quinta-feira, 6 de maio de 2021

Médicos Sem Fronteiras apoia iniciativa dos EUA para suspender patentes de vacinas da COVID-19

Médicos Sem Fronteiras (MSF) aplaude a decisão anunciada pelo governo dos EUA nesta quarta-feira, 5 de maio, de apoiar a suspensão temporária da proteção de propriedade intelectual para vacinas da COVID-19. A medida vai aumentar o acesso a essas ferramentas médicas que salvam vidas no momento em que a COVID-19 continua a devastar países em todo o mundo.

Muitos países de baixa renda nos quais MSF opera receberam apenas 0,3% do suprimento global de vacinas para COVID-19, enquanto os EUA já garantiram doses suficientes para proteger toda sua população e ainda têm mais de meio bilhão de doses excedentes. A escassez de diagnósticos, tratamentos e outras ferramentas médicas que salvam vidas continua pressionando países como a Índia e o Brasil, onde o aumento de casos levou os sistemas de saúde à beira do colapso.

A decisão de hoje do governo norte-americano é um passo importante na direção da obtenção de apoio global no âmbito da Organização Mundial do Comércio (OMC) para uma suspensão dos direitos de propriedade intelectual de ferramentas médicas relacionadas à COVID-19. Isso poderia remover incertezas jurídicas e barreiras que podem impedir a produção e o fornecimento de produtos médicos relacionados à doença. Durante os sete meses de negociações sobre o tema na OMC, MSF vem pedindo a suspensão dos direitos de propriedade intelectual para todos os produtos relacionados à COVID-19, incluindo vacinas, tratamentos e diagnósticos.

"Esta decisão espetacular ajudará a enfrentar os desafios históricos e extraordinários  que enfrentamos e a aumentar o acesso equitativo às vacinas para COVID-19, ajudando a acabar com esta crise para todos”, afirmou Avril Benoît, diretora executiva da MSF-EUA. Ela ressaltou a necessidade de acelerar o ritmo da imunização em todo o mundo: “Quanto mais tempo leva para vacinar todas as pessoas, maior o risco para todos nós, pois cresce a chance do surgimento de novas variantes. ”A diretora de MSF também defendeu que a suspensão dos direitos de propriedade intelectual não fique restrita às vacinas, mas abarque outras ferramentas médicas para COVID-19. Outro ponto defendido por ela foi a necessidade de os EUA compartilharem as doses que já garantiram em excesso e tecnologia para que outros fabricantes também possam produzi-las. “Os EUA devem compartilhar suas doses excedentes de vacinas com a COVAX até que outros fabricantes possam aumentar a produção. Também devem exigir que as empresas farmacêuticas que receberam quantias significativas de financiamento do contribuinte dos EUA para criar essas vacinas compartilhem a tecnologia e o know-how com outros fabricantes para que mais pessoas tenham acesso à imunização em todo o mundo. ”Finalmente, ela chamou a atenção dos países que ainda são contrários à suspensão dos direitos de propriedade intelectual, incluindo o Brasil, para que mudem sua posição. “Os países que continuam a se opor à renúncia de direitos na OMC, como os países da União Europeia, Reino Unido, Suíça, Canadá, Austrália, Noruega, Japão e Brasil também deveriam tomar medidas para colocar a saúde das pessoas à frente dos dos lucros das empresas farmacêuticas”, afirmou.

quarta-feira, 5 de maio de 2021

A poética do Conto é tema de oficina do Sesc com o professor Wilson Coêlho (ES)

Começa nesta segunda-feira (10/05), e segue até a sexta-feira (14/05), a oficina “Poéticas do Conto”, com o professor Wilson Coêlho (ES). A formação, que será realizada ao vivo, em formado virtual, faz parte da programação 2021 do Circuito de Criação Literária do projeto Arte da Palavra – Rede Sesc de Leituras. As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo site https://cursos.sescpe.com.br. A taxa de inscrição é R$ 40; os trabalhadores do comércio e seus dependentes, que têm o Cartão do Sesc atualizado, têm desconto e pagam R$ 20. 

Os encontros ao vivo serão através da plataforma Google Meet, sempre das 19h às 21h. Nas cinco aulas teórico-práticas, serão esboçadas as propostas individuais do conto a ser escrito, com o uso de técnicas de escrita e montagem, bem como a redação orientada de acordo com as necessidades de cada participante. A intenção da atividade é compreender a organização das ideias e procedimentos para a preparação do texto literário, possibilitando a representação da realidade social, econômica histórica e cultural.

O facilitador – Wilson Coelho é licenciado e bacharel em Filosofia e Mestre em Estudos Literários pela UFES, doutor em Literatura Comparada pela UFF e auditor real do Collège de Pataphysique de Paris. Como professor no Brasil e em países como Espanha, Chile, Argentina, França e Cuba, ministrou palestras e oficinas. Como professor universitário, lecionou Filosofia, Ética, Ciência Política, Artes e Lógica. Assina a direção de 26 espetáculos montados pelo Grupo Tarahumaras de Teatro, com participação em festivais e seminários de teatro.

Direitos da Criança e do Adolescente são assegurados por Conselho em Garanhuns

O órgão que atua na defesa dos direitos da população infanto-juvenil em Garanhuns é o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica). Criado pela Lei nº 3.910/2013, para assegurar o cumprimento do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) – Lei n° 8.069/90, o órgão que é ligado à Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos procura conscientizar à população acerca do dever de todos em viabilizar a proteção integral desses indivíduos.

Assim como todos os conselhos municipais, conta com representantes da sociedade civil organizada e do Governo Municipal. De acordo com a presidente do Comdica, Sandra Mendes, preservar os direitos da Criança e do Adolescente é dever de todos: “Nosso Conselho existe para garantir que esses indivíduos possam ter a devida proteção, mas nosso papel enquanto sociedade também é observar a situação dessas crianças e procurar os órgãos competentes para denunciar qualquer ato que fira seus direitos. Não podemos silenciar”, pontua.

Além dos pontos citados, compete ao Comdica opinar na formulação das políticas sociais básicas da criança e do adolescente; buscar informações acerca das condições de vida e da estrutura de atendimento existente no município; promover e apoiar a realização de campanhas educativas sobre os direitos infanto-juvenis; conduzir o processo de escolha dos membros do Conselho Tutelar, entre outros. 

As denúncias devem ser encaminhadas para o Conselho Tutelar de Garanhuns, através dos telefones (87) 98137-2394 ou (87) 3761-6319. Outras informações podem ser obtidas no Comdica - localizado na Casa dos Conselhos – Rua Ernesto Dourado, 890, Heliópolis. Telefone: (87) 3762-7082.

Arte: Lucas Monteiro

Câmara aprova texto que revoga a Lei de Segurança Nacional

A Câmara dos Deputados aprovou o texto-base do Projeto de Lei 6764/02, que revoga a Lei de Segurança Nacional e acrescenta no Código Penal vários crimes contra o Estado Democrático de Direito.

Os deputados analisam agora os destaques apresentados pelos partidos ao substitutivo da relatora, deputada Margarete Coelho (PP-PI), que cria um novo título no código para tipificar dez crimes em cinco capítulos. Entre eles os crimes de interrupção de processo eleitoral, fake news nas eleições e atentado a direito de manifestação.

Assim, por exemplo, no capítulo dos crimes contra a cidadania, fica proibido impedir, com violência ou ameaça grave o exercício pacífico e livre de manifestação de partidos políticos, movimentos sociais, sindicatos, órgãos de classe ou demais grupos políticos, associativos, étnicos, raciais, culturais ou religiosos.

A pena é de 1 a 4 anos de reclusão, mas aumenta para 2 a 8 anos se da repressão resultar lesão corporal grave. No caso de morte, vai para 4 a 12 anos.

Fonte: Agência Câmara

terça-feira, 4 de maio de 2021

Abertas inscrições para o programa de cursos de cultura “SescPE em Casa”

O Centro de Produção Cultural, Tecnologia e Negócios do Sesc, localizado em Garanhuns, abriu inscrições para cursos de artes que fazem parte do programa “SescPE em Casa” que serão realizados de 11 de maio a 16 de julho em formato virtual e ao vivo. As formações contemplam as linguagens artísticas de Teatro, Música, Dança, Literatura, Audiovisual e Artes Visuais. Para participar, é preciso fazer a inscrição no site de cursos do Sesc PE (https://cursos.sescpe.com.br). O valor total do investimento é de R$ 80, sendo que os trabalhadores do comércio e seus dependentes, que têm o Cartão do Sesc atualizado, têm desconto e pagam R$ 40.

No período de 11 de maio a 15 de julho serão realizados os cursos de Cinema de Bolso – Criação de Brinquedos Ópticos, Cinema Documentário – ambos ministrados por Gabi Saegesser, e A Voz como Instrumento de Trabalho, com Patrícia Van Der Linden. Já de 12 de maio a 16 de julho, acontecem as demais formações: Dança Contemporânea para Iniciantes, com Gardênia Coleto; Escrita Criativa para Crianças e Escrita Literária para Adultos, com Marcilene Pereira; Teatro On-line para Iniciantes, com Yalle Feitosa. Robson Cavalcanti vai ministrar duas turmas de Música: Violão Popular para Iniciantes e Teoria Musical e Leitura de Partituras. 

Para quem se interessa pelas Artes Visuais, são três as opções, que também acontecem de 12 de maio a 16 de julho: Ilustração para Literatura, Desenho e ToyArt – Arte para a Família e Pintura em Aquarela, todas com Rafael Vinícius. Os dias e horários dos cursos estão descritos nos links de inscrição de cada um deles. “A proposta do Sesc é transformar as casas das pessoas em centros culturais, ou seja, é levar as formações que realizamos de forma presencial no CPC até as pessoas que, neste tempo de pandemia do novo coronavírus, se encontram em casa, respeitando o distanciamento social”, afirma Josimar Araújo, supervisor de cultura do CPC.

TCE e instituições discutem iniciativas para melhorar a gestão do lixo

O Tribunal de Contas do Estado, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e a Agência Pernambucana de Meio Ambiente (CPRH), constituíram um grupo de trabalho conjunto para cobrar das gestões municipais a destinação adequada dos resíduos sólidos em suas cidades.

O objetivo dessa iniciativa é permitir que os órgãos tenham mais agilidade na troca de informações técnicas, como relatórios e estudos, para embasar a atuação em prol do fechamento dos lixões.

"Entendo que as ações a serem cobradas aos gestores devem ser de curto, médio e longo prazos, como por exemplo a eliminação dos lixões, a curto prazo, revisão e implementação dos Planos de Gestão Integrada, com fortalecimento da coleta seletiva, no médio; e gestão eficiente dos resíduos sólidos, inclusive com o seu maior aproveitamento econômico, no longo prazo, dentre outras ações", disse Alfredo Montezuma, responsável pela Gerência de Estudos e Auditorias Temáticas do Núcleo de Engenharia do TCE.

Alfredo participou, juntamente com o auditor do TCE, Pedro Teixeira, de uma reunião no último dia 27, com representantes dos outros órgãos, para discutir o assunto. Na ocasião, o superintendente de Meio Ambiente da Semas, Bertrand Sampaio de Alencar, apresentou algumas propostas de arranjos institucionais consorciados para o destino dos resíduos sólidos nas três regiões consideradas mais críticas. 

A partir da criação dos aterros regionais, seria possível viabilizar a construção de equipamentos sustentáveis, com geração de renda por meio da prestação de serviços aos municípios, exploração de biogás e venda de material reciclável.

Como não há aterros sanitários licenciados em todas as áreas do Estado, a consolidação dos arranjos exige adoção de soluções para o problema da distância entre as cidades e os aterros, que na maioria das vezes, têm mais de 100 quilômetros de distância, gerando altos custos de transporte.

De acordo com a coordenadora do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente (Caop Meio Ambiente), Christiane Roberta Santos, ‘'Em 2020, o Ministério Público realizou 25 acordos de não persecução penal com prefeitos para garantir o encerramento dos lixões. 

Levantamento anual feito pelo TCE, referente à situação da destinação dos resíduos sólidos no Estado, mostra uma evolução no número de cidades que vêm depositando corretamente o lixo em locais adequados em 2020. O número passou de 29 (em 2014) para 113 (em setembro de 2020), o que equivale a 61,4% dos 184 municípios pernambucanos. As outras 71 cidades (38,6%) continuavam agindo em desrespeito ao meio ambiente, depositando os resíduos em lixões a céu aberto e colocando em risco a saúde da população. Os números mais recentes do TCE, atualizados até dezembro de 2020, identificaram que apenas 58 cidades continuavam mantendo os lixões.

CAPACITAÇÃO - O Tribunal de Contas se disponibilizou a convidar técnicos do Caop Meio Ambiente para participar da próxima capacitação do órgão sobre a temática da destinação adequada dos resíduos sólidos. Esses treinamentos são feitos de forma regular e são destinados aos servidores dos órgãos ambientais dos municípios de Pernambuco.

Fonte: TCE-PE

Garanhuns recebe mais vacinas da Coronavac para segundas doses da população


O município de Garanhuns recebeu nesse domingo (02), mais 266 unidades da vacina Coronavac/Butantan contra a Covid-19. Este quantitativo será destinado exclusivamente para as segundas doses dos idosos de 70 a 79 anos e profissionais das forças de segurança e salvamento, através da polícia militar e civil.

A nova remessa será distribuída entre 150 doses para os idosos de 75 a 79 anos, o que corresponde a 6% deste público; e outras 50 doses que serão destinadas para 1,3% dos idosos de 70 a 74 anos. Já os profissionais que integram as forças de segurança e salvamento serão contempladas com 64 doses (polícia militar) e duas doses (polícia civil).

Em Garanhuns, a Secretaria Municipal de Saúde definiu uma estratégia para garantir as segundas doses e completar o esquema vacinal da população. “Tivemos a preocupação de armazenar as segundas doses para os idosos do município. Essa logística vem possibilitando garantir a imunização dos grupos na data marcada após a primeira dose”, pontuou ainda a secretária Catarina Tenório.

Texto: Aquilles Soares

Arte: Lucas Monteiro

segunda-feira, 3 de maio de 2021

Johny Albino propõe construção de área de convivência na Cohab 2

O Vereador Johny Albino (PSB) reivindicou junto a Prefeitura de Garanhuns a construção de uma área de convivência para beneficiar os moradores do bairro Francisco Figueira, a Cohab 2.

Pelo projeto defendido por Johny, o equipamento público, localizado na Avenida Deolinda Silvestre, mais precisamente entre a Avenida Pedro Magno Godoy e a rua Professor Fernando Souto, será dotado de Academia de Ginástica; playground infantil; bancos e iluminação. “A ideia é que o espaço seja utilizado em vários momentos do dia e da noite”, registrou Albino. 


Ainda segundo Johny, a área de convivência complementará a Pista de Cooper já existente na Avenida Pedro Magno Godoy. “Estaremos formando um complexo de atividades físicas e de lazer naquela comunidade, beneficiando os moradores da Cohab 2 e dos seus loteamentos”, pontuou Johny Albino. A proposição do Parlamentar foi aprovada por unanimidade na Câmara e seguiu para apreciação do Prefeito Sivaldo Albino.

Estão abertas as inscrições para o 5º Funcultura da Música

Estão abertas as inscrições para o 5º Edital do Programa de Fomento à Produção em Música de Pernambuco, o Funcultura da Música 2020/2021. O edital irá disponibilizar o montante de R$ 4,16 milhões para projetos na área de música, o que garante o desenvolvimento da cadeia produtiva musical em suas diversas áreas. As inscrições devem ser até o dia 28 de maio, por meio da plataforma Prosas (www.cultura.pe.gov.br/editais-prosas), plataforma que facilita a seleção e o monitoramento de projetos culturais, além de universalizar o acesso ao fomento artístico por meio da internet.

O 5º Funcultura da Música é promovido pelo Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE) e Fundação do Patrimônio Histórico Artístico de Pernambuco (Fundarpe). Para participar da seleção, os proponentes deverão estar inscritos no Cadastro de Produtores Culturais (CPC).

Os recursos serão distribuídos em nove categorias: Circulação; Festivais; Gravação; Produtos e Conteúdos; Economia da Cultura; Difusão Da Rede de Equipamentos do Estado, geridos pela Secult/Fundarpe; Manutenção de Escolas de Bandas de Música e Corais; Formação e Capacitação; e Pesquisa. Para mais detalhes, acesse: www.cultura.pe.gov.br/editais/5o-edital-do-funcultura-da-musica-202020121.

Leilão do 5G: entenda o que vem por aí e conheça as novidades


Imagine uma manhã movimentada em uma avenida de trânsito rápido. Tentando entrar no fluxo, um motorista que está atrasado para o trabalho fica impaciente e acelera. Na faixa rápida, uma motorista recebe uma notificação pelo celular: um recado urgente da babá informa que seu filho está com febre.

Desatenta momentaneamente pela notificação, ela desvia o olhar e não vê a ação do motorista atrasado. Como estava um pouco acima do limite de velocidade da via (80 quilômetros por hora), a colisão parece inevitável. Uma batida muito comum no trânsito das grandes cidades, que gera prejuízos financeiros, estresse, congestionamento e, eventualmente, vítimas.

Isso, se a colisão tivesse acontecido.

O carro da mulher distraída, no entanto, era semiautônomo. Graças à tecnologia 5G, ao receber dados de tráfego de diversos sensores espalhados pelas vias, o veículo soube a hora exata de desacelerar. Com o uso de inteligência artificial e aprendizado de máquina, o computador de bordo do veículo conseguiu antecipar a tentativa frustrada de conversão do motorista atrasado e traçou possíveis cenários para evitar a colisão.

Sinais sonoros vindos do painel digital avisaram que havia a necessidade de desacelerar. Com a distração, o piloto automático assumiu momentaneamente o controle. Em milésimos de segundo, cerca de 40 sistemas foram consultados e enviaram as informações necessárias para o reposicionamento do veículo.

O computador de bordo tomou uma decisão: acendeu a seta e fez um leve desvio de faixa, juntamente com a desaceleração exata para que o carro se encaixasse no tráfego da faixa ao lado sem movimentos bruscos. O motorista atrasado sequer tomou ciência do momento.

 Apenas nesta interação de poucos segundos, cerca de 20 gigabytes de dados foram trocados entre os sistemas. Fotos e sensores foram analisados, dados foram computados e transmitidos para outros veículos também conectados e para centrais de controle de tráfego urbano. A interação só foi possível graças ao 5G, à baixa latência na troca de informações (tempo de resposta entre o envio e recebimento de dados) e ao alto fluxo de dados.

 Revolução tecnológica

Prevista para estar disponível nas 27 capitais brasileiras até julho de 2022, a internet 5G é vista, tanto pelo governo federal quanto por empresas de tecnologia e de telecomunicações, como uma revolução tecnológica abrangente. A implementação desta tecnologia no Brasil promete trazer diversas inovações que vão se refletir em maior produtividade, avanços na economia e na qualidade de serviços.

 Em reta final de avaliação pelo Tribunal de Contas da União (TCU), o leilão das radiofrequências que serão utilizadas pela nova geração de internet no Brasil é um passo importante que está sendo tomado em paralelo a uma série de medidas e adaptações que já vêm sendo articuladas tanto pelo Ministério das Comunicações quanto por operadoras que viabilizarão a novidade.

 A chegada da nova tecnologia suscita uma série de questões, muitas delas técnicas e complexas. A Agência Brasil conversou com especialistas da área para entender as novidades que o 5G vai trazer para a forma como a sociedade navega, produz e consome conteúdo.

Leilão de frequências

Importante para a implementação do 5G no Brasil, o leilão das frequências de operação da nova geração de internet móvel é a porta de chegada dessa tecnologia. Discutido em diversas audiências públicas ao longo de 60 dias em 2020, o leilão é considerado não arrecadatório, já que todas as verbas levantadas serão investidas em infraestrutura de comunicação e aprimoramento da conectividade em áreas ainda carentes.

Segundo o secretário de Telecomunicações do Ministério das Comunicações, Artur Coimbra, uma das exigências para o leilão é que haja investimentos não apenas para as redes mais avançadas de 5G, mas também para habilitar amplamente o 4G em pequenos municípios.

“Esta é a primeira vez que a Anatel [Agência Nacional de Telecomunicações] fará um leilão que não é arrecadatório, e sim voltado para investimentos. Todo valor acima do preço mínimo será revertido para as 2,3 mil localidades que ainda não possuem 4G habilitado, para as rodoviárias federais e povoados rurais”, afirmou o secretário, que é um dos responsáveis pela elaboração dos termos do pregão.

No leilão do 5G, quatro faixas de frequência serão ofertadas. Destas, duas serão inicialmente híbridas e servirão para distribuir o sinal 4G e o 5G em variações do espectro. Veja abaixo:

Faixa

700 MHz 

Inicialmente será usada para ampliação do sinal 4G. Eventualmente será a faixa utilizada por sensores inteligentes e carros conectados

2,3 GHz

Alta capacidade para áreas densamente povoadas, também será usada para o 4G e será a frequência padrão de operação para dispositivos em geral

3,5 GHz

Capaz de transmitir dados em altíssima velocidade, pode ser usada em paralelo com outras bandas e deve ser a faixa mais concorrida do leilão. É considerada parte do chamado 5G standalone

26 GHz

Faixa onde deve acontecer a transmissão de dados da economia em larga escala, como automação industrial e agrobusiness; capaz de grande velocidade e também é considerada parte do 5G standalone

 5G - qual a diferença entre as gerações?

Apesar do ganho óbvio no quesito velocidade, a transição para o 5G não será percebida apenas pelas taxas de download ou upload de conteúdo, explica o presidente da Anatel, Leonardo Euler de Morais. 

 “O 5G vai remodelar a sociedade e os meios produtivos. Para muito além do que aconteceu quando saímos do 3G, teremos internet das coisas [IoT, da sigla em inglês], carros autônomos, cirurgias remotas. O 5G alavanca e possibilita várias outras tecnologias, como inteligência artificial, realidade aumentada - tornando cada vez os meios produtivos mais competitivos”, explicou.

Leilão do 5G

Baixa latência, alta velocidade

Morais explica que as novas possibilidades de interação podem transformar a educação, os serviços e a indústria brasileira, além de capacitar novos mercados de trabalho.

Como exemplos, cursos remotos de ensino poderão se beneficiar de aulas em realidade aumentada - experiência de interação em que objetos reais são aprimorados por meios digitais - para mostrar casos práticos da construção de uma estrutura arquitetônica, ou para o treino de um piloto de avião, por exemplo. Galerias de arte, máquinas complexas ou até mesmo o corpo humano podem ser explorados via realidade aumentada em sessões de aprendizado com centenas de outras pessoas compartilhando a experiência.

“A realidade virtual e a realidade aumentada ganham outra dimensão. Você pode ter o professor virtualmente onde estiver. É possível usar sensores táteis para manusear um órgão humano, no caso de um estudante de medicina. Um técnico de tomógrafo, por exemplo, poderia dar assistência na manutenção de uma máquina. São vários exemplos que mostram que a tecnologia 5G é disruptiva”, explicou.

Todos os cenários citados pelo presidente da Anatel só são possíveis graças às características inerentes à tecnologia do 5G, em especial a velocidade de transmissão e recepção de dados, chamada latência. Ela é a soma do tempo de envio de uma informação até a resposta do servidor ao qual a conexão está sendo feita. Em seguida, o envio da resposta do servidor ao cliente com as novas informações, e assim repetidamente.

Conflito de faixas de operação

Segundo o secretário de Telecomunicações, Artur Coimbra, cerca de 21 milhões de brasileiros utilizam antenas parabólicas para receber sinais de telecomunicação em casa - serviço que usa a mesma frequência de 3,5 GHz que será ofertada para exploração comercial no leilão do 5G.

“Há uma exigência descrita no edital que é específica para essa frequência [3,5 GHz]. A gente sabe que a TV por satélite no Brasil é muito popular e foi necessário pensar em soluções para isso - o que não sai barato. Felizmente, a parte técnica foi desenhada e está muito robusta”, disse Coimbra. 

A empresa responsável por arrematar a frequência terá, entre outras responsabilidades, que operacionalizar a instalação de filtros de sinal e, em determinados casos, a troca da antena e do equipamento de recepção da banda atual para a chamada banda Ku. A mudança será feita por meio de um kit especial que será custeado pela operadora da frequência.

Faixa exclusiva

A arrematadora da faixa de 3,5 GHz também terá um compromisso de segurança nacional: viabilizar uma rede privativa de comunicação para o governo federal que tenha requisitos de segurança ampliados e que seja altamente confiável. 

Segundo o edital do leilão, duas contrapartidas deverão ser executadas para criar a rede segura de troca de dados do governo: uma malha de conexão de fibra óptica entre todos os órgãos da União e uma rede móvel exclusiva para o uso público. Todas as telecomunicações do governo, além de serviços de segurança, defesa civil e emergência, poderão usufruir do serviço, que será implementado inicialmente no Distrito Federal.

Infraestrutura complexa

O secretário de Telecomunicações também listou os desafios de preparar a infraestrutura dos grandes centros urbanos para o recebimento da tecnologia 5G. “Teremos dois desafios logísticos com o 5G. O primeiro é a complexidade do licenciamento [urbanístico] para implantação de antenas. Vamos precisar ter cerca de dez vezes mais antenas do que com tecnologias anteriores”, argumentou.

As antenas de transmissão do 5G, no entanto, trazem uma vantagem. Por serem pequenas, explica Artur, poderão ter regras especiais de isenção de licenciamento urbano - o que agilizaria o processo de cobertura da tecnologia. O problema do licenciamento urbanístico é que ele acontece na esfera municipal, e há grande variação nas legislações sobre o tema.

“O segundo ponto é a expansão das redes de fibra óptica que alimentarão essas antenas. O próprio edital prevê o aumento da malha de cobertura da fibra óptica e a substituição da infraestrutura antiga, mas é um processo demorado”, argumentou Coimbra.

Semana Nacional das Comunicações

De hoje (3) a domingo (9), os veículos da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) publicam o Especial Conecta, com conteúdos sobre a Semana Nacional das Comunicações. O especial vai reunir reportagens sobre história das telecomunicações, 5G, Internet das Coisas, o impacto das novas tecnologias na educação e no agronegócio, entre outros temas. 

Fonte: Portal Folha de Pernambuco

Prefeitura de Garanhuns inicia projeto de revitalização no Relógio de Flores

Atendendo determinação do prefeito Sivaldo Albino, no último dia 26, foi iniciada a revitalização do Relógio de Flores com o plantio de 7 mudas arbóreas (4 quaresmeiras, 2 ipês brancos e 1 brasileirinho) e, também, na praça (guarita) da Santo Antônio com plantio de uma muda arbórea, a quaresmeira. Espécies de grande beleza ornamental como ecológica.

 A Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente - SDRMA realiza o levantamento das áreas arborizadas da cidade que necessitam de revitalização, assim como de implementação de novas áreas verdes em espaços públicos.

A secretária da pasta Lucimar Oliveira, enfatiza a importância do plantio. "Os benefícios das áreas verdes urbana possuem a capacidade de reduzir efeitos da poluição do ar e dos ruídos, agem diretamente na redução da temperatura, contribuindo com o microclima urbano mais estável", destaca Lucimar.

A zona urbana é ambiente vulnerável a formações de “ilhas de calor” devido as estruturas físicas da cidade (asfalto, edificações, concreto), responsáveis pelo aumento de chuvas de grande intensidade e, consequentemente, de inundações.  

Fonte: Secom/PMG.

"Lembre-se: você é do tamanho dos seus sonhos."

 Roberto Shinyashiki.

Reencarnação (1)


Caso estivessem as nossas vidas em tudo traçadas, antes de aqui chegarmos, de nada adiantaria lutarmos contra nossas provas e expiações. Restar-nos-ia tão somente curvamo-nos passivamente aos acontecimentos da existência. Muitas pessoas, sem o necessário entendimento sobre a reencarnação, afirmam que os  reencarnacionistas são fatalistas e acomodados diante do destino.

Jamais poderíamos admitir ensinamentos extremados, contraditórios. Existimos, é certo, num plano de provas e de expiações, segundo nos ensinam os Espíritos e comprova a experiência. Todavia, não somos autômatos, incapazes de determinações próprias, quais bonecos teleguiados. Temos livre-arbítrio, portanto somos capacitados à modificação ou transformação de nossos destinos. Se isso não é possível em caráter absoluto, como em verdade não é, entretanto gozamos de relativa liberdade ao comando de nossas vidas.

Paulo de Tarso, numa de suas epístolas, traz-nos um ensino para todos os tempos, assim falando: "[...] não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de  Deus" (Rm, 12:2). Ora, se modificamos atitudes mentais negativas, sedimentadas em nosso comportamento, poderemos estar afastando de nós consequências danosas, retirando, de tal sorte, alguma poeira de nossas estradas. Isso é renovação espiritual, traçando novos rumos ao futuro, modificando destinos.

A Doutrina Espírita aceita um determinismo relativo, não sendo doutrina fatalista, porque não acolhe condições absolutas em tudo quanto nos aconteça. Apenas o momento de nossa morte é fatal, conforme ensinam os Espíritos, na Questão 853, letra a, de O Livro dos Espíritos. Mesmo assim, eles também dizem ser possível, em alguns casos, a dilação da vida. Convém, nessa parte, aludirmos à narração de Isaías. Esse profeta conta que  Ezequias estava com os seus dias contados, prestes a se ultimar, acometido de doença terminal. Contudo, Isaías, pela mediunidade auditiva, comunicou que Ezequias não iria morrer daquela enfermidade e teria uma sobrevida de quinze anos, o que aconteceu (Is, 38: 1-8). O espírito de Verdade esclarece: "Somente as grandes dores, os acontecimentos importantes e capazes de influir na tua evolução moral é que são previstos por Deus, porque são úteis à tua purificação e à tua instrução" (Livro dos Espíritos Questão 859, a). Tudo isso porque a lei divina não poderia nos tolher em  nossa capacidade de sermos livres. "Sem o livre-arbítrio, o homem seria uma máquina" (Livro dos Espíritos, Questão 843.

Deus, por Sua sabedoria absoluta, tem mil formas em Sua lei para que se faça justiça. Suas normas não se modificam porque venhamos a imprimir melhores roteiros à nossa conduta. Sua misericórdia é o tempero suave de Sua justiça. E, se formos misericordiosos, receberemos a misericórdia do Pai. "Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia" (Mt, 5:7). Nossa Terra ainda é um canteiro de sofrimentos e dores. Aqui, provamos e expiamos nossas faltas cometidas no passado remoto ou próximo ao tempo em que  nos encontramos. Se a dor tem sido o nosso maior caminho numa sementeira de redenção das nossas culpas, transformando nosso mundo num viveiro de cárceres, necessário é sabermos seu o amor o maior processo terapêutico para a expiação de nossos crimes. Façamos por onde termos o direito de opção entre esses dois caminhos. Busquemos a orientação de Pedro, enfatizando e vivenciando, tanto quanto possível, a sua lição, quando nos disse: "Acima de tudo, porém, tende amor intenso uns para com os outros, porque o amor cobre multidão de pecados" (I Pe, 48).

Cremos que, no futuro, seremos provados de modo diferente. A Terra será promovida a plano regenerador, quando também aceitamos seja o amor, ou pelo amor,  a forma terapêutica de erradicarmos os delitos praticados, em processos de maior suavidade. Preparando-nos para os dias porvindouros dessa renovação individual e coletiva, orienta-nos André Luiz, em Os Mensageiros, da  seguinte forma: "Cesse, para nós outros, a concepção de que a Terra é o vale tenebroso, destinado a quedas lamentáveis, e agasalhemos a certeza de que a esfera carnal é uma grande oficina de trabalho redentor".

Concluímos com alguns pensamentos de Joanna de Ângelis, em sua grandiosa obra O Homem Integral,  pela psicografia do grande médium Divaldo Pereira Franco:

Urge uma revisão de conceitos, uma mudança de conduta, um reestudo da coragem para a imediata aplicação no organismo social e individual necrosado... somente há  doenças porque há doentes, isto é, a doença é um efeito de distúrbios profundos no campo da energia pensante do Espírito.

Termina, esse grande Espírito, afirmando: "A superação do sofrimento é, sem duvida, o grave desafio da existência humana, que a todos cumpre conseguir".

*Dr. Aurélio Muniz Freire / Jurista e escritor / Garanhuns, PE - 2011

Créditos da foto: Anchieta Gueiros.

domingo, 2 de maio de 2021

Garanhuns amplia vacinação para pessoas com comorbidades

O município de Garanhuns recebeu nessa sexta-feira (30), mais 3 mil doses de vacinas contra a Covid-19. Deste total, 2950 são da Astrazeneca/Fiocruz, sendo 2645 unidades destinadas para as primeiras doses da população de 60 a 64 anos e 305 unidades vão dar início ao grupo de pessoas com comorbidades. O agendamento e cadastro para este público já está disponível na plataforma (vemvacinagaranhuns.site). O quantitativo de 50 unidades da Coronavac/Butantan recebido será utilizado para aplicação das segundas doses dos idosos de 75 a 79 anos.

“Atualmente, Garanhuns é uma das referências em vacinação em Pernambuco. Estamos entre os municípios com mais de 100 mil habitantes que mais vacinam, de acordo com a proporção de doses recebidas e aplicadas. Nossa organização logística permitiu, diante de um cenário de repasse fracionado do imunizante, chegar a 30 mil doses aplicadas; além de garantir as segundas doses para completar o esquema vacinal da população, na data marcada”, ressalta o prefeito Sivaldo Albino.

 Nesta primeira fase, serão vacinadas prioritariamente as pessoas de 18 a 59 anos, com as seguintes condições: doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise); obesidade mórbida; Síndrome de Down; transplantados de órgãos sólidos ou medula óssea; pessoas vivendo com HIV e imunossuprimidos, além de gestantes e puérperas com comorbidades.

A comprovação das comorbidades deve acontecer no ato da vacinação. Para isso, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) produziu um modelo de atestado onde um profissional de saúde poderá indicar a doença preexistente do paciente – disponível no Portal da Prefeitura de Garanhuns (garanhuns.pe.gov.br) e plataforma Vem Vacina Garanhuns (vemvacinagaranhuns.site). É obrigatório o carimbo, matrícula e/ou registro do conselho de classe do profissional.

 Também estão inclusas nessa fase pessoas de 55 a 59 anos com comorbidades, de acordo com lista elencada em nota técnica da SES - disponível em:  https://tinyurl.com/38fdt7s9 ; e pessoas com deficiência permanente de 55 a 59 anos, cadastradas no programa de benefício de prestação continuada (BPC). Este grupo será vacinado de forma estratificada, de acordo com a faixa etária, em ordem decrescente.

Arte: Lucas Monteiro

Fonte: Secom/PMG.

sábado, 1 de maio de 2021

Mensagem


João Marques*

Neile Barros, a morte não está com o vírus. Você está livre da pandemia, e da morte. Vírus e morte são passageiros, somem-se. Você, sim, você está. Permita que enxugue a sua lágrima, é natural. E faço isso, com o lenço branco que tiro à eternidade. Ouça, escute o que dizem de você... a sua beleza, a da alma! Como você é bonita, Neile Barros! Olhe em volta, as flores, essas dos jardins de Garanhuns, que tantas vezes você viu... o seu caminho está forrado com as pétalas dos orvalhos desta manhã de seu passamento. Acredite! Veja essa mão que se estende ao seu lado, para conduzi-la a Garanhuns real, que você desejou, e por que tanto trabalhou. Os seus amigos, os familiares choram - e têm por que chorar. Você, Neile Barros, você se encontra... deixe que lhe enxugue a lágrima! Essa mão é do grande amigo que acompanha sempre os que choram.

Vá, acompanhe-o, sorrindo. Seja Feliz!

*Escritor, poeta, jornalista, cronista, editor/redator do jornal O Século, autor do Hino de Garanhuns e ex-presidente da Academia de Letras de Garanhuns - ALG.

Boletim Covid-19 – 30/04/2021 | Prefeitura de Garanhuns

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, informa que foi confirmado um óbito por Covid-19 nesta sexta-feira (30), em Garanhuns. O caso é de uma pessoa de 90 anos, e ocorreu no dia 18/04 em unidade da rede pública.

Também foram notificados 21 casos positivos da Covid-19. Mais oito casos que se encontravam em investigação pela Vigilância Epidemiológica, junto às unidades notificantes, foram inseridos no sistema de informação. Mais 31 pessoas estão recuperadas, após cumprir o período de isolamento, e não apresentar mais sintomas da doença.

Outros 15 óbitos estão em investigação. Ao final do processo, os casos podem ser acrescentados ao boletim, se forem de pacientes que residiam em Garanhuns e confirmados para Covid-19; ou encaminhados para registro pelos seus municípios de origem, e/ou descartados.

Até hoje, 20761 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 10267 pessoas foram vacinadas com a segunda dose contra a Covid-19. Além dos grupos que aguardam a segunda dose, a vacinação segue para população com 60 anos ou mais, povos tradicionais quilombolas, trabalhadores da saúde e profissionais das forças de segurança e salvamento.

Ao todo, já foram confirmados 9066 casos da Covid-19 em Garanhuns. Deste total, 160 pessoas vieram a óbito, 7984 estão recuperadas após cumprir o período de isolamento domiciliar e não apresentar mais sintomas; e 252 pessoas que foram confirmadas com a Covid-19 estão em monitoramento. Já foram realizados 13607 testes pela rede municipal.

Atualmente, o município dispõe de 40 leitos clínicos, sendo 22 destes na Unidade de Tratamento Covid-19 e outros 18 na Unidade Covid-19 Palmira Sales. A taxa de ocupação dos leitos clínicos de enfermaria municipais encontra-se em 70%. O percentual não inclui o número de pacientes graves, internados em leitos de UTI. A taxa de ocupação dos leitos de UTI da Unidade de Tratamento Covid-19 encontra-se em 100%.

Arte: Lucas Monteiro

Fonte: Secom/PMG.

sexta-feira, 30 de abril de 2021

Ticiana de Paula lança nova versão do single "A Treze de Maio"

Maio é o mês que marca aparição de Nossa Senhora de Fátima, e Ticiana de Paula lança uma nova versão do single “A Treze de Maio". Essa canção é uma síntese das aparições de Nossa Senhora a três crianças na cidade de Fátima, Portugal.

No clipe, a vela representa a fé em Deus, que é reflexo da luz de Cristo, que continua a iluminar a vida de milhares de devotos que independente de onde estejam, recordam 'a 13 de maio', como o dia em que o céu visitou a terra.

A canção atravessou o mundo e continua a fortalecer a fé, principalmente daqueles que passam pelas provas, com a certeza de que não estão sozinhos, pois Maria, como boa Mãe, continua a caminhar ao seu lado.

O lançamento está nas principais plataformas digitais. Confira: https://lnk.to/atrezedemaio

Siga a cantora na redes sociais:

Instagram: https://www.instagram.com/ticianadepaula/

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UC90ef4HixVP901yryBtQ3sw

Sobre Ticiana de Paula

Ticiana de Paula é filha amada de Deus, esposa e mãe de três filhos. Já caminha há mais de 20 anos na Comunidade Católica Um Novo Caminho, onde o Senhor lhe inspirou um coração Missionário.

Em 2013, lançou seu primeiro álbum, Crer, que marcou a estreia da cantora na cena musical católica. O CD traz oito músicas inéditas de Ticiana, que compõe desde os 13 anos de idade.

Em 2018, a artista lançou o CD, Nasci Pra Te Adorar. A cantora lançou ainda um Faixa a Faixa falando sobre as músicas, em seu canal no Youtube (youtube.com/ticianadepaula).

Em 2019, surge o primeiro single internacional com a música Miracle, mais uma canção de autoriada cantora, tema também de seu primeiro clipe. Miracle conduziu Ticiana de Paula para sua primeira turnê nos EUA.

Em 2020, surge a música Livre, seu mais novo trabalho, que nasceu do sentimento de aliviar os corações aprisionados, manifestando assim a liberdade que o amor de Deus traz para o mundo e para aqueles que Nele crêem: "Quero ser livre, já não sou mais eu quem vive, é Cristo que vive em mim".

Software desenvolvido na UFPE auxilia na regularização fundiária urbana

O professor do Departamento de Engenharia Cartográfica Silvio Garnés desenvolveu o software Certidão Digital de Regularização Fundiária (CDRF), que possibilita a reunião de informações sociais, jurídicas e técnicas de engenharia e urbanismo para, de maneira mais fácil, gerar a regularização fundiária urbana (Reurb), a Certidão de Regularização Fundiária (CRF), e consequentemente, o título do direito à propriedade ou de posse a beneficiários.

O programa, registrado pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), gera a estatística de toda a informação de análise necessária ao plano urbanístico a ser desenvolvido no processo de Reurb, assim como permite a classificação da regularização fundiária de interesse social (Reurb-S) e interesse específico (Reurb-E) de um núcleo urbano informal consolidado. O software foi desenvolvido a partir da vivência do autor nos projetos de extensão universitária de que a equipe de regularização fundiária da UFPE participa desde 2013.

O CDRF já está sendo utilizado no curso de extensão da UFPE “Introdução a Regularização Fundiária”, promovido junto a servidores e funcionários das prefeituras de 88 municípios e cartórios de registros de imóveis pernambucanos inscritos no Programa Moradia Legal. O Moradia Legal é um programa de regularização fundiária urbana, em área de interesse social, voltado a garantir o título de propriedade de imóvel às famílias pernambucanas. O programa é ligado ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) e à Corregedoria Geral da Justiça do Pernambuco (CGJPE). A universidade concedeu ontem (28) o primeiro bloco de licenças a 28 municípios do estado de Pernambuco. A previsão é que a totalidade dos 88 municípios que aderiram ao Moradia Legal também sejam contemplados. Foram beneficiadas as prefeituras e os cartórios dos municípios.

A licença é concedida especificamente para rodar em máquina única, mediante um gerador de serial concebido para ao usuário, após a assinatura de um termo de compromisso com a UFPE. Com várias máquinas licenciadas numa rede local e um computador servidor, o limite de pessoas que podem trabalhar simultaneamente fica por conta da capacidade de processamento do computador usado como servidor. Para solicitar uma licença é necessário entrar em contato com o professor pelo e-mail cdrfufpe@gmail.com. São proibidas a produção de cópias indevidas ou a engenharia reversa. Silvio informa que está sendo providenciada a comercialização do programa junto à Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proexc) e à Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da UFPE (Fade).

FUNCIONAMENTO – O software é alimentado com os dados dos beneficiários, dados da benfeitoria, dados técnicos do terreno e dados registrais para o cartório. A partir dos dados dos beneficiários, é gerada a qualificação para o registro e declaração de responsabilidade do beneficiário sobre o imóvel. Com os dados da benfeitoria, é gerado o memorial construtivo para averbação na matrícula das divisões internas e da área construída. Os dados técnicos do terreno envolvem o memorial descritivo do terreno e posição dos vértices georreferenciados no terreno. Os memoriais são gerados por ferramenta própria do software. Os dados registrais contêm as informações do proprietário anterior e os dados técnicos jurídicos que compõem a matrícula referente ao imóvel a ser regularizado.

Criado em ambiente de programação Delphi, o programa é executado no sistema operacional Windows, nas versões 7 e superiores. “Não existem necessidades especiais em relação a configurações de memórias de velocidade de processamento. As configurações atuais de mercado, mesmo para um computador mais simples, conseguem rodar o software”, explica Silvio.

O software permite exportar todo o banco de dados socioambientais nos formatos Excel, TXT ou KML. Ele também permite organizar toda a documentação de um projeto Reurb em sua própria estrutura, com uma mapoteca em PDF, DWG, PNG e JPG; arquivos em Excel, Word e PDF de todos os documentos gerados no desenvolvimento do projeto; matrículas usadas e as novas geradas pelo cartório, se o registrador assim desejar; além de legislação básica da Reurb, com possibilidade de acréscimo de outras particularidades dos municípios. Por fim, o software gera a Certidão Individual de Regularização Fundiária que contém todos os elementos do registro.

Definições...

João Marques*

O ano era o de 1954. Data de quando entrei no Colégio Diocesano de Garanhuns. Primeira vez, estava atento a tudo, para ver se igualava-me aos demais alunos do Terceiro Ano Primário, todos da cidade, e eu, acanhado, havia vindo do sítio, onde nasci. Logo, em uma manhã, a professora, D. Idalina Gouveia, não pôde vir. Em substituição, entrou na sala Aloísio, da Secretaria. E foi perguntando qual era a matéria que iniciava o dia de aula. Geografia! todos disseram. Abram o livro sobre a banca! disse o professor. Todos obedeceram. E continuou a falar o professor substituto. Você, aí! e aponta para Álvaro Cláudio. Diga, como sabe, a definição de um cabo... o que é um cabo, em Geografia? Álvaro coça a cabeça, olha para os lados, e responde:  Cabo é uma porção de terra rodeada de água por todos os lados! Eu, no meu canto, sabia que a resposta não era aquela. E não sabia bem a correta. O professor, agora, insiste, com Álvaro: E o estudante, o que é o estudante? Álvaro diz que não sabe. A classe toda, quem sabe? Ninguém. E Aloísio ergue a voz, e diz: O estudante é um bolo de carne rodeado de preguiça por todos os lados!

*Escritor, poeta, cronista, jornalista, editor/redator do jornal O Século / autor do Hino de Garanhuns e ex-presidente da Academia de Letras de Garanhuns - ALG.

quinta-feira, 29 de abril de 2021

Cientistas poloneses anunciam descoberta de múmia egípcia grávida


Cientistas poloneses anunciaram, nesta quinta-feira (29), que descobriram uma múmia egípcia grávida, a primeira neste estado no mundo, quando tiravam raios-X de seus restos mortais de 2.000 anos no Museu Nacional de Varsóvia.

"Meu marido Stanislaw, egiptólogo, e eu, ao examinarmos as imagens radiográficas, notamos no útero da falecida uma imagem familiar a pais de três filhos: um pezinho!", declarou à imprensa Marzena Ozarek-Szilke, antropóloga e arqueóloga da Universidade de Varsóvia. 

"Não sabemos por que o feto não foi retirado do útero da falecida durante sua mumificação", disse Wojciech Ejsmond, da Academia Polonesa de Ciências, que também participa no projeto. 

"Esta múmia é realmente única. Não encontramos casos semelhantes. Isso significa que 'nossa' múmia é a única encontrada no mundo com um feto", ressaltou.

Ozarek-Szilke levantou a hipótese de que pode ter havido uma intenção de "esconder a gravidez (...) ou, talvez, tivesse algum significado ligado a crenças sobre o renascimento na vida após a morte".

De acordo com o estudo dos hieróglifos inscritos no sarcófago, inicialmente considerou-se que a múmia era de um sacerdote que viveu entre o século I a.C. e o século I d.C.

Os cientistas, no entanto, agora acreditam que pode ser ainda mais antiga e estão tentando descobrir a possível causa de sua morte. 

A múmia não foi aberta, mas uma das radiografias mostra que a mulher tinha cabelos longos e encaracolados, que desciam até os ombros.

Esta descoberta foi anunciada na última edição do Journal of Archaeological Science, uma publicação revisada por pares.

"É o primeiro caso conhecido de um corpo embalsamado de gestante (...) Isso abre novas possibilidades para pesquisas sobre gravidez na antiguidade e práticas relacionadas à maternidade", destaca o artigo.

A múmia foi levada para a Polônia no século XIX e faz parte da coleção de antiguidades da Universidade de Varsóvia. 

Está no Museu Nacional desde 1917 e está exposta no sarcófago.

Gestante foi mumificada, dizem pesquisadores - Foto: Divulgação/Museu Nacional de Varsóvia

Fonte: Portal Folha de Pernambuco

Centro Universitário UniFavip abre inscrições para Pós-Graduação EAD

O Censo da Educação Superior 2019, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão do Ministério da Educação (MEC), aponta que a adesão de alunos à modalidade a distância aumentou de aproximadamente 330 mil em 2009 para mais de 1,5 milhão em 2019, representando um salto de 379%. Ainda segundo os levantamentos do Inep, pela primeira vez na história, o número de estudantes de EAD ultrapassou o número dos que optaram pela modalidade presencial: 50,7% contra 49,3%.  

Pensando nesta tendência de modalidade de ensino e em oferecer mais oportunidades para quem busca aumentar seus conhecimentos e se capacitar para o mercado de trabalho, o Centro Universitário UniFavip abre inscrições para cursos de Pós-Graduação na modalidade de Ensino a Distância (EAD). “Os cursos foram pensados de modo a reunir uma metodologia inovadora, com um corpo docente altamente qualificado e conteúdos atualizados que combinam diversos recursos de aprendizagem. Tudo isso vai garantir ao nosso aluno uma aprendizagem realmente significativa. Sabemos que o objetivo do aluno da pós-graduação é alcançar resultados em sua carreira, então, os programas entregam o conhecimento necessário para que esses resultados sejam alcançados”, ressalta Juliana Tenorio, Gerente de Ensino do UniFavip.

São 36 cursos nas áreas de Gestão, Saúde, Direito, Tecnologia, Economia Criativa, Engenharia, Educação e Comunicação. Além de estudar em um centro universitário com reconhecimento internacional, os alunos têm acesso à abordagem inovadora, com encontros sobre carreiras, análise de cases e a presença virtual de especialistas de mercado, cujo compartilhamento de experiências agrega ao repertório dos participantes.

Brasil recebe nesta quinta-feira (29) primeiro lote de vacinas da Pfizer


O primeiro lote de 1 milhão de doses de vacinas da Pfizer chega hoje nesta quinta-feira (29) ao Brasil. O voo está previsto para aterrissar no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), às 19h.

As doses serão distribuídas aos 26 estados e ao Distrito Federal. Segundo o Ministério da Saúde, a orientação é que sejam priorizadas as capitais devido às condições de armazenamento da vacina, que exige temperaturas muito baixas.

Conforme o Ministério da Saúde, os entes federados receberão de forma proporcional e igualitária. Os frascos serão entregues em temperaturas entre -25ºC e -15ºC, cuja conservação pode ser feita apenas durante 14 dias. Após entrar na rede de frio, com temperaturas de armazenamento entre 2ºC e 8ºC, o prazo para aplicação é de cinco dias.

Por essa razão, o ministério informou que enviará duas remessas diferentes. Cada uma delas terá 500 mil doses e será referente, respectivamente, à primeira e segunda doses que cada cidadão deverá receber.  

O Ministério da Saúde comprou 100 milhões de doses do imunizante. Em março, em reunião com a farmacêutica, a pasta apresentou a previsão de que até junho seriam entregues 13,5 milhões.

Fonte: Portal Folha de Pernambuco

quarta-feira, 28 de abril de 2021

Cartão do Empresário intensifica presença por todo o Estado

Em fevereiro, o volume das vendas do varejo pernambucano voltou a apresentar crescimento, marcando o melhor resultado para os meses de fevereiro desde 2010. E se os bons ventos no comércio local são motivo de comemoração para empresários, para os que contam com o Cartão do Empresário da Fecomércio-PE como aliado para impulsionar o crescimento, o otimismo com a retomada da economia é ainda maior. 

Com a adesão ao produto lançado em dezembro de 2020 aumentando progressivamente, a Fecomércio-PE comemora os mais de 200 parceiros que oferecem descontos e vantagens exclusivas aos usuários. “O foco é contribuir para ampliar a geração de negócios para o segmento em Pernambuco. A parceria no Cartão do Empresário é uma efetiva geradora de oportunidades e aumento de alcance para a marca”, explica o presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac-PE, Bernardo Peixoto.

O produto, que já está disponível para todo o Estado, intensifica a sua presença no Agreste/Sertão. Para apresentar o Cartão do Empresário ao trade empresarial de Garanhuns, o Senac do município realizará uma palestra online sobre o programa de vantagens. O evento será no próximo dia 29 de abril, às 19h30 pelo Google Meet. Para fazer a inscrição, é só acessar o link https://www6.pe.senac.br/evento/inscricao/i0.php

TCE julga irregular gestão de aterro sanitário em Iati

Uma auditoria especial realizada no município de Iati, em 2018, apontou irregularidades no contrato referente à operação do aterro sanitário municipal. O processo (nº 1820346-2), que teve como relator o conselheiro Carlos Porto, foi julgado irregular pela Segunda Câmara do TCE, na última quinta-feira (22), e resultou na imputação de débito de R$ 49.714,50, e multa, aos responsáveis. 

O valor deverá ser pago solidariamente pela empresa contratada, Mega Max Transportes, Terraplanagem e Construção, e pelo fiscal do contrato da Prefeitura, Felipe Tenório de Lima, também multado no valor de R$ 9 mil. O secretário de Obras do município, Antônio José Bernardo de Santana Souza, também foi responsabilizado pelas irregularidades.

O voto do relator mostra que a auditoria especial foi formalizada com a finalidade de aprofundar a análise do contrato para Operação do Aterro Sanitário de lati, objeto de Medida Cautelar referendada pela Segunda Câmara através do Acórdão TC nº 1213, em 2018. A decisão determinou que os valores pagos seguissem a metodologia do Núcleo de Engenharia do Tribunal, com montantes mensais fixos e variáveis.

O relatório da equipe técnica da Gerência de Auditorias de Obras Municipais/Sul (GAOS) do TCE apontou que as irregularidades encontradas podiam causar a perda do licenciamento ambiental do aterro, além de perda de arrecadação de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS). Ainda, a realização de atividades de forma diferente ao estabelecido em contrato provocou um dano ao erário de R$ 49.714,50.

Sendo assim, o conselheiro Carlos Porto determinou à gestão municipal de Iati que, no prazo de 60 dias, os serviços necessários à operação do aterro passem a ser executados em consonância com o Projeto Básico. Ele também determinou que seja exigida a disponibilização dos equipamentos previstos em contrato e seja realizado estudo visando à otimização dos custos das operações do Aterro Sanitário.

SESSÃO - Estiveram presentes à sessão, os conselheiros Marcos Loreto (presidente da Segunda Câmara), Carlos Porto e Teresa Duere, além dos substitutos Ricardo Rios, Adriano Cisneiros, Luiz Arcoverde Filho e Marcos Flávio Tenório. Representando o Ministério Público de Contas, esteve o procurador Gilmar Lima.

Fonte: TCE-PE

Luís Jardim é o maior orgulho cultural de Garanhuns

Ivo Amaral*

O escritor e artista plástico Luís Jardim é considerado o maior representante da cultura de Garanhuns em toda a história literária do País. O intelectual garanhuense honraria qualquer lugar onde nascesse "mas, foi aqui, na Praça Jardim", no centro da cidade, que Deus, em primeiro lugar permitiu que tivéssemos essa grande satisfação. É um orgulho incontestável para Garanhuns. Luís Jardim nasceu no dia 8 de dezembro de 1901 e faleceu no dia 1 de janeiro de 1987, quando estava dormindo, em seu apartamento na cidade do Rio de Janeiro, onde morou grande parte de sua vida, além de Garanhuns e do Recife.

Luís Jardim sempre desenvolveu inúmeras atividades intelectuais como jornalista, escritor e artista de talento excepcional. Na prefeitura de Garanhuns, patrocinamos a edição do livro "As Múltiplas Faces do Talento", de autoria de outro garanhuense ilustre, o professor Marcílio Reinaux e, quando deputado estadual, criamos o "Prêmio Literário Luís Jardim de Monografia", projeto aprovado na Assembleia Legislativa do Estado. Temos um incontido apreço pela vida e obra de Luís Jardim, sem dúvida, um dos maiores vultos da cultura de Garanhuns, de Pernambuco e do Brasil.

Quando da nossa primeira administração à frente da prefeitura de Garanhuns e por ocasião das comemorações do Centenário de nossa cidade, lhe prestamos significativa homenagem, reeditando Seu livro "Maria Perigosa", considerado um dos melhores e afixando placa alusiva no local onde nasceu e viveu sua primeira infância. Com base na admiração pelo trabalho do grande mestre de Garanhuns e com a preocupação de que sua vida e obra pudessem ser preservadas e conhecidas das gerações de hoje e futuras, é que vimos aprovado o Prêmio Literário Luís Jardim, em 1987. No ano seguinte, a Secretária de Cultura do Estado, através da Fundarpe, instituiu o aludido prêmio, e realizou o concurso e, em 1989, publicou o livro premiado. Cumpria-se assim, a priori, os objetivos salutares do nosso Projeto, tornando realidade, por Lei, a preservação da memória de Luís Jardim.

No final de dezembro de 1990, a prefeitura de Garanhuns, mais uma vez sob nossa Administração, prestou outra significativa homenagem a Luís Jardim, dando seu nome ao Espaço Cultural, em plena Avenida Santo Antônio, no centro da Suíça Pernambucana, criado com a finalidade de estimular as manifestações de cunho artístico-cultural em nossa terra.

Luís Jardim só deixou Garanhuns, com a morte do seu pai, na triste Hecatombe de 1917, indo morar no Recife, onde exerceu as funções de desenhista-ilustrador, trabalhou no comércio e no City Bank e, finalmente, conheceu e casou-se com Alice Alves, filha de um português. Seu primeiro artigo publicado na imprensa recifense foi "Análise Estética da Pintura" e depois vieram os livros "O Tatu e o Macaco", "Isabel do Sertão" e "Proezas do Menino Jesus", além de muitos outros. Seu último livro foi o romance "O Ajudante de Mentiroso".

*Ivo Tinô do Amaral foi vereador, vice-prefeito, prefeito de Garanhuns por dois mandatos (1977/1982), (1989/1992) e deputado estadual em duas legislaturas (1983/1986) e (1987/1990). Implantou o Relógio de Flores e criou o Festival de Inverno.

Imagem: Luís Jardim.

Em Brasília, Lula esticará diálogo também com siglas de centro


Focado na criação de uma frente ampla e visando a por em prática a ampliação de uma interlocução também com partidos de centro, o ex-presidente Lula desembarca em Brasília na próxima semana. Terá conversas informais e formais num roteiro que inclui agendas também com partidos de centro. No início do mês, em entrevista ao programa É da Coisa, da BandNews, Lula declarara o seguinte: "Vamos construir alianças com setores de esquerda. Se for preciso alianças com o centro, vamos tentar!". 

A anulação das condenações contra o líder-mor do PT, confirmada pelo plenário do STF, ratificando sua elegibilidade, tende a acelerar a estratégia de atrair apoio de legendas do centro e centro-esquerda em troca de conceder apoios em palanques regionais. O script das conversas na Capital Federal com "gente da política", como descrevem petistas, deve passar também por uma ausculta de lideranças do PT. Há chances elevadas, por exemplo, que Lula, após reassumir o posto de postulante ao Palácio do Planalto, ir à mesa também com o senador Humberto Costa. Humberto pode ter papel relevante na retomada da interlocução com o PSB em Pernambuco. Como a coluna registrara com exclusividade, o senador foi à mesa com o governador Paulo Câmara, no Palácio do Campo das Princesas, no último dia 8. 

O encontro se deu no day after da construção iniciada nacionalmente por Lula no sentido de refazer as pontes com o PSB. O socialista, vice-presidente nacional do PSB, recebeu o petista, eleito em sua chapa, em 2018, para uma troca de impressões sobre a reunião virtual entre lideranças do PT e do PSB capitaneada pelo líder-mor dos petistas. Após esse encontro com Paulo Câmara, Humberto pode estar no radar das conversas de Lula da semana que vem. Em função da pandemia da Covid-19, há uma expectativa de que Lula faça algumas conversas individuais com lideranças que se encaixam nesse perfil que o PT pretende buscar para formação de uma frente ampla, visando ao combate da gestão Jair Bolsonaro.

Fonte: Portal da Folha de Pernambuco

CPI da Covid recebe no 1º dia 173 requerimentos

A CPI da Covid, cujo relator é o senador Renan Calheiros (MDB-AL), recebeu no primeiro dia de funcionamento uma grande quantidade de pedidos de requerimentos que abrem caminho para uma ampla investigação sobre a conduta do governo Bolsonaro no enfrentamento à pandemia.

Até as 21h45 desta terça-feira (27) foram apresentadas ao menos 173 solicitações por congressistas, que serão submetidas ao plenário da CPI da Covid. 

Os requerimentos solicitam, além da convocação dos ex-ministros da Saúde Luiz Henrique Mandetta, Nelson Teich e Eduardo Pazuello, além do ministro atual, Marcelo Queiroga,  informações sobre o fornecimento de respiradores, EPIs (equipamentos de proteção individual), "kit intubação", abertura de leitos, fornecimento de oxigênio, aquisição de vacinas, seringas e distribuição de cloroquina para o chamado tratamento precoce, informa reportagem da Folha de S.Paulo.

terça-feira, 27 de abril de 2021

Academia de Letras de Garanhuns celebra o “Ano Luís Jardim”


O ano de 2021 é o ano que marca os 120 anos de nascimento do escritor, ilustrador e desenhista Luís Jardim (1901-1987), nascido em Garanhuns-PE e que ganhou notoriedade nacional e mesmo internacional devido ao seu trabalho com as palavras e com o traço.

Guardiã da memória dos vultos mais notáveis na área de literatura, mais notadamente da “Cidade das flores”, a Academia de Letras de Garanhuns (ALG) declarará este ano como o “Ano Luís Jardim”.

O evento, em que qualquer pessoa interessada poderá participar, será realizado de forma virtual na próxima sexta-feira (30/04), às 19h30, por meio do Google meet, através do link: meet.google.com/iys-hjzm-mnp

Assim, a Academia de Letras de Garanhuns convida a população garanhuense para esse evento que também contará com a palestra “O Design de Luís Jardim: Ilustrações e Artes Gráficas para a Imprensa Periódica Pernambucana do começo do Século XX”, a ser proferida pelo pesquisador Bruno Pereira Veríssimo.

Veja lista de comorbidades que terão preferência na vacinação contra a Covid-19 em Pernambuco


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) definiu, nesta segunda-feira (26), junto com os gestores municipais, na Comissão Intergestores Bipartite (CIB), como será feita a vacinação da população pernambucana portadora de algum tipo de comorbidade considerada de alto risco nos casos de infecção pelo coronavírus Sars-CoV-2, causador da Covid-19. 

Este grupo é o próximo a ser beneficiado pela imunização, assim que houver doses suficientes enviadas pelo Ministério da Saúde, não havendo, portanto, data estabelecida para o início do processo. 

As pessoas com doenças pré-existentes deverão atestar seu quadro em algum serviço de saúde. Um formulário padrão será disponibilizado para que esse atestado possa ser apresentado no ato da vacinação. 

A vacinação, assim como aconteceu com os idosos, irá avançar por faixa etária, começando com aqueles entre 55 e 59 anos, e decrescendo a partir da chegada de novos lotes de imunizantes até chegar aos 18 anos. 

As exceções serão as pessoas que fazem hemodiálise e que têm síndrome de Down, por recomendação do MS, e as pessoas vivendo com HIV, transplantadas e com obesidade mórbida, por pactuação na CIB. Esses poderão ser vacinados em sua totalidade já no primeiro momento. Frisa-se que o imunizante é voltado apenas para o público a partir dos 18 anos, ou seja, não contemplando crianças e adolescentes até os 17 anos. 

As comorbidades elencadas na campanha de vacinação contra a Covid-19 são:

- diabetes mellitus;

- pneumopatias crônicas graves;

- hipertensão arterial resistente (nos estágios 1, 2 e 3 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade);

- insuficiência cardíaca (ic);

- cor-pulmonale e hipertensão pulmonar;

- cardiopatia hipertensiva;

- síndromes coronarianas;

- valvopatias, miocardiopatias e pericardiopatias;

- doenças da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas;

- arritmias cardíacas; cardiopatias congênita no adulto;

- próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados;

- doença cerebrovascular;

- doença renal crônica;

- imunossuprimidos;

- anemia falciforme;

- obesidade mórbida;

- síndrome de Down;

- cirrose hepática.

Fonte: Portal Folha de Pernambuco