sábado, 20 de março de 2021

Pernambuco recebe nova remessa de vacinas contra Covid-19


Uma nova remessa de imunizantes contra a Covid-19 chegou a Pernambuco na manhã deste sábado (20.03). O lote contém 172 mil doses da vacina Sinovac/Butantan que, por orientação do Ministério da Saúde, devem ser utilizadas apenas como primeira dose. Com isso, o Estado inteiro passará a imunizar os idosos entre 70 e 74 anos, além de garantir o avanço na proteção dos trabalhadores de saúde. Também chegaram 36 mil doses da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz, que serão utilizadas como primeira dose, possibilitando o início da proteção dos povos e comunidades quilombolas tradicionais. 

“Pernambuco tem agilizado ao máximo a vacinação dos grupos prioritários, e com esse novo lote que recebemos neste sábado, vamos incluir a população quilombola no esquema de vacinação da primeira dose. Assim que as vacinas foram recebidas, acionamos nosso esquema de logística, para que até o final do dia, ou no máximo na manhã deste domingo, todas as gerências de saúde recebam suas cotas de imunizantes para serem repassadas aos municípios”, afirmou o governador Paulo Câmara.  

De acordo com o secretário estadual de Saúde, André Longo, este é o segundo lote de vacinas recebido pelo Estado somente esta semana, e será utilizado apenas como primeira dose, para ampliar o volume de público protegido. “Nossa expectativa é que, com a produção nos laboratórios nacionais, esse cronograma semanal seja mantido, o que possibilita acelerar a vacinação dos grupos prioritários contra a Covid-19 e a chegada da segunda dose em tempo oportuno”, disse Longo.    

Segundo o secretário, a agilidade no envio das doses é de suma importância para evitar ainda mais casos da doença e, principalmente, internações e óbitos. “Já sentimos uma redução das infecções nos idosos a partir dos 85 anos e esperamos que esse reflexo seja notado nas próximas semanas em mais grupos de idosos”, concluiu. 

Com mais essa entrega, sobe para 1.260.960 o número de doses de vacinas contra a Covid-19 já disponibilizadas aos municípios pernambucanos. Desse total, 1.058.960 foram da Sinovac/Butantan e 202 mil da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz. Até o momento, já inclusa a remessa deste sábado, estão sendo beneficiados idosos a partir dos 70 anos e pessoas com deficiência que vivem em instituições, além da população indígena aldeada, trabalhadores de saúde e povos e comunidades tradicionais quilombolas.

Foto: Heudes Regis/SEI

Fonte: SES/PE

Apresentação do Livro "Memórias de Garanhuns - A Enevoada Pérola Fugidia" de Marcílio Reinaux


Ivo Amaral*

Fui provocado pelo amigo Marcílio Lins Reinaux a escrever um depoimento para fazer parte do livro "Memórias de Garanhuns", de autoria desse dileto amigo, encargo que aceitei com o maior prazer, uma  vez que além de conhecê-lo em sua verve literária e artística, também prezo de sua amizade pessoal.

Versátil, ousada e hiperativo! Assim posso descrever Marcílio desde que o conheci, seja na história, na  arte, no trabalho jornalístico, na pintura, na escrita do cotidiano e nas formas de manifestação cultural e artística os quais, diga-se de passagem, ele é exímio em todas elas.


E neste livro Marcílio trará o que tem de melhor em matéria de sua arte! Uma coletânea de Poemas - onde declama, entre outras coisas, as belezas de nossa terra; de Crônicas, onde nos absorve com sua linguagem por vezes coloquial, por vezes informal do homem simples na construção de personagens e, por fim Desenhos, belos bicos de pena que merecem ser admirados vagarosamente, ante a beleza natural vívida dos locais retratados.

Conheci Marcílio no início do meu primeiro mandato como Prefeito (1977/1982) por intermédio de três amigos em comum: Jaime Pinheiro, Marcílio Maia e Urbano Vitalino. Ex-aluno do Diocesano, tivemos Professores em comum, no qual ressalto Anita da Mota Valença, irmã do Padre Adelmar, diretor do colégio e também professor, responsáveis por nossa formação educacional e moral. Membro Academia Garanhuense de Letras, demonstra toda sua capacidade literária com a profusão de artigos, livros e escritos sobre a cidade e seu povo, tendo alguns deles premiados. Professor de história e arte, conhece o mundo como ninguém, além de Relações Públicas, heraldista - criador de várias insígnias, comendas e prêmios - Cerimonialista e um dos responsáveis pela valorização dessa profissão tão importante.

Juntamente com ele - que me trouxe a ideia - tive a oportunidade de criar o festival de Inverno de Garanhuns, evento que hoje é indelével no calendário cultural nacional e restará marcado nos anais da história de arte, música e cultura como patrimônio imaterial de Pernambuco.

Na vida literária dele tive a oportunidade - quando Prefeito de Garanhuns - em editar livros de sua  autoria, como "Luís Jardim - As múltiplas faces do talento" e de acompanhar o lançamento de inúmeros outros escritos e sei que suas obras restarão marcadas na historiografia de Garanhuns e da região. São obras que exaltam as belezas de nossa terra, em forma de poesia e também contam uma parte importante de nossa história e de nosso povo, seja narrativamente, seja visualmente, através da  pintura.

Como se não bastasse, é jornalista de mão cheia, colaborador de diversas publicações, as quais destaco "O Monitor" no qual eu o trouxe para escrever sobre vários assuntos, quando me cabia a edilidade do  Município e, ainda no "Correio Sete Colinas" onde o apresentei ao jornalista responsável e fomos brindados durante anos com os seus "retalhos do cotidiano", de uma narrativa leve e gostosa sobre causos, fatos, pessoas e momentos.

Que as "Memórias de Garanhuns" mostre as múltiplas faces desse talento que é Marcílio e nos traga a  alegria de um tempo que passou, que não volta mais e que deixará saudades. Que através do nosso passado as gerações futuras não cometam os mesmos, que usem a história para garantir uma  melhor qualidade de vida para as futuras gerações e, ainda, que nunca esqueçam aqueles que  ajudaram a construir um lugar melhor e deixaram mercado - em vários sentidos e meios - a história da  nossa terra.

* Ivo Tinô do Amaral, amigo de Marcílio Reinaux

Garanhuns, outubro de 2015.

Carta de Ivonete Batista Xavier à Emília


"Querida amiga Emília,

Você gostava de gente ao seu redor. Aos domingos, em sua casa, o cenário se compunha de mulheres de um lado e homens, a poucos metros, sob a batuta do esposo, duas confrarias.

Falavam sobre tudo, um bom almoço era oferecido no meio da tarde.

Emília apreciava a história, a literatura, fez o lançamento do livro “Pingos de Garanhuns”, de Arlinda da Mota Valença, no Casarão Amarelo, sede do IHGCG. Imaginem minha alegria, em um dia de seu aniversário, apareceu no Instituto Histórico...

Quando presidente do Clube Literário Brasil - Estados Unidos, me pedia para ajudá-la a fazer as reuniões, por quê? Ela era uma administradora nata, reconhecida pelo seu talento. Era seu gosto de compartilhar. Ao se dividir não se tira o brilho, aumenta o brilho próprio.

Minha amiga era uma guerreira, filha legítima de SIMÔA. A simplicidade, a generosidade, a habilidade de conviver com diferenças e o destemor foram usadas no enfrentamento de suas lutas.

Amiga querida, você partiu sem partir, ficamos órfãs de sua alegria e gosto pela vida.

Agradecemos a Deus por você existir, ter compartilhado seus dias entre nós. Agora em nova casa, na casa do PAI, estais bem.

Com afeto,

Ivonete Batista Xavier."

Terra de Simôa, 10/03/2021

“Não há ponto final para o amor. Amor é vida e vida é eternidade.”

André Luiz.

Gratidão que o Padre levou para o Céu...

Arminda da Mota Valença (foto) 

Os médicos que o assistiram: Ivaldo Dourado, José Couto, Roberto Duarte, Lamberto Sales Filho,  Lamberto Neto, José Walter Bezerra e Maurício Acioly Júnior.

Aos Bispos que o visitaram e o abençoaram: D. Irineu que também o fez sepultar com honras de Bispo; D. Tiago, amigo íntimo, falecido três meses antes dele; D. Acácio, seu  ex-aluno e D. Jaime, seu primo, que sempre pedia notícias suas.

Aos Padres que o confortaram: Mons. Benevenuto, Mons. Aldo, Padre Otoniel, colega de Seminário, Padre Luiz Duarte, Padre Luiz Branco, Padre Silvano, Padre Severino, Padre Geraldo, Padre Carlos André, Padre Jaime, D. Gabriel, D. João, D. Gregório e D. Gerardo, este, através de  telefonemas.

Aos amigos mais íntimos que estiveram ao seu lado e aos que sempre pediam notícias.

Às presenças quase diárias, durante oito meses, de  Ivaldo Rodrigues, José Couto, Mons. Bené, Maria José Ferreira (Zezinha) e de Irmã Mirtes, que ministrava sua  comunhão.

Gratidão pelo interesse constante de Carminha Dourado Rodrigues, Irmã Cândida, Irmã Eliane, Ara e Necy Cordeiro, Albérico Fernandes, Fernando Pires, Francisco Ribeiro, Maria José Miranda, Elisabete Miranda, Lourdinha Miranda Brandão, Luzinette Laporte, Lenice Melo, Aluísio Viana, Adécio Tenório, Adalberto Assis, Elzira Lustosa, Antonia Zedinira, Madalena Portela, Evalda Cumaru, Francisca Calado, Evando Lustosa, Ester e Josefa Paes de Barros, Edna Carvalho e Nena Faustino de Albuquerque, com  aquelas rosas tão significativas...

Ao Diocesano e ao CMA queridos seus, pelas ajudas materiais e aos amigos que o presenteavam.

Aos sobrinhos que com carinho procuravam ajudá-lo na medida do possível, como Adisa, que com aquiescência de Zehenrique, foi a principal plantonista noturna na  Clinicor e quase todos os dias em casa, cuidava da parte social e de tudo o que fazia necessário.

Como Pedro Jorge e Célia que, em vários momentos do seu padecimento, com grande atenção, estiveram com ele.

Como Celso que transmitia as notícias solicitadas por Cleusa e, com aquele jeito que tem para enfermeiro, conseguiu a aplicação do soro que ele tanto necessitava e que relutava em aceitar.

Como Maria Emília, sempre pronta para servir, que  com a aprovação de Givaldo, o levou para fazer o Ecocardiograma e a Tomografia, o ajudando em tantas coisas mais...

Como Maria Carmem, por ter deixado muitas vezes de assistir a Evaldo, acidentado, para ser útil no que fosse preciso, inclusive fazendo fisioterapia em suas mãos quase endurecidas.

Como Cristina e Pedro que numa madrugada de fevereiro o levaram para a Clinicor e, tantas vezes o ajudaram a rezar.

Como Corina que, comovida ao visitá-lo, obteve dele, após uma confissão, absolvição de suas faltas.

Como Mário que, impossibilitado de viajar, ficava sempre pedindo notícias.

Como Camila e Marco César que o visitaram e a Matheus, pelas palavras de conforto.

Como Luciana, Adriano e Silvana pela visita e pelos úteis presentes oferecidos, tendo Adriano sido seu último barbeiro, quando o visitou com Cecília.

Aos sobrinhos netos, como André e Socorro, que com  dedicação, muitas vezes o ajudaram, tendo André, pacientemente, feito sua barba quando o barbeiro falhou.

Como Paulo Jorge, com seu jeito especial para cuidar de doentes, pelas vezes que esteve com Renata ao lado dele, e, principalmente, mesmo chorando, ajudou a vesti-lo na madrugada triste da sua morte.

Como José Henrique, Dorinha, Abílio, Adriana, Doralice, Givaldinho, Giovana, Sandra, Tiago, marcela, Gabriela, Mariana, Pascale, Natal e, Marcel, Antonioni, Fernanda, Pablo, Giuliano, José Ignácio, Laura e Luiza, que, de uma maneira ou de outra, demonstravam interesse por sua saúde.

A Terezinha Barbosa, enfermeira permanente, que cuidava da sua alimentação e o ajudava dia e noite nos  momentos mais penosos, a quem ele chamou: "criatura maravilhosa, caridosa e amorosa".

Aos auxiliares voluntários, Nilza Barbosa, Charles e Igor Barbosa Dantas e Flávia Barbosa.

As suas primas Mota Farias.

As suas cunhadas Valderez, Gilvanete e Teresa.

Aos seus irmãos Anita, Amílcar, Asnar, Arminda e Paulo, a quem ele certa vez tratou como "pedaços do seu coração". Entretanto, pelas cruéis circunstâncias físicas e  sentimentais, seus irmãos acham que, diante do que Adelmar merecia, eles o ajudaram muito, embora sentissem na carne, o seu padecimento. E doloroso para eles, a falta que  sempre sentirão do irmão, mas sabem que no céu, ele está abençoando a todos, dizendo certamente, aquele infalível e simpático "Muito Obrigado".

Fonte: Monsenhor Adelmar da Mota Valença - Vida e Obra - Centenário de Nascimento 1908-2008 / Coordenação das Irmãs: Cândida Araújo Corrêa e Maria Mirtes de Araújo Corrêa.

Praça Dom Moura - Garanhuns, PE

Foto: Anchieta Gueiros
Fevereiro de 2021

“O problema de uma lei assim não é o senhor. O problema é o guarda da esquina”.

"Em 13 de dezembro de 1968, véspera do AI 5, o ato institucional que retirou as garantias individuais e escancarou a ditadura, o vice-presidente da República, o civil Pedro Aleixo, manifestou dessa maneira sua contrariedade ao presidente-general Costa e Silva: “O problema de uma lei assim não é o senhor. O problema é o guarda da esquina”.

sexta-feira, 19 de março de 2021

Defina o Melhor Filme na Categoria Júri Popular do 14º Curta Taquary

Diversão, reflexão. Provocação e afago. O 14º Festival de Curtas de Taquaritinga do Norte, o Curta Taquary, segue despertando emoções e pensamentos na exibição de filmes, nos debates sobre os curtas e sobre o fazer cinema. Mas, para algumas pessoas, o festival ainda pode premiar como o melhor curta. E o fim do festival acaba sendo o momento mais esperado, porque é a hora da divulgação dos vencedores.

Este ano são oito mostras competitivas e 12 profissionais fazem parte da comissão julgadora. Há, ainda, o grupo de júri educandos, formado por professores e professoras dos estados de Pernambuco, Paraíba e Ceará, que vão dar o prêmio Por um Mundo Melhor para o filme que melhor dialogar com a sala de aula. E quem assiste aos curtas também pode colaborar na definição do primeiro colocado na categoria Júri Popular. É só avaliar os filmes depois de assistir.  “O filme melhor avaliado vai levar o prêmio”, explicou Devyd Santos, um dos coordenadores do festival. Os filmes estão disponíveis no site (https://curtataquary.com.br/) até segunda (22).

Os profissionais que estão avaliando os trabalhos das mostras competitivas do Curta Taquary têm relação com a produção cinematográfica, seja na produção de filmes, seja no campo da educação, estudando ou ensinando sobre o tema. Há docentes, roteiristas, profissionais que atuam na direção e realização de filmes, na curadoria de trabalhos para eventos. A antropóloga e curadora Thay Limeira  é da comissão julgadora e está encantada com os filmes do festival. “É gratificante participar como júri e me deparar com os atravessamentos de um cinema plural, pulsante e ousado, de vários cantos do Brasil, que questiona, conta e reconstrói realidades e imaginários, que destacam protagonismos e representatividades descolonizadas em seus percursos de luta, (re)existência e afetos”, disse Thay. Os vencedores vão ser conhecidos na segunda (22) a partir das 19h no canal do youtube.

Homenageada – Hoje a programação do Festival Curta Taquary conta com uma homenagem à cineasta Graciela Guarani. Pertencente à nação Guarani Kaiowá, ela é produtora Cultural, comunicadora, cineasta, curadora de cinema e formadora em audiovisual. Atualmente, é uma das mulheres indígenas pioneiras em produções originais audiovisuais no cenário brasileiro.

Ela disse estar honrada e feliz em ser homenageada no festival, porque o curta Taquary é  muito especial. “Foi um dos primeiros festivais que participei e sempre é de um acolhimento sem igual! Sempre enaltecendo e promovendo as diversidades pluridiversas não só da região, mas também de todo o país! Então ser homenageada nesta edição para mim é sentir este abraço  sempre das pessoas e de todos que fazem acontecer o Cine Taquary, só posso dizer Atyma (obrigada)”, declarou a cineasta. A homenagem será transmitida pelo  youtube a partir das 19h.

Serviço

Programação Curta Taquary 2021

16 a 22.03.2021

Filmes com acesso livre no site do evento: https://curtataquary.com.br/

Debates e premiação no canal do Youtube: Curta Taquary Audiovisual

19 de março

19h - Homenagem a cineasta Graciela Guarani

20 de março

10h - Debate com cineastas da Mostra Latino-americana

 Mediação: Laísa Trojaike

14h - Debate com cineastas da Mostra Curtas Fantásticos

Mediação: Vitor Búrigo

22 de março

14h - Seminário: “Desafios do Cinema no Nordeste hoje”

Lançamento do livro “O cinema independente brasileiro contemporâneo em 50 filmes”, de Marcelo Ikeda

19h - Premiação

Concurso Prefeitura de Venturosa - PE com 125 vagas


Foi publicado o edital nº 001/2021 referente ao concurso Prefeitura de Venturosa.

A seleção abre 125 vagas para profissionais de níveis médio, técnico e superior, com remunerações que passam de R$ 4,7 mil.

O concurso está sendo organizado pela FUNVAPI - Fundação Vale do Piauí.

Inscrições

As inscrições para o concurso Prefeitura de Venturosa ficarão abertas entre os dias 23 de março a 23 de abril de 2021.

Os registros devem ser feitos diretamente no site da FUNVAP. Além disso, será possível fazer a inscrição de forma presencial, em três lugares diferentes:

Fonte: Concursos no Brasil

Garanhuns: Secretaria de Educação realiza mutirão para entrega dos Kits de merenda escolar


No intuito de agilizar a entrega e resguardar todos os envolvidos com relação à Covid-19, a Secretaria de Educação, numa ação em conjunto com o Almoxarifado Central Municipal, estará realizando um mutirão de montagem dos Kits de merenda escolar.

Segundo a secretária de Educação, Wilza Vitorino, no ano passado, no período de pandemia, quase 9 mil estudantes ficaram sem receber a merenda escolar. Antes os fardos dos alimentos eram entregues nas escolas e lá os kits eram organizados. Agora eles serão entregues às escolas já montados, para que imediatamente sejam distribuídos aos estudantes.

Todos os nossos estudantes serão contemplados. “A exigência do prefeito Sivaldo Albino é que nenhum estudante da rede fique sem merenda, os que não puderem buscar, nós levaremos até eles”. A composição dos kits é formada por 10 itens que somam um cardápio balanceado de acordo as necessidades nutricionais solicitadas pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE. A previsão de entrega será de 19 a 31 de março.

Texto e foto: Mayara Carrilho / Secom/PMG.

Apresentação do Livro "Monsenhor Adelmar da Mota Valença - Vida e Obra" das Irmãs Cândida e Maria Mirtes de Araújo Corrêa

Dom Fernando Guimarães (foto)

Na conclusão do Ano do Centenário do saudoso Mons. Adelmar da Mota Valença, o CMA, do Instituto Secular das Missionárias de Nossa Senhora de Fátima do Brasil, a ele tão ligado, deseja homenagear a sua memória, publicando em forma de Memórias alguns testemunhos dos que tiveram a graça de conhecê-lo.

Minha lembrança corresponde aos anos de 1958 a 1961, quando como um pré-adolescente frequentei o seminário menor então mantido pelos Missionários Redentoristas em  Heliópolis. Monsenhor já era considerado por todos como uma daquelas figuras que aparecem raramente na História. Recordo-me da sua postura sacerdotal, ao mesmo tempo austera e jovial. Perto dele, nós, seminaristas menores, éramos invadidos por um temor reverencial.

Hoje, retornando a esta Diocese depois de tantos anos, como seu Bispo, descubro sempre mais claramente a grandeza de Mons. Adelmar, vivida durante toda a sua longa vida, na discrição que deve ser própria de todo sacerdote autêntico. O carisma de educador que o caracterizou emanou diretamente do seu caráter sacerdotal e foi expressão do seu ser Padre.

O servo de Deus João Paulo II afirmou, certa vez, que  a santidade nunca envelhece. Apraz-me  aplicar esta frase ao testemunho de Mons. Adelmar: sua figura de Padre e de  Educador nunca envelhece. Ela permanece viva, como poderemos constatar lendo os testemunhos que se encontram reunidos neste livro.

Que a sua memória, tão bem ilustrada pela presente obra, nos estimula a dar continuidade ao seu ideal de educação, em prol da Juventude de nossa região.

Garanhuns, 13 de Maio de 2009.

Festa de Nossa Senhora de Fátima.

Dom Fernando Guimarães

Bispo Diocesano de Garanhuns

Para comemorar o Dia Mundial da Poesia, Secult-PE lança concurso cultural no Instagram

Em torno das comemorações do Dia Mundial da Poesia, celebrado no domingo, dia 21 de março, a Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE) lança o concurso cultural “LiterAção”, que deverá movimentar nos próximos dias o seu perfil no Instagram, @culturape.

No primeiro dia da ação, os seguidores deverão responder uma pergunta relacionada ao Dia Mundial da Poesia, data que foi criada na 30ª Conferência Geral da UNESCO, realizada em 16 de novembro de 1999, com o propósito de promover a leitura, escrita, publicação e ensino da poesia através do mundo.

Para participar é simples, basta responder a pergunta nos comentários da foto oficial do concurso cultural, que será publicada domingo (21), no perfil @culturape. A primeira resposta correta ganhará um kit completo das obras vencedoras do VI Prêmio Hermilo Borba Filho de Literatura. A resposta vencedora será confirmada no dia 23 de março (terça-feira), nas redes sociais da Secult-PE (devido à quarentena instituída pelo Governo do Estado, o kit será entregue a partir do dia 28/3). Participe.

Serviço

Concurso cultural “LiterAção”

Quando: 21 de março (domingo), às 12h

Onde: @culturape

Fonte: Secult-PE/Fundarpe

Boletim Covid-19 – 18/03/2021 | Prefeitura de Garanhuns


A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, informa que foram notificados 15 casos da Covid-19; e mais 11 pessoas estão recuperadas, após cumprir o período de isolamento, e não apresentar mais sintomas da doença. Outros 33 casos que se encontravam em investigação pela Vigilância Epidemiológica, junto às unidades notificantes, foram inseridos no sistema de informação.

Até hoje, 5648 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 1915 pessoas foram vacinadas com a segunda dose contra a Covid-19. Além dos grupos que aguardam a segunda dose, a vacinação segue para idosos com 75 anos ou mais, trabalhadores da saúde com 60 anos ou mais, profissionais que trabalham no modelo de assistência ‘home care’, trabalhadores de laboratórios de análises clínicas, e consultórios odontológicos.

Ao todo, já foram confirmados 7384 casos da Covid-19 em Garanhuns. Deste total, 130 pessoas vieram a óbito, 6562 estão recuperadas após cumprir o período de isolamento domiciliar e não apresentar mais sintomas; e 115 pessoas que foram confirmadas com a Covid-19 estão em monitoramento. Já foram realizados 12026 testes pela rede municipal.

Atualmente, o município dispõe de 50 leitos clínicos, sendo 32 destes na Unidade de Tratamento Covid-19 e outros 18 na Unidade Covid-19 Palmira Sales. A taxa de ocupação dos leitos municipais de enfermaria encontra-se em 30%. O percentual não inclui o número de pacientes graves, internados em leitos de UTI de administração do Governo Estadual.

Arte: Lucas Monteiro /Secom/PMG.

"As boas ações são a melhor prece, por isso que os atos valem mais que as palavras."

O Livro dos Espíritos, questão 661

"Os homens semeiam na terra o que colherão na vida espiritual: os frutos da sua coragem ou da sua fraqueza."

Allan Kardec 

Prefácio do Livro "Garanhuns a Enevoada Pérola Fugidia" de Marcílio Reinaux

Dr. Silvino Duarte (foto)*

Em Garanhuns - a enevoada pérola fugidia, Marcílio  reuniu seus dons de escritor, poeta, artista, pintor, desenhista, profissional de destaque no ramo de formação e execução de cerimoniais, sua maturidade e sensibilidade, doando à sociedade brasileira uma joia de inestimável  valor cultural sobre sua terra, a cidade de encantos reservador a áreas singelas das  regiões serranas.

Nesta publicação estamos certos que o autor, já com dezenove livros publicados, tendo seis desses sido premiados como obras literárias nos ramos de artes, contos e ficção, além de ter produzido elenco escrito sobre Cerimoniais e Eventos, despejou com fartura seus mais nobres valores humanísticos. Daí ser uma importante leitura ao ser humano em geral e, não só para os conterrâneos.

Então, o grande talento de um artista que manuseia com simplicidade e beleza as ideias, os desenhos, as esculturas, os textos escritos, todos de valiosa inspiração, tornou-se um homem culto e  reconhecido nacionalmente, por suas produções de comunicação elegante.

No ritmo do crescimento como humanista, não fugia ao destino poético de escolher seu "planeta de amor e liberdade", sem  cerimônias tal qual Antonie de Saint Exupéry por ficção no Pequeno Príncipe, Marcílio por mais pura vocação escolhe Garanhuns, sua terra natal, para desenhá-la e inspirá-la nas crônicas e poesias.

E, tudo se torna tão talentoso e tão sério que o desenho da terra de Simôa Gomes é em si quadros valiosos de arte. Tudo tão enevoado de sentimentos, tão valiosos como uma pérola e tão emocionante como uma fugidia tristeza ou alegria veio dar forma a mais esta obra, cuja clareza de expressão identifica o autor como sendo a vida seu objeto, a razão apenas seu método e a sensibilidade seu laboratório.

Nessa era de síntese, culturas estão cada vez mais intercambiadas e essas páginas de crônicas e poesias farão a participação na linguagem humana à época que se apresentar, desde agora, e nunca nos tornaremos estranhos ao hábito de viver.

Estamos felizes por este livro ter sido escrito e por seu intermédio Garanhuns, o pedaço da essência, a poesia e a literatura sejam ainda mais conhecidos e divulgadas pelo mundo de quem cobiça o desenvolvimento do intelecto.

Quanto mais fizerem uso deste belo instrumento melhor para todos.

*Ex-prefeito de Garanhuns e médico.

"Oh! Bendito o que semeia. Livros à mão cheia. E manda o povo pensar! O livro, caindo n'alma. É germe – que faz a palma, É chuva – que faz o mar!"

Castro Alves.

Prefeitura conclui Entrega de Kits Escolares a Estudantes da Rede Municipal


Na última terça (16), foi  finalizada a última etapa de entrega dos Kits escolares aos mais de 18 mil estudantes da rede pública municipal de ensino. 

Foram investidos cerca de 2,5 milhões de reais na educação para que todos os estudantes pudessem receber material escolar de qualidade para realizar seus estudos. 

A Escola Anália de Souza Santos, localizada na comunidade quilombola do Sítio Tigre, Zona Rural de Garanhuns, foi a contemplada para o encerramento desta ação que atingiu 100% de alcance,  ou seja, todos os estudantes devidamente matriculados receberam seus Kits escolares. 

Apesar da pandemia, Garanhuns segue no rumo da melhor educação do interior de Pernambuco.

quinta-feira, 18 de março de 2021

Programa abre 700 vagas para curso gratuito de formação de bartenders

O programa Learning for Life, realizado pelo Instituo Diageo, abriu 700 vagas para o curso online e gratuito do seu curso de bartender. A edição é voltada para as pessoas maiores de 18 anos e que estejam desempregadas ou com salário de até R$ 1.600. As inscrições irão até o dia 21 de março e as aulas têm início em abril, com a formação de 14 turmas. Para participar, basta preencher o formulário disponível no link do projeto (https://linktr.ee/learningforlife_br). 

O curso tem a duração de dois meses e os selecionados serão contatados para uma entrevista por telefone, realizando uma atividade que comprove o interesse do candidato para a carreira de bartender. A iniciativa é aberta para todo o país e, além da idade e renda, outro requisito é estar cursando ou concluído o ensino médio, além de ter acesso à internet através do computador ou smartphone.

Além das disciplinas fundamentais para a certificação que devem ser acessadas por meio de uma plataforma de ensino online, os alunos do curso terão sessões complementares por vídeo com profissionais do mercado sobre as diferentes possibilidades de carreira que um bartender pode seguir, inovações do setor e conversas com profissionais que abordam a importância da saúde emocional e organizacional.

"Os participantes do Learning for Life terão aulas online para que possam atuar no setor de hospitalidade em bares, restaurantes, eventos e até mesmo empreender", afirma o gerente executivo do Instituto Diageo, Paulo Mindlin. "A capacitação é muito importante para esse momento que estamos vivendo e o formato online permite atingir ainda mais pessoas do que o modelo presencial".

Caso tenha alguma dúvida, pode entrar em contato com os promotores do curso pelo Whatsapp (11) 9.7636-6322 ou pelo Instagram (@learningforlife_br).

Fonte: Folha de Pernambuco

Prefácio do Livro "Relendo o Passado - Em Linguagem Poética" de José Inácio Rodrigues

Evaldo B. Calado (foto)

Lembro ainda - "Uma voz amiga dentro da noite". ZYK23 Rádio Difusora de Garanhuns, pioneira no interior do Estado. Dali suas antenas levaram por décadas, a voz poética, singular, romântica, enternecedora, no programa Revendo o Passado, apresentação inconfundível de José Inácio Rodrigues. Não o conheci aí; foi muito antes. Jovem, atuando na Empresa de Propaganda A Antena, de propriedade do Sr. Humberto Granja, situada inicialmente na parte posterior do Cine Teatro Jardim, de propriedade do senhor Agenor Moraes, mudando posteriormente para a Cooperativa dos Cafeicultores, na Avenida Santo Antônio, proximidades da Alfaiataria Cury. Iniciando-se na Antena como locutor comercial, e nela, despertando vocações, deu preciosas lições a outros jovens que o admiravam e manifestavam um interesse acendrado para a radiofonia. Foram muitos a sorverem dos seus conhecimentos juntamente com os de J. Soares, seu companheiro de lide.

O moço inquieto e laborioso não ficaria apenas na "A Antena". Decidido e inteligentemente, retomou seus estudos no Gigante da Praça da Bandeira, absorvendo as  preciosas lições de civilidade pela palavra sábia de um dos maiores educadores da Terra de Simôa Gomes. Mons. Adelmar da Mota Valença.

O que vivenciamos em comum: Jovem ainda, pairava com frequência na Empresa de Propaganda  A Antena, atraído pela camaradagem deste homem exemplar. Mais tarde, estudamos no mesmo colégio, em dado momento, ele namorou minha amiga, neta de Ruber van der Linden, a qual era bastante amiga de minha namorada e até hoje esposa e companheira de meio século. Na linha do tempo, fui convidado por José Inácio para compor com ele, candidato a Prefeito, como seu Vice. Ele, como o amigo Iran Pessoa, enquanto radialista chegou a ler ao microfone de  seus programas alguns de meus modestos versos. O que temos de mais comum e que relato com imenso prazer e até certo orgulho, é que somos avós de Byanca e Ryan aos quais amamos incondicionalmente.

José Inácio tornou-se, fez-se diretor da Ciretran de Garanhuns, foi eleito vereador, conseguiu mandato de Prefeito, projetou-se na política contribuindo para o desenvolvimento da sua Garanhuns querida. Mas, os anos de ouro deste ser humano admirável, segundo minha ótica, foram mesmo os anos de sonhos, poesias, leituras de peças literárias, declamações de trabalhos maravilhosos e produções de suas próprias composições poéticas.

Lembro com saudade daqueles tempos, quando Ele pronunciava ao microfone da emissora, aquele peculiar "Amigo meu, amiga minha" e quando enviava seu abraço fraterno não para Garanhuns, para todos os bairros, como também para todo o agreste meridional ou até aonde chegavam às ondas da Emissora.

No cerne de sua programação, grande destaque, a famosa sessão "Nelson Convida", para os apreciadores da boa música de Nelson Gonçalves, que ele conheceu quando aqui "aportou" o famoso Seresteiro. Seu lirismo radiofônico era a marca indelével, de sua maneira de apresentar com sentimento o que lhe pairava na alma notívaga de homem do rádio. Noites impregnadas de sonhos... Liames fortes entre os amantes. Declarações apaixonadas que eram apropriadas pelos ouvintes a partir das declamações envolventes de "Zé Inácio" como era conhecido.

Quem matou o romantismo? A tecnologia? A transmutação cultural? A mudança de valores que aliena pessoas para não enxergarem como antes a beleza das flores, o belo do sorriso da criança, ou a simplicidade e a doçura num olhar feminino?

Por certo deixaram fenecer muito do esplendor deste universo maravilhoso. Relegaram a segunda plano o que mais impressionava nosso sensorial, ora privilegiando o imediatismo, o sensualismo e as coisas de somenos importância, mas existe, sempre existiram e existirão, ainda por muito tempo, pessoas como José Inácio Rodrigues, que resistiu e resiste à sanha da engenharia reversa na literatura, na poesia e nas artes, até o último verso do poema lírico de sua nobre existência.

Deus seja contigo, meu Amigão.

Palavras de Givaldo Calado na missa de sétimo dia de Maria Emília Valença


AMIGOS! AMIGAS!

SOMOS UMA GRANDE FAMÍLIA. CALADO DE FREITAS; MOTA VALENÇA, SILVESTRE VALENÇA... QUE REÚNEM, NESTE MOMENTO, UMA ÚNICA E INDIVÍSIVEL FAMÍLIA. A FAMÍLIA DESTA GRANDE CIDADE - GARANHUNS. 

DIAS ANTES DE EMÍLIA PARTIR, ALINHEI ALGUMAS PALAVRAS, TOMADAS DE TEMOR. MAS, SOBRETUDO, DE GRANDE ESPERANÇA.

VOU LÊ-LAS PARA VOCÊS. NÃO HAVEREI DE CANSÁ-LOS.

“ESTOU, AQUI, HOJE, SEXTA-FEIRA (5.3.) SEGURANDO- ME. NÃO SEI. NÃO SEI DO QUE QUERO. NÃO SEI DO QUE PRECISO. SÓ SEI QUE SEMPRE PEDI A DEUS, NOSSO SENHOR, SAÚDE. MUITA SAÚDE PARA EMÍLIA. VIDA LONGA PARA ELA PODER ASSISTIR À MINHA PARTIDA, MUITO ANTES QUE A DELA. SEMPRE O DIGO A ELA. E, ELA, A MIM, COM SEU JEITO, DE NOSSO SABER: ‘DEUS ME LIVRE! NÃO QUERO FICAR SÓ, SEM VOCÊ...’ 

NÃO PENSEI QUE ESSA DOENÇA CRUEL, LETAL... TRAZIA COM ELA O CONDÃO DE HIATIZAR; DE CESSAR OS PRAZERES MAIORES DE SEUS PACIENTES. 

NO CASO DE EMÍLIA, O PRAZER QUE ELA TEM DE ASSISTIR ÀQUELES E ÀQUELAS QUE A PROCURAM, RECEBENDO E ATENDENDO, TODOS E TODAS, COM MUITO AMOR, COM MUITO CARINHO, COM MUITO RESPEITO, COM MUITA DEVOÇÃO... ATENTA AO RIGOR, AO AFETO, AO PENDOR... SUAS MAIORES MARCAS.

ALGUMA COISA DIZ AO MEU CORAÇÃO: DEUS AINDA NÃO LHE DEIXARÁ PARTIR. SUA DISPOSIÇÃO, SUA CORAGEM, SUA VALENTIA, SUA... AS ORAÇÕES AO SENHOR, DE TANTOS E TANTAS QUE A QUEREM, QUE A AMAM, FARÃO COM QUE ELA SOBREVIVA PARA FICAR CONOSCO - SUAS FAMÍLIAS. 

DEUS, NA SUA INFINITA MISERICÓRDIA, DEIXALÁ-A AINDA CONOSCO - SEU ESPOSO; SEUS TRÊS FILHOS - GIVALDO, GERMANA E GIOVANNA; SEUS SEIS NETINHOS - GUILHERME, GABRIELA, ISABELLA, SOFIA, LUCAS E MATEO; SUAS FAMÍLIAS - MOTA VALENÇA, CALADO DE FREITAS, SILVESTRE VALENÇA... ALÉM DE AMIGOS E AMIGAS INDIZÍVEIS, TODOS FAMÍLIA DESTE CHÃO, PARA ELA SEGUIR NA VIDA. E, COMO GABRIEL GARCIA MÁRQUEZ, A DIZER: ‘A VIDA NÃO É A QUE A GENTE VIVEU, E SIM A QUE A GENTE RECORDA, E COMO RECORDA PARA CONTÁ-LA.’ 

E EMÍLIA TEM MUITO, AINDA, A CONTAR. ADEMAIS, COMO POUCOS E POUCAS. DE SÃO PEDRO, DA NILO PEÇANHA, 123. PERMITO-ME DIZER, DE GARANHUNS. 

ONTEM, SAI DO REAL PORTUGUÊS, SEI LÁ, SE ALEGRE, SEI LÁ, SE TRISTE. ALEGRE POR VÊ-LA COMO SEMPRE: VALENTE, CORAJOSA, ESPERANÇOSA... A DIZER: ‘VOU SAIR DESSA’. TRISTE POR VÊ-LA SEM AQUELE SORRISO, DEITADA EM UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA.

MAS PENSO, HOJE, COM ALEGRIA E RESIGNAÇÃO, QUE ELA TERIA SEGUIDO, FIELMENTE, O EXEMPLO DE SUA QUERIDA MÃE - DONA DORA, QUE TANTO QUERIA E AMOU SUA CIDADE. DONA DORA QUE JÁ ESTÁ LÁ NA CASA DO PAI.”

AMIGOS E AMIGAS DESTA GRANDE CIDADE!

EMÍLIA VOLTOU PARA A CASA DO PAI. LÁ, SERÁ A SUA E A NOSSA ÚLTIMA MORADA!

QUE DEUS TENHA RECEBIDO EMÍLIA COM MUITA... MAS MUITA ALEGRIA... E, LÁ, ELA, FELIZ POR ESTAR AO LADO DO SENHOR, INTERCEDA POR TODOS NÓS.

OBRIGADO!



Datafolha indica que fiéis a Bolsonaro não passam de 14% da população

Pesquisa Datafolha, divulgada nesta quarta-feira (17) sobre a avaliação de Jair Bolsonaro, aponta que apenas 14% da população brasileira é composta por pessoas efetivamente fiéis ao presidente brasileiro. 

Este segmento, que responde por 45% das avaliações positivas que Bolsonaro recebe, é formado por aqueles que acreditam em tudo o que Bolsonaro fala, negam a gravidade da pandemia e se posicionam contra a vacinação. Há um segundo grupo, que corresponde a  21% da população, equivalente a 31% das menções positivas, que se mostra favorável às vacinas contra a Covid-19 e ao distanciamento social. O terceiro grupo de apoio se concentra entre a população de menor renda e que é beneficiada pelo auxílio emergencial. 

“Aqueles que prezam pelas normas sanitárias e elegeram Bolsonaro, mas não são tão fiéis, correm o risco de abandonar o barco. E quanto aos que se converteram devido ao auxílio emergencial, mas não votaram nele, o apoio é incerto, porque o benefício deve voltar com valor menor e por menos tempo”, disse o cientista político e professor da FGV, Marco Antonio Teixeira, em entrevista ao jornal O Globo. 

O cientista político Eduardo Grin avalia que a pesquisa captou um crescimento do segmento antibolsonarista. “Cresce a rejeição na pandemia e um sentimento de antibolsonarismo. O eleitor “pendular”, mais moderado, vê que do outro lado tem outros candidatos, como o Lula e outros nomes no campo do centro”, avaliou.

Apesar do aumento da rejeição a Bolsonaro, 50% da população se mostra contrária a abertura de um processo de impeachment, contra 46% dos que dizem ser a favor da medida. 

Fonte: Portal Brasil 247

Palestra com Gabriel Chalita traz reflexões sobre sonhos e angústias de professores

Em momentos de incertezas, os sonhos são, muitas vezes, suplantados pelos medos. Quando se trata de uma pandemia global que há um ano está no Brasil, os sentimentos de impotência e incerteza afloram. Mas, quando se é professor e inspiração para centenas de alunos, como lidar com essas sensações?

Para tratar sobre o tema, o Centro Universitário UniFavip realiza uma palestra online nesta terça-feira (23) com o professor e filósofo Gabriel Chalita. Voltado a professores, coordenadores e diretores escolares, o encontro virtual acontece às 17h, em transmissão via link enviado após a inscrição no site: https://www.even3.com.br/escolaemfoco/ , com a mediação da administradora e docente Barbara Fonseca, e as inscrições são gratuitas e abertas ao público. Após o evento, os participantes recebem certificado.  

Na palestra, serão abordados temas, como as mudanças nos processos de ensino e aprendizagem com a tecnologia, as perspectivas da educação e de questões cognitivas, sociais e emocionais após a pandemia, bem como sonhos coletivos e medos contemporâneos. "O professor é humano e tem direito de ter medo. O professor é o sopro iluminador dos sonhos. Nesse dual cotidiano, precisamos dar instrumentos para que o professor continue a realizar o seu ofício", define Chalita.

A coordenadora dos cursos de Nutrição e Gastronomia do Centro Universitário UniFavip, Georgia Galvão, vivencia os desafios atuais na vida pessoal e no cotidiano de docente. Nesta última, a pandemia forçou-a a se reinventar e acelerar estratégias que seriam vivenciadas em um futuro relativamente distante.

Um dos aspectos que demandou esta rápida revisão de procedimentos foi a comunicação através do uso de ferramentas tecnológicas, conforme explica Galvão. "Este período de pandemia alterou a rotina de todos os profissionais da educação, tanto na sua vida pessoal como profissional. É um momento em que o isolamento social se faz necessário para preservar a vida de todos. Assim, é, sem dúvida, o maior desafio da atualidade na formação profissional e o uso de estratégias educacionais com o protagonismo do estudante foi reforçada. Para melhorar o processo de aprendizagem, passamos a utilizar as plataformas digitais, as web conferências, os aplicativos de mensagens e os laboratórios digitais, entre outras ferramentas, trazendo uma sensação de proximidade dos professores e estudantes, mesmo cada um em sua casa. Não é fácil, mas o uso da tecnologia foi uma estratégia eficaz para salvar vidas.", completa o docente.  

Serviço:

Palestra "Os medos e os sonhos dos professores em um mundo em transformação", com Gabriel Chalita

Data: 23/03 (terça-feira)

Horário: 17h

Transmissão: Link será enviado após inscrição

Inscrições: https://www.even3.com.br/escolaemfoco/

Investimento: Gratuito

Processo seletivo Prefeitura de Serra Talhada - PE com 108 vagas

O processo seletivo da Prefeitura de Serra Talhada contempla 108 vagas imediatas para profissionais de vários níveis de escolaridade. Os contratos serão temporários e firmados por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Mulher e Cidadania (SMASMC).

Cargos disponíveis na Prefeitura de Serra Talhada

As remunerações variam de R$ 1.100,00 até R$ 1.500,00 em jornadas de 30 ou 40 horas semanais de trabalho.

Clique aqui e saiba mais

Boletim Covid-19 – 17/03/2021 | Prefeitura de Garanhuns


A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, informa que foram notificados 10 casos da Covid-19; e mais três pessoas estão recuperadas, após cumprir o período de isolamento, e não apresentar mais sintomas da doença. Outros sete casos que se encontravam em investigação pela Vigilância Epidemiológica, junto às unidades notificantes, foram inseridos no sistema de informação.

Até hoje, 5442 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 1904 pessoas foram vacinadas com a segunda dose contra a Covid-19. Além dos grupos que aguardam a segunda dose, a vacinação segue para idosos com 75 anos ou mais, trabalhadores da saúde com 60 anos ou mais, profissionais que trabalham no modelo de assistência ‘home care’, trabalhadores de laboratórios de análises clínicas, e consultórios odontológicos.

Ao todo, já foram confirmados 7336 casos da Covid-19 em Garanhuns. Deste total, 130 pessoas vieram a óbito, 6551 estão recuperadas após cumprir o período de isolamento domiciliar e não apresentar mais sintomas; e 119 pessoas que foram confirmadas com a Covid-19 estão em monitoramento. Já foram realizados 11988 testes pela rede municipal.

Atualmente, o município dispõe de 50 leitos clínicos, sendo 32 destes na Unidade de Tratamento Covid-19 e outros 18 na Unidade Covid-19 Palmira Sales. A taxa de ocupação dos leitos municipais de enfermaria encontra-se em 26%. O percentual não inclui o número de pacientes graves, internados em leitos de UTI de administração do Governo Estadual.

Arte: Lucas Monteiro - Secom/PMG.

"Envolver-se na política é uma obrigação para o cristão. Nós cristãos não podemos nos fazer de Pilatos e lavar as mãos, não podemos!"

Papa Francisco.

"Na vida, não vale tanto o que temos, nem tanto importa o que somos. Vale o que realizamos com aquilo que possuímos e, acima de tudo, importa o que fazemos de nós!"

Chico Xavier. 

quarta-feira, 17 de março de 2021

Consórcio de governadores do Nordeste finaliza compra de 37 milhões de doses de vacinas Sputnik V


Grupo que reúne os nove governadores do Nordeste assinaram na manhã desta quarta (17), o contrato com Fundo Soberano Russo de compra de 37 milhões de doses da vacina russa Sputnik V. As 15h ocorrerá uma agenda do Consórcio Nordeste com o ministério da Saúde para assinatura do termo que disponibilizará as 37 milhões de doses ao plano nacional de imunização. Ou seja, sua distribuição para população brasileira pelo PNI de forma proporcional e igualitária.

O primeiro diálogo se iniciou em agosto do ano passado. No primeiro diálogo havia uma expectativa de R$ 50 milhões de doses, mas na assinatura do contrato ela foi finalizada em 37 milhões de doses. Cada Estado assinou porque na questão jurídica de contrato não é permitido em termos de consórcio e teria que ser feito por cada Estado. Então foi feito por cada estado do Nordeste e juntos totalizaram esses 37 milhões.

A solenidade desta tarde junto ao Ministério da Saúde servirá para oficializar a distribuição de vacinas para todo o Brasil, seguindo as regras do PNI (Plano Nacional de Imunização). 

Cronograma de entrega (Sputnik V): Adquiridas através de negociação do Consórcio Nordeste

Abril  - 2 milhões de doses

Maio -  5 milhões 

Junho  - 10 milhões 

Julho - 20 milhões (possibilidade de 5 milhões ser antecipado para maio)

Fonte: Folha de Pernambuco

Espetáculo Acorda, Alice!... através da Tela, com direção de Juliana Sanches, reestreia em curta temporada virtual e gratuita, nesta quinta, 18/3.


O espetáculo “Acorda, Alice!...através da Tela”, do Coletivo A. CORDA, sob direção de Juliana Sanches, que fez duas temporadas de sucesso em São Paulo no Teatro de Container, na Santa Efigênia, e na Vila Maria Zélia, desde 2019, reestreia nesta quinta, 18 de março, nova montagem online. Em curta temporada, pela plataforma Sympla Streaming, com ingressos gratuitos, a nova temporada que reúne em cena 24 atrizes, é resultado de fomento da lei Aldir Blanc.

Composto por 24 mulheres, o espetáculo “Acorda, Alice!...através da Tela”, do Grupo XIX de teatro, resulta do trabalho de co-criação das atrizes sobre as obras de Adélia Prado, Ângela Davis, Carolina de Jesus, Hilda Hilst, Jane Austen, Simone de Beauvoir, Virgínia Woolf, Virginie Despentes, etc, em uma reflexão sobre os encaixes e desencaixes de padrão de idade e gênero na vida mulher. As cenas, sob a perspectiva e vivência de cada atriz estimulam o diálogo entre “mulher e o tempo”. 

Serão ao todo 8 apresentações, que acontecerão remotamente entre os dias 18 e 28 de março, sendo às quintas e sextas-feiras às 21 horas e aos sábados e domingos às 17 horas. Nas apresentações das sextas, dias 19 e 26 de março, os recursos de tradução simultânea em Libas - Língua Brasileiras de Sinais, legendas e audiodescrição estarão disponíveis ao público. 

No mês em que celebramos o Dia Internacional da Mulher e em tempos de lockdown, ir ao teatro remotamente pode ser um sopro de esperança que só a arte é capaz de proporcionar, além de um afago na alma proporcionado por essas mulheres. Imperdível!

SERVIÇO:

Acorda, Alice!...através da Tela

Curta Temporada

Dias: 18,19, 20, 21, 25, 26, 27 e 28 de março;

Horários: Sextas e Sábados às 21 horas e Sábados e Domingos às 17 horas.

Plataforma: https://www.sympla.com.br/produtor/acordaalice

Ingresso gratuito 

PoderData confirma Pesquisa Fórum e aponta vitória de Lula contra Bolsonaro


Pesquisa realizada pelo PoderData e divulgada nesta quarta-feira (17) confirma os resultados da Pesquisa Fórum de mais cedo: o ex-presidente Lula venceria Jair Bolsonaro se as eleições fossem hoje.

No levantamento, feito entre 15 e 17 de março, Lula aparece com 34% das intenções de voto, e Bolsonaro com 30%.

Outros nomes apontados como possíveis candidatos à presidência em 2022 aparecem com 6% ou menos. São eles: Sergio Moro, Ciro Gomes, Luciano Huck, João Doria, João Amoêdo e Luiz Henrique Mandetta.

Em um eventual segundo turno entre Lula e Bolsonaro, o petista levaria 41% dos votos e Bolsonaro 36%.

Sobre rejeição, 53% afirmaram que não votariam em Bolsonaro "de jeito nenhum". A rejeição de Lula é menor: 40%.

A margem de erro da pesquisa é de 1,8 ponto percentual para mais ou para menos e o índice de confiança do levantamento é de 95%.

Fonte: Portal Brasil 247

Certidão de Nascimento da Cidade de Garanhuns


Garanhuns foi elevada à categoria de cidade através do Projeto do Deputado Provincial Silvino Guilherme de Barros, o "Barão de Nazaré". O documento histórico, que vale como "Certidão de Nascimento de Garanhuns",  é o Decreto Provincial 1.309, de 04 de fevereiro de 1879.

Pernambuco recebe novo lote com 198.600 doses da CoronaVac

Pernambuco recebeu, na noite desta terça-feira (16), um nove lote com 198.600 doses do imunizante contra a Covid-19 CoronaVac, desenvolvido pelo laboratório chinês Sinovac e produzido no Brasil pelo Instituto Butantan, em São Paulo. A nova remessa chegou às 20h30  no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre. 

Segundo o Governo do Estado, essas novas doses permitirão avançar na imunização dos idosos de 75 e 79 anos e dos profissionais de saúde

Com mais esse quantitativo, o número de doses recebidas pelo Estado totaliza 1.052.960 unidades. E sobe para 59% o quantitativo de idosos entre 75 e 79 anos que poderão ser protegidos em todo o território pernambucano. Em relação aos profissionais de saúde,  o Estado chegará à marca de 86% do quadro com essa nova remessa.

As vacinas serão recebidas no Programa Estadual de Imunização, que fará a verificação e divisão igualitária entre os municípios pernambucanos, levando em consideração a base de cálculo populacional dos grupos prioritários do próprio Ministério da Saúde. A previsão é de que as doses recebidas nessa terça já serão entregues nesta quarta-feira às Gerências Regionais de Saúde (Geres), ficando à disposição dos 184 municípios.

"Todas as cidades receberão um quantitativo de vacina de forma proporcional, e é imprescindível que os gestores continuem planejando suas ações para evitar qualquer perda de doses e, principalmente, criando estratégias para atender às especificidades do público do seu território”, recomendou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

“Temos nos empenhado ao máximo em cumprir as metas que estabelecemos, de imunizar com agilidade e segurança os grupos prioritários no Estado. Nosso esquema de logística tem funcionado com muita eficiência na distribuição de todos os lotes recebidos por Pernambuco”, afirmou o governador Paulo Câmara.

Fonte: Folha de Pernambuco

7.319 casos da Covid-19 já foram confirmados em Garanhuns


A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, informa que foram notificados 13 casos da Covid-19; e mais três pessoas estão recuperadas, após cumprir o período de isolamento, e não apresentar mais sintomas da doença. Outros oito casos que se encontravam em investigação pela Vigilância Epidemiológica, junto às unidades notificantes, foram inseridos no sistema de informação.

Até hoje, 5399 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 1868 pessoas foram vacinadas com a segunda dose contra a Covid-19. Além dos grupos que aguardam a segunda dose, a vacinação segue para idosos com 75 anos ou mais, trabalhadores da saúde com 60 anos ou mais, profissionais que trabalham no modelo de assistência ‘home care’, trabalhadores de laboratórios de análises clínicas, e consultórios odontológicos.

Ao todo, já foram confirmados 7319 casos da Covid-19 em Garanhuns. Deste total, 130 pessoas vieram a óbito, 6548 estão recuperadas após cumprir o período de isolamento domiciliar e não apresentar mais sintomas; e 120 pessoas que foram confirmadas com a Covid-19 estão em monitoramento. Já foram realizados 11929 testes pela rede municipal.

Atualmente, o município dispõe de 50 leitos clínicos, sendo 32 destes na Unidade de Tratamento Covid-19 e outros 18 na Unidade Covid-19 Palmira Sales. A taxa de ocupação dos leitos municipais de enfermaria encontra-se em 22%. O percentual não inclui o número de pacientes graves, internados em leitos de UTI de administração do Governo Estadual.

Arte: Lucas Monteiro - Secom/PMG.

Prefácio do Livro "Encontros Vespertinos" de Evaldo B. Calado

Hildeberto Martins (foto)*

Gentilmente fui solicitado para fazer este prefácio.

De imediato aceitei; mas, na verdade, como hipnotizado pela  nobreza do poeta, não percebi a grande responsabilidade que foi a de dissertar sobre tão variada e rica obra.

"ENCONTROS VERSPERTINOS" dramatiza um modo singular de visibilizar. Denuncia conjuntamente uma  contínua e extraordinária ênfase de aspectos tanto fictícios como, principalmente, reais.

Evaldo B. Calado revela, em sua forma de matizar as coisas, um objetivo sublime, na intenção de convertê-lo em algo prático e  produtivo, habilidade rara entre aqueles que labutam em tão espinhosa seara.

Como, então, tratar sobre a relevância do seu universo e  das projeções da sua consciência chamadas PROSAS, PENSAMENTOS E POESIAS, cada uma delas rompendo com as convenções literárias que simuladamente as  restringiriam? Pois tudo, de certo modo, é uma autobiografia dele, de Evaldo, recursos da ficção, dramatizadas de forma poética.

Seu esmero é híbrido, anômalo, livre e original. Foge de uma  nomenclatura. Embora trate de temas diversos, persiste a tentativa ou a busca do autor de criar, com as palavras, um cosmo autêntico.

A estratégia de Evaldo está mais em descobrir um significado para a vida e esclarecer a natureza do que mesmo seduzir pelo fascínio literário. Contudo, com maestria, consegue coordená-los. Tanto a abstração dos termos como a particularidade da sua  produção existem reciprocamente dilúcidas. Sua obra é  dramática, não consignado esse esforço, mas seu próprio sentido.

Com Evaldo, a métrica e a inspiração se combinam. Transborda-lhe a rima e tudo é preenchido de revelação, enquanto flutua ondeante cascateando pelos versos, deslizando para um mar infinito.

Na prosa e nos pensamentos - conceitos como diz - funde a mente e o tema, nascendo uma necessidade ética.

Tudo é uma persistente extensão do próprio eu; é a revelação dele mesmo.

Ele leva sua compreensão interior as circunstâncias exteriores, convertendo a revelação em fato.

O autor cria metáforas e procura amplia-las através de analogias em tudo que observa. É o que se verifica em "CICATRIZES", "ESPERANÇA", "A BAILARINA", "DESENCONTRO", "DEUS E MINHA MÃE", "O OUTRO", "A PEDRA NO FUNDO DO POÇO", "O TRONO E A CRUZ", entre outros escritos.

A alma de Evaldo está sempre atacando o que visualiza e  colhe, transformando sensações em metáforas. Envolve ele o leitor no ânimo da descoberta. Seu itinerário é formado no vai e vem às cosmologias da realidade. Como em passe de mágica, o  autor inventa suas metáforas para repassar suas próprias ideias, como se fosse - ou é - dotado da mística da expressão.

Evaldo, portanto, é um inovador próprio e apropositado, virtudes que tornam sua obra "ENCONTROS VERSPERTINOS" uma significativa produção literária, premiando este limiar de 3º milênio.

Sinto-me elevado em prefaciar seu livro, para mim, sem favor nenhum, um best-seller. Deus seja louvado.

*Professor, cronista e escritor / Garanhuns, PE - 2001.