segunda-feira, 1 de março de 2021

Curta Taquary 2021 terá 72 filmes


Não foi fácil, afinal, eram 521 curtas inscritos. Mas a ideia dos organizadores era selecionar um número menor para este ano e assim possibilitar, para quem quisesse, maratonar e assistir a todos os filmes.  Sendo assim, o 14º Festival de Curtas de Taquaritinga do Norte – Curta Taquary 2021 terá 72 filmes, divididos nas dez mostras do evento, mas oito são competitivas.

Preocupados com o excesso de informação disponível na internet neste período de pandemia da Covid-19, a organização do festival definiu que o tema deste ano é “Por Um Mundo Melhor”. Por isso, ao fazer a seleção, o foco foi optar “por mandar mensagem de esperança, de acalanto diante de um período tão complicado”, disse o coordenador do festival Alexandre Soares. Dos curtas que foram escolhidos pela equipe de curadoria, há espaço para conscientização, carinho e denúncia, com um olhar para o futuro, mas sem esquecer das tradições e, em sua grande maioria, contadas de forma lúdica e com muitos recursos da fantasia para contar a vida real.

Dos 72 filmes que serão exibidos, 65 são produções do Brasil e sete, de outros países latinos. Cada mostra tem, em média, sete curtas, exceto as Mostras Sessão Especial e Por Um Mundo Melhor que não são competitivas e têm 10 e 8 trabalhos, respectivamente. Pernambuco teve o maior número de trabalhos selecionados, com 10 em cinco mostras, seguido de São Paulo com nove, em seis mostras.

Programação – Os filmes do 14º Festival Curta Taquary estarão disponíveis de 16 a 22 de março no site do evento https://curtataquary.com.br/. Nesse período, também serão realizadas conversas e debates no canal do youtube do festival (Curta Taquary Audiovisual).  Haverá, ainda, uma live, no dia 22 de março, para divulgar os vencedores das mostras competitivas. Quem assiste aos filmes pode votar e escolher os melhores na categoria Júri Popular.

Apesar de ter uma programação mais intensa agora em março, o Curta Taquary 2021 começou em janeiro com as atividades de formação do DocLab – Laboratório de Realização de Documentários. Duas turmas foram realizadas de forma híbrida. As aulas e encontros foram virtuais e a produção de quatro documentários – a primeira turma produziu dois e a segunda vai produzir mais dois agora em março – foi presencial com uma equipe reduzida, com apenas dois representantes de cada turma. As produções também estarão disponíveis no site do evento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário