show dos tempos. 

Ofegante, além de minha respiração, escuto, de uma só vez, embalados em intangíveis lençóis de espumas, a um passo de distância, o murmúrio de todos os séculos; os estrondos de todas as bombas; o assobio de todas as chibatas; o deslizar de todas as lágrimas; os “marré deci” de todas as crianças; a orquestração do afago de todas as mãos na apoteose do amor e da paz. Ouço limpidamente o despertar dos lírios; o adeus de todas as folhas caídas; a dissonância de todas as ambições e mentiras; o rastejar dos lacaios; o estampido de Hemingway. Repercutem o diapasão da verdade; o eco de todos os verbos; os versos de todos os poetas; o suplício de todos os cadafalsos e de todas as matas em chamas; o canto de todas as aves e grilos; o zunir de todas as cigarras e a sinfonia de todos os sapos. 

Posso distinguir ainda os motores de todas as fábricas; o silvo de todos os ventos; o latido de todos os cachorros; os berros dos tiranos; o marejar dos oceanos; o rangido de todas as portas; os pingos de todas as chuvas; os ponteiros de todas as horas; os pregões de todas as bolsas. 

Vozes fortíssimas acusam, outras, pianíssimas, perdoam. Também sussurram ali os suspiros, muitos suspiros de esperanças perdidas; soluços derradeiros dos que partem, prantos dos que ficam e a triste melodia de todas as saudades. 

Tudo diante de mim, vibrando ritmicamente e desembocando para sempre, irreversivelmente, em sonora e harmônica sincronia rumo à eternidade de todos os aléns, de todos os mistérios, de todas as dúvidas, de todas as buscas. E eu, plateia.

Num misto de êxtase e medo, dominado pela sinergia existencial, ressoa dentro de mim o tremor de abissal distância entre o que pensava ser e tudo o que existe além das curvas dos rios. Abro os olhos e fito o arco-íris envolto em espessa névoa, que flutua, mimando o bailar da andorinha noturna. Ele me diz: 

— É tudo. Com todas as cores visíveis e invisíveis... 

Arrebatado, deixo-me adejar nas asas de uma borboleta azul. Pairando mais adiante, logo ali, vislumbro o camarim silencioso do encontro das águas dos rios Iguaçu e Paraná. Instantes após o profundo abraço — irmanadas em novo e único leito, que conduz o auriverde do Brasil para margens de outras plagas —, cortinas de nimbos lentamente escondem a lua, enegrecendo a noite e retirando o prateado das águas.

Espio o arco-íris desvanecendo-se. As luzes do teatro vão-se apagando inapelavelmente e os primeiros vaga-lumes sentinelas se apresentam, cintilando o encanto de suas lamparinas nas imperceptíveis arandelas do breu. As folhas da guajuvira, sob a qual me encontro desde o início do espetáculo, há muito estão chuviscando sobre mim os flocos emanados de espumas respingadas de soberbas pedras. Estou encharcado, e meu cigarro, molhado, amargo, exala seu veneno, afugentando os afáveis e receptivos quatis que me bisbilhotavam. Estou de volta. Sinto a catinga da Civilização.

E, mais uma vez, Deus foi aplaudido!

*José Alexandre Saraiva é advogado, escritor e músico

Processo seletivo Prefeitura de São Lourenço da Mata - PE

O edital nº 001/2020 do processo seletivo Prefeitura de São Lourenço da Mata vai ter prosseguimento. Os candidatos agora terão de 01 a 15 de dezembro de 2020 para efetuar as inscrições.

A oportunidade é para o preenchimento emergencial de 942 vagas nas Secretarias de Assistência Social e Educação.

O Instituto Darwin foi escolhido como organizador da seleção, que contará com contratos temporários. 

Processo seletivo Prefeitura de São Lourenço da Mata PE: inscrições

As inscrições para o processo seletivo Prefeitura de São Lourenço da Mata podem ser feitas no site do Instituto Darwin de 01 a 15 de dezembro de 2020.

https://institutodarwin.com/portal/concurso/22

Fonte: Concursos no Brasil

Sivaldo Albino e Fernando Rodolfo são recebidos por ministro da Cidadania


O prefeito eleito de Garanhuns, Sivaldo Albino (PSB) tem cumprido uma intensa agenda de compromissos neste período pós-eleitoral.

Na semana passada esteve na capital pernambucana com o governador Paulo Câmara, secretários de estado, deputados federais e estaduais, presidentes de instituições e ainda se integrou à campanha do também socialista João Campos à prefeitura de Recife.

Dos encontros, a certeza de parcerias e investimentos para Garanhuns.

BRASÍLIA  - Nesta quarta-feira (25), Albino desembarcou com seu chefe de gabinete, Alexandre Marinho, em Brasília-DF, onde tem uma série de encontros, recepcionados pelo deputado federal Fernando Rodolfo (PL). No primeiro deles, a comitiva garanhuense esteve no Ministério da Cidadania, em reunião com o Ministro Ônix Lorenzoni, que anunciou investimentos para o município, inclusive com emendas parlamentares do deputado Fernando Rodolfo.

Tanto Sivaldo Albino quanto Fernando Rodolfo registraram em suas palavras que o novo tempo é de trabalho, superando qualquer divergência política em benefício de Garanhuns e sua população.

A presença do Padre Adelmar

Por Pedro Jorge S. Valença*

A  Capela do Ginásio estava repleta, pois todos queriam ouvir o Coral do Carmo, que ficara famoso devido as suas apresentações na Televisão. A Missa foi celebrada pelo Padre e acompanhada com os cânticos, de viva voz, pois não existia serviço de som na Capela.

Terminada a Missa, Padre Adelmar, como era de seu feitio, elogiou os componentes do Coral pela excelente exibição musical e, inesperadamente, exclamou:

- Não é costume se bater palmas nas igrejas, entretanto e plenamente justificável demonstrarmos nossos agradecimentos com uma salva de palmas para o Coral do Carmo!

E o Coral do Carmo foi calorosamente ovacionado.

Em seguida, o Coral saiu da Capela e foi se exibir para um expressivo público que não tinha conseguido entrar no Templo.

Devido à carência de instrumentos musicais, houve uma época em que a Banda Marcial do Ginásio era bem menos que a do Colégio 15 de Novembro. Como contribuição inicial para aquisição de novos instrumentos, um pai de aluno doou um carneiro para que fosse realizada uma "rifa" cuja renda seria destinada a aquisição de duas cornetas. Esta operação somente poderia ser realizada com a permissão do Padre Adelmar.

Foi criada uma comissão para falar com o Padre que, após atendê-la, usou do seu bom humor...

- Futuramente, cada aluno terá seu tambor e sua  corneta e, certamente, nos desfiles só eu irei marchando atrás.

Meu compadre Pedro Ribeiro era o maestro da Banda, que era repleta de excelentes "músicos" tais como: Luís Gonzaga Aguiar, Josemy Veras "Biririu", Romildo "Baixinho", Edval Monteiro "Sulipa, Ivo Amaral, e outros do mesmo feitio...

O resultado é que de "rifa em rifa" a Banda do Ginásio não só ultrapassou e do 15 de Novembro como chegou a ser aclamada, durante muito tempo, como a melhor Banda Escolar de Pernambuco.

Com idade de 16 anos fui estudar no Recife. Para facilitar minha vida, Tio Padre providenciou todos os detalhes para a minha permanência na Capital. Ficaria hospedado na Rua da Concórdia na Pensão do Seu Marçal, um amigo dele de Maraial e seria matriculado no Colégio Arquidiocesano, dirigido pelo Padre Costa Pinto.

O meu companheiro de quarto era Edmilson Lira, que no fim do mês foi pagar sua hospedagem ao Seu Maraial. Ele me informou que a minha já estava paga até o fim do ano.

No Colégio onde fui matriculado, o ex-aluno do  Diocesano Aluísio Viana, que era o Secretário do  Arquidiocesano, também me informou que as minhas mensalidades já se encontravam quitadas.

Sempre agradeci essa expressiva ajuda em minhas orações, coisa que faço ainda hoje.

Fonte: Livro ´"Monsenhor Adelmar da Mota Valença - Vida e Obra - Centenário de Nascimento 1908 - 2008" - Coordenação: Irmã Cândida Araújo Corrêa e Irmã Maria Mirtes de Araújo Corrêa.

*Pedro Jorge Silvestre Valença (foto) é economista, escritor e historiador.

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Retomada do turismo segue com aumento de 47% na movimentação de passageiros do Aeroporto do Recife


Outubro foi mais um mês de aumento na movimentação de passageiros do Aeroporto Internacional dos Guararapes - Gilberto Freyre. Respeitando o processo de retomada gradual para o turismo, o terminal da capital pernambucana registrou crescimento de 47% na movimentação de passageiros no comparativo entre os meses de setembro e outubro. 

De acordo com dados da Aena Brasil, administradora do Aeroporto do Recife, o número de passageiros que chegaram e partiram saltou de 330.975 para 485.859 pessoas. A pesquisa foi elaborada pelo Setor de Estudos e Pesquisas da Empetur.

“O mês de outubro, assim como setembro, apresentou novos resultados positivos para o Turismo do Estado. O feriado de 12 de outubro, impulsionado pela maior oferta de voos por parte das companhias aéreas, bem como as medidas de segurança tomadas pelo Governo de Pernambuco, ajudam a explicar esse incremento paulatino nos resultados, sempre respeitando o Plano de Convivência”, avalia o secretário de Turismo e Lazer do Estado, Rodrigo Novaes.

Em comparação com outra capital de destaque no Nordeste, como Salvador, o Aeroporto do Recife se mantém em uma posição de liderança. Enquanto mais de 485 mil passageiros transitaram no terminal pernambucano, cerca de 330 mil embarcaram ou desembarcaram no terminal da capital baiana.

TURISMO SEGURO

Como fruto dos cuidados de excelência e o respeito aos procedimento sanitários, o Aeroporto Internacional dos Guararapes foi agraciado com o selo Turismo Seguro, iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Turismo e da Empetur, com a aprovação da Apevisa, para certificar os estabelecimentos do trade turístico que seguem os protocolos de segurança para a convivência com a Covid-19. 

Para conhecer os protocolos para cada segmento e obter mais informações sobre o selo e também sobre destinos do Estado, acesse www.borapernambucar.com.br   

Maradona tinha Fidel como 2º pai e também foi ícone da esquerda

Maradona cumprimenta Fidel Castro em uma visita a Havana, em foto de 13 de abril de 2013 - Foto: Cubadebate/Reuters/Arquivo

O astro do futebol argentino Diego Armando Maradona, morto nesta quarta-feira (25), aos 60 anos, era também conhecido fora dos campos por conta de seus fortes posicionamentos políticos e livre trânsito com os líderes da esquerda latino-americana.

Ele desafiou o establishment e frequentemente era fotografado ao lado de Fidel Castro e Hugo Chávez. Maradona tinha até mesmo uma tatuagem com a cara do líder revolucionário argentino Che Guevara no seu braço direito – uma memória de quando viveu em Cuba.

Mas nem sempre foi assim. Durante a década de 90, o jogador se aproximou do neoliberal Carlos Menem, então presidente da Argentina. Foi com o apoio dele, por exemplo, que o craque voltou ao futebol como técnico do Mandiyú, time da cidade de Corrientes.

Ele também foi amigo próximo de Domingo Cavallo, ministro da Economia responsável pela instauração do "corralito" na gestão de Fernando de la Rúa. Com a medida econômica, milhões de argentinos foram impedidos de sacar dinheiro das suas contas correntes.

Mas foi nos anos 2000 que o craque se aproximou da esquerda latino-americana, a qual defendeu até os últimos dias. Entre 2001 e 2005, Maradona viajou a Cuba para tratar de sua dependência química. Foi em Havana que ele conheceu Fidel Castro, a quem chamava de "segundo pai".

Em entrevista publicada em 2016 pela agência France Presse, Maradona conta ter chorado ao saber da morte do líder cubano – que também morreu em um 25 de novembro.

"Um segundo pai porque me aconselhou, me abriu as portas de Cuba quando, na Argentina, as clínicas as fechavam, não queriam receber a morte de Maradona. Fidel abriu todas elas de coração", disse o jogador.

Nesta quarta, o Ministério de Relações Exteriores de Cuba lamentou a morte do argentino em uma rede social e, junto de uma foto de Maradona e Fidel, disse que "a história quis que eles partissem no mesmo dia".

Ao voltar para a Argentina, Maradona se aproximou de vez da esquerda no seu país. Ele estabeleceu boas relações com dois ex-presidentes: Eduardo Duhalde e Néstor Kirchner. Mas foi com Cristina Kirchner que ele teve uma grande amizade.

Maradona declarava abertamente seu apoio a presidente que governou a Argentina entre 2007 e 2015 – e participou ativamente das campanhas presidenciais e, mais recentemente, a apoiou como vice de Alberto Fernández.

Por outro lado, Maradona brigava constantemente com o sucessor de Cristina, Mauricio Macri – isso desde bem antes da corrida presidencial. Antes de governar o país, o conservador foi presidente do Boca Juniors, clube do coração de Maradona.

Quando o atual presidente, Alberto Fernández, foi eleito, Maradona celebrou a derrota de Macri e disse esperar que ele nunca mais voltasse a Casa Rosada: “Que Macri vá viver na Tailândia", disse o craque em um vídeo compartilhado em sua rede social.

O ídolo argentino foi também chavista, e defendeu o regime venezuelano por muitos anos. Ele viajava constantemente ao país e chegou, inclusive, a manter relações com Maduro, de quem ele vinha se distanciando mais recentemente.

Fonte: G1

Município reduz gasto com combustível após atuação do TCE

A análise de uma licitação da prefeitura de Taquaritinga do Norte pelo Tribunal de Contas resultou em uma economia de R$ 688.491,15 aos cofres do município. O processo licitatório (Pregão Eletrônico nº 004/2019), publicado na edição do Diário Oficial dos Municípios de Pernambuco do dia 16 de dezembro do ano passado, era destinado à aquisição de combustíveis para abastecer a frota municipal, estimado em R$ 2.319.000,00. A relatoria das contas do município é da conselheira Teresa Duere.

A auditoria foi realizada pela equipe técnica da Gerência de Auditoria de Procedimentos Licitatórios (GLIC) do TCE, que encontrou indícios de irregularidades no edital do certame, a começar pelo volume estimado de 223.000 litros de gasolina e 340.285,35 litros de óleo diesel, considerado excessivo pelos auditores ao comparar os quantitativos com o consumo no período de 2017 a 2019.

Além disso, a equipe da GLIC identificou a falta de controle de abastecimento dos veículos pelo município e a ausência da relação daqueles que seriam abastecidos, bem como o registro com atraso do processo licitatório no Módulo de Licitações e Contratos (Licon) do Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade  (Sagres) do Tribunal. Esses e outros pontos estão sendo analisados por meio um processo de auditoria especial.

Considerando apenas os valores gastos com a aquisição de combustíveis em 2019 e os estimados para 2020, o excesso de gasolina apontado pela auditoria foi de 86.768,42 litros, o que representaria R$ 396.531,68 gastos a mais com o Pregão 004/2019; e o de óleo diesel chegou a 76.429,18 litros, correspondendo a R$ 291.959,47. O excesso total chegaria a R$ 688.491,15.

Uma Medida Cautelar (Processo TC N° 2051619-8) expedida pela relatora determinou - por meio do Acórdão TC n° 231/2020, publicado no Diário Oficial Eletrônico do TCE do dia 2 de março deste ano - que a prefeitura ajustasse a previsão de combustível para 2020 ao volume gasto em 2019. O município acatou a determinação do Tribunal e reduziu em R$ 688.491,15 o valor do contrato, gerando assim a economia para os cofres do município.

Falta de justificativa por não votar impede expedição de documentos


O cidadão que não votar neste domingo (29), no segundo turno das eleições municipais, deverá justificar a ausência no pleito em até 60 dia na Justiça Eleitoral. A apresentação de justificativa de ausência em cada turno de votação deve ser feita separadamente. O voto é obrigatório para pessoas com mais de 18 anos e menos de 70.

O procedimento pode ser feito no site da Justiça Eleitoral ou pelo aplicativo e-Título.

Também é possível apresentar requerimento para a justificativa em qualquer zona eleitoral ou enviar a justificativa por via postal ao juiz da zona eleitoral em que está inscrito. O termo deve ser acompanhado de documento que comprove a ausência.

Não votar e não justificar a ausência na eleição podem criar uma série de dificuldades no dia a dia dos eleitores. De acordo com o Código Eleitoral, o cidadão não consegue tirar segunda via da carteira de identidade e nem expedir passaporte.

Se for funcionário público ou empregado de estatal, poderá ficar sem receber o pagamento do salário. Também não poderá obter empréstimos em bancos oficiais e nem receber benefícios previdenciários.

A lei impede a matrícula em estabelecimento de ensino público, a inscrição em concurso público e ser investido de cargo ou função pública. A lei ainda proíbe a participação em concorrência pública ou administrativa da União, dos estados, dos territórios, do Distrito Federal, dos municípios.

Auditoria do TCE vai apurar contrato no Cabo de Santo Agostinho

Com base em pedido do Ministério Público de Pernambuco, o Tribunal de Contas, sob a relatoria do conselheiro Valdecir Pascoal, formalizou uma Auditoria Especial para analisar um contrato celebrado, em 2017, entre a Prefeitura Municipal de Cabo de Santo Agostinho e a empresa J.B.C.M EQUIPAMENTOS E SISTEMAS LTDA-EPP, no valor de R$ 3.462.216,96. O contrato tinha por objetivo o fornecimento de instalação, manutenção preventiva e treinamento de plataforma integrada de suporte operacional de módulos de gestão integrada de unidades educacionais, a exemplo de sistema de reconhecimento e gerenciamento da frequência facial de alunos e sistema de gestão educacional.

A auditoria irá analisar possíveis irregularidades encontradas no contrato, como sobrepreço, aquisição de equipamentos e licenças sem que houvesse ainda a infraestrutura das escolas necessária para o funcionamento dos produtos e serviços contratados, o que gerou a não utilização dos equipamentos, apesar de instalados.

O pedido de auditoria ocorreu a partir de uma solicitação de Medida Cautelar ao TCE realizada pelo vereador Ezequiel Manoel dos Santos, que também encaminhou a documentação do contrato ao Ministério Público do Estado.

O pedido de Cautelar (n° 1925713-20), ocorrido em 2019, foi indeferido nesta terça-feira (24) pela Primeira Câmara, tendo em vista que a vigência do contrato finalizou em 2018, ficando caracterizada a perda de objeto da medida. Entretanto, foi aprovada a determinação para realização da Auditoria solicitada pelo MPPE, para que, em caso de irregularidades, ocorra a devida responsabilização dos gestores.

O voto foi aprovado por unanimidade pelos conselheiros Carlos Neves, presidente da Câmara e Ranilson Ramos. Representou o Ministério Público de Contas o procurador Guido Monteiro.

Fonte: TCE-PE

Débora Vasconcelos

Garanhuns, PE - Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti - Década de 1980

História de Garanhuns - Era filha de Horácio Vasconcelos, um dos antigos comerciantes de tecidos, com uma casa comercial na Av. Santo Antônio. Muito jovem, ingressa no jornalismo matuto, escrevendo as suas crônicas e, destemidamente, publicando-as nos semanários da cidade e na revista "O Bibliófilo". Aluna do Santa Sofia, onde termina o curso de professora, se destacava entre as suas colegas, e, por tal razão, se tornara estimada entre o meio estudantil. Tanto assim, que, extrapolando a sua simpatia, fora eleita Rainha dos Estudantes, em 1932, cuja coroação efetuou-se nos salões da AGA com bastante brilhantismo.

Débora uma figura humana que se impôs  pela sua  simplicidade, sem vaidade, dedicada aos estudos, entusiasta das lides literárias e que não eximia de dar a sua modesta contribuição às festividades colegiais realizadas no seu educandário. Terminado o curso de professora, dedica pouco tempo a este nobre mister. Indo residir em Recife, ingressa no SENAI, onde se  destaca como eficiente profissional no cargo de secretária e, após, na assessoria de pessoal. Ali fui encontrá-la, em determinado ano, quando Myra Y. Lopes ministrou um Curso de "Aplicação da Psicologia à Direção de Pessoal" destinado a servidores da SUDENE.

Fonte: Alberto da Silva Rêgo / Os Aldeões de Garanhuns / 1987

terça-feira, 24 de novembro de 2020

CPRH divulga vencedores do I Concurso de Fotografias “Unidades de Conservação no meu caminho”

A Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) divulgou em seu Instagram, no último sábado, as fotografias vencedoras do I Concurso de Fotografias “Unidades de Conservação no Meu Caminho”. O certame teve o objetivo de enaltecer as belezas e riquezas protegidas pelas Unidades de Conservação da Natureza em Pernambuco. As fotos Vencedoras foram escolhidas por meio de votação popular, realizada no período de 18 a 20, pelo Instagram da CPRH.

Cerca de 200 fotos foram inscritas na competição. Desse total, a Comissão Julgadora do concurso selecionou 15 fotos, sendo cinco de cada categoria: Paisagem, Biodiversidade e Ações para proteção, que ficaram disponíveis para votação popular. Na noite da sexta-feira (20) a votação foi encerrada e o público, por meio de curtidas, escolheram as três fotos vencedoras, uma em cada categoria: Paisagem, Biodiversidade e Ações para proteção. 

Tornaram-se vitoriosos os registros da perereca Boana atlântica em cima de uma flor (categoria Biodiversidade); o momento de retorno á liberdade de um animal silvestre que estava aprisionado (categoria: Ações para proteção) e o de um visgueiro, árvore que encanta por sua beleza e imponência (categoria: Paisagem), dos autores, Lucas Almeida, Adriano Monteiro e Renato Rodrigues Nery, respectivamente.

Cada um dos autores das imagens vencedoras será premiado com um smartphone, certificados e um kit de materiais produzidos pela CPRH.  O segundo e terceiro lugares de cada uma das categorias, também receberá certificado e publicações da CPRH. 

O I Concurso de Fotografias “Unidades de Conservação no Meu Caminho”, foi uma das ações que integrou a programação da IV Semana das Unidades de Conservação da Natureza, realizada entre os dias 17 e 21, pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), por meio da Unidade de Gestão das Unidades de Conservação (UGUC).

Na avaliação da diretora de Recursos Florestais e Biodiversidade (DRFB), Janaína Teixeira, a iniciativa proporcionou um melhor conhecimento dos espaços preservados e despertaram um melhor entendimento da importância de conservar os ambientes que guardam atributos ecológicos, cênicos, históricos, culturais. “Nossa biodiversidade, porque quando a gente conhece melhor os processos da natureza fica mais fácil cuidar e proteger”, afirmou.

Para o gerente da UGUC, Gleydson Castelo Branco, o retorno da IV Semana das UCs e as atividades realizadas durante a programação, e exemplo do concurso de fotografias, foi positivo e animador. “Alcançamos o objetivo de conscientizar as pessoas da importância da manutenção das nossas Unidades de Conservação. Com o concurso de fotografias pudemos não só tornar as UCs mais conhecidas, como também fazer com que estas pessoas (participantes) se sintam no dever de protegê-las também”, explicou Castelo Branco.

Vencedores do I Concurso de Fotografias “Unidades de conservação no meu caminho”, por categorias:

Categoria Biodiversidade 


1 lugar: Lucas Almeida @lucasalmeid (1872 curtidas)

2 lugar: Camila Brasil @camibls (1341 curtidas)

3 lugar: Juvenal Filho @amaralfilhojd (1002 curtidas)

Categoria Ações para Proteção 

1 lugar: Adriano Monteiro @blogadrianomonteiro (2740 curtidas)

2 lugar: Daniel Galvão @salvemaracaipe (2327 curtidas)

3 lugar: Ewa Jansen @ewajansen (691 curtidas)

Categoria Paisagem 

1 lugar: Renato Nery @neryfoto (1619 curtidas)

2 lugar: Renato Albuquerque @renatopbafotos (1171 curtidas)

3 lugar: Mayssa Leão @mayssaphotos (527 curtidas).

Prêmio Sesc de Literatura lança os livros vencedores de 2020 em evento virtual


Os dois livros vencedores do Prêmio Sesc de Literatura 2020 serão lançados no próximo dia 24, às 20h, em evento virtual. Na live promovida pelo Sesc, Caê Guimarães, autor do romance ‘Encontro você no oitavo round’, e Tônio Caetano, escritor da coletânea de contos ‘Terra nos cabelos’, apresentam suas obras ao público e falam sobre as expectativas em relação ao ingresso no mercado editorial.

A live será transmitida pela página do Prêmio Sesc no Facebook e pelo YouTube Sesc Brasil. “Os últimos resultados nos mostram que o país vem produzindo muito bem no quesito literatura, com grande diversidade cultural. Mais uma vez, duas grandes obras foram as vencedoras do Prêmio Sesc de Literatura de 2020”, comemora o analista de Literatura do Departamento Nacional do Sesc, Henrique Rodrigues.

O bate-papo com os vencedores do Prêmio Sesc versará sobre seus livros, a trajetória de cada um deles na literatura e como conduzem o processo criativo. Na live, serão exibidos vídeos com os próprios autores lendo trechos dos seus livros. Neste lançamento virtual, o público também poderá rever os vencedores da edição de 2019, Felipe Holloway e João Gabriel Paulsen, que participam do debate com os novos autores e contam suas experiências neste primeiro ano de ingresso oficial na carreira literária.

Há 17 anos, o Prêmio Sesc de Literatura revela anualmente dois escritores, sempre nas categorias Romance e Conto. Nesse período, se tornou uma das mais importantes premiações do país, ao oferecer oportunidades a novos autores e impulsionar a renovação no panorama literário brasileiro, sendo hoje considerado referência por críticos literários, escritores brasileiros e visto como porta de entrada para o mercado editorial no Brasil.

Neste ano foram inscritos 1358 livros, sendo 692 romances e 666 coletâneas de contos. O cronograma, por ser executado por trabalho remoto, não foi afetado pela pandemia, de modo que o resultado pôde ser divulgado no prazo previsto.

Vencedores

Caê Guimarães nasceu em 1970, no Rio de Janeiro e foi criado no Espírito Santo, onde vive atualmente. É poeta, escritor, jornalista, redator e roteirista. Com “Encontro você no oitavo round”, apresenta uma narrativa que trata de redenção: um pugilista se debate entre um incômodo zumbido e a memória de outra ocupação antes de se dedicar ao boxe. Dias antes da sua última luta, ele conhece uma jornalista disposta a desvendar o que o fez tomar o caminho dos ringues. “Eu recebi com muita alegria a notícia que o meu primeiro romance foi o vencedor do Prêmio Sesc de Literatura. É uma oportunidade muito potente de levar meu trabalho para outras praças, conhecer autores, públicos e outras formas de fazer literatura e estar no mundo”, afirma Caê.

Tônio Caetano nasceu em Porto Alegre, em 1982. Trabalha como servidor público municipal e é especialista em Literatura Brasileira pela PUC-RS. Já participou de várias antologias literárias. No volume de contos “Terra nos cabelos”, são trilhados diferentes percursos da mulher na nossa sociedade, envolvendo questões que abordam o mundo do trabalho: o primeiro beijo, ritos de iniciação, violências externas e internas submetidas ao sexo feminino. “A literatura faz parte da minha vida desde a infância. Ganhar o Prêmio Sesc me faz a pessoa mais feliz e também me dá um baita frio na barriga. Eu ainda estou assimilando tudo o que representa este momento. A minha única certeza é que vai me tornar um escritor melhor”, comenta Tônio.

O Prêmio Sesc de Literatura hoje figura ao lado das maiores premiações nacionais. Os vencedores têm suas obras publicadas e distribuídas pela editora Record, parceira do Sesc no projeto. Mais informações em www.sesc.com.br/premiosesc.

Serviço: Lançamento dos livros vencedores do Prêmio Sesc de Literatura 2020

Data: 24 de novembro

Horário: 20h

Link acesso: 

www.facebook.com/PremioSessdeLiteratura

www.youtube.com/SescBrasil 

Declaração do Dr. Guerra ao Jornalista Ulisses Pinto em 1950

O Dr. Luiz da Silva Guerra (foto), médico humanitário, homem de sociedade, valoroso rubro-negro de épocas passadas, quando por muitos anos, morou em Garanhuns, nos velhos tempos do PSD local, na qualidade de prefeito da época e de Presidente do aludido partido neste município, durante as velhas "brigas" entre UDN x PSD, nos enviou uma declaração que nunca foi publicada na imprensa. Era uma arma preciosa que possuíamos para enfrentar possíveis adversários.

Hoje, depois de falecido o nosso amigo Dr. Guerra (éramos adversários somente na política), resolvemos das publicidade a esse documento, com firma reconhecida no cartório do saudoso Dr. Celso Galvão. O reconhecimento foi de outro amigo, já falecido, Mário Falcão Campos.

Vamos ao documento: 

"DECLARAÇÃO

- Na qualidade de Prefeito do Município e de presidente do diretório do PSD - secção de Garanhuns, declaro de público que o Sr. Ulisses Peixoto Pinto Filho, correspondente do "Jornal do Comércio", neste município, tem publicado suas correspondências com absoluta isenção de ânimo, acima das paixões políticas, como sejam, notas sobre a vida municipal, noticiário político, sugestões, entrevistas, etc. Saliento ainda que o citado jornalista tem inserido no aludido e conceituado órgão da nossa imprensa, inúmeras entrevistas minhas, tendo uma delas revolucionado o mundo político do Estado, quando indiquei para dirigir os destinos de Pernambuco, o nome do digno e ilustre Dr. Agamenon Magalhães.

Garanhuns, 25 de novembro de 1950

a) Dr. Luiz da Silva Guerra".

Nesse tempo, nos idos  de 1950, a política de Garanhuns era fogo. Entretanto, a nossa palavra através da imprensa era acatada e respeitada até pelos adversários. Graças a Deus, o nosso traçado continua de pé, dentro dos meandros da política dos dias de hoje. E isto é gratificante.

Jornalista Ulisses Pinto / Jornal O Monitor / Garanhuns, 20 de dezembro de 1986

Dom José Adelino Dantas

História de Garanhuns - Nomeado pelo Papa para substituir o Bispo D. Expedito Lopes, morto em Garanhuns em 1957, D. José Adelino chegou a Garanhuns, no dia 14 de setembro de 1958, onde ficou até 20 de fevereiro de 1967.

Sua passagem por Garanhuns caracterizou-se através de uma conduta bem diferente de seus antecessores. Além dos deveres para com a Diocese, D. Adelino voltou suas atenções para o sofrimento dos anciãos que mendigavam a caridade pública. O bispo resolveu realizar um projeto que resultou na construção do Abrigo São Vicente de Paulo, instalado à Avenida Oliveira Lima, em Heliópolis.

Tentou solucionar o problema dos menores carentes não chegando a alcançar êxito.

Celebrou a primeira missa em português, escolhendo a igreja da cidade de São João para realizar essa cerimônia, sendo coadjuvado pelo Mons. Tarcísio Falcão, vigário Geral da Diocese, dando cumprimento as reformas ecumênicas decretadas pelo papa João XXIII.

Chamou a atenção o relacionamento com os evangélicos Othoniel Gueiros e João Tenório de Moura.

Anos após, solicitou transferência para a Diocese de Rui Barbosa, Estado da Bahia, onde por motivo de saúde renunciou, retornando à terra natal, Carnaúba dos Dantas, Rio Grande do Norte, onde faleceu no dia 24 de março de 1983, aos 74 anos. 

A Câmara Municipal de Garanhuns prestou homenagem à memória de D. José Adelino aprovando um projeto de autoria do vereador Humberto Alves de Moraes, dando o seu nome à praça em frente da Igreja de Santa Terezinha no bairro do Magano.

Na foto acima, o evangélico Othoniel Furtado Gueiros, integrante do Rotary Clube de Garanhuns presta uma homenagem a D. Adelino numa solenidade naquele clube de serviço.